Liturgia Diária – 01/12/2022

MISSA DA FÉRIA

Féria de 3ª Classe – Missa de Domingo

A terra abençoada de que nos fala a Communio, é Maria Santíssima. Ela nos deu o fruto abençoado de suas entranhas. Por isso estamos reunidos, ao menos em espírito, em sua igreja. (Statio

Compenetrados das palavras do Evangelho: “Erguei as vossas cabeças, porque se aproxima a vossa Redenção… Sabei que perto está o Reino de Deus”, voltamo-nos no começo do Ano eclesiástico para Deus, com toda a alma (Introito). Nossa Redenção é obra da bondade de Deus (Oração), mas também o é de nossa cooperação, conforme nos diz St. Agostinho: “Aquele que te criou sem ti, não te salvará sem ti”. Esta cooperação consiste em “levantarmo-nos do sono, renunciarmos às trevas e revestirmo-nos do Senhor Jesus Cristo” (Epístola). Unindo, no Ofertório, estas resoluções ao sacrifício de Jesus Cristo, receberemos na Comunhão a bênção de Deus e tornar-nos-emos uma terra abençoada que há de produzir abundantes frutos para a vida cristã.


Páginas 7 a 11 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 30/11/2022

S. ANDRÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe – Missa própria

S. André, irmão de S. Pedro, foi chamado juntamente com este por Nosso Senhor (Evangelho). Pregou o Evangelho na Ásia Menor e nos Balcans onde foi martirizado. Seu corpo está em Amalfi e sua cabeça em Roma. Sigamos o seu exemplo na prontidão com que seguiu o chamamento do Senhor e no amor que teve à Cruz.


Páginas 903 a 906 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 29/11/2022

MISSA DA FÉRIA

Féria de 3ª Classe – Missa de Domingo, com comemoração de S. Saturnino, Mártir

A terra abençoada de que nos fala a Communio, é Maria Santíssima. Ela nos deu o fruto abençoado de suas entranhas. Por isso estamos reunidos, ao menos em espírito, em sua igreja. (Statio

Compenetrados das palavras do Evangelho: “Erguei as vossas cabeças, porque se aproxima a vossa Redenção… Sabei que perto está o Reino de Deus”, voltamo-nos no começo do Ano eclesiástico para Deus, com toda a alma (Introito). Nossa Redenção é obra da bondade de Deus (Oração), mas também o é de nossa cooperação, conforme nos diz St. Agostinho: “Aquele que te criou sem ti, não te salvará sem ti”. Esta cooperação consiste em “levantarmo-nos do sono, renunciarmos às trevas e revestirmo-nos do Senhor Jesus Cristo” (Epístola). Unindo, no Ofertório, estas resoluções ao sacrifício de Jesus Cristo, receberemos na Comunhão a bênção de Deus e tornar-nos-emos uma terra abençoada que há de produzir abundantes frutos para a vida cristã.


Páginas 7 a 11 e 826 a 829 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 28/11/2022

MISSA DA FÉRIA

Féria de 3ª Classe – Missa de Domingo

A terra abençoada de que nos fala a Communio, é Maria Santíssima. Ela nos deu o fruto abençoado de suas entranhas. Por isso estamos reunidos, ao menos em espírito, em sua igreja. (Statio

Compenetrados das palavras do Evangelho: “Erguei as vossas cabeças, porque se aproxima a vossa Redenção… Sabei que perto está o Reino de Deus”, voltamo-nos no começo do Ano eclesiástico para Deus, com toda a alma (Introito). Nossa Redenção é obra da bondade de Deus (Oração), mas também o é de nossa cooperação, conforme nos diz St. Agostinho: “Aquele que te criou sem ti, não te salvará sem ti”. Esta cooperação consiste em “levantarmo-nos do sono, renunciarmos às trevas e revestirmo-nos do Senhor Jesus Cristo” (Epístola). Unindo, no Ofertório, estas resoluções ao sacrifício de Jesus Cristo, receberemos na Comunhão a bênção de Deus e tornar-nos-emos uma terra abençoada que há de produzir abundantes frutos para a vida cristã.


Páginas 7 a 11 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 27/11/2022 – I Domingo do Advento

Domingo de 1ª Classe – ESTAÇÃO EM SANTA MARIA MAIOR – Missa Própria

A terra abençoada de que nos fala a Communio, é Maria Santíssima. Ela nos deu o fruto abençoado de suas entranhas. Por isso estamos reunidos, ao menos em espírito, em sua igreja. (Statio

Compenetrados das palavras do Evangelho: “Erguei as vossas cabeças, porque se aproxima a vossa Redenção… Sabei que perto está o Reino de Deus”, voltamo-nos no começo do Ano eclesiástico para Deus, com toda a alma (Introito). Nossa Redenção é obra da bondade de Deus (Oração), mas também o é de nossa cooperação, conforme nos diz St. Agostinho: “Aquele que te criou sem ti, não te salvará sem ti”. Esta cooperação consiste em “levantarmo-nos do sono, renunciarmos às trevas e revestirmo-nos do Senhor Jesus Cristo” (Epístola). Unindo, no Ofertório, estas resoluções ao sacrifício de Jesus Cristo, receberemos na Comunhão a bênção de Deus e tornar-nos-emos uma terra abençoada que há de produzir abundantes frutos para a vida cristã.


Páginas 7 a 11 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 26/11/2022

S. SILVESTRE, Abade

Festa de 3ª Classe – Missa “Os justi” (2) com orações próprias e comemoração de S. Pedro de Alexandria, Bispo e Mártir

Olhando para o cadáver desfigurado de um parente seu, ficou profundamente abalado. “O que este foi, eu sou, e o que este é, eu serei”. Abandonando então o mundo, retirou-se para a solidão (Oração). Mais tarde, com alguns Companheiros, fundou a Ordem dos Silvestrinos com a regra de S. Bento.


Páginas 1389 a 1390 e 867 a 870 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 25/11/2022

S. CATARINA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa “Loquebar”, com orações próprias

Dotada de inteligência brilhante e vasto saber, viveu esta Santa em Alexandria. Diante do juiz, confundiu os maiores sábios e converteu alguns deles à fé de Jesus Cristo. Condenada ao suplício da roda, como esta se quebrasse, foi decapitada. É tradição que seu corpo foi enterrado por Anjos no monte Sinai [Oração].


Páginas 1389, 870 a 875 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 24/11/2022

S. JOÃO DA CRUZ, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe – Missa “In medio” com Coleta própria e comemoração de S. Crisógono, Mártir

Com S. Teresa, reformou o Carmelo, e com ela sofreu muitas perseguições e cruzes físicas e espirituais, mas sempre e ainda mais se uniu a Deus. Seus escritos dão testemunho de sua santidade e seu amor à Cruz do Cristo. Depois de dolorosa enfermidade, entregou sua alma purificada ao Senhor. 


Páginas 1387 a 1388, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 23/11/2022

S. CLEMENTE I, Papa e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa “Si diligis me”, com introito próprio e comemoração de S. Felicidade, Mártir

Convertido por S. Paulo, foi o terceiro sucessor de S. Pedro, de 92 a 101. Exilado para a Crimeia, foi ali afogado no mar. É autor de uma carta que pertence aos mais preciosos documentos da literatura cristã dos primeiros tempos. Por isso é enumerado entre os Padres Apostólicos.


Páginas 1386, 1387 e 821 a 816, e 710 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 22/11/2022

S. CECÍLIA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa própria

Com Santa Inês e Santa Luzia, Cecília é uma das mais veneradas Santas desde os primeiros séculos da era cristã. Nobre cristã, converteu Valeriano e Tibério ao Cristianismo. Com os dois, foi ela decapitada. Como o golpe não tivesse sido mortal, ainda viveu alguns dias, deitada em sua casa. Na mesma posição foi enterrada e seu corpo, foi assim encontrado, intacto, em 1599.


