Liturgia Diária- 25/01/2020

CONVERSÃO DE SÃO PAULO

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

A festa é um louvor à graça divina (Leitura). Fiel a essa graça S. Paulo tudo abandonou e trabalhou como bom soldado de Cristo.


Páginas 947 a 951 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


De 25/01 (sábado) a 16/02 (domingo) NÃO HAVERÁ Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes, em razão das atividades da Paróquia na celebração da padroeira da Capela. Por esse motivo, haverá Missa tão somente na Catedral e na Paróquia Bom Jesus, como de costume. 


Liturgia Diária- 27/12/2019

SÃO JOÃO, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em Santa Maria Maior

DIA DE ABSTINÊNCIA

No Presépio do Menino Jesus (Statio), não faltam as rosas purpúreas do martírio nem os lírios alvos da pureza. Ontem foi a coragem de Sto. Estêvão, o primeiro fruto da vinda do Salvador. Hoje é o discípulo amado – amado por sua pureza virginal – quem segue o cortejo do Divino Infante. Reclinado sobre o Coração de Jesus, ele aprendeu a verdadeira sabedoria, que ensina nas reuniões dos fiéis (Introito e Oração), e cujo louvor é cantado na Epístola. No Evangelho, Jesus nos avisa não somente que o martírio corporal nos salva, como também, que o martírio espiritual, a abnegação, a pureza virginal, são caminhos para a salvação. Com S. João, unamo-nos, pois, ao sacrifício do Cristo, renunciemos ao mundo e floresceremos como a palmeira, imagem do Justo (Ofertório). Assim estaremos preparados para receber o penhor da imortalidade a – santa Comunhão – até que venha o Senhor. (Communio). .


Páginas 66 a 69 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/12/2019

SÃO TOMÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe – Missa própria, com comemoração do Sábado das Têmporas do Advento

Segundo a tradição, este Apóstolo pregou o Evangelho na Armênia, na Média, na Pérsia e na índia, onde, traspassado pelas lanças dos perseguidores, morreu mártir. Por seu apostolado e sua morte, confessou a fé que aceitara depois de tanta hesitação.


Páginas 925 a 927 26 a 34 do Missal Quotidiano (D. G. Lefebvre,1963).


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Novena de Natal– 6º dia clique aqui e confira


Liturgia Diária- 25/01/2019

CONVERSÃO DE SÃO PAULO

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

A festa é um louvor à graça divina (Leitura). Fiel a essa graça S. Paulo tudo abandonou e trabalhou como bom soldado de Cristo.


Páginas 947 a 951 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 27/12/2018

SÃO JOÃO, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em Santa Maria Maior

No Presépio do Menino Jesus (Statio), não faltam as rosas purpúreas do martírio nem os lírios alvos da pureza. Ontem foi a coragem de Sto. Estêvão, o primeiro fruto da vinda do Salvador. Hoje é o discípulo amado – amado por sua pureza virginal – quem segue o cortejo do Divino Infante. Reclinado sobre o Coração de Jesus, ele aprendeu a verdadeira sabedoria, que ensina nas reuniões dos fiéis (Introito e Oração), e cujo louvor é cantado na Epístola. No Evangelho, Jesus nos avisa não somente que o martírio corporal nos salva, como também, que o martírio espiritual, a abnegação, a pureza virginal, são caminhos para a salvação. Com S. João, unamo-nos, pois, ao sacrifício do Cristo, renunciemos ao mundo e floresceremos como a palmeira, imagem do Justo (Ofertório). Assim estaremos preparados para receber o penhor da imortalidade a – santa Comunhão – até que venha o Senhor. (Communio). .


Páginas 66 a 69 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/12/2018

SÃO TOMÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe – Missa própria

Segundo a tradição, este Apóstolo pregou o Evangelho na Armênia, na Média, na Pérsia e na índia, onde, traspassado pelas lanças dos perseguidores, morreu mártir. Por seu apostolado e sua morte, confessou a fé que aceitara depois de tanta hesitação.


SEXTA-FEIRA DAS TÊMPORAS DO ADVENTO

Féria de 2ª Classe- Missa de S.Tomé, com orações próprias

A “estação” que precede às ordenações solenes em Roma, nas Sextas-feiras das Têmporas, é sempre na igreja dos Santos Apóstolos. Continuadores da missão dos Apóstolos, os ordenandos pedem hoje o seu auxílio e se preparam a seguir os seus exemplos. Também os fiéis oferecem nessa intenção suas orações e seus jejuns. 


Páginas 925 a 927 24 a 26 do Missal Quotidiano (D. G. Lefebvre,1963).


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Novena de Natal- 6º dia clique aqui e confira.


Liturgia Diária- 30/11/2018

SANTO ANDRÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

S. André, irmão de S. Pedro, foi chamado juntamente com este por Nosso Senhor (Evangelho). Pregou o Evangelho na Ásia Menor e nos Balcans onde foi martirizado. Seu corpo está em Amalfi e sua cabeça em Roma. Sigamos o seu exemplo na prontidão com que seguiu o chamamento do Senhor e no amor que teve à Cruz.


Páginas 903 a 906 do Missal Quotidiano (D. G. Lefebvre, 1963). 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 21/09/2018

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

No momento em que Jesus chamou Mateus para O seguir, era ele um publicano, cobrador de impostos por conta dos romanos. Compreende-se o odioso duma profissão que lembrava aos judeus a sua dependência; o publicano era também considerado pelos fariseus como o tipo do pecador. Porém nada disto deteve Jesus. A narração evangélica sublinha a bondade e a magnanimidade com que cumpriu a sua missão de Salvador. 

S. Mateus é-nos, sobretudo, conhecido como evangelista. Foi ele o primeiro a pôr por escrito os ensinamentos do Senhor e a história de sua vida. Fê-lo em aramaico, a língua que falava Nosso Senhor. O nome de São Mateus encontra-se no cânon da Missa, no grupo dos apóstolos. 


SEXTA-FEIRA DAS TÊMPORAS DE SETEMBRO

Comemoração- Missa do dia com 2ªs orações próprias

O jejum penitencial, que a Igreja nos impõe, postula a conversão de coração, conversão sincera a Deus, que o profeta Oseias reclamava aos Judeus (epístola). É esta conversão que dá, com a amizade de Deus, a alegria de viver em sua presença (introito e epístola). O evangelho vem depois demonstrar até onde chega o perdão: ninguém perdoa, como Deus perdoa. Nesta véspera de ordenações, todos se devem lembrar de dar graças a Deus, por Ele continuar, por meio dos seus sacerdotes, a obra de perdão e conversão que veio realizar à terra.


Páginas 1295 a 1297 e 675 a 677 do Missal Quotidiano.


Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes às 18:30 horas.


Liturgia Diária- 24/08/2018

SÃO BARTOLOMEU, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

São Bartolomeu deve provavelmente identificar-se com o discípulo que Filipe apresentou a Nosso Senhor com o nome de Natanael, e que foi objeto, da parte do Mestre, do belo elogio que se sabe: “Eis um verdadeiro israelita em quem não há artifício”. São Lucas nomeia-o entre os doze que Jesus escolheu, depois de ter passado uma noite inteira em oração, para serem testemunhas da sua vida, do seu ensino e dos seus milagres, e se tornarem depois da sua Ressurreição, os propagadores do Evangelho.

É difícil dizer qual tenha sido o seu campo de apostolado: talvez a Índia, a dar crédito à História Eclesiástica de Eusébio. Segundo certas tradições, São Bartolomeu teria sido esfolado vivo; é assim que o representa a magnífica estátua de mármore branco de Cibo, na Catedral de Milão. No ano 1000 as suas relíquias foram transportadas de Benavente para Roma, para a igreja de São Bartolomeu, na ilha formada pelo Tibre. O seu nome vem no cânon da Missa entre os dos Apóstolos.


Páginas 1245 a 1248 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração de S. Bernardo).


Liturgia Diária- 25/07/2018

SÃO TIAGO MAIOR, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

São Tiago denominado “o Maior”, para se distinguir do outro Apóstolo Tiago, primo do Senhor, era o irmão de São João. Com Pedro e João, foi testemunha da transfiguração, como viria a sê-lo da agonia no jardim de Getsemani. Foi degolado em Jerusalém, em 42 ou 43, por ordem de Herodes Agripa. Desde o século IX, a Espanha reivindica a glória de possuir as suas relíquias. As peregrinações a Santiago de Compostela atraíram na Idade Média inumeráveis multidões. Depois das de Roma e Jerusalém, foram as mais célebres e mais frequentadas peregrinações da cristandade. Os “caminhos de Santiago” ficaram famosos, balizados por antigos santuários e pelos “albergues de Santiago”, que ainda subsistem em grande número. O nome do Apóstolo vem inscrito no cânon da Missa com o de São João, seu irmão.


SÃO CRISTÓVÃO, Mártir

Comemoração- Missa de São Tiago, com 2ªs orações da missa “In Virtute”

download

São Cristóvão morreu mártir na Ásia Menor, cerca de 250. A piedade nos nossos antepassados, inspirando-se no seu nome (Christophorus – portador de Cristo) colocava à entrada das catedrais uma imagem gigantesca do santo com o Menino Jesus aos ombros. Assim nasceu a lenda do gigante que teria transportado o menino jesus para a outra margem dum rio… e a devoção a S. Cristóvão, advogados dos automobilistas e de todos os condutores.


Liturgia Diária- 30/06/2018

COMEMORAÇÃO DE SÃO PAULO, Apóstolo

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

saint-paul-the-apostle-10_0

A festa de hoje é um desdobramento da de ontem. primitivamente o dia 29 de Junho tinha em Roma duas estações: uma em São Pedro, outra em São Paulo “extramuros”, no túmulo de cada um dos dois Apóstolos. Mais tarde foi transferida para o dia seguinte a “Comemoração de São Paulo”. Tendo ontem insistido nas prerrogativas de Pedro, a Igreja recorda hoje a vocação muito particular de Paulo como Apóstolo dos gentios, isto é, de todo o mundo pagão, estranho ao povo judeu. 

LEITURAS

Epístola (Gal 1,11-20)

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Gálatas.

Irmãos: Asseguro-vos, irmãos, que o Evangelho pregado por mim não tem nada de humano. Não o recebi nem o aprendi de homem algum, mas mediante uma revelação de Jesus Cristo. Certamente ouvistes falar de como outrora eu vivia no judaísmo, com que excesso perseguia a Igreja de Deus e a assolava; avantajava-me no judaísmo a muitos dos meus companheiros de idade e nação, extremamente zeloso das tradições de meus pais. Mas, quando aprouve àquele que me reservou desde o seio de minha mãe e me chamou pela sua graça, para revelar seu Filho em minha pessoa, a fim de que eu o tornasse conhecido entre os gentios, imediatamente, sem consultar a ninguém, sem ir a Jerusalém para ver os que eram apóstolos antes de mim, parti para a Arábia; de lá regressei a Damasco. Três anos depois subi a Jerusalém para conhecer Cefas, e fiquei com ele quinze dias. Dos outros apóstolos não vi mais nenhum, a não ser Tiago, irmão do Senhor. Isto que vos escrevo – Deus me é testemunha -, não o estou inventando.

Evangelho (Mt 10, 16-22)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas. Cuidai-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas. Sereis por minha causa levados diante dos governadores e dos reis: servireis assim de testemunho para eles e para os pagãos. Quando fordes presos, não vos preocupeis nem pela maneira com que haveis de falar, nem pelo que haveis de dizer: naquele momento ser-vos-á inspirado o que haveis de dizer. Porque não sereis vós que falareis, mas é o Espírito de vosso Pai que falará em vós. O irmão entregará seu irmão à morte. O pai, seu filho. Os filhos levantar-se-ão contra seus pais e os matarão. Sereis odiados de todos por causa de meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Liturgia Diária- 29/06/2018

SÃO PEDRO E SÃO PAULO, Apóstolos

Festa de 1ª Classe- Missa Própria

Peter_Paul_Pic
Entre a cruz e a espada que os martirizou, um segura as chaves do poder, o outro rolos das suas epístolas. Com as suas mãos unidas, ambos sustentam a Igreja fundada sobre eles, em que Cristo, inquebrável pedra angular, une os pagãos evangelizados por Paulo aos Judeus convertidos por Pedro.

O culto dos dois grandes Apóstolos, Pedro e Paulo, tem como raízes os próprios alicerces da Igreja. Estando na origem da sua fé, ficarão para sempre seus patronos e seus guias. Roma deve-lhes a sua verdadeira grandeza. Foi a providência divina que os conduziu a ambos para fazer da capital do império, santificada pelo seu martírio, o centro do mundo cristão, donde irradiaria a pregação do Evangelho. 

São Pedro sofreu o martírio na perseguição de Nero, no ano 66 ou 67. Foi sepultado na colina do Vaticano, onde escavações recentes acabam de encontrar o seu túmulo no próprio lugar da basílica construída em sua honra por Constantino. São Paulo foi decapitado na Vila Óstia no local onde se ergue a basílica do seu nome. No decurso dos séculos, as multidões cristãs jamais cessaram de ir em peregrinação aos túmulos dos grandes Apóstolos. Nos séculos II e III vinham já retemperar a sua fé ao contato com a Igreja de Roma, constatar a sua apostolicidade, confrontar a sua doutrina infalível com a das outras Igrejas, honrar a memória de São Pedro e de São Paulo. A missa deste dia atesta a confiança da Igreja na intercessão daqueles “por quem recebeu as premissas da fé” (orações). Dá particular relevo às prerrogativas de São Pedro (evangelho), à proteção especial de Deus sobre a sua pessoa (introito, epístola); e os cristãos sabem que, quando cantam o “Tu es Petrus”, as prerrogativas do Príncipe dos Apóstolos se transmitiram aos papas, sucessores de Pedro na cátedra de Roma, como sabem também que a Providência especial de Deus continua até ao fim dos séculos a dirigir o Vigário de Cristo nas funções de chefe da Igreja. 


Páginas 1136 a 1140 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 28/06/2018

VIGÍLIA DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO

Vigília de 2ª Classe- Missa Própria

saint-peter-and-saint-paul

A vigília dos santos Apóstolos Pedro e Paulo é a única que subsiste de todas as vigílias de Apóstolos. Os textos falam principalmente de São Pedro, as orações contudo referem-se igualmente aos dois apóstolos.


Páginas 1132 a 1135 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (At 3,1-10)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naquele tempo: Pedro e João iam subindo ao templo para rezar à hora nona. Nisto levavam um homem que era coxo de nascença e que punham todos os dias à porta do templo, chamada Formosa, para que pedisse esmolas aos que entravam no templo. Quando ele viu que Pedro e João iam entrando no templo, implorou a eles uma esmola. Pedro fitou nele os olhos, como também João, e disse: Olha para nós. Ele os olhou com atenção esperando receber deles alguma coisa. Pedro, porém, disse: Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo Nazareno, levanta-te e anda! E tomando-o pela mão direita, levantou-o. Imediatamente os pés e os tornozelos se lhe firmaram. De um salto pôs-se de pé e andava. Entrou com eles no templo, caminhando, saltando e louvando a Deus. Todo o povo o viu andar e louvar a Deus. Reconheceram ser o mesmo coxo que se sentava para mendigar à porta Formosa do templo, e encheram-se de espanto e pasmo pelo que lhe tinha acontecido.

Evangelho (Jo 21,15-19)

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe outra vez: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: Amas-me?, e respondeu-lhe: Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas. Em verdade, em verdade te digo: quando eras mais moço, cingias-te e andavas aonde querias. Mas, quando fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. Por estas palavras, ele indicava o gênero de morte com que havia de glorificar a Deus. E depois de assim ter falado, acrescentou: Segue-me!

Liturgia Diária- 11/06/2018

SÃO BARNABÉ, Apóstolo

Festa de 3ª Classe – Missa Própria

s-barnabas

Escolhido pelo Espírito Santo para partilhar da tarefa e da missão dos doze Apóstolos (epístola), Barnabé é venerado pela Igreja como um deles. Desempenhou papel importante na primeira expansão do cristianismo fora do mundo judaico. Quando, ao sair do seu longo retiro na Arábia, São Paulo veio a Jerusalém, três anos depois da conversão, para submeter à aprovação de Pedro a missão de que o próprio Mestre o tinha incumbido junto dos pagãos, foi Barnabé quem o apresentou aos Apóstolos, pouco confiantes ainda no perseguidor de ontem. Seguiu depois São paulo, acompanhando-o na sua primeira viagem missionária. Voltou com ele a Jerusalém, e ao partir para uma segunda viagem, Barnabé separou-se, dirigindo-se a Chipre. O seu nome está inscrito no cânon da Missa.

LEITURAS

Epístola (At 11, 21-26; 13, 1-3)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naquele tempo: A mão do Senhor estava com eles e grande foi o número dos que receberam a fé e se converteram ao Senhor. A notícia dessas coisas chegou aos ouvidos da Igreja de Jerusalém. Enviaram então Barnabé até Antioquia. Ao chegar lá, alegrou-se, vendo a graça de Deus, e a todos exortava a perseverar no Senhor com firmeza de coração, pois era um homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. Assim uma grande multidão uniu-se ao Senhor. Em seguida, partiu Barnabé para Tarso, à procura de Saulo. Achou-o e levou-o para Antioquia. Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos.  Havia então na Igreja de Antioquia profetas e doutores, entre eles Barnabé, Simão, apelidado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, companheiro de infância do tetrarca Herodes, e Saulo. Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado. Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram.

Evangelho (Mt 10, 16-22)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas. Cuidai-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas. Sereis por minha causa levados diante dos governadores e dos reis: servireis assim de testemunho para eles e para os pagãos. Quando fordes presos, não vos preocupeis nem pela maneira com que haveis de falar, nem pelo que haveis de dizer: naquele momento ser-vos-á inspirado o que haveis de dizer. Porque não sereis vós que falareis, mas é o Espírito de vosso Pai que falará em vós. O irmão entregará seu irmão à morte. O pai, seu filho. Os filhos levantar-se-ão contra seus pais e os matarão. Sereis odiados de todos por causa de meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. Se vos perseguirem numa cidade, fugi para uma outra. Em verdade vos digo: não acabareis de percorrer as cidades de Israel antes que volte o Filho do Homem.

Liturgia Diária- 11/05/2018

SÃO FILIPE E SÃO TIAGO, Apóstolos

Festa de 2ª Classe- Missa Própria


As festas dos Apóstolos, que se distribuem por todo o ano, eram outrora dias santos. A de São Filipe e São Tiago, a 11 de maio, lembra a trasladação solene de suas relíquias para Roma, para a igreja dos Santos Apóstolos, que lhes é dedicada. É lá que se faz a estação em todas as sextas-feiras das Quatro-Têmporas e na Quinta-feira de Páscoa. 

Como Pedro e André, Filipe era de Betsaida, na Galileia. Parece ter gozado de certa intimidade com Jesus; foi a ele que o Senhor se dirigiu no momento da multiplicação dos pães, e foi também por seu intermédio que os gentios se dirigiam a Jesus. Devemos a uma pergunta sua a resposta do Mestre: “Filipe, quem me vê, vê também o Pai” – ir a Cristo é ir a Deus. As mais antigas tradições colocam o ministério de Filipe na Frígia; parece ter morrido em Hierápolis. 

São Tiago, chamado “o menor” para se distinguir do irmão de João, era de Caná, na Galileia, e primo de Jesus. Foi o primeiro bispo de Jerusalém. É dele que fala São Paulo quando diz: “Não vi nenhuma apóstolo a não ser Tiago, irmão do Senhor”. Por não renegar Cristo foi precipitado do cimo do terraço do Templo e acabaram-no depois às pauladas. Os nomes de São Filipe e de São Tiago vêm no cânon da Missa.


Páginas 1062 a 1066 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 24/02/2018

SÁBADO DAS TÊMPORAS DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe- Missa Própria

As leituras da Missa, reservadas agora para as missas conventuais e de ordenação, são ainda um vestígio das que nesses tempos se faziam durante a noite. 

A modelar ordenação das leituras, dos cânticos e das preces, lembra as antigas vigílias, em que o tema familiar da aliança de Deus com o seu povo reanimava a esperança cristã na plena realização da obra redentora. Os sacerdotes, hoje ordenados, serão para nós as testemunhas desta aliança, os mensageiros da Revelação e os depositários dos tesouros da graça, que Deus outorga à sua Igreja, para transformar-nos a vida e elevá-la para Ele.


SÃO MATIAS, Apóstolo

Comemoração- Missa própria da Têmpora, com 2ªs orações próprias

A epístola da missa conta a eleição de São Matias tal como os Atos dos Apóstolos no-la conservaram. Tinha sido discípulo de Jesus durante toda a vida pública e foi testemunha da Ressurreição; foi ele o designado pela sorte para substituir Judas no colégio apostólico. São Matias é venerado pela Igreja como os doze Apóstolos, cuja voz devia repercutir-se por toda a terra, para dar ao mundo, de geração em geração, o testemunho do que tinha visto e ouvido, vivendo com o Senhor. 


Páginas 185 a 192 994 a 996 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

I Leitura (Dt 26, 12-19)


A aliança de Deus com o seu povo introduz prescrições divinas, que se devem cumprir.


Leitura do Livro do Deuteronômio.  

Naqueles dias, falou Moisés ao povo nestes termos: Quando tiveres acabado dê separar o dízimo de todos os teus produtos, no terceiro ano, que é o ano do dízimo, e o tiveres distribuído ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que tenham em tua cidade do que comer com fartura, dirás em presença do Senhor, teu Deus: tirei de minha casa o que era consagrado para dá-lo ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, como me ordenasses: não transgredi nem omiti nenhum dos vossos mandamentos. Não comi dessas coisas durante o meu luto, nem delas separei coisa alguma em estado de impureza, e delas nada dei a um morto. Obedeci à voz do Senhor, meu Deus, e conformei-me inteiramente às vossas ordens. Olhai de vossa santa morada, do alto dos céus, e abençoar vosso povo de Israel, e a terra que nos destes, como jurasses a nossos pais, terra que mana leite e mel. O Senhor, teu Deus, ordena-te hoje que guardes estas leis e estes preceitos. Observa-os cuidadosamente e pratica-os de todo o teu coração e de toda a tua alma. Hoje, fizeste o Senhor, teu Deus, prometer que ele seria teu Deus, e que andarias nos seus caminhos, observando suas leis, seus mandamentos e seus preceitos, e obedecendo-lhe fielmente. E o Senhor fez-te prometer neste dia, também de tua parte, que serias um povo que lhe pertenceria de maneira exclusiva, como te disse, e que observarias todos os seus mandamentos, para que ele te eleve em glória, renome e esplendor, acima de todas as nações que criou, e sejas, assim, um povo consagrado ao Senhor, teu Deus, como te disse.


Exceto nas Missas Conventuais e nas de Ordenação, pode-se omitir as quatro leituras a seguir, inclusive o hino.


II Leitura (Dt 11, 22-25)


A observância dos mandamentos é penhor seguro de proteção divina.


Leitura do Livro do Deuteronômio

Naqueles dias, disse Moisés aos filhos de Israel: Se observardes fielmente todos os mandamentos que vos prescrevo, amando o Senhor, vosso Deus, andando em seus caminhos e apegando-vos a ele, então o Senhor expulsará de diante de vós todas essas nações, e despojareis povos mais numerosos e mais fortes do que vós. Todo lugar em que pisar a planta de vossos pés vos pertencerá. Vossa fronteiras irão desde o deserto até o Líbano e desde o rio Eufrates até o mar do ocidente. Ninguém vos poderá resistir: o Senhor, vosso Deus, semeará o pânico e o terror de vós em todas as terras onde pisardes, como vos prometeu.

III Leitura(II Mac 1, 23-26 e 27)


Na Igreja, como no antigo Israel, a prece e a oferta do sacrifício são confiadas exclusivamente aos sacerdotes.


Leitura do Livro dos Macabeus.

Naqueles dias: Enquanto se consumiu o sacrifício, os sacerdotes puseram-se a rezar, e todos rezavam com eles; Jônatas entoava, e os outros, como Neemias, juntavam sua voz à dele. Eis a oração: Senhor, Senhor, Deus, criador de todas as coisas, terrível e forte, justo e misericordioso, que sois o rei único e bom, o único generoso, o único justo, todo-poderoso e eterno, vós que livrastes Israel de todo o mal, que fizestes de nossos pais vossos escolhidos e os santificastes, aceitai este sacrifício, oferecido por todo o vosso povo de Israel, guardai vossa parte de eleição e santificai-a. Congregai nossos irmãos dispersos, devolvei a liberdade aos que são escravos entre os pagãos, deitai vosso olhar sobre os que são desprezados e abominados, e que as nações saibam que sois nosso Deus.

IV Leitura (Eclo 36, 1-10)


O povo cristão dirige-se a Deus como povo privilegiado: seguro de que há de perdoar-lhe, e ajudá-lo a levar a bom termo a missão que lhe confiou. 


Leitura do livro da Sabedoria.

Tem piedade de nós, ó Deus de toda as coisas, e volta para nós os teus olhos, e mostra-nos a luz das tuas misericórdias; e espalha o teu temor sobre as nações, que, que não buscaram, para que elas reconheçam que não há outro Deus senão Tu, e publiquem as tuas maravilhas. Levanta a tua mão contra as nações estranhas, para que reconheçam o teu poder. Porque, assim como diante de seus olhos mostrastes em nós a tua santidade, assim também a nossa vista mostra nelas a tua grandeza, para que reconheçam, como também nós reconhecemos, que fora de Ti de, Senhor, não há outro Deus. Renova os teus prodígios e fazes novas maravilhas. Glorifica a tua mão e o teu braço direito. Excita o teu furor, e derrama a tua ira. Destrói o teu adversário, e afinge o inimigo. Apressa o tempo, lembra-te do fim, para que publiquem as tuas maravilhas, Senhor que sois o nosso Deus.

V Leitura (Dn 3, 47-51)

Leitura do profeta Daniel.

Eis o que diz o Senhor Deus: Então, as chamas, subindo a quarenta e nove côvados acima da fornalha, ultrapassaram a grade e queimaram os caldeus que se achavam perto. Mas o anjo do Senhor havia descido com Azarias e seus companheiros à fornalha e afastava o fogo. Fez do centro da fogueira como um lugar onde soprasse uma brisa matinal: o fogo nem mesmo os tocava, nem lhes fazia mal algum, nem lhes causava a menor dor. Então os três jovens elevaram suas vozes em uníssono para louvar, glorificar e bendizer a Deus dentro da fornalha, neste cântico:

Hino (Daniel 3, 52-56)


Mais que ação de graças, este hino é um cântico de louvor, cheio de candura à glória de Deus criador, que se faz o Salvador do seu povo.


Bendito sois, Senhor, Deus dos nossos pais: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
E bendito o santo nome da vossa glória: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois no Templo santo da vossa glória: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois pelo santo Trono do vosso Reino: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois pelo Cetro da vossa Divindade: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois Vós, que estais sentado sobre os Querubins, perscrutando os abismos: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois Vós, que andais sobre as asas dos ventos, e sobre as ondas do mar: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendigam-Vos todos os Anjos e Santos: E que Vos louvem e glorifiquem por todos os séculos.
Bendigam-Vos os Céus, a Terra, o Mar e tudo o que neles existe: E que Vos louvem e glorifiquem por todos os séculos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo: E ao que é digno de louvor e glória por todos os séculos.
Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém: E ao que é digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois, Senhor, Deus dos nossos pais: E digno de louvor e glória por todos os séculos.

Epístola (I Tes 5, 14-23)


Curto programa de vida cristã, inspirado em São Paulo, tem como nota dominante a expectativa da vinda gloriosa de Cristo.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Tessalonicenses

Irmãos, Pedimo-vos, que corrijais os desordeiros, encorajai os tímidos, amparai os fracos e tende paciência para com todos. Vede que ninguém pague a outro mal por mal. Antes, procurai sempre praticar o bem entre vós e para com todos. Vivei sempre contentes. Orai sem cessar. Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo. Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo: abraçai o que é bom. Guardai-vos de toda a espécie de mal. O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!

Evangelho (Mt 17, 1-9)


Gravem-se em nossas almas de crentes as grandezas de Jesus transfigurado, e tenhamo-las presentes nas humilhações da Paixão. Moisés e Elias, isto é, a Lei e os Profetas (todo o Antigo Testamento) e a própria voz do Pai, dão testemunho da sua missão.


Sequência do Santo Evangelho segundo São Mateus

Naquele tempo: Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os à parte a uma alta montanha. Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura. E eis que apareceram Moisés e Elias conversando com ele. Pedro tomou então a palavra e disse-lhe: Senhor, é bom estarmos aqui. Se queres, farei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias. Falava ele ainda, quando veio uma nuvem luminosa e os envolveu. E daquela nuvem fez-se ouvir uma voz que dizia: Eis o meu Filho muito amado, em quem pus toda minha afeição; ouvi-o. Ouvindo esta voz, os discípulos caíram com a face por terra e tiveram medo. Mas Jesus aproximou-se deles e tocou-os, dizendo: Levantai-vos e não temais. Eles levantaram os olhos e não viram mais ninguém, senão unicamente Jesus. E, quando desciam, Jesus lhes fez esta proibição: Não conteis a ninguém o que vistes, até que o Filho do Homem ressuscite dos mortos.

 

Liturgia Diária- 22/02/2018

CÁTEDRA DE SÃO PEDRO

Festa de 2ª Classe- Missa Própria com Comemoração da Quinta-feira

catedra-sao-pedro

A festa da cadeira de São Pedro em Roma é muito antiga. No século VI, porém, desapareceu do calendário romano, provavelmente por cair na Quaresma. Reapareceu, então, na Gália em duas datas, 18 de janeiro e 22 de fevereiro, celebrando-se na primeira a cadeira de Roma, e na segunda, a de Antioquia. Foi deste modo que a Igreja universal celebrou as duas festas por muito tempo, até que, em 1960, com a reforma das rubricas, elas se reduziram a uma festa, no dia de hoje. 

Festejar a cadeira de São Pedro é venerar, na pessoa de Pedro, os desígnios providenciais de Deus, que o escolheu para chefe dos Apóstolos e primeiro pastor de sua Igreja. Todos os papas, bispos de Roma e sucessores de Pedro, são, como ele foi, os chefes da Igreja única e verdadeira, fundada por Nosso Senhor. Têm a missão de transmitir a doutrina do Salvador e de nos conduzir em seu nome. 


Páginas 989 a 993 do Missal Quotidiano.


Hoje não haverá Missa, como noticiado aqui no blog.


LEITURAS

Epístola (I Pedro 1, 1-7)

Leitura da Epístola de São Pedro Apóstolo .

Irmãos: Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos eleitos que são estrangeiros e estão espalhados no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia eleitos segundo a presciência de Deus Pai, e santificados pelo Espírito, para obedecer a Jesus Cristo e receber a sua parte da aspersão do seu sangue. A graça e a paz vos sejam dadas em abundância. Bendito seja Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Na sua grande misericórdia ele nos fez renascer pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma viva esperança, para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada para vós nos céus; para vós que sois guardados pelo poder de Deus, por causa da vossa fé, para a salvação que está pronta para se manifestar nos últimos tempos. É isto o que constitui a vossa alegria, apesar das aflições passageiras a vos serem causadas ainda por diversas provações, para que a prova a que é submetida a vossa fé (mais preciosa que o ouro perecível, o qual, entretanto, não deixamos de provar ao fogo) redunde para vosso louvor, para vossa honra e para vossa glória, quando Jesus Cristo se manifestar.

Evangelho (Mt 16,13-19)


A fé de Pedro e os poderes excepcionais que recebe de Cristo, formam para sempre, através da linha ininterrupta dos seus sucessores, a rocha inabalável em que se apoia a verdadeira Igreja.


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo: Chegando ao território de Cesareia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: No dizer do povo, quem é o Filho do Homem? Responderam: Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas. Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que eu sou? Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo! Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus. E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

 

Liturgia Diária- 21/12/2017

SÃO TOMÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria com Comemoração da Féria

São Tomé, que foi por um momento o discípulo incrédulo, tornou-se para a Igreja, por essa mesma razão, uma das mais firmes colunas da Fé. E a Santa Igreja gosta de nos colocar nos lábios, com frequência, essas palavras tão simples e que tão profundamente exprimem a fé e o ardor do Apóstolo: “Meu Senhor e meu Deus.”. O Evangelho da missa relata a aparição, em que o Senhor ordenou a Tomé Lhe tocasse nas chagas , na carne absolutamente real do Verbo Encarnado, morto e ressuscitado, e reconhecesse, com as próprias mãos da sua carne de homem, o fato por cuja confirmação perante o mundo, os Apóstolos todos, sem excluir Tomé, deram a própria vida. Sabe-se que Tomé foi além das fronteiras do Império Romano, e pregou o Evangelho, provavelmente aos Persas e aos Índios. Recordemos hoje o quanto devemos aos apóstolos, o que São Paulo nos convidará na Epístola: são os fundamentos e colunas da Igreja, cuja pedra angular é o próprio Filho de Deus. Devemos-lhes o privilégio de ser “concidadãos dos santos” e pertencer à “casa de Deus”.



 Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

Epístola (Ef 2, 19-22)

Leitura da Carta de São Paulo Apóstolo aos Efésios.

Irmãos, já não sois hóspedes nem peregrinos, mas sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, tendo por pedra angular o próprio Cristo Jesus. É nele que todo edifício, harmonicamente disposto, se levanta até formar um templo santo no Senhor. É nele que também vós outros entrais conjuntamente, pelo Espírito, na estrutura do edifício que se torna a habitação de Deus.

Evangelho (Jo 20, 24-29)

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei! Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco! Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé. Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus! Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. Felizes aqueles que creem sem ter visto!

Liturgia Diária- 30/11/2017

SANTO ANDRÉ, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

Santo André nasceu em Betsaida, no tempo de Jesus, e de início foi discípulo de João Batista até que aproximou-se do Cordeiro de Deus e com São João, começou a segui-lo, por isso André é reconhecido pela Liturgia como o “protocleto”, ou seja, o primeiro chamado: “Primeiro a escutar o apelo, ao Mestre, Pedro conduzes; possamos ao céu chegar, guiados por tuas luzes!”

Santo André se expressa no Evangelho como “ponte do Salvador”, porque é ele que se colocou entre seu irmão Simão Pedro e Jesus; entre o menino do milagre da multiplicação dos pães e Cristo; e, por fim, entre os gentios (gregos) e Jesus Cristo. Conta-nos a Tradição que depois do Batismo no Espírito Santo em Pentecostes, Santo André teria ido pregar o Evangelho na região dos mares Cáspio e Negro.

Apóstolo da coragem e alegria, Santo André foi fundador das igrejas na Acaia, onde testemunhou Jesus com o seu próprio sangue, já que foi martirizado numa cruz em forma de X, a qual recebeu do santo este elogio: “Salve Santa Cruz, tão desejada, tão amada. Tira-me do meio dos homens e entrega-me ao meu Mestre e Senhor, para que eu de ti receba o que por ti me salvou!”


Páginas 903 a 906 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

Epístola (Rm 10, 10-18)


São Paulo fala, com brilho excepcional, da missão dos Apóstolos. São mensageiros de Nosso Senhor Jesus Cristo, anunciando ao mundo a boa nova da salvação, que Ele nos mereceu com seu sangue.


Leitura da carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos: É crendo de coração que se obtém a justiça, e é professando com palavras que se chega à salvação. A Escritura diz: Todo o que nele crer não será confundido (Is 28,16). Pois não há distinção entre judeu e grego, porque todos têm um mesmo Senhor, rico para com todos os que o invocam, porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,5). Porém, como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados, como está escrito: Quão formosos são os pés daqueles que anunciam as boas novas (Is 52,7)? Mas não são todos que prestaram ouvido à boa nova. É o que exclama Isaías: Senhor, quem acreditou na nossa pregação (Is 53,1)? Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo. Pergunto, agora: Acaso não ouviram? Claro que sim! Por toda a terra correu a sua voz, e até os confins do mundo foram as suas palavras (Sl 18,5).

Evangelho (Mt 4, 18-22)


Dois grupos de irmãos, Pedro e André, Tiago e João, foram os primeiros chamados pelo Mestre. A pressa que se deram em segui-Lo havia de os conduzir mais longe do que pensavam. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, caminhando Jesus próximo ao mar da Galiléia, viu dois irmãos: Simão (chamado Pedro) e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. E disse-lhes: Vinde após mim e vos farei pescadores de homens. Na mesma hora abandonaram suas redes e o seguiram. Passando adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, que estavam com seu pai Zebedeu consertando as redes. Chamou-os, e eles abandonaram a barca e seu pai e o seguiram.

 

Liturgia Diária- 21/09/2017

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

No momento em que Jesus chamou Mateus para O seguir, era ele um publicano, cobrador de impostos por conta dos romanos. Compreende-se o odioso duma profissão que lembrava aos judeus a sua dependência; o publicano era também considerado pelos fariseus como o tipo do pecador. Porém nada disto deteve Jesus. A narração evangélica sublinha a bondade e a magnanimidade com que cumpriu a sua missão de Salvador. 

S. Mateus é-nos, sobretudo, conhecido como evangelista. Foi ele o primeiro a pôr por escrito os ensinamentos do Senhor e a história de sua vida. Fê-lo em aramaico, a língua que falava Nosso Senhor. O nome de São Mateus encontra-se no cânon da Missa, no grupo dos apóstolos. 


Páginas 1295 a 1297 e 1041 do Missal Quotidiano.


Missa na Capela São Judas Tadeu às 18:30 horas.


LEITURAS

Epístola (Ez 1, 10-14)

Leitura do Profeta Ezequiel.

O aspecto dos quatro animais era o seguinte: em seus rostos tinham todos eles figura humana, todos os quatro uma face de leão pela direita, todos os quatro uma face de touro pela esquerda, e todos os quatro uma face de águia. Eis o que havia no tocante as suas faces. Suas asas estendiam-se para o alto; cada qual tinha duas asas que tocavam às dos outros, e duas que lhe cobriam o corpo. Cada qual caminhava para a frente: iam para o lado aonde os impelia o espírito; não se voltavam quando iam andando. No meio desses seres, divisava-se algo parecido com brasas incandescentes, como tochas que circulavam entre eles; e desse fogo que projetava uma luz deslumbrante, saíam relâmpagos. Os seres ziguezagueavam como o raio.

Evangelho (Mt 9, 9-13)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento das taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e o seguiu. Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. Vendo isto, os fariseus disseram aos discípulos: “Por que come vosso mestre com os publicanos e com os pecadores?” Jesus, ouvindo isto, respondeu-lhes: “Não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício (Os 6,6). Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.”

Capítulo VIII – Padre não casa! Quem disse? [O Celibato. A Confissão]

NOTA DO BLOG: Publicamos o 8º Capítulo do Livro de Airton Vieira. Pedimos desculpas pelo atraso na publicação. Boa leitura!


“O celibato é um grande escândalo, porque demonstra que o Senhor e o seu mundo futuro são uma realidade no nosso tempo e isso deveria desaparecer. Esta crítica per­manente contra o celibato pode surpreender, num tempo em que a moda é não se casar. Mas este ‘não se casar’ é totalmente distinto do celibato, porque o ‘não se casar’ baseia-se no querer viver só para si, sem aceitar vínculos definitivos, enquanto o celibato é exatamente o contrário: é um sim definitivo, é um entregar-se nas mãos do Senhor.”

(Bento XVI)

 

Uma vez apontados os falsos pastores, resta trazer à luz os verdadeiros, pois nestes tempos modernos a noção do que seja um padre se perdeu, mesmo entre os padres.

Comecemos pelo título.

Liturgia Diária- 24/08/2017

SÃO BARTOLOMEU, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

Bartolomeu é provável o discípulo que Felipe apresentou ao Senhor pelo nome de Natanael e que mereceu do Divino Mestre o seguinte elogio: “Eis aqui um verdadeiro israelita em quem não há engano” (São João 1,47). São Lucas conta-o entre os doze que Jesus escolheu, depois de orar toda a noite, para serem testemunhas da sua vida, de sua doutrina e milagres, e depois da ressurreição, pregadores do Evangelho.

Não é fácil determinar qual foi o seu campo de apostolado. É de crer a tradição, que teria sido esfolado vivo, e desta maneira o representa na iconografia e na magnífica estátua de mármore de Cibó, na catedral de Milão. As suas relíquias foram transladadas de Benevento para a Igreja de São Bartolomeu na pequena ilha formada pelo Tibre. O seu nome vem no Cânon da missa. A oração da Santa missa exprime a preocupação da Santa Igreja em continuar a obra dos Apóstolos em guardar o sagrado depósito da fé que deles herdou.


Páginas 1245 a 1248 do Missal Quotidiano.


LEITURAS

Epístola (I Cor 12,27-31)

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Corintios .

Irmãos: Vós sois o corpo de Cristo e cada um, de sua parte, é um dos seus membros. Na Igreja, Deus constituiu primeiramente os apóstolos, em segundo lugar os profetas, em terceiro lugar os doutores, depois os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas. São todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores? Fazem todos milagres? Têm todos a graça de curar? Falam todos em diversas línguas? Interpretam todos? Aspirai aos dons superiores. E agora, ainda vou indicar-vos o caminho mais excelente de todos.

Evangelho (Lc 6, 12-19)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus. Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; Judas, irmão de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor. Descendo com eles, parou numa planície. Aí se achava um grande número de seus discípulos e uma grande multidão de pessoas vindas da Judéia, de Jerusalém, da região marítima, de Tiro e Sidônia, que tinham vindo para ouvi-lo e ser curadas das suas enfermidades. E os que eram atormentados dos espíritos imundos ficavam livres. Todo o povo procurava tocá-lo, pois saía dele uma força que os curava a todos.

 

Capítulo VII – Pastores, Bispos, Apóstolos… com que autoridade? [A sucessão apostólica]

NOTA DO BLOG: Publicamos o 7º Capítulo do Livro de Airton Vieira. Pedimos desculpas pelo atraso na publicação. Boa leitura!



“Como tenho agido continuarei agindo, a fim de não dar nenhuma chance aