Liturgia Diária- 15/02/2020

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração dos SS. Fausto (ou Faustino) e Jovito, Mártires e da Féria


Páginas 802 a 805; 988 a 989 e 836 a 839 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Amanhã, Domingo do Dízimo.


Liturgia Diária- 18/01/2020

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva (4ª Classe) – Missa “Vultum tuum” com Comemoração do I Domingo depois da Epifania e de S. Prisca (ou Priscila), Virgem e Mártir

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 807 a 810, 933 a 934 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 11/01/2020

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva (4ª Classe) – Missa “Vultum tuum” (Do Natal a Purificação) com Comemoração da Epifania)

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 807 a 810 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 04/01/2020

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva (4ª Classe) – Missa “Vultum tuum” (Do Natal a Purificação) com Comemoração da Féria (Missa de 01/01)

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 807 a 810 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 03/01/2020

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do dia 01/01

DIA DE ABSTINÊNCIA 

O Menino-Deus derrama as primeiras gotas de Sangue, e recebe o nome de Jesus, que indica a sua missão de Salvador. Assim, neste dia, a Cruz saúda o berço do Recém-nascido. Intimamente unida a seu Filho, é Maria Santíssima objeto de particular devoção por parte do povo católico. Por isso dela nos lembramos hoje nas Orações e na “estação”.

A festa é a da Circuncisão celebrada desde o século VI Moisés impunha este rito de purificação a todos os varões israelitas no oitavo dia depois do nascimento. Era uma figura do batismo pelo qual o homem havia de ser espiritualmente circuncidado pela extirpação dos vícios, e julgado digno do olhar do Senhor (Santo Ambrósio).


Páginas 76 a 78 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 02/01/2020

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do dia 01/01

O Menino-Deus derrama as primeiras gotas de Sangue, e recebe o nome de Jesus, que indica a sua missão de Salvador. Assim, neste dia, a Cruz saúda o berço do Recém-nascido. Intimamente unida a seu Filho, é Maria Santíssima objeto de particular devoção por parte do povo católico. Por isso dela nos lembramos hoje nas Orações e na “estação”.

A festa é a da Circuncisão celebrada desde o século VI Moisés impunha este rito de purificação a todos os varões israelitas no oitavo dia depois do nascimento. Era uma figura do batismo pelo qual o homem havia de ser espiritualmente circuncidado pela extirpação dos vícios, e julgado digno do olhar do Senhor (Santo Ambrósio).


Páginas 76 a 78 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 23/12/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo

Na noite do sábado anterior ao IV domingo do Advento faziam-se antigamente as ordenações dos ministros de Deus. Como mais tarde estas cerimônias fossem realizadas, já no sábado de manhã, faz-se para o IV domingo uma Missa própria, composta, em sua maior parte, das Missas das Têmporas do Advento. São, portanto, estes dois pensamentos: Ordenação e Advento que dominam na Missa deste domingo.

A Epístola fala-nos dos ministros de Cristo, que, por seu ofício e sua vida devem preparar os fiéis para a vinda do Senhor. Com o profeta Isaías, desejamos esta vinda (Introito). No Evangelho mostra-nos o Precursor o que devemos fazer: encher os vales e arrasar os montes, isto é, arrepender-nos dos pecados e humilhar-nos. No Ofertório, Nossa Senhora quem nos conduz para oferecermos no altar as nossas dádivas e a nossa boa vontade. Na Comunhão nos tornamos semelhantes a ela, pela visita que Jesus faz ao nosso coração.


Páginas 35 a 38 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Novena de Natal– 8º dia – clique aqui e confira


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 08/11/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos Ss. Quatro Coroados, Mártires

Profunda confiança na proteção de Deus nos inspiram os Cânticos do Introito e da Communio. Sem essa confiança não poderíamos subsistir e muito menos, vencer. Ardentemente desejamos no domingo passado a pátria celeste, mas não nos será fácil alcançá-la. O Evangelho fala-nos da responsabilidade das contas que temos a dar no último juízo. A Epístola mostra-nos a luta: tentações do inimigo, dias maus. Devemos estar armados para o combate. Anima-nos um exemplo: o paciente jó, que, apesar de sua vida levada no temor de Deus, foi gravemente tentado, mas obteve por sua perseverança a felicidade temporal e a eterna (Ofertório). A fé e a confiança em Deus hão de fazer-nos triunfar nas lutas desta vida.


Páginas 699 a 703 e 1368 a 1369 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 07/11/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Profunda confiança na proteção de Deus nos inspiram os Cânticos do Introito e da Communio. Sem essa confiança não poderíamos subsistir e muito menos, vencer. Ardentemente desejamos no domingo passado a pátria celeste, mas não nos será fácil alcançá-la. O Evangelho fala-nos da responsabilidade das contas que temos a dar no último juízo. A Epístola mostra-nos a luta: tentações do inimigo, dias maus. Devemos estar armados para o combate. Anima-nos um exemplo: o paciente jó, que, apesar de sua vida levada no temor de Deus, foi gravemente tentado, mas obteve por sua perseverança a felicidade temporal e a eterna (Ofertório). A fé e a confiança em Deus hão de fazer-nos triunfar nas lutas desta vida.


Páginas 699 a 703 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 06/11/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Profunda confiança na proteção de Deus nos inspiram os Cânticos do Introito e da Communio. Sem essa confiança não poderíamos subsistir e muito menos, vencer. Ardentemente desejamos no domingo passado a pátria celeste, mas não nos será fácil alcançá-la. O Evangelho fala-nos da responsabilidade das contas que temos a dar no último juízo. A Epístola mostra-nos a luta: tentações do inimigo, dias maus. Devemos estar armados para o combate. Anima-nos um exemplo: o paciente jó, que, apesar de sua vida levada no temor de Deus, foi gravemente tentado, mas obteve por sua perseverança a felicidade temporal e a eterna (Ofertório). A fé e a confiança em Deus hão de fazer-nos triunfar nas lutas desta vida.


Páginas 699 a 703 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 31/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XX Domingo depois de Pentecostes

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 30/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XX Domingo depois de Pentecostes

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 29/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XX Domingo depois de Pentecostes

Como o povo de Deus, assentado junto aos rios da Babilônia, suspirava pelo monte Sião, assim nós outros devemos suspirar por nossa pátria eterna (Ofertório). Em espírito de humildade e penitência, cumpre-nos suportar o exílio deste mundo (Introito), e aproveitar o tempo para conhecer a vontade de Deus (Epístola). Os Cânticos anelam pela vinda do Senhor. No Evangelho devemos fazer nossas as palavras do régulo: Vinde, Senhor, curar-nos, auxiliar-nos. Vinde, Senhor, aos nossos corações pela graça do Santo Sacrifício. Vinde enriquecer-nos por vossa presença sacramental na santa Comunhão. E vinde também, Senhor, buscar-nos um dia, para a nossa pátria celestial.


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 26/10/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração de S. Evaristo, Papa e Mártir


Páginas 802 a 805 e 1353 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 25/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos Santos Crisanto e Daria, Mártires

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694, 1352 a 1353 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 23/10/2019

S. ANTÔNIO MARIA CLARET, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Sacerdotes tui”, com Coleta própria

Antônio Maria Claret nasceu em Sallent, perto de Barcelona, aos 23 de dezembro de 1807. Seguindo o desejo de seu pai, trabalhou primeiro como operário têxtil; mas o Senhor escolheu-o para a vida mais alta. Ordenou-se em 1835 e julgou-se chamado ao apostolado entre os infiéis; deixando, pois o ministério paroquial, foi a Roma em 1840 para solicitar esse destino da Congregação da Propaganda. Mas Deus queria-o noutro lugar. Enviaram-no de volta à pátria para aí exercer o apostolado da pregação. Nesta missão percorreu em todos os sentidos a Catalunha e as Canárias, tocando e convertendo as almas com o seu zelo ardente, veemente palavra e profunda piedade. Ao mesmo tempo escrevia numerosos livros de edificação. Em 1849, com cinco outro padres, fundou no seminário de Vich a Congregação missionária dos Filhos do Coração Imaculado de Maria (Claretianos), que havia de ter um futuro bem fecundo. Pela mesma ocasião o Papa nomeou-o arcebispo de Santiago de Cuba. Aqui, no meio das pesadas tarefas pastorais, a que se entregou inteiramente, fundou o Instituto das Irmãs educadoras de Maria Imaculada. Em 1857 voltou à Espanha para ser o conselheiro e confessor da rainha Isabel II; seguiu-a no exílio em 1868, e morreu na França, no mosteiro cisterciense de Fontfroide, em 24 de outubro de 1870. Entretanto tinha participado ativamente no concílio do Vaticano, defendendo com intrepidez a infalibilidade pontifícia. Durante toda a sua vida mostrou uma grande piedade para com o Ssmo. Sacramento, o Coração Imaculado de Maria e o Santo Rosário, trabalhando sem cessar para propagar esta tríplice devoção. Foi beatificado em 1934 por Pio XI e canonizado em 7 de maio de 1950, por Pio XII.


Páginas 1348, 852 a 856 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 22/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Hilarião, Abade; e S. Úrsula e companheiras, Mártires

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694, 867 a 875 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 05/10/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração de S. Plácido e seus companheiros, Mártires

Sobre os santos mártires: S. Plácido, aos sete anos de idade, foi entregue por seu pai, a S. Bento, vindo a alcançar exímia santidade. A tradição narra que morreu mártir com 30 Companheiros, na Sicília, onde havia fundado um mosteiro.


Páginas 802 a 805 e 1320 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 01/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Remígio, Bispo e Confessor

Doente é a alma humana, porém ela achou o seu Médico. O hidrópico do Evangelho é a imagem da alma humana, que, como aquele, encontra o seu médico em Jesus Cristo, em seu poder e em seu amor misericordioso. A Missa de hoje é uma repetição deste milagre e um penhor de nossa perseverança no bem. Os Cânticos e Orações pedem para nós o auxílio de Deus para o futuro, e louvam a sua bondade pelas graças e favores já recebidos.

Sobre o santo mártir: Natural da Gália e feito Bispo de Reims, trabalhou na conversão dos Francos, cujo rei, Clóvis, dele recebeu o Batismo.


Páginas 1311 e 662 a 665 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 26/09/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos santos Cipriano, Mártir; e Justina, Virgem e Mártir

Escravos do pecado e de Satanás, estávamos mortos para Deus, quando veio o Filho de Deus restituir-nos a vida (Evangelho). Justo é, pois, o louvor que Lhe damos nos Cânticos do Gradual e do Ofertório. Este mesmo Salvador nosso não pode, porém, deixar de exigir também de nossa parte que não nos afastemos mais da vida, pelo pecado. Vivemos pelo Espírito, pelo Espírito também devemos andar. E se é difícil e custoso à natureza humana façamos nossas as palavras do Introito e da Oração de hoje. A Secreta, a Communio e a Postcommunio nos conduzem à fonte da vida e da graça, que nasce ao pé da Cruz e para cada um de nós no santo Sacrifício da Missa.

Sobre os santos mártires: Cipriano, prestidigitador de Antioquia, nada conseguindo com os seus artifícios contra Santa Justina, converteu-se e sofreu com ela o martírio.


Páginas 657 a 660 e 1302 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 25/09/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

Escravos do pecado e de Satanás, estávamos mortos para Deus, quando veio o Filho de Deus restituir-nos a vida (Evangelho). Justo é, pois, o louvor que Lhe damos nos Cânticos do Gradual e do Ofertório. Este mesmo Salvador nosso não pode, porém, deixar de exigir também de nossa parte que não nos afastemos mais da vida, pelo pecado. Vivemos pelo Espírito, pelo Espírito também devemos andar. E se é difícil e custoso à natureza humana façamos nossas as palavras do Introito e da Oração de hoje. A Secreta, a Communio e a Postcommunio nos conduzem à fonte da vida e da graça, que nasce ao pé da Cruz e para cada um de nós no santo Sacrifício da Missa.


Páginas 657 a 660 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 24/09/2019

NOSSA SENHORA DAS MERCÊS

Comemoração- Missa “Salve Sancta Parens”, com Coleta própria e comemoração da Féria (ou Missa do domingo, com comemoração de N. Senhora)

S, Pedro Nolasco e S. Raimundo de Penaforte fundaram a Ordem dos Mercedários para o resgate dos cativos, escravos dos Sarracenos. Para comemorar este fato foi instituída a festa de hoje.


Páginas 1301, 802 a 805 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 14/09/2019

EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

Festa de 2ª Classe- Missa própria

Em 628, o imperador Heráclio reconduziu em triunfo o Santo Lenho para o Calvário, após tê-lo reconquistado das mãos dos Persas. A festa e a Missa de hoje lembram este acontecimento. Adoramos a Santa Cruz que nos trouxe a salvação.


Páginas 1279 a 1282 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 13/09/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

Três pensamentos preparam-nos para a santa Missa de hoje: 1. A necessidade que temos do auxilio de deus. 2. A prontidão do auxilio divino. 3. A prova de que Deus nos auxilia. No Introito pedimos o auxílio em geral; na Oração, um aumento de fé, esperança e caridade, virtudes que, como sementes, foram pelo Batismo depostas em nossa alma, e que não se desenvolvem em nós sem a graça de Deus. Nossa súplica é baseada na Epístola que fala na fidelidade de Deus em suas promessas. Abraão é um exemplo de fé, esperança e caridade. A ele e seus descendentes dirigem-se as promessas de Deus. No Evangelho vemos como o Salvador prometido se desempenha de sua missão. E na santa Missa sabemos que Ele a continua no Sacrifício e no Sacramento, como nos mostram a Secreta, a Communio e a Postcommunio.


Páginas 648 a 651 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 11/09/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos santos Pronto e Jacinto, Mártires

Três pensamentos preparam-nos para a santa Missa de hoje: 1. A necessidade que temos do auxilio de deus. 2. A prontidão do auxilio divino. 3. A prova de que Deus nos auxilia. No Introito pedimos o auxílio em geral; na Oração, um aumento de fé, esperança e caridade, virtudes que, como sementes, foram pelo Batismo depostas em nossa alma, e que não se desenvolvem em nós sem a graça de Deus. Nossa súplica é baseada na Epístola que fala na fidelidade de Deus em suas promessas. Abraão é um exemplo de fé, esperança e caridade. A ele e seus descendentes dirigem-se as promessas de Deus. No Evangelho vemos como o Salvador prometido se desempenha de sua missão. E na santa Missa sabemos que Ele a continua no Sacrifício e no Sacramento, como nos mostram a Secreta, a Communio e a Postcommunio.


Páginas 1275 a 1276 e 648 a 651 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 09/09/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Gorgônio, Mártir

Três pensamentos preparam-nos para a santa Missa de hoje: 1. A necessidade que temos do auxilio de deus. 2. A prontidão do auxilio divino. 3. A prova de que Deus nos auxilia. No Introito pedimos o auxílio em geral; na Oração, um aumento de fé, esperança e caridade, virtudes que, como sementes, foram pelo Batismo depostas em nossa alma, e que não se desenvolvem em nós sem a graça de Deus. Nossa súplica é baseada na Epístola que fala na fidelidade de Deus em suas promessas. Abraão é um exemplo de fé, esperança e caridade. A ele e seus descendentes dirigem-se as promessas de Deus. No Evangelho vemos como o Salvador prometido se desempenha de sua missão. E na santa Missa sabemos que Ele a continua no Sacrifício e no Sacramento, como nos mostram a Secreta, a Communio e a Postcommunio.


Páginas 648 a 651 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 07/09/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração da Féria


Páginas 802 a 805 e 643 a 647 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Cantada às 18:30 horas na Igreja Matriz de Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Estrela do Sul-MG.


Liturgia Diária- 06/09/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

DIA DE ABSTINÊNCIA

Como Moisés aplacou outrora a ira de Deus contra o seu povo (Ofertório) assim e muito mais ainda, faz o novo Moisés — Jesus Cristo — para toda a humanidade. Feridos mortalmente, jazíamos à beira do caminho, incapazes de nos levantarmos, quando vem Jesus, o verdadeiro Samaritano, pensar e curar as nossas feridas (Evangelho). O Gradual que liga as duas Leituras é um hino de louvor e ação de graças, por causa das prerrogativas do Novo sobre o Antigo Testamento (Epístola). No Introito a humanidade decaída implora socorro. Também nas Orações pedimos o perdão e a proteção de Deus. O Versículo da Comunhão, como no domingo passado, garante-nos que a bênção de Deus e o seu auxílio nos vêm pelo Pão e peto Vinho (Eucaristia). Na santa Comunhão nos dá o Samaritano [Jesus] o Sangue do seu Coração, que nos fortalece para a vida eterna.


Páginas 643 a 647 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 04/09/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Como Moisés aplacou outrora a ira de Deus contra o seu povo (Ofertório) assim e muito mais ainda, faz o novo Moisés — Jesus Cristo — para toda a humanidade. Feridos mortalmente, jazíamos à beira do caminho, incapazes de nos levantarmos, quando vem Jesus, o verdadeiro Samaritano, pensar e curar as nossas feridas (Evangelho). O Gradual que liga as duas Leituras é um hino de louvor e ação de graças, por causa das prerrogativas do Novo sobre o Antigo Testamento (Epístola). No Introito a humanidade decaída implora socorro. Também nas Orações pedimos o perdão e a proteção de Deus. O Versículo da Comunhão, como no domingo passado, garante-nos que a bênção de Deus e o seu auxílio nos vêm pelo Pão e peto Vinho (Eucaristia). Na santa Comunhão nos dá o Samaritano [Jesus] o Sangue do seu Coração, que nos fortalece para a vida eterna.


Páginas 643 a 647 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 26/08/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Zeferino, Papa e Mártir (Missa “Si diligis me”)

Da graça e da bondade de Nosso Senhor, trata a Missa de hoje. Na Epístola fala S. Paulo da graça que ele próprio recebeu como último dos Apóstolos e que, pelo Batismo, a nós também foi comunicada. No Evangelho é o próprio Jesus. Cristo quem cura, na pessoa do surdo-mudo, a humanidade inteira. Ephphetha: ainda hoje é ação simbólica na administração do Batismo. Nos Cânticos agradecemos estas graças, mas na Oração imploramos novas, porquanto precisamos aumentar a graça em nós. É o que melhor alcançamos pela Eucaristia. Certos estejamos que, se honramos a Deus com todos os nossos haveres (no Sacrifício Eucarístico), teremos abundância de trigo e vinho (no Sacramento Eucarístico), e assim é aumentada em nós a graça de Deus (Communio).

Sobre o santo: Governou a Igreja de 198 a 217. 


Páginas 639 a 642 e 812 a 816 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 13/08/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos santos Hipólito e Cassiano, Mártires (Missa “Salus autem”, com orações próprias), ou Missa dos santos, com comemoração da Féria

Sobre os santos mártires: Batizado por S. Lourenço, Hipólito foi martirizado em 255. Cassiano era professor em Imola e foi condenado à morte em 304. Seus discípulos o mataram, furando-o cruelmente com os seus estiletes.


Páginas 1226 a 1227 e 631 a 634 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 05/08/2019

DEDICAÇÃO DE N. SENHORA DAS NEVES

Festa de 3ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”

Segundo a tradição, caindo neve em pleno estio, assinalou o lugar em que devia ser construída a basílica de Santa Maria Maior, pelo Papa Libório. Foi reconstruída e dedicada neste dia por Sixto III.


Páginas 802 a 805 e 1209 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 03/08/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração da Féria


Páginas 802 a 805 e 623 a 626 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 27/07/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”, com comemoração de S. Pantaleão, Mártir (Missa “Laetabitur”)

Sobre o santo mártir: Médico do imperador Maximiliano, foi martirizado na perseguição de Diocleciano, por não querer sacrificar aos ídolos.


Páginas 802 a 805 e 1194 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Hoje não haverá Missa.


Liturgia Diária- 24/07/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Cristina, Virgem e Mártir – Missa “Me exspectaverunt” – (ou Missa da Santa com 2ªs orações do domingo)


Páginas 618 a 622 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 13/07/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”


Páginas 802 a 805 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 11/07/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com Comemoração de S. Pio I, Papa e Mártir (Missa “Si diligis me”)

A Missa de hoje tem como tema: a confiança em Deus. A Epístola e o Evangelho mostram-nos quando esta confiança é mais necessária. E é nos sofrimentos e nos trabalhos desta vida. A esperança e a certeza da glória futura nos dão coragem, pelo que, mesmo aqui neste mundo, não devemos temer. Aquele que para a nossa salvação fundou a Igreja, também a governará na pessoa de seus representantes. Á barca de Pedro não sossobrará, pois o Senhor é a sua salvação. O Senhor é realmente a nossa Luz e a nossa Salvação: a quem temeremos? O Senhor é o defensor de nossa vida! (Introito)

São Pio I: Ocupou a Cadeira de S. Pedro de 140 a 155.


Páginas 610 a 613 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 06/07/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva de 4ª Classe- Missa “Salve Sancta Parens”


Páginas 802 a 805 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 07/06/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa do domingo é uma transição entre a Ascensão e a Solenidade de Pentecostes. Para melhor compreensão de seu formulário, procuremos compenetrar-nos dos sentimentos da pequena Comunidade dos primeiros tempos do Cristianismo. Cheia de saudade, ela dirige o seu olhar para o Cristo que desapareceu. Ansiosa e com ardentes preces, espera a vinda do Consolador prometido. Ouve atentamente as palavras de S. Pedro, seu chefe (Epístola) . Confiantes, todos se preparam para dar testemunho da verdade, quando tiverem recebido o Espírito da verdade, que procede do Pai, e que lhes foi prometido pelo próprio Cristo (Evangelho). Estes mesmos sentimentos serão também para nós uma ótima preparação para a próxima solenidade de Pentecostes.


Páginas 535 a 538 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 03/06/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa do domingo é uma transição entre a Ascensão e a Solenidade de Pentecostes. Para melhor compreensão de seu formulário, procuremos compenetrar-nos dos sentimentos da pequena Comunidade dos primeiros tempos do Cristianismo. Cheia de saudade, ela dirige o seu olhar para o Cristo que desapareceu. Ansiosa e com ardentes preces, espera a vinda do Consolador prometido. Ouve atentamente as palavras de S. Pedro, seu chefe (Epístola) . Confiantes, todos se preparam para dar testemunho da verdade, quando tiverem recebido o Espírito da verdade, que procede do Pai, e que lhes foi prometido pelo próprio Cristo (Evangelho). Estes mesmos sentimentos serão também para nós uma ótima preparação para a próxima solenidade de Pentecostes.


Páginas 535 a 538 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 24/05/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa de hoje nos mostra o nexo intimo que há entre o desaparecimento de Jesus e a descida do Divino Espírito Santo, e nos esclarece de um modo particular sobre a missão do Divino Espírito Santo, que é tríplice: no mundo, na Igreja e nas almas. Ao mundo cumpre conhecer o seu pecado, a justeza da causa da Igreja e o juízo iminente. Na Igreja o Divino Espírito Santo continuará a Missão de Jesus Cristo, conservando- a infalível depositária de sua doutrina. Na alma, Ele continuará a iluminá-la e a conduzi-la sempre mais e mais, para a verdade e para a luz. Ele vos ensinará toda a verdade (Evangelho). Empenhemo-nos desde já em preparar a nossa alma para a tornar digna de receber a luz da verdade.


Páginas 514 a 517 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 23/05/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa de hoje nos mostra o nexo intimo que há entre o desaparecimento de Jesus e a descida do Divino Espírito Santo, e nos esclarece de um modo particular sobre a missão do Divino Espírito Santo, que é tríplice: no mundo, na Igreja e nas almas. Ao mundo cumpre conhecer o seu pecado, a justeza da causa da Igreja e o juízo iminente. Na Igreja o Divino Espírito Santo continuará a Missão de Jesus Cristo, conservando- a infalível depositária de sua doutrina. Na alma, Ele continuará a iluminá-la e a conduzi-la sempre mais e mais, para a verdade e para a luz. Ele vos ensinará toda a verdade (Evangelho). Empenhemo-nos desde já em preparar a nossa alma para a tornar digna de receber a luz da verdade.


Páginas 514 a 517 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 22/05/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa de hoje nos mostra o nexo intimo que há entre o desaparecimento de Jesus e a descida do Divino Espírito Santo, e nos esclarece de um modo particular sobre a missão do Divino Espírito Santo, que é tríplice: no mundo, na Igreja e nas almas. Ao mundo cumpre conhecer o seu pecado, a justeza da causa da Igreja e o juízo iminente. Na Igreja o Divino Espírito Santo continuará a Missão de Jesus Cristo, conservando- a infalível depositária de sua doutrina. Na alma, Ele continuará a iluminá-la e a conduzi-la sempre mais e mais, para a verdade e para a luz. Ele vos ensinará toda a verdade (Evangelho). Empenhemo-nos desde já em preparar a nossa alma para a tornar digna de receber a luz da verdade.


Páginas 514 a 517 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/05/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa de hoje nos mostra o nexo intimo que há entre o desaparecimento de Jesus e a descida do Divino Espírito Santo, e nos esclarece de um modo particular sobre a missão do Divino Espírito Santo, que é tríplice: no mundo, na Igreja e nas almas. Ao mundo cumpre conhecer o seu pecado, a justeza da causa da Igreja e o juízo iminente. Na Igreja o Divino Espírito Santo continuará a Missão de Jesus Cristo, conservando- a infalível depositária de sua doutrina. Na alma, Ele continuará a iluminá-la e a conduzi-la sempre mais e mais, para a verdade e para a luz. Ele vos ensinará toda a verdade (Evangelho). Empenhemo-nos desde já em preparar a nossa alma para a tornar digna de receber a luz da verdade.


Páginas 514 a 517 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 02/03/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Domingo

Com o Cristo devemos morrer, para com Ele ressuscitarmos. Este é o sentido da Quaresma e para isso nos preparamos nos três domingos precedentes. Ele é o semeador (Evangelho). Preparemos nossos corações, afastando os obstáculos, que são: a indiferença — o caminho; a inconstância — as pedras; as paixões — os espinhos. Custe embora à natureza humana, a Igreja o confessa no Introito. Mas não desanimaremos; contra as adversidades podemos contar com a proteção do Doutor das gentes (Oração).


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária- 01/03/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Domingo

Com o Cristo devemos morrer, para com Ele ressuscitarmos. Este é o sentido da Quaresma e para isso nos preparamos nos três domingos precedentes. Ele é o semeador (Evangelho). Preparemos nossos corações, afastando os obstáculos, que são: a indiferença — o caminho; a inconstância — as pedras; as paixões — os espinhos. Custe embora à natureza humana, a Igreja o confessa no Introito. Mas não desanimaremos; contra as adversidades podemos contar com a proteção do Doutor das gentes (Oração).


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária- 28/02/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Domingo

Com o Cristo devemos morrer, para com Ele ressuscitarmos. Este é o sentido da Quaresma e para isso nos preparamos nos três domingos precedentes. Ele é o semeador (Evangelho). Preparemos nossos corações, afastando os obstáculos, que são: a indiferença — o caminho; a inconstância — as pedras; as paixões — os espinhos. Custe embora à natureza humana, a Igreja o confessa no Introito. Mas não desanimaremos; contra as adversidades podemos contar com a proteção do Doutor das gentes (Oração).


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária- 26/02/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Domingo

Com o Cristo devemos morrer, para com Ele ressuscitarmos. Este é o sentido da Quaresma e para isso nos preparamos nos três domingos precedentes. Ele é o semeador (Evangelho). Preparemos nossos corações, afastando os obstáculos, que são: a indiferença — o caminho; a inconstância — as pedras; as paixões — os espinhos. Custe embora à natureza humana, a Igreja o confessa no Introito. Mas não desanimaremos; contra as adversidades podemos contar com a proteção do Doutor das gentes (Oração).


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária- 25/02/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Domingo

Com o Cristo devemos morrer, para com Ele ressuscitarmos. Este é o sentido da Quaresma e para isso nos preparamos nos três domingos precedentes. Ele é o semeador (Evangelho). Preparemos nossos corações, afastando os obstáculos, que são: a indiferença — o caminho; a inconstância — as pedras; as paixões — os espinhos. Custe embora à natureza humana, a Igreja o confessa no Introito. Mas não desanimaremos; contra as adversidades podemos contar com a proteção do Doutor das gentes (Oração).


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Liturgia Diária- 21/02/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Justamente aflitos por nossos pecados nos sentimos neste tempo (Oração). O pecado, o perigo do mesmo e suas tentações, a necessidade de combatê-lo e o penoso deste combate são gemidos de morte, dores de inferno até para a alma remida. Mas a nossa tristeza não é sem esperança. Deus, embora castigue o pecado enquanto vivemos, é um Deus misericordioso; é o nosso refúgio e o nosso Libertador (Introito). Recorrendo a Ele, livrar-nos-á misericordiosamente (Oração). Mas devemos procurá-Lo pelo desejo e pela Oração, e mais ainda pela ação. pelo esforço, pela penitência. E o que nos ensinam a Epístola e o Evangelho.

Comentários sobre o Tempo da Septuagésima, clique aqui.


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 20/02/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Justamente aflitos por nossos pecados nos sentimos neste tempo (Oração). O pecado, o perigo do mesmo e suas tentações, a necessidade de combatê-lo e o penoso deste combate são gemidos de morte, dores de inferno até para a alma remida. Mas a nossa tristeza não é sem esperança. Deus, embora castigue o pecado enquanto vivemos, é um Deus misericordioso; é o nosso refúgio e o nosso Libertador (Introito). Recorrendo a Ele, livrar-nos-á misericordiosamente (Oração). Mas devemos procurá-Lo pelo desejo e pela Oração, e mais ainda pela ação. pelo esforço, pela penitência. E o que nos ensinam a Epístola e o Evangelho.

Comentários sobre o Tempo da Septuagésima, clique aqui.


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Hoje NÃO HAVERÁ Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 19/02/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do domingo

Justamente aflitos por nossos pecados nos sentimos neste tempo (Oração). O pecado, o perigo do mesmo e suas tentações, a necessidade de combatê-lo e o penoso deste combate são gemidos de morte, dores de inferno até para a alma remida. Mas a nossa tristeza não é sem esperança. Deus, embora castigue o pecado enquanto vivemos, é um Deus misericordioso; é o nosso refúgio e o nosso Libertador (Introito). Recorrendo a Ele, livrar-nos-á misericordiosamente (Oração). Mas devemos procurá-Lo pelo desejo e pela Oração, e mais ainda pela ação. pelo esforço, pela penitência. E o que nos ensinam a Epístola e o Evangelho.

Comentários sobre o Tempo da Septuagésima, clique aqui.


Páginas 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 18/02/2019

S. SIMEÃO, Bispo e Mártir

Comemoração- Missa “Statuit” (1) com comemoração da féria

São Simeão, sucessor do apóstolo São Tiago como bispo de Jerusalém, foi preso e crucificado pelos anos 110, no reinado de Trajano. Governou Jerusalém durante uns 40 anos. 


Páginas 989; 817 a 823, e 119 a 123 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Próximas Missas: clique e confira


Liturgia Diária- 16/02/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do V Domingo depois da Epifania

O Evangelho explica as imperfeições e os escândalos na Igreja. Deus permite crescer o joio ao lado do trigo até a separação no fim do mundo. Assim, devemos suportar com paciência os defeitos do próximo, e compreender que sempre haverá maus no campo da Igreja militante. Cumprindo os preceitos da Epístola, imitemos o pai de família, e, sem arrancar por uma violência indiscreta o joio, multipliquemos contudo, o trigo para a colheita.


Páginas 111 a 113 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 15/02/2019

SS. FAUSTINO E JOVITO, Mártires

Comemoração- Missa “Salus autem” com Secreta e Pós-comunhão da Missa “Intret” e comemoração da féria

São dois mártires de Bríxia, cidade italiana, e dela padroeiros. 


Páginas 988 a 989; 836 a 839, e 111 a 113 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 14/02/2019

SÃO VALENTIM, Presbítero e mártir

Comemoração- Missa da Féria, com 2ª orações próprias ou Missa “In virtute” com orações próprias

Foi presbítero da Igreja romana e deve ter sofrido o martírio por volta de 270. Na via Flaminiana, no próprio lugar onde sofreu, mandou o papa Julio Levantar-lhe uma basílica que outrora foi muito venerada. Depois o culto do santo passou também a Terni.


Páginas 987 a 988 e 111 a 113 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 13/02/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do V Domingo depois da Epifania

O Evangelho explica as imperfeições e os escândalos na Igreja. Deus permite crescer o joio ao lado do trigo até a separação no fim do mundo. Assim, devemos suportar com paciência os defeitos do próximo, e compreender que sempre haverá maus no campo da Igreja militante. Cumprindo os preceitos da Epístola, imitemos o pai de família, e, sem arrancar por uma violência indiscreta o joio, multipliquemos contudo, o trigo para a colheita.

Sobre a questão da festa de São João de Brito, vide observação postado no último dia 4 (clique aqui).


Páginas 111 a 113 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 19/01/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do I Domingo depois da Epifania, com comemorações

Celebra-se hoje a Epifania, a manifestação da Divindade do Menino, aos doutores: o Varão eterno assentado no trono, rodeado pelos Anjos. Diante desta visão sublime só podemos assumir a atitude de humildes discípulos que pedem luz, a fim de conhecer o que devem praticar, e força para o cumprir (Oração). Na Epístola, o pequeno Doutor nos ensina os nossos deveres, e no Evangelho, atemos deste ensinamento o exemplo vivo na obediência ao Pai celeste e na submissão a Maria e a José, em Nazaré.


SS. MÁRIO, MARTA, AUDÍFACE E ÁBACO, Mártires

Comemoração (4ª Classe)- Missa do I Domingo depois da Epifania, com 2ªs orações próprias

Mário, nobre persa, sua esposa e seus filhos, visitando os Cristãos presos no cárcere de Roma, foram detidos e martirizados.


SÃO CANUTO, Rei e Mártir

Comemoração (4ª Classe) – Missa do I Domingo depois da Epifania, com 3ªs orações próprias

Foi rei da Dinamarca e assassinado às mãos dos inimigos da fé que lhe não suportaram nem o zelo pela palavra de Deus, nem a energia com que impunha o respeito das leis. Massacraram-no em Odessa, na igreja de S.Albano, a 10 de julho de 1086. 


Páginas 93 a 95; 934 a 937; 823 a 826 do Missal Quotidiano (D. G. Lefebvre, 1963). 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 12/01/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva – Missa “Vultum tuum” (Do Natal a Purificação) com Comemoração da Féria (Epifania)

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 807 a 810 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 10/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa da Epifania, com Glória, sem Credo

Epifania, como dizem os gregos, ou aparição, é a segunda solenidade no ciclo de Natal. Jubilosos celebramos com a santa Igreja a entrada solene do Cristo-Rei no mundo, na humanidade, na alma de cada um de nós. Aquele que nascera no silêncio da santa noite de Natal, manifesta-se agora aos olhos do mundo. O Rei da eterna glória entra em sua cidade, a nova Jerusalém, a santa Igreja. 

Oferecemo-nos com o Cristo (Secreta) e recebemos o Cristo (Pós-Comunhão). A vida interior do Cristão é uma reprodução da vida do Cristo. O fim da Igreja, celebrando o Ano eclesiástico, é este: assim como Jesus se manifestou aos Magos, pedimos que se manifeste a cada Cristão pela luz da fé.


Páginas 83 a 87 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Estão abertas as inscrições para o Curso de Introdução ao Credo. Acesse, saiba mais e se inscreva, clicando aqui. 


Liturgia Diária- 09/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa da Epifania, com Glória, sem Credo

Epifania, como dizem os gregos, ou aparição, é a segunda solenidade no ciclo de Natal. Jubilosos celebramos com a santa Igreja a entrada solene do Cristo-Rei no mundo, na humanidade, na alma de cada um de nós. Aquele que nascera no silêncio da santa noite de Natal, manifesta-se agora aos olhos do mundo. O Rei da eterna glória entra em sua cidade, a nova Jerusalém, a santa Igreja. 

Oferecemo-nos com o Cristo (Secreta) e recebemos o Cristo (Pós-Comunhão). A vida interior do Cristão é uma reprodução da vida do Cristo. O fim da Igreja, celebrando o Ano eclesiástico, é este: assim como Jesus se manifestou aos Magos, pedimos que se manifeste a cada Cristão pela luz da fé.


Páginas 83 a 87 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Estão abertas as inscrições para o Curso de Introdução ao Credo. Acesse, saiba mais e se inscreva, clicando aqui. 


Liturgia Diária- 08/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa da Epifania, com Glória, sem Credo

Epifania, como dizem os gregos, ou aparição, é a segunda solenidade no ciclo de Natal. Jubilosos celebramos com a santa Igreja a entrada solene do Cristo-Rei no mundo, na humanidade, na alma de cada um de nós. Aquele que nascera no silêncio da santa noite de Natal, manifesta-se agora aos olhos do mundo. O Rei da eterna glória entra em sua cidade, a nova Jerusalém, a santa Igreja. 

Oferecemo-nos com o Cristo (Secreta) e recebemos o Cristo (Pós-Comunhão). A vida interior do Cristão é uma reprodução da vida do Cristo. O fim da Igreja, celebrando o Ano eclesiástico, é este: assim como Jesus se manifestou aos Magos, pedimos que se manifeste a cada Cristão pela luz da fé.


Páginas 83 a 87 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Estão abertas as inscrições para o Curso de Introdução ao Credo. Acesse, saiba mais e se inscreva, clicando aqui. 


Liturgia Diária- 07/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa da Epifania, com Glória, sem Credo

Epifania, como dizem os gregos, ou aparição, é a segunda solenidade no ciclo de Natal. Jubilosos celebramos com a santa Igreja a entrada solene do Cristo-Rei no mundo, na humanidade, na alma de cada um de nós. Aquele que nascera no silêncio da santa noite de Natal, manifesta-se agora aos olhos do mundo. O Rei da eterna glória entra em sua cidade, a nova Jerusalém, a santa Igreja. 

Oferecemo-nos com o Cristo (Secreta) e recebemos o Cristo (Pós-Comunhão). A vida interior do Cristão é uma reprodução da vida do Cristo. O fim da Igreja, celebrando o Ano eclesiástico, é este: assim como Jesus se manifestou aos Magos, pedimos que se manifeste a cada Cristão pela luz da fé.


Páginas 83 a 87 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Estão abertas as inscrições para o Curso de Introdução ao Credo. Acesse, saiba mais e se inscreva, clicando aqui. 


Liturgia Diária- 05/01/2019

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva – Missa “Vultum tuum” (Do Natal a Purificação) com Comemoração de São Telésforo, Papa e Mártir

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 807 a 810 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 04/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa de 01/01 (Circuncisão de Jesus), com Glória e sem Credo

DIA DE ABSTINÊNCIA

O Menino-Deus derrama as primeiras gotas de Sangue, e recebe o nome de Jesus, que indica a sua missão de Salvador. Assim, neste dia, a Cruz saúda o berço do Recém-nascido. Intimamente unida a seu Filho, é Maria Santíssima objeto de particular devoção por parte do povo católico. Por isso dela nos lembramos hoje nas Orações e na “estação”.

A festa é a da Circuncisão celebrada desde o século VI Moisés impunha este rito de purificação a todos os varões israelitas no oitavo dia depois do nascimento. Era uma figura do batismo pelo qual o homem havia de ser espiritualmente circuncidado pela extirpação dos vícios, e julgado digno do olhar do Senhor (Santo Ambrósio).


Páginas 76 a 78 do Missal Quotidiano.


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 03/01/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa de 01/01 (Circuncisão de Jesus), com Glória e sem Credo

O Menino-Deus derrama as primeiras gotas de Sangue, e recebe o nome de Jesus, que indica a sua missão de Salvador. Assim, neste dia, a Cruz saúda o berço do Recém-nascido. Intimamente unida a seu Filho, é Maria Santíssima objeto de particular devoção por parte do povo católico. Por isso dela nos lembramos hoje nas Orações e na “estação”.

A festa é a da Circuncisão celebrada desde o século VI Moisés impunha este rito de purificação a todos os varões israelitas no oitavo dia depois do nascimento. Era uma figura do batismo pelo qual o homem havia de ser espiritualmente circuncidado pela extirpação dos vícios, e julgado digno do olhar do Senhor (Santo Ambrósio).


Páginas 76 a 78 do Missal Quotidiano.


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 20/12/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 2ª Classe- Missa do III Domingo do Advento

A terceira semana do Advento, desde antigos tempos, é a dos escrutínios, dos ordenandos e dos jejuns que precedem às ordenações.

“O Senhor está perto”. O Introito e a Epístola o afirmam e com instância suspiramos por sua vinda, pois só Ele poderá salvar-nos e dissipar as nossas trevas pela graça de sua visita (Oração, Gradual). Alegremo-nos, porque está mais perto do que pensamos. S. João o assevera no Evangelho: Já está entre vós. E de fato, unindo-nos ao Senhor, no Santo Sacrifício da Missa, já O encontramos em nosso meio, Ele que afastou por sua primeira vinda o nosso cativeiro e nos remiu de nossa iniquidade (Ofertório). Na Comunhão virá o Salvador fortalecer a todos os que d’Ele se aproximam.


Páginas 17 a 20 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Novena de Natal- 5º dia clique aqui e confira.


Liturgia Diária- 18/12/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 2ª Classe- Missa do III Domingo do Advento

A terceira semana do Advento, desde antigos tempos, é a dos escrutínios, dos ordenandos e dos jejuns que precedem às ordenações.

“O Senhor está perto”. O Introito e a Epístola o afirmam e com instância suspiramos por sua vinda, pois só Ele poderá salvar-nos e dissipar as nossas trevas pela graça de sua visita (Oração, Gradual). Alegremo-nos, porque está mais perto do que pensamos. S. João o assevera no Evangelho: Já está entre vós. E de fato, unindo-nos ao Senhor, no Santo Sacrifício da Missa, já O encontramos em nosso meio, Ele que afastou por sua primeira vinda o nosso cativeiro e nos remiu de nossa iniquidade (Ofertório). Na Comunhão virá o Salvador fortalecer a todos os que d’Ele se aproximam.


Páginas 17 a 20 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Novena de Natal- 3º dia clique aqui e confira.


Liturgia Diária- 17/12/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 2ª Classe- Missa do III Domingo do Advento

A terceira semana do Advento, desde antigos tempos, é a dos escrutínios, dos ordenandos e dos jejuns que precedem às ordenações.

“O Senhor está perto”. O Introito e a Epístola o afirmam e com instância suspiramos por sua vinda, pois só Ele poderá salvar-nos e dissipar as nossas trevas pela graça de sua visita (Oração, Gradual). Alegremo-nos, porque está mais perto do que pensamos. S. João o assevera no Evangelho: Já está entre vós. E de fato, unindo-nos ao Senhor, no Santo Sacrifício da Missa, já O encontramos em nosso meio, Ele que afastou por sua primeira vinda o nosso cativeiro e nos remiu de nossa iniquidade (Ofertório). Na Comunhão virá o Salvador fortalecer a todos os que d’Ele se aproximam.


Páginas 17 a 20 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Novena de Natal- 2º dia clique aqui e confira.


Liturgia Diária- 15/12/2018

SANCTA MARIA IN SABBATO

Missa Votiva – Missa “Rorate Caeli” (nos demais lugares – Missa da Féria)

Dando graças a Deus e enaltecendo as glórias de Maria, subimos com ela ao altar para celebrar o Santo Sacrifício. Participando do augusto mistério do altar, tomamos também parte na grandeza da Mãe de Deus, recebendo em nós o Verbo Divino pela santa Comunhão. “Bem-aventuradas as entranhas da Virgem Maria”. Bem-aventurados também todos aqueles que recebem o Filho de Deus na santa Eucaristia. Assim, por Maria somos conduzidos a Jesus: “Per Mariam ad Jesum”.


Páginas 805 a 807 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 14/12/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do II Domingo depois de Pentecostes

“O Senhor vem à Jerusalém. ” Em sua primeira vinda, apareceu na Jerusalém da Terra Santa. Hoje virá à Jerusalém de nossas almas e na festa de Natal virá à Jerusalém do Novo Testamento, que é a sua santa Igreja (Introito). Nesta Igreja acharão todos a salvação: os judeus pela promessa que lhes foi feita, os pagãos, porém, pela misericórdia de Deus. E reinará a alegria e a paz pela vinda do Salvador (Epístola e Cânticos. Introito, Gradual, Ofertório e Communio.) No Evangelho prova-nos S. João, de maneira engenhosa, que o Cristo é o Messias e que é Ele quem cura todas as doenças de nossa fraqueza e a nossa cegueira, ressuscita-nos da morte e nos comunica a vida da graça. Vê pois, alma cristã, o gozo que te virá de teu Deus (Communio).


Páginas 12 a 16 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 01/12/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do Último domingo depois de Pentecostes

O Evangelho do domingo, último sempre do Ano eclesiástico, contém o dogma do juízo final. A Epístola nos ensina como devemos dignamente viver. É o último Sacrifício que neste ano oferecemos ao Criador. E, ao mesmo tempo, o último sermão que a Igreja nos dirige. O quadro gigantesco do juízo universal desperta os sonolentos (Oração) e suscita nos bons maior fervor no serviço de Deus (Epístola). Mas os Cânticos que repetimos desde o XIII domingo, neste ainda mais estão em seu lugar apropriado. Confortam-nos e animam-nos. Fortalecem a nossa esperança. Deus é um Deus de paz, Ele nos fez dignos de participar da herança de seus Santos na luz da glória celeste.


Liturgia Diária- 28/11/2018

Féria de 4ª Classe- Missa do Último domingo depois de Pentecostes

O Evangelho do domingo, último sempre do Ano eclesiástico, contém o dogma do juízo final. A Epístola nos ensina como devemos dignamente viver. É o último Sacrifício que neste ano oferecemos ao Criador. E, ao mesmo tempo, o último sermão que a Igreja nos dirige. O quadro gigantesco do juízo universal desperta os sonolentos (Oração) e suscita nos bons maior fervor no serviço de Deus (Epístola). Mas os Cânticos que repetimos desde o XIII domingo, neste ainda mais estão em seu lugar apropriado. Confortam-nos e animam-nos. Fortalecem a nossa esperança. Deus é um Deus de paz, Ele nos fez dignos de participar da herança de seus Santos na luz da glória celeste.


Liturgia Diária- 27/11/2018

Féria de 4ª Classe- Missa do Último domingo depois de Pentecostes

O Evangelho do domingo, último sempre do Ano eclesiástico, contém o dogma do juízo final. A Epístola nos ensina como devemos dignamente viver. É o último Sacrifício que neste ano oferecemos ao Criador. E, ao mesmo tempo, o último sermão que a Igreja nos dirige. O quadro gigantesco do juízo universal desperta os sonolentos (Oração) e suscita nos bons maior fervor no serviço de Deus (Epístola). Mas os Cânticos que repetimos desde o XIII domingo, neste ainda mais estão em seu lugar apropriado. Confortam-nos e animam-nos. Fortalecem a nossa esperança. Deus é um Deus de paz, Ele nos fez dignos de participar da herança de seus Santos na luz da glória celeste.


Liturgia Diária- 07/11/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa comum do 24º Domingo depois de Pentecostes

Mais uma Epifania do poder divino de Jesus. Hoje Ele impera ao mar e aos ventos. Este milagre é um símbolo da salvação do mundo da tempestade do pecado, e uma garantia de proteção contínua sobre a barca de S. Pedro, nas ondas do século. Confiando neste auxílio divino e consciente de nossa própria fraqueza, pedimos a mesma grande bonança para a nossa vida (Oração).


Liturgia Diária- 06/11/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa comum do 24º Domingo depois de Pentecostes

Mais uma Epifania do poder divino de Jesus. Hoje Ele impera ao mar e aos ventos. Este milagre é um símbolo da salvação do mundo da tempestade do pecado, e uma garantia de proteção contínua sobre a barca de S. Pedro, nas ondas do século. Confiando neste auxílio divino e consciente de nossa própria fraqueza, pedimos a mesma grande bonança para a nossa vida (Oração).


Liturgia Diária- 03/11/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XXIII Domingo depois de Pentecostes

Meus pensamentos, diz o Senhor, são de paz (Introito). Nossa paz é Jesus Cristo (Epístola). Achá-la-emos seguindo o Apóstolo e afastando nos do caminho dos inimigos da Cruz do Cristo. Jesus Cristo é a nossa paz, até mesmo ali onde a dor quer perturbá-la. Ele, o Salvador, vence o sofrimento e a dor, e nos ensina também a vencê-los (Evangelho). Os Cânticos neste e em todos os domingos seguintes, exprimem fé, confiança, desejo e santa alegria pela próxima volta à casa paterna. Deus, no decorrer do Ano eclesiástico (imagem de nossa vida) nos libertou da escravidão e dos males que nos oprimiam. Nossa alma está livre do cativeiro e os nossos nomes estão escritos no livro da vida.


Liturgia Diária- 31/10/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XXIII Domingo depois de Pentecostes

Meus pensamentos, diz o Senhor, são de paz (Introito). Nossa paz é Jesus Cristo (Epístola). Achá-la-emos seguindo o Apóstolo e afastando nos do caminho dos inimigos da Cruz do Cristo. Jesus Cristo é a nossa paz, até mesmo ali onde a dor quer perturbá-la. Ele, o Salvador, vence o sofrimento e a dor, e nos ensina também a vencê-los (Evangelho). Os Cânticos neste e em todos os domingos seguintes, exprimem fé, confiança, desejo e santa alegria pela próxima volta à casa paterna. Deus, no decorrer do Ano eclesiástico (imagem de nossa vida) nos libertou da escravidão e dos males que nos oprimiam. Nossa alma está livre do cativeiro e os nossos nomes estão escritos no livro da vida.


Liturgia Diária- 30/10/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XXIII Domingo depois de Pentecostes

Meus pensamentos, diz o Senhor, são de paz (Introito). Nossa paz é Jesus Cristo (Epístola). Achá-la-emos seguindo o Apóstolo e afastando nos do caminho dos inimigos da Cruz do Cristo. Jesus Cristo é a nossa paz, até mesmo ali onde a dor quer perturbá-la. Ele, o Salvador, vence o sofrimento e a dor, e nos ensina também a vencê-los (Evangelho). Os Cânticos neste e em todos os domingos seguintes, exprimem fé, confiança, desejo e santa alegria pela próxima volta à casa paterna. Deus, no decorrer do Ano eclesiástico (imagem de nossa vida) nos libertou da escravidão e dos males que nos oprimiam. Nossa alma está livre do cativeiro e os nossos nomes estão escritos no livro da vida.


Liturgia Diária- 29/10/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XXIII Domingo depois de Pentecostes

Meus pensamentos, diz o Senhor, são de paz (Introito). Nossa paz é Jesus Cristo (Epístola). Achá-la-emos seguindo o Apóstolo e afastando nos do caminho dos inimigos da Cruz do Cristo. Jesus Cristo é a nossa paz, até mesmo ali onde a dor quer perturbá-la. Ele, o Salvador, vence o sofrimento e a dor, e nos ensina também a vencê-los (Evangelho). Os Cânticos neste e em todos os domingos seguintes, exprimem fé, confiança, desejo e santa alegria pela próxima volta à casa paterna. Deus, no decorrer do Ano eclesiástico (imagem de nossa vida) nos libertou da escravidão e dos males que nos oprimiam. Nossa alma está livre do cativeiro e os nossos nomes estão escritos no livro da vida.


Próximas Missas: clique aqui e confira.


Liturgia Diária- 27/10/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa Própria do XXII Domingo depois de Pentecostes

Irrepreensíveis, deve encontrar-nos o Cristo no dia do juízo. O espírito de humildade e penitência (Introito, Ofertório e Communio) é, portanto, muito necessário neste tempo, assim como uma consciência nítida de nossos deveres. Quais são esses deveres, vemos na Epístola, pelo próprio exemplo que nos dá o Apóstolo S. Paulo; vemos ainda no Gradual, que é um louvor da caridade fraterna. Finalmente, no Evangelho, Jesus Cristo nos ensina as nossas obrigações para com a autoridade civil, e antes de tudo, o dever que temos de entregar, sem reserva, a nossa alma a Deus.


Formação de Fiéis às 18 horas na Sede da Irmandade do Carmo. Mais informações, clique aqui.


Liturgia Diária- 22/10/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa Própria do XXII Domingo depois de Pentecostes

Irrepreensíveis, deve encontrar-nos o Cristo no dia do juízo. O espírito de humildade e penitência (Introito, Ofertório e Communio) é, portanto, muito necessário neste tempo, assim como uma consciência nítida de nossos deveres. Quais são esses deveres, vemos na Epístola, pelo próprio exemplo que nos dá o Apóstolo S. Paulo; vemos ainda no Gradual, que é um louvor da caridade fraterna. Finalmente, no Evangelho, Jesus Cristo nos ensina as nossas obrigações para com a autoridade civil, e antes de tudo, o dever que temos de entregar, sem reserva, a nossa alma a Deus.


Liturgia Diária- 05/10/2018

SÃO PLÁCIDO E COMPANHEIROS, Mártires

Féria de 4ª Classe- Missa “Salus autem” com orações da Missa “Sapientiam” e 2ªs orações do domingo

S. Plácido, aos sete anos de idade, foi entregue por seu pai, a S. Bento, vindo a alcançar exímia santidade. A tradição narra que morreu mártir com 30 Companheiros, na Sicília, onde havia fundado um mosteiro.


Páginas 1320, 833 a 839 e 692 a 694 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes, com Comemoração de São Francisco e São Bruno. 


Liturgia Diária- 26/09/2018

SÃO CIPRIANO, Mártir E SANTA JUSTINA, Virgem e Mártir

Comemoração- Missa “Salus autem” com orações próprias e 2ªs orações da Féria

Uma lenda singular transformou São Cipriano, bispo de Cartago, que tem a festa em 16 de setembro, num personagem totalmente diferente. Mago de Antioquia da Pisídia, depois de ter procurado em vão perverter uma jovem cristã de nome Justina, foi convertido por ela, tornou-se bispo, e acabou por ser seu companheiro de martírio. 

Liturgia Diária- 25/09/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa Própria do Domingo

Todas as partes cantadas desta missa, colhidas da antiga liturgia da dedicação, se reportam a uma consagração de igreja. Falam da alegria do povo cristão, por poder vir à casa do Senhor oferecer-Lhe o louvor e sacrifício de que só Ele é digno. Na epístola, São Paulo dá graças por quanto vocação cristã representa de benefícios sobre a terra, esperando que Jesus Cristo chegue, para nos introduzir na cidade do Céu. A cura do paralítico e o perdão, que lhe fora concedido, lembram, no evangelho, as condições da fraqueza humana e de misericórdia divina, em que vamos caminhando para Deus, pela mão da Igreja.

Liturgia Diária- 13/09/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XVI Domingo depois de Pentecostes

digitalizar0001

“Divitias Christi! As riquezas de Cristo!” É o confronto consoante da nossa miséria e da infinita misericórdia do Salvador que imprime à Igreja o cunho peculiar da sua oração quando diz a Deus a imensa necessidade, que temos d’Ele, e o convite que nos faz de contemplarmos o mistério insondável das riquezas de Cristo. Ao confessar-se impotente para medir a amplitude infinita destas riquezas, é a totalidade da obra redentora que São Paulo evoca para glorificar a Deus e convidar-nos a abrir a alma às graças que Deus nos destina. A morte redentora de Cristo, o dom do Espírito, a Igreja, as Sagradas Escrituras, os sacramentos, são tesouros insondáveis da vida divina, que devem transformar a nossa. 

Pobreza e riqueza. O homem por si nada é, mas Deus tudo lhe deu ao dar-lhe o próprio Filho. A nossa atitude, por conseguinte, em plena sujeição a Deus, deve ser simultaneamente penetrada de gratidão e alegria. A humilde nobreza cristã encontra aqui a sua justificação e o seu segredo.


Liturgia Diária- 07/09/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XV Domingo depois de Pentecostes

A liturgia está toda impregnada dos sentimentos de confiança que animam a Igreja na sua oração. As partes cantadas da missa de hoje são gritos de apelo à misericórdia divina, em que a ação de graças se mistura à suplica, tal é a certeza de que Deus não pode faltar ao seu povo. O evangelho lembra a infinita bondade de Cristo que refulge humana e divinamente na ressurreição do filho da viúva de Naím, símbolo de tantas ressurreições, que a Igreja obtém para seus filhos sepultados na morte do pecado.


Páginas 657 a 660 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração de S. Pio X – pág. 1266 a 1270)


Liturgia Diária- 06/09/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XV Domingo depois de Pentecostes

A liturgia está toda impregnada dos sentimentos de confiança que animam a Igreja na sua oração. As partes cantadas da missa de hoje são gritos de apelo à misericórdia divina, em que a ação de graças se mistura à suplica, tal é a certeza de que Deus não pode faltar ao seu povo. O evangelho lembra a infinita bondade de Cristo que refulge humana e divinamente na ressurreição do filho da viúva de Naím, símbolo de tantas ressurreições, que a Igreja obtém para seus filhos sepultados na morte do pecado.

Liturgia Diária- 04/09/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do XV Domingo depois de Pentecostes

A liturgia está toda impregnada dos sentimentos de confiança que animam a Igreja na sua oração. As partes cantadas da missa de hoje são gritos de apelo à misericórdia divina, em que a ação de graças se mistura à suplica, tal é a certeza de que Deus não pode faltar ao seu povo. O evangelho lembra a infinita bondade de Cristo que refulge humana e divinamente na ressurreição do filho da viúva de Naím, símbolo de tantas ressurreições, que a Igreja obtém para seus filhos sepultados na morte do pecado.