Páginas 1384 a 1386 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 21/11/2022

APRESENTAÇÃO DE NOSSA SENHORA

Festa de 3ª Classe – Missa “Salve Sancta Parens”, com Coleta própria

Conforme tradição antiga, os pais de Nossa Senhora ofereceram a sua filha no templo, bem cedo, para que fosse educada entre as virgens do templo. Este fato é comemorado pela festa de hoje.


Páginas 1384, 802 a 805 do Missal Quotidiano (D.Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Missa às 08 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 

 


Liturgia Diária – 20/11/2022 – Último Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

O Evangelho deste domingo, último sempre do Ano eclesiástico, contém o dogma do juízo final. A Epístola nos ensina como devemos dignamente viver. É o último Sacrifício que neste ano oferecemos ao Criador. E, ao mesmo tempo, o último sermão que a Igreja nos dirige. O quadro gigantesco do juízo universal desperta os sonolentos (Oração) e suscita nos bons maior fervor no serviço de Deus (Epístola). Mas os Cânticos que repetimos desde o XIII domingo, neste ainda mais estão em seu lugar apropriado. Confortam-nos e animam-nos. Fortalecem a nossa esperança. Deus é um Deus de paz, Ele nos fez dignos de participar da herança de seus Santos na luz da glória celeste.


Páginas 725 a 729 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 19/11/2022

S. ISABEL, Viúva

Festa de 3ª Classe – Missa “Cognovi”, com Coleta própria e comemoração de S. Ponciano, Papa e Mártir

Esposa do landgrave da Turíngia, foi expulsa de sua residência depois da morte prematura de seu marido. Com grande paciência desprendeu-se de tudo e serviu a Deus, praticando a caridade, aceitando a pobreza e a humilhação. Morreu com a idade de 24 anos.


Páginas 1382, 1383 e 891 a 895 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 18/11/2022

DEDICAÇÃO DAS BASÍLICAS DE S. PEDRO E S. PAULO

Festa de 3ª Classe – Missa “Terribilis”

Igrejas estacionais, onde várias vezes no ano nos reunimos. Hoje, nos alegramos pelo aniversário de sua Dedicação.


Páginas 1382 e 895 a 899 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 17/11/2022

BEM-AVENTURADOS ROQUE GONZÁLEZ E SEUS COMPANHEIROS, Mártires

Festa de 3ª Classe – Missa “Salus autem” com Coleta própria e comemoração de S. Gregório Taumaturgo, Bispo e Confessor

Estes três Protomártires da Companhia de Jesus, nas regiões do Rio da Prata, eram zelosíssimos Missionários entre os povos selvagens daquelas regiões. Após longos anos de árduos trabalhos foram mortos dentro de poucos dias. Roque Gonzalez era natural do Paraguai, e seus dois Companheiros, Afonso Rodriguez e João dei Castilho, espanhóis de nascimento.


Páginas [44] a [45], 1381 a 1382 e 836 a 839 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 16/11/2022

SANTA GERTRUDES, Virgem

Festa de 3ª Classe – Missa “Dilexisti”, com Coleta própria

Entre as Santas que Deus concedeu à sua Igreja, na Idade média, Santa Gertrudes “Magna” é, sem dúvida, uma das mais notáveis. Jovem ainda, entregou-se a Deus no Mosteiro das Beneditinas de Helfta, onde Deus lhe concedeu muitas e extraordinárias graças. Ela nos legou no “Embaixador do Amor Divino”, as suas profundas considerações teológicas e litúrgicas.


Páginas 1381 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 15/11/2022

S. ALBERTO MAGNO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe – Missa “In medio” com orações próprias

Natural da Suábia, entrou na Ordem dos Dominicanos. Durante alguns anos ensinou teologia e teve grande fama como filósofo e teólogo. Em 1260, foi feito Bispo de Ratisbona, mas renunciou a essa dignidade, dois anos depois. S. Tomás de Aquino foi seu grande discípulo. “Grande ” em saber e virtude, foi canonizado e elevado a Doutor da Igreja em 1931, por Pio XI. 


Páginas 1380, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 14/11/2022

S. JOSAFÁ, Bispo e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa própria

Monge basiliano e mais tarde Arcebispo, trabalhou muito para a união da Igreja oriental com a de Roma. Foi assassinado pelos Polacos. Deu a vida por suas ovelhas (Evangelho).


Páginas 1377 a 1379 do Missal Quotidiano. 


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino. 


Liturgia Diária – 13/11/2022 – XXIII Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Meus pensamentos, diz o Senhor, são de paz (Introito). Nossa paz é Jesus Cristo (Epístola). Achá-la-emos seguindo o Apóstolo e afastando nos do caminho dos inimigos da Cruz do Cristo. Jesus Cristo é a nossa paz, até mesmo ali onde a dor quer perturbá-la. Ele, o Salvador, vence o sofrimento e a dor, e nos ensina também a vencê-los (Evangelho). Os Cânticos neste e em todos os domingos seguintes, exprimem fé, confiança, desejo e santa alegria pela próxima volta à casa paterna. Deus, no decorrer do Ano eclesiástico (imagem de nossa vida) nos libertou da escravidão e dos males que nos oprimiam. Nossa alma está livre do cativeiro e os nossos nomes estão escritos no livro da vida.


Páginas 709 a 712 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 12/11/2022

S. MARTINHO I, Papa e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa “Si diligis me”

Governou a Igreja de 649 a 655. Foi exilado e morreu no Quersoneso enfraquecido pelos maus tratos. É venerado, por isso, como Mártir.


Páginas 1376, 812 a 816 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 11/11/2022

S. MARTINHO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa própria, com comemoração de S. Mena, Mártir.

Natural da Hungria, era soldado e foi batizado com 18 anos de idade. Fez-se monge e discípulo de S. Hilário de Poitiers. Depois de fundar o mosteiro de Lígugé, foi feito Bispo de Poitiers. Nem assim deixou os hábitos austeros de monge, mas foi de uma grande bondade para com o próximo, especialmente para com os pobres. Foi muito venerado já em vida e um dos primeiros Santos a ser oficialmente venerado pela liturgia sem ser mártir.


Páginas 1373 a 1375 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 10/11/2022

S. ANDRÉ AVELINO, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os justi”, 1ª do Comum dos Confessores, com Coleta próprias, com comemoração de S. Trifão, S. Respício e S. Ninfa, Mártires.

Da ordem dos Teatinos dedicou-se com zelo a cura das almas. Morreu, pronunciando, ao pé do altar, as palavras: “Introibo ad altare Dei”.


Página 1372 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.

Liturgia Diária – 09/11/2022

DEDICAÇÃO DA BASÍLICA DO SSMO. SALVADOR (LATRÃO)

Festa de 2ª Classe – Missa “Terribilis”, e comemoração de S. Teodoro, Mártir

A Arquibasílica do SSmo. Salvador, hoje mais conhecida pelo nome de “S. João de Latrão”, é a igreja-catedral do Santo Padre, mãe e chefe de todas as igrejas. É justo que nos regozijemos no aniversário de sua Dedicação. É uma das mais importantes igrejas estacionais. Várias vezes durante o ano e nas festas principais ali nos reunimos, ao menos em espírito. Ela é representada pela igreja-catedral de nossa diocese ou por nossa igreja paroquial.


Páginas 1369 a 1371 e 895 a 899 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 08/11/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa de Domingo, com comemoração dos Ss. Quatro Coroados, Mártires.

Irrepreensíveis, deve encontrar-nos o Cristo no dia do juízo. O espírito de humildade e penitência (Introito, Ofertório e Communio) é, portanto, muito necessário neste tempo, assim como uma consciência nítida de nossos deveres. Quais são esses deveres, vemos na Epístola, pelo próprio exemplo que nos dá o Apóstolo S. Paulo; vemos ainda no Gradual, que é um louvor da caridade fraterna. Finalmente, no Evangelho, Jesus Cristo nos ensina as nossas obrigações para com a autoridade civil, e antes de tudo, o dever que temos de entregar, sem reserva, a nossa alma a Deus.


Páginas 704 a 707 e 1368 a 1369 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 07/11/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa de Domingo

Irrepreensíveis, deve encontrar-nos o Cristo no dia do juízo. O espírito de humildade e penitência (Introito, Ofertório e Communio) é, portanto, muito necessário neste tempo, assim como uma consciência nítida de nossos deveres. Quais são esses deveres, vemos na Epístola, pelo próprio exemplo que nos dá o Apóstolo S. Paulo; vemos ainda no Gradual, que é um louvor da caridade fraterna. Finalmente, no Evangelho, Jesus Cristo nos ensina as nossas obrigações para com a autoridade civil, e antes de tudo, o dever que temos de entregar, sem reserva, a nossa alma a Deus.


Páginas 704 a 707 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 06/11/2022 – XXII Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Irrepreensíveis, deve encontrar-nos o Cristo no dia do juízo. O espírito de humildade e penitência (Introito, Ofertório e Communio) é, portanto, muito necessário neste tempo, assim como uma consciência nítida de nossos deveres. Quais são esses deveres, vemos na Epístola, pelo próprio exemplo que nos dá o Apóstolo S. Paulo; vemos ainda no Gradual, que é um louvor da caridade fraterna. Finalmente, no Evangelho, Jesus Cristo nos ensina as nossas obrigações para com a autoridade civil, e antes de tudo, o dever que temos de entregar, sem reserva, a nossa alma a Deus.


Páginas 704 a 707 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária – 04/11/2022

S. CARLOS BORROMEU, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Statuit” (2) com Coleta própria, e comemoração dos SS. Vital e Agrícola, Mártires

Cardeal com a idade de 23 anos, com grande zelo cuidou de reformar a disciplina religiosa de acordo com as normas do Concílio de Trento. Construiu seminários, fez editar o catecismo e procurou por todos os meios incentivar a vida religiosa. Bispo de Milão, sacrificou-se heroicamente por seu rebanho. Morreu com 47 anos de idade.


Páginas 1367, 1368 e 849 a 852 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária – 02/11/2022 – Dia de Finados

1ª Classe – Missa própria

Muitas vezes, em suas Orações, lembra-se a Santa Igreja dos irmãos que já passaram desta vida para a eternidade, daqueles que ainda sofrem e se purificam de suas faltas, imperfeições e penas dos pecados. Por maior que seja a solenidade nunca se esquece deles nos Ofícios divinos e no Santo Sacrifício da Missa.

No dia dedicado especialmente à memoria dos finados, todos os Sacerdotes celebram três Missas.

[…] Predominam nestas Missas pelos mortos, dois pensamentos principais: 1. a fé na ressurreição da carne (Introito, Epístola, Gradual, Evangelho e Prefácio); 2. o zelo pelas almas, pela libertação de suas penas (Oração, Trato, Sequência e Ofertório).

O melhor meio de se ajudar a uma alma é mandar celebrar a Santa Missa ou assisti-la em sua intenção.

Jesus, o Sumo Sacerdote, se oferece pela alma de uma maneira mística, para que sejam apagadas as suas culpas, mitigadas as suas dores e para que ela alcance a luz perpétua, a visão beatífica de Deus.


Páginas 1366, 1484 a 1487 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 9:30 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 01/11/2022 – Festa de Todos os Santos

1ª Classe – DIA DE PRECEITO – Missa própria

A Missa e a festa de hoje animam-nos a seguir os exemplos de todos os Santos, e ao mesmo tempo, imploram a sua intercessão para que também cheguemos a realizar este ideal.

Alegremo-nos nesta solenidade, porque os Santos são irmãos nossos que já atingiram o seu fim. Alegremo-nos, porque, sendo membros da mesma família, podemos esperar cantar com eles e os santos Anjos o louvor do Filho de Deus (Introito). Este mesmo Filho de Deus nos traça no Evangelho as normas da vida e no Gradual nos convida a que O sigamos. Alegremo-nos, sim, porque a nossa recompensa será grande no céu (Evangelho).


Páginas 1361 a 1365 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 30/10/2022 – Festa de Cristo Rei

1ª Classe – Missa Própria

Para concluir solenemente o ano jubilar de 1925, o Santo Padre Pio XI instituiu a nova Festa de “Cristo Rei”. Seria esta solenidade uma insistente admoestação para a humanidade inteira reconhecer a Jesus Cristo, o Filho de Deus, como Rei universal do mundo. A Ele se sujeitem os Reis e os Príncipes, os Magistrados e Juízes, as artes e as leis (Hino das Vésperas). Cristo deve reinar no espirito dos homens pela fé, na sua vontade pela obediência às leis de Deus e da Igreja, seu Reino visível, nos corações pelo amor e ainda nos próprios corpos para que sejam santos para Deus (Encíclica). E preciso que o povo seja constantemente instruído a respeito desta verdade. “Uma solenidade anual terá mais eficácia para realizá-lo do que todos os documentos mesmo os mais graves do magistério eclesiástico” Os textos do Ofício divino, como os da Santa Missa, nos falam vivamente desta doutrina. Particularmente reparemos o fruto do Reinado de Cristo sobre os homens: Ele é o Rei, cujo império trará União e paz para a humanidade (Oração, Secreta e Communio).


Páginas 1357 a 1360 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 29/10/2022

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe – Missa “Salve Sancta Parens”


Páginas 802 a 805 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 28/10/2022

SS. SIMÃO E JUDAS TADEU, Apóstolos

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Simão pregou o Evangelho aos Judeus, e mais tarde foi com Judas Tadeu para a Mesopotâmia e a Pérsia, onde foram ambos martirizados.


Páginas 1353 a 1356 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária – 27/10/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa Própria

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 26/10/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa Própria, com comemoração de S. Evaristo, Papa e Mártir

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 e 1353 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 24/10/2022

SÃO RAFAEL, Arcanjo

Festa de 3ª Classe – Missa Própria

Rafael, cujo nome significa: Medicina de Deus, acompanhou o jovem Tobias (Oração) e curou seu pai (Leitura). A ele se atribui a movimentação da água na piscina em Jerusalém (Evangelho).


Páginas 1349 a 1351 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 23/10/2022 – XX Domingo depois de Pentecostes

2ª Classe – Missa própria

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 22/10/2022

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe – Missa “Salve Sancta Parens”


Páginas 802 a 805 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 20/10/2022

SÃO JOÃO CÂNCIO, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa Própria

Nasceu na Polônia. Como Sacerdote e Professor, exerceu a caridade para com os pobres.


Páginas 1344 a 1347 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:30 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 19/10/2022

S. PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Justus” com Coleta e Epístola próprias

Natural da Espanha, entrou na Ordem de S. Francisco, que reformou por seu zelo e uma vida exemplar de penitência e oração. Auxiliou Santa Teresa na reforma do Carmelo.


Páginas 1344, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 18/10/2022

S. LUCAS, Evangelista

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Médico em Antioquia, foi convertido por S. Paulo e acompanhou-o sempre em suas viagens (Leitura). É autor do III. Evangelho, no qual escreveu o que ouvira de S. Paulo. Além do Evangelho, escreveu os Atos dos Apóstolos. Pregou em Acaia e ali foi martirizado.


Páginas 1341 a 1344 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:30 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 17/10/2022

S. MARGARIDA MARIA ALACOQUE, Virgem

Festa de 3ª Classe – Missa própria

Religiosa da Visitação em Paray-le-Monial, entregou-se à contemplação e ao amor da Paixão de Nosso Senhor (Communio). D’Ele mesmo recebeu a ordem de trabalhar na difusão do culto ao seu Sagrado Coração (Oração e Epístola). As muitas dificuldades não conseguiram diminuir o seu fervor (Gradual). Foi canonizada em 1920.


Páginas 1338 a 1341 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 16/10/2022 – XIX Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 15/10/2022

S. TERESA, Virgem

Festa de 3ª Classe – Missa “Dilexisti”, com Coleta própria

Natural de Ávila, entrou na ordem das Carmelitas, que reformou por seu exemplo e seus escritos. Aos muitos trabalhos exteriores soube unir uma vida inteiramente mística. Sofrer ou morrer, era o seu desejo. Mereceu bem o título de Doutora da vida espiritual (Oração).


Páginas 1337 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 14/10/2022

S. CALISTO I, Papa e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa “Si diligis me”, com orações próprias

Governou a Igreja de 217 a 222. Misericordioso para com os penitentes, teve que sofrer muitos vexames da parte dos hereges.


Páginas 1336 a 1337, 812 a 816 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 13/10/2022

SANTO EDUARDO, Rei e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os justi”, 1ª do Comum dos Confessores, com Coleta próprias

Último dos reis de Inglaterra antes de sua conquista pelos Normandos, teve grande caridade para com os pobres. Muito se esforçou por cultivar a fé em seus súditos.


Missa rezada às 7:30 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 12/10/2022 – Festa de Nossa Senhora Aparecida

Festa de 1ª Classe – PADROEIRA PRINCIPAL DO BRASIL – Missa própria

No livro profético do Novo Testamento, o Apocalipse, fala S. João de um grande signo que apareceu no céu: uma mulher vestida de sol, tendo a, lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. É à Mãe do Salvador que se referem estas palavras (Leitura). E’ ela que continua a proteger os seus filhos em todas as partes do mundo, e a defendê-los contra os assaltos do demônio. Por este motivo a piedade dos povos lhe erige santuários onde é venerada de uma maneira particular.

É sob o título de : Virgem Imaculada, que a Nação Brasileira invoca a sua excelsa Padroeira (Oração). A Mãe de Deus benignamente acolhe-nos debaixo de seu manto protetor, e seguros alcançaremos uma eternidade feliz..


Páginas [40] a [41] – fim do Missal – e 917 a 921 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 11/10/2022

MATERNIDADE DE NOSSA SENHORA

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Era 1931 celebrou-se o XV centenário da declaração da Maternidade divina de Nossa Senhora, no Concílio de Éfeso. Para solenizar esta data e lembrar aos fiéis este Mistério, o Santo Padre Pio XI instituiu a festa de hoje. O Introito, a Epístola e o Gradual mostram como, já no antigo Testamento, esperou-se este Mistério. Os outros textos se referem à sua realização.


Páginas 1333 a 1335 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 7:30 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 10/10/2022

S. FRANCISCO DE BÓRGIA, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os justi” (2) com orações próprias

Pertencendo à alta nobreza da Espanha, converteu-se, impressionado ao ver o cadáver da jovem Rainha Isabel. Depois da morte de sua esposa, fez-se jesuíta e foi o terceiro Geral. Distinguiu-se pela prática de austeras penitências, assim como por sua humildade e devoção ao SSmo. Sacramento.


Páginas 1332 a 1333 e 867 a 870 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 29/09/2022

DEDICAÇÃO DE S. MIGUEL ARCANJO

Festa de 1ª Classe – Missa Própria

A festa de hoje era principalmente a comemoração da Dedicação de uma igreja em honra do santo Arcanjo. Ela é atualmente a principal festa em sua honra. S. Miguel, príncipe dos exércitos celestes, como foi vencedor no combate contra Lúcifer e os anjos maus, assim ainda hoje nos protege e defende no combate contra os poderes infernais (Oração no fim da Missa rezada). A ele são recomendadas particularmente as almas no último combate neste mundo. Seu nome significa: Quem é como Deus?


Páginas 662 a 665 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 28/09/2022

S. VENCESLAU, Duque e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa “In virtute”, com Coleta própria

Quando este santo Duque orava numa igreja, foi assassinado pelo próprio irmão, que não podia tolerar sua vida exemplar, cheia de amor à Sagrada Eucaristia e caridade para com os pobres.


Páginas 1304 a 1305 e 823 a 826 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 27/09/2022

SS. COSME E DAMIÃO, Mártires

Festa de 3ª Classe – Missa “Sapientiam”, com orações e algumas antífonas próprias

Os dois irmãos eram médicos e por isso o Evangelho fala da cura dos doentes. Não querendo sacrificar aos ídolos, foram decapitados na perseguição de Diocleciano.


Páginas 1303 a 1304 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária – 23/09/2022 – Sexta-feira das Têmporas de Setembro

Féria de 2ª Classe – Missa própria, com comemorações de S. Lino, Papa e Mártir, e S. Tecla, Virgem e Mártir

DIA DE ABSTINÊNCIA

As Leituras nos convidam à penitência, e o Evangelho mostra-nos um exemplo vivo em Maria Madalena, conduzindo-nos aos pés de Jesus. Ele também a nós dará perdão e renovará a nossa mocidade (Ofertório), depois de tirar-nos o opróbrio e o desprezo (Communio). Bem motivo temos, pois, de procurar a face do Senhor e aproximar-nos do altar com o coração alegre. 

S. Lino: primeiro sucessor de S. Pedro, foi decapitado em Roma.


Páginas 675 a 677 e 1300 a 1301 do Missal Quotidiano. 


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 22/09/2022

S. TOMÁS DE VILANOVA, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Statuit” (2), com orações próprias

Espanhol de nascimento, entrou na Ordem dos Agostinianos-Eremitas. Feito Arcebispo de Valência, praticou a caridade para com os pobres e necessitados, em grau heroico (Oração).


Páginas 1298 a 1300 e 849 a 852 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 21/09/2022

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe – Missa própria, com comemoração da Quarta-feira das têmporas de setembro.

DIA DE ABSTINÊNCIA RECOMENDADA

Antes de sua entrada para o Apostolado, foi publicano, e chamou-se Levi. Foi ele quem escreveu o primeiro Evangelho em língua aramaica, para os judeus. Reza a tradição que pregou na Palestina e na Etiópia, onde morreu.

Sobre a Quarta-feira das têmporas de setembro: nos países do sul da Europa, terminam neste tempo as colheitas das frutas e do vinho. Os fiéis, alegrando-se e agradecendo a Deus, ofereciam na igreja as dízimas ao Senhor. Esta prática e a lembrança das grandes festas (Ano novo, Dia de reconciliação e festa dos Tabernáculos, lembrando a saída do Egito) que se celebravam no Antigo Testamento nesta época do ano, são expressas nos textos das Leituras e Cânticos das Missas destes três dias. Aproveitemos também nós estes dias para o silêncio e a penitência. E na alegria de nosso coração, agradeçamos a Deus por seus benefícios. Como as outras Têmporas, também estas são dias de ordenações. Imploremos a Deus que envie bons obreiros à sua messe.


Páginas 1295 a 1297 do Missal Quotidiano. 


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 20/09/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo, com comemoração de S. Eustáquio e seus companheiros, Mártires

Escravos do pecado e de Satanás, estávamos mortos para Deus, quando veio o Filho de Deus restituir-nos a vida (Evangelho). Justo é, pois, o louvor que Lhe damos nos Cânticos do Gradual e do Ofertório. Este mesmo Salvador nosso não pode, porém, deixar de exigir também de nossa parte que não nos afastemos mais da vida, pelo pecado. Vivemos pelo Espírito, pelo Espírito também devemos andar. E se é difícil e custoso à natureza humana façamos nossas as palavras do Introito e da Oração de hoje. A Secreta, a Communio e a Postcommunio nos conduzem à fonte da vida e da graça, que nasce ao pé da Cruz e para cada um de nós no santo Sacrifício da Missa.

Sobre os santos mártires: Oficial do imperador Trajano, Eustáquio foi martirizado com toda a sua família.


Páginas 657 a 660 e 1295 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 19/09/2022

S. JANUÁRIO (Bispo) E SEUS COMPANHEIROS, Mártires

Festa de 3ª Classe – Missa “Salus autem” com evangelho próprio

Bispo de Benevento, foi jogado aos animais ferozes com mais alguns Cristãos. Ficando incólume, foi decapitado. Todos os anos repete-se ainda em Nápoles, a ebulição de seu sangue, guardado num vaso, quando aproximado da cabeça do Santo.


Páginas 1295, 836 a 839 do Missal Quotidiano. 


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino. 


Liturgia Diária – 18/09/2022 – XV Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Escravos do pecado e de Satanás, estávamos mortos para Deus, quando veio o Filho de Deus restituir-nos a vida (Evangelho). Justo é, pois, o louvor que Lhe damos nos Cânticos do Gradual e do Ofertório. Este mesmo Salvador nosso não pode, porém, deixar de exigir também de nossa parte que não nos afastemos mais da vida, pelo pecado. Vivemos pelo Espírito, pelo Espírito também devemos andar. E se é difícil e custoso à natureza humana façamos nossas as palavras do Introito e da Oração de hoje. A Secreta, a Communio e a Postcommunio nos conduzem à fonte da vida e da graça, que nasce ao pé da Cruz e para cada um de nós no santo Sacrifício da Missa.


Páginas 657 a 660 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 16/09/2022

Ss. CORNÉLIO, Papa, e CIPRIANO, Bispo, Mártires

Festa de 3ª Classe – Missa “Intret” com comemoração de Ss. Eufêmia (Virgem), Lúcia e Geminiano, Mártires

S. Cornélio governou a Igreja de 251 a 253. S. Cipriano, Bispo de Cartago, é célebre por seus escritos. Os dois Santos são nomeados no Cânon da Missa.


Páginas 1289 a 1291 e 830 a 833 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 14/09/2022

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Em 628, o imperador Heráclio reconduziu em triunfo o Santo Lenho para o Calvário, após tê-lo reconquistado das mãos dos Persas. A festa e a Missa de hoje lembram este acontecimento. Adoramos a Santa Cruz que nos trouxe a salvação.


Páginas 1279 a 1282 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária – 13/09/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do Domingo

Dois senhores disputam-se o domínio do homem: o espírito e a carne. O espírito do mundo e o Espírito de Deus. Dois senhores querem mandar. E categoricamente diz o Evangelho: Ninguém pode servir a dois senhores. A Epístola nos aponta estes dois senhores, como eles se chamam e o que querem. A religião cristã não nega que exista este dualismo; é ela porém, e ela só, que é capaz de reprimir em seus justos limites os desejos da matéria e da carne. Muito custa ao homem pôr em ordem todo o seu aspirar, o seu desejar e o seu amar, porém a religião mostra-lhe os meios e o caminho. “Procurai primeiro o Reino de Deus e o resto ser-vos-á dado por acréscimo”. Eis a norma para vencer todas as lutas no indivíduo, assim como para resolver as várias questões sociais. Procurar o reino de Deus é convencer-se de que Deus é o nosso Protetor, e desejar as mansões celestiais (Introito).


Páginas 652 a 656 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária – 11/09/2022 – XIV Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Dois senhores disputam-se o domínio do homem: o espírito e a carne. O espírito do mundo e o Espírito de Deus. Dois senhores querem mandar. E categoricamente diz o Evangelho: Ninguém pode servir a dois senhores. A Epístola nos aponta estes dois senhores, como eles se chamam e o que querem. A religião cristã não nega que exista este dualismo; é ela porém, e ela só, que é capaz de reprimir em seus justos limites os desejos da matéria e da carne. Muito custa ao homem pôr em ordem todo o seu aspirar, o seu desejar e o seu amar, porém a religião mostra-lhe os meios e o caminho. “Procurai primeiro o Reino de Deus e o resto ser-vos-á dado por acréscimo”. Eis a norma para vencer todas as lutas no indivíduo, assim como para resolver as várias questões sociais. Procurar o reino de Deus é convencer-se de que Deus é o nosso Protetor, e desejar as mansões celestiais (Introito).


Páginas 652 a 656 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 09/09/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo, com comemoração de S. Gorgônio, Mártir

Três pensamentos preparam-nos para a santa Missa de hoje: 1. A necessidade que temos do auxilio de deus. 2. A prontidão do auxilio divino. 3. A prova de que Deus nos auxilia. No Introito pedimos o auxílio em geral; na Oração, um aumento de fé, esperança e caridade, virtudes que, como sementes, foram pelo Batismo depostas em nossa alma, e que não se desenvolvem em nós sem a graça de Deus. Nossa súplica é baseada na Epístola que fala na fidelidade de Deus em suas promessas. Abraão é um exemplo de fé, esperança e caridade. A ele e seus descendentes dirigem-se as promessas de Deus. No Evangelho vemos como o Salvador prometido se desempenha de sua missão. E na santa Missa sabemos que Ele a continua no Sacrifício e no Sacramento, como nos mostram a Secreta, a Communio e a Postcommunio.


Páginas 648 a 651, 1274 a 1275 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 08/09/2022

NATIVIDADE DE N. SENHORA

Festa de 2ª Classe – Missa Própria, com comemoração de S. Adriano, Mártir

Maria é a Aurora que nos deu o Sol da Justiça. Destinada a ser Mãe do Salvador, foi ornada pelo Criador com as mais peregrinas virtudes. É o mais fiel espelho da própria santidade de Deus. Tabernáculo do Altíssimo, foi, desde a sua entrada no mundo, a mais santa de todas as criaturas. Se celebramos o nascimento de S. João Batista por sua santidade, com mais justeza ainda deve ser celebrado o natalício da Mãe Santíssima do Salvador do mundo.

No Introito saudamos a sua dignidade de Mãe de Deus. O louvor da Sabedoria incriada, que ouvimos na Epístola, é aplicado à Santíssima Virgem por causa de sua união íntima com o Filho de Deus, união esta, determinada no plano de Deus, desde toda a eternidade. No Evangelho passam diante de nós os antepassados de Maria, e pela Comunhão tomamos parte de sua grandeza, incarnando-se em nós o Verbo Divino.


Páginas 1271 a 1274 e 823 a 826 do Missal Quotidiano.


Liturgia Diária – 06/09/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo

Três pensamentos preparam-nos para a santa Missa de hoje: 1. A necessidade que temos do auxilio de deus. 2. A prontidão do auxilio divino. 3. A prova de que Deus nos auxilia. No Introito pedimos o auxílio em geral; na Oração, um aumento de fé, esperança e caridade, virtudes que, como sementes, foram pelo Batismo depostas em nossa alma, e que não se desenvolvem em nós sem a graça de Deus. Nossa súplica é baseada na Epístola que fala na fidelidade de Deus em suas promessas. Abraão é um exemplo de fé, esperança e caridade. A ele e seus descendentes dirigem-se as promessas de Deus. No Evangelho vemos como o Salvador prometido se desempenha de sua missão. E na santa Missa sabemos que Ele a continua no Sacrifício e no Sacramento, como nos mostram a Secreta, a Communio e a Postcommunio.


Páginas 648 a 651 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 05/09/2022

S. LOURENÇO JUSTINIANI, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Statuit” (2) 

Bispo e Patriarca de Veneza, distinguiu-se pela santidade de sua vida e caridade para com os pobres.


Páginas 1270, 849 a 852 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada  às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 02/09/2022

S. ESTÊVÃO, Rei e Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os Justi” (1), com orações e Evangelho próprios

Como Rei da Hungria, converteu o seu povo ao Cristianismo, merecendo o título de “Apóstolo da Hungria”. 


Páginas 1265 a 1266 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 01/09/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo, com comemoração de S. Egídio, Abade e Ss. Doze Irmãos Mártires de Benavente

Como Moisés aplacou outrora a ira de Deus contra o seu povo (Ofertório) assim e muito mais ainda, faz o novo Moisés — Jesus Cristo — para toda a humanidade. Feridos mortalmente, jazíamos à beira do caminho, incapazes de nos levantarmos, quando vem Jesus, o verdadeiro Samaritano, pensar e curar as nossas feridas (Evangelho). O Gradual que liga as duas Leituras é um hino de louvor e ação de graças, por causa das prerrogativas do Novo sobre o Antigo Testamento (Epístola). No Introito a humanidade decaída implora socorro. Também nas Orações pedimos o perdão e a proteção de Deus. O Versículo da Comunhão, como no domingo passado, garante-nos que a bênção de Deus e o seu auxílio nos vêm pelo Pão e peto Vinho (Eucaristia). Na santa Comunhão nos dá o Samaritano [Jesus] o Sangue do seu Coração, que nos fortalece para a vida eterna.


Páginas 643 a 647, 1263 a 1265 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 30/08/2022

S. ROSA DE LIMA, Virgem

Festa de 1ª Classe – PADROEIRA DA AMÉRICA LATINA – Missa própria

Nasceu Santa Rosa de S.ta Maria, em Lima, m ano de 1586 e morreu em 1617, depois de uma vida de duras provações, calúnias e perseguições, pacientemente suportadas. Não contente, com tudo isto, e seguindo o exemplo de Santa Catarina de Sena, como terceira dominicana, espontaneamente se submeteu a extraordinárias mortificações e jejuns. Este seu amor ao sofrimento lhe mereceu também singulares consolações e um comércio verdadeiramente familiar com a Mãe de Deus e o seu santo Anjo da Guarda. Sendo ela a única que até hoje foi distinguida como Santa com as honras dos altares na América Latina, com certeza protegerá estes países de maneira especial. Jubilosos celebramos com o coro dos Santos e Anjos a sua festa (Introito), e suplicamos a Deus a graça de imitar as suas virtudes (Oração), para também com ela um dia reinarmos na glória (Postcommunio).


Páginas [34] a [36] PRÓPRIO DO BRASIL – do Missal Quotidiano  (D. Gaspar Lefebvre)


Liturgia Diária – 29/08/2022

DEGOLAÇÃO DE S. JOÃO BATISTA

Festa de 3ª Classe – Missa própria e comemoração de S. Sabina, Mártir

Depois de celebrar a 24 de Junho o alegre nascimento de São João Batista na terra, a Santa Igreja honra hoje seu nascimento no Céu. Depois de Nosso Senhor e da Santíssima Virgem, é o único santo cujo nascimento e morte se festeja. O evangelho de hoje recorda as circunstâncias em que ele foi executado. Tivera a coragem de lançar em rosto de Herodes o escândalo da união ilegítima com sua cunhada Herodíades, cujo marido ainda vivia. Herodíades obrigou Herodes a mandar prendê-lo, e aproveitou-se de uma ocasião inesperada para alcançar, por intermédio de sua filha Salomé, a decapitação do Santo


Páginas 1256 a 1260 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 28/08/2022 – XII Domingo depois de Pentecostes

2ª Classe – Missa própria

Como Moisés aplacou outrora a ira de Deus contra o seu povo (Ofertório) assim e muito mais ainda, faz o novo Moisés — Jesus Cristo — para toda a humanidade. Feridos mortalmente, jazíamos à beira do caminho, incapazes de nos levantarmos, quando vem Jesus, o verdadeiro Samaritano, pensar e curar as nossas feridas (Evangelho). O Gradual que liga as duas Leituras é um hino de louvor e ação de graças, por causa das prerrogativas do Novo sobre o Antigo Testamento (Epístola). No Introito a humanidade decaída implora socorro. Também nas Orações pedimos o perdão e a proteção de Deus. O Versículo da Comunhão, como no domingo passado, garante-nos que a bênção de Deus e o seu auxílio nos vêm pelo Pão e peto Vinho (Eucaristia). Na santa Comunhão nos dá o Samaritano [Jesus] o Sangue do seu Coração, que nos fortalece para a vida eterna.


Páginas 643 a 647 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 27/08/2022

S. JOSÉ DE CALAZANS, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa própria

Natural da Espanha, ordenou-se presbítero e dedicou-se à instrução da mocidade (Oração, Evangelho). Distinguiu-se por uma grande paciência nas adversidades (Leitura).


Páginas 1251 a 1253 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 26/08/2022

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo, com comemoração de S. Zeferino, Papa e Mártir (Missa “Si diligis me”)

Da graça e da bondade de Nosso Senhor, trata a Missa de hoje. Na Epístola fala S. Paulo da graça que ele próprio recebeu como último dos Apóstolos e que, pelo Batismo, a nós também foi comunicada. No Evangelho é o próprio Jesus. Cristo quem cura, na pessoa do surdo-mudo, a humanidade inteira. Ephphetha: ainda hoje é ação simbólica na administração do Batismo. Nos Cânticos agradecemos estas graças, mas na Oração imploramos novas, porquanto precisamos aumentar a graça em nós. E’ o que melhor alcançamos pela Eucaristia. Certos estejamos que, se honramos a Deus com todos os nossos haveres (no Sacrifício Eucarístico), teremos abundância de trigo e vinho (no Sacramento Eucarístico), e assim é aumentada em nós a graça de Deus (Communio).

Sobre o santo: Governou a Igreja de 198 a 217. 


Páginas 639 a 642 e 1251 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 25/08/2022

S. LUIS, REI, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os Justi” (1), com orações e leituras próprias

S. Luiz IX, Rei da França de 1226 a 1270, era um modelo de príncipe cristão. Todo o tempo de seu reinado, esforçou-se por desenvolver a vida da Igreja e praticar a justiça (Evangelho). Na segunda Cruzada que empreendeu, morreu de peste, diante de Tunis. 


Páginas 1248 a 1251 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 24/08/2022

S. BARTOLOMEU, Apóstolo

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Bartolomeu ou Natanael é aquele verdadeiro Israelita de que fala o Evangelho de S. João. Jesus o escolheu para as fileiras dos Apóstolos (Evangelho). Ele Lhe foi fiel até a morte. (Communio) .


Páginas 1245 a 1248 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 23/08/2022

S. FILIPE BENÍCIO, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Justus” com Coleta própria

Foi o quinto Geral dos Servitas. Sua grande humildade não lhe permitiu aceitar o Sumo Pontificado para o qual fora eleito. (Oração).


Páginas 1244, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 22/08/2022

IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Festa de 2ª Classe – Missa própria, com comemoração dos Santos Timóteo, Hipólito (Bispo) e Sinforiano, Mártires

Esta festa foi aprovada para a Igreja universal no dia 1º de maio de 1945. 


Páginas 1240 e 1244 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 21/08/2022 – XI Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Da graça e da bondade de Nosso Senhor, trata a Missa de hoje. Na Epístola fala S. Paulo da graça que ele próprio recebeu como último dos Apóstolos e que, pelo Batismo, a nós também foi comunicada. No Evangelho é o próprio Jesus. Cristo quem cura, na pessoa do surdo-mudo, a humanidade inteira. Ephphetha: ainda hoje é ação simbólica na administração do Batismo. Nos Cânticos agradecemos estas graças, mas na Oração imploramos novas, porquanto precisamos aumentar a graça em nós. E’ o que melhor alcançamos pela Eucaristia. Certos estejamos que, se honramos a Deus com todos os nossos haveres (no Sacrifício Eucarístico), teremos abundância de trigo e vinho (no Sacramento Eucarístico), e assim é aumentada em nós a graça de Deus (Communio).


Páginas 639 a 642 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 20/08/2022

SÃO BERNARDO, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe – Missa “In medio” com a epístola “Justus”

Com 4 irmãos e 26 outros companheiros, fundou a Ordem dos Cistercienses. Como abade de Claraval teve grande influência em seu tempo. Pregando as cruzadas, atravessou a França, a Flândria e a Alemanha. Por causa de sua terna devoção a Maria Santíssima, atribuem-lhe o Memorare (Lembrai-vos). É chamado o “Doctor mellifluus“.


Páginas 1238, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


 

Liturgia Diária – 17/08/2022

S. JACINTO, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa “Os Justi” (1)

Natural da Polônia, entrou na ordem de S. Domingos. Tanto bem fez à sua terra natal, que é nomeado como seu padroeiro principal.


Páginas 1236, 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


 

Liturgia Diária – 16/08/2022

S. JOAQUIM, Confessor, Pai de Nossa Senhora

Festa de 3ª Classe – Missa própria

No Oriente, a festa do Pai de Nossa Senhora é celebrada desde tempos remotos. No Ocidente tornou-se conhecida somente depois do século XV. A Missa nos apresenta o Santo como amigo dos pobres (Introito, Gradual). A Epístola fala da pureza de sua vida e o Evangelho, de seus antepassados, de sua filha Maria, e do Salvador do mundo, seu Descendente.


Páginas 1234 a 1236 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 15/08/2022 – Festa da Assunção de Nossa Senhora

Festa de 1ª Classe – Missa própria

Celebramos hoje a ·maior festa em honra de Nossa Senhora. É a comemoração da morte e da gloriosa Assunção de Maria Santíssima ao céu. Sendo crença comum da Igreja, desde a mais remota antiguidade cristã , foi no Ano Santo de 1950 solenemente proclamado dogma de fé que Nossa Senhora subiu corporalmente ao céu.

Alegramo-nos com a sua entrada triunfal no céu e coroação como Rainha dos Anjos e Santos. Estes diferentes aspectos da festa inspiraram os vários textos de que se compõe a Missa de hoje. Que sentido bem mais elevado tomaram as palavras da Epístola (aplicadas a Judite): “Tu és a glória de Jerusalém, tu a alegria de Israel, tu a honra do nosso povo”. Maria é a glória do céu e da terra, a alegria da Igreja universal, a honra incomparável do gênero humano. As palavras do Evangelho e da Communio: “… (Deus) me fez grandes coisas”. bem como as do salmo do Introito: ” … porque o Senhor operou maravilhas”, referem-se diretamente ao tema da festa. Poderá haver: privilégios maiores do que a Conceição Imaculada e a gloriosa Assunção em corpo e alma, como reza a Oração?

Comemorando devotamente tão sublime mistério, anima-nos a esperança segura de, como pedimos na Secreta e na Postcommunio, mais tarde participarmos também da glória celeste de Nossa Senhora, a saber depois da morte; quanto à alma, e apôs a ressurreição geral, também quanto ao corpo, confiados, ·sobretudo, na intercessão da Santíssima Virgem Maria.


Páginas 1230 a 1234 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa cantada às 18:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 14/08/2022 – X Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Deus resiste aos soberbos e dá a sua graça aos humildes, eis o tema desta Missa. Todos os textos deste formulário falam-nos da virtude fundamental da vida cristã: a humildade. O Evangelho, com a parábola do fariseu e do publicano, é uma bela ilustração desta virtude. Assim instruídos, façamos nossos os sentimentos de humilde confiança na bondade de Deus, expressos nos Cânticos e nas Orações, e voltaremos justificados para as nossas casas.


Páginas 635 a 638 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa cantada às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 54, 17-18, 20 e 23 | ib., 2) (Áudio)

Dum clamárem ad Dóminum, exaudívit vocem meam, ab his, qui appropínquant mihi: et humiliávit eos, qui est ante sǽcula et manet in ætérnum: iacta cogitátum tuum in Dómino, et ipse te enútriet. Ps. Exáudi, Deus, oratiónem meam, et ne despéxeris deprecatiónem meam: inténde mihi et exáudi me. ℣. Glória Patri… Clamei ao Senhor, e Ele ouviu a minha voz e me livrou daqueles que me perseguem. E humilhou-os O que existe antes dos séculos, e subsistirá para sempre. Descansa no Senhor os teus cuidados, e Ele mesmo te nutrirá. Sl. Ouvi, ó Deus, a minha oração, e não desprezeis a minha súplica; atendei-me e escutai-me. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Deus, qui omnipoténtiam tuam parcéndo máxime et miserándo maniféstas: multíplica super nos misericórdiam tuam; ut, ad tua promíssa curréntes, cœléstium bonórum fácias esse consórtes. Per D.N. Ó Deus, que manifestais a vossa onipotência, antes de tudo, compadecendo-Vos e perdoando, aumentai para conosco a vossa misericórdia, e buscando as vossas promessas, fazei-nos participar dos bens celestes. Por N. S.

Epístola (I Cor 12, 2-11)

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Corínthios.

 

Fratres: Scitis, quóniam, cum gentes essétis, ad simulácra muta prout ducebámini eúntes. Ideo notum vobisfacio, quod nemo in Spíritu Dei loquens, dicit anáthema Iesu. Et nemo potest dícere, Dóminus Iesus, nisi in Spíritu Sancto. Divisiónes vero gratiárum sunt, idem autem Spíritus. Et divisiónes ministratiónum sunt, idem autem Dóminus. Et divisiónes operatiónum sunt, idem vero Deus, qui operátur ómnia in ómnibus. Unicuíque autem datur manifestátio Spíritus ad utilitátem. Alii quidem per Spíritum datur sermo sapiéntiæ álii autem sermo sciéntiæ secúndum eúndem Spíritum: álteri fides in eódem Spíritu: álii grátia sanitátum in uno Spíritu: álii operátio virtútum, álii prophétia, álii discrétio spirítuum, álii génera linguárum, álii interpretátio sermónum. Hæc autem ómnia operátur unus atque idem Spíritus, dívidens síngulis, prout vult.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Coríntios.

 

Irmãos: Sabeis, que, quando pagãos, vos deixastes conduzir, como o quiseram, aos ídolos mudos. Por isso vos faço saber que ninguém, falando pelo Espírito de Deus, profere maldições contra Jesus. E ninguém pode dizer-. Senhor Jesus, senão pelo Espírito Santo. Há realmente diversidade de graças, mas há um só Espírito. Há diversidade de ministérios, mas um mesmo é o Senhor. E há diversidade de operações mas um mesmo é o Deus, que tudo em todos opera. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para utilidade [comum]. Assim a um é concedida pelo Espírito a palavra da sabedoria, a outro, a palavra da ciência, pelo mesmo Espírito; a um terceiro, a fé pelo mesmo Espírito; a um, a graça de curar doenças no mesmo Espírito, a outro, o dom dos milagres; a este, o dom da profecia, àquele o discernimento dos espíritos; ainda a um, o dom das línguas, e a outro, a interpretação das palavras. Todas estas coisas, porém, opera o mesmo Espírito, que distribuí a cada um como quer.

Gradual (Sl 16, 8 e 2 | Sl 64, 2) (Vídeo) (Vídeo-aleluia)

Custódi me, Dómine, ut pupíllam óculi: sub umbra alárum tuárum prótege me. ℣. De vultu tuo iudícium meum pródeat: óculi tui vídeant æquitátem. 

 

Allelúia, allelúia. ℣. Te decet hymnus, Deus, in Sion: et tibi reddétur votum in Jerúsalem. Allelúia.

Guardai-me, Senhor, como à pupila dos olhos; protegei-me à sombra de vossas asas. ℣. Venha de vossa face o meu julgamento; vejam os vossos olhos o que é justo.

 

Aleluia, aleluia. ℣. A Vós, ó Deus, convém louvar em Sião; e a Vós se pagará o voto em Jerusalém. Aleluia.

Evangelho (Lc 18, 9-14)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Dixit Iesus ad quosdam, qui in se confidébant tamquam iusti et aspernabántur céteros, parábolam istam: Duo hómines ascendérunt in templum, ut orárent: unus pharisǽus, et alter publicánus. Pharisǽus stans, hæc apud se orábat: Deus, grátias ago tibi, quia non sum sicut céteri hóminum: raptóres, iniústi, adúlteri: velut étiam hic publicánus. Ieiúno bis in sábbato: décimas do ómnium, quæ possídeo. Et publicánus a longe stans nolébat nec óculos ad cœlum leváre: sed percutiébat pectus suum, dicens: Deus, propítius esto mihi peccatóri.Dico vobis: descéndit hic iustificátus in domum suam ab illo: quia omnis qui se exáltat, humiliábitur: et qui se humíliat, exaltábitur. — CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, disse Jesus esta parábola a alguns que se tinham a si mesmos em conta de justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu, e o outro, publicano O fariseu, de pé, orava assim em seu íntimo: Graças Vos dou, ó Deus, porque não sou como os demais homens: como os ladrões, injustos, adúlteros, nem como este publicano. Jejuo duas vezes na semana; dou o dízimo de tudo quanto possuo. O publicano, porém, ficando de longe, nem ousava levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sede propício a mim pecador. Digo-vos que este voltou justificado para sua casa, e aquele, não; porque o que se eleva, será humilhado, e o que se humilha, será exaltado. — CREIO…

Ofertório (Sl 24, 1-3) (Áudio)

Ad te, Dómine, levávi ánimam meam: Deus meus, in te confído, non erubéscam: neque irrídeant me inimíci mei: étenim univérsi, qui te exspéctant, non confundéntur. A Vós, Senhor, elevo a minha alma; meu Deus em Vós confio, não serei envergonhado. Não se riam de mim os meus adversários porque todos os que em Vós esperam, não serão confundidos.

Secreta

Tibi, Dómine, sacrifícia dicáta reddántur: quæ sic ad honórem nóminis tui deferénda tribuísti, ut eadem remédia fíeri nostra præstáres. Per D. N. A Vós, Senhor, sejam consagrados estes sacrifícios que nos concedestes oferecer em honra de vosso Nome, para que os mesmos se tornem remédio para as nossas almas. Por N. S.

Prefácio (da Santíssima Trindade)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos tibi semper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus. Qui cum unigenito Filio: tuo et Spiritu Sancto, unus es Deus, unus es Dominus: non in unnius singularitate personae, sed in unius Trinitae substantiae. Quod enim de tua Gloria, revelante te, credimus, hoc de Filio tuo, hoc de Spiritu Sancto, sine differentia discretionis sentimus. Ut in confessione verae, sempiternaeque Deitatis, et in personis proprietas, et in essentia unitas, et in majestate adoretur aequalitas. Quam laudant Angeli atque Archangeli, Cherubim, quoque ac Seraphim: qui non cessant clamare quotidie, una voce dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
É verdadeiramente digno, justo, racional e salutar, que sempre e em toda a parte Vos rendamos graças, Senhor Santo, Pai onipotente e Deus eterno; Que sois, com o Vosso Filho Unigênito e com o Espírito Santo, um só Deus e um só Senhor, não na singularidade duma só pessoa, mas na Trindade duma só substância. Porque tudo aquilo que nos revelastes e cremos da Vossa glória, isso mesmo sentimos, sem diferença nem distinção, do Vosso Filho e do Espírito Santo, de maneira que, confessando a verdadeira e eterna Divindade, adoramos a propriedade nas Pessoas, a unidade na Essência e a igualdade na Majestade, a qual louvam os Anjos e os Arcanjos, os Querubins e os Serafins, que não cessam de cantar dizendo a uma só voz: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sl 50, 21) (Áudio)

Acceptábis sacrificium iustítiæ, oblatiónes et holocáusta, super altáre tuum, Dómine. Aceitai, Senhor, sobre o vosso altar o Sacrifício da justiça, as ofertas e os holocaustos.

Pós-comunhão

Quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, quos divínis reparáre non désinis sacraméntis, tuis non destítuas benígnus auxíliis. Per D.N. Nós Vos suplicamos, ó Senhor, nosso Deus, que por vossa bondade não priveis de vosso auxílio, aqueles aos quais não cessais de renovar com os divinos Sacramentos. Por N. S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Liturgia Diária – 12/08/2022

S. CLARA, Virgem

Festa de 3ª Classe – Missa “Dilexisti”

Santa Clara, Natural de Assis, fundou com S. Francisco a segunda Ordem Franciscana ou das Clarissas, para mulheres, com as mesmas normas que as dos Frades menores.


Páginas 1226 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino


Liturgia Diária – 11/08/2022

MISSA DA FÉRIA

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria, com comemoração dos Ss. Tibúrcio e Susana, Mártires

Escolhido entre muitos, é o Cristão um predileto de Deus. Entretanto não exclui este fato a possibilidade de sermos cercados por perigos. Como outrora o povo de Deus, o povo escolhido, ainda Lhe podia ser infiel (Epístola e Evangelho) assim também, de nós não é afastado o perigo. Castigando o povo ingrato e predizendo como justo Juiz a sua ruína, avisa-nos Deus do risco que corremos. Lembremo-nos que há inferno e que a própria alma remida com o Sangue de Jesus Cristo ainda se pode perder. No mar tempestuoso da vida, seja-nos esta verdade como um farol que nos acautele dos escolhos. Mas a Igreja é sempre Mãe solícita; e em suas Orações e em seus Cânticos anima-nos à confiança.


Páginas 631 a 634; 1225 a 1226 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino


Liturgia Diária – 10/08/2022

S. LOURENÇO, Mártir

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Foi o primeiro dos Sete Diáconos em Roma. Citado pelo prefeito da cidade para entregar as riquezas da Igreja, pediu-lhe três dias. Neste tempo vendeu os vasos sagrados e deu o dinheiro aos pobres (Epístola). Morreu assado numa grelha, cantando alegremente louvores ao Senhor (Oração, Gradual).


Páginas 1222 a 1225 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa rezada às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 09/08/2022

VIGÍLIA DE S. LOURENÇO

Vigília de 3ª Classe – Missa própria e comemoração de S. Romano, Mártir


Páginas 1219 a 1221 do Missal Quotidiano.


Missa rezada às 7:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 07/08/2022 – IX Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria

Escolhido entre muitos, é o Cristão um predileto de Deus. Entretanto não exclui este fato a possibilidade de sermos cercados por perigos. Como outrora o povo de Deus, o povo escolhido, ainda Lhe podia ser infiel (Epístola e Evangelho) assim também, de nós não é afastado o perigo. Castigando o povo ingrato e predizendo como justo Juiz a sua ruína, avisa-nos Deus do risco que corremos. Lembremo-nos que há inferno e que a própria alma remida com o Sangue de Jesus Cristo ainda se pode perder. No mar tempestuoso da vida, seja-nos esta verdade como um farol que nos acautele dos escolhos. Mas a Igreja é sempre Mãe solícita; e em suas Orações e em seus Cânticos anima-nos à confiança.


Páginas 631 a 634; 1189 a 1192 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 8:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino


Liturgia Diária – 06/08/2022 – Festa da Transfiguração de Nosso Senhor

Festa de 2ª Classe – Missa Própria, com comemoração dos Ss. Sixto II, Papa e Felicíssimo e Agapito, Mártires – Missa “Sapientiam”

Para fortalecer os seus Apóstolos na fé, mostrou lhes Jesus, antes de sua Paixão, os esplendores da Transfiguração (Evangelho). S. Pedro, testemunha ocular, nos anima a esperarmos o dia da transfiguração final (Epístola). Os Cânticos põem diante de nós a imagem fulgurante do Cristo, e na Comunhão recebemos o penhor de nossa própria transfiguração. Também em nossos altares vemos a sua glória, e, compreendendo o valor do Santo Sacrifício da Missa, podemos exclamar: Como são amáveis os vossos tabernáculos, Senhor!


Páginas 1210 a 1212 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 05/08/2022

DEDICAÇÃO DE N. SENHORA DAS NEVES

Festa de 3ª Classe – Missa “Salve Sancta Parens”

Segundo a tradição, caindo neve em pleno estio, assinalou o lugar em que devia ser construída a basílica de Santa Maria Maior, pelo Papa Libório. Foi reconstruída e dedicada neste dia por Sixto III.


Páginas 802 a 805 e 1209 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.


Liturgia Diária – 04/08/2022

S. DOMINGOS, Confessor

Festa de 3ª Classe – Missa própria

S. Domingos de Gusmão nasceu na Espanha, em 1170. Para combater a heresia dos Albigenses, fundou a Ordem dos Pregadores “Dominicanos”, Ordem que rapidamente se espalhou em muitos países.


Páginas 1207 a 1209 do Missal Quotidiano.


Missa às 07:00 na Capela do Colégio Santo Tomás de Aquino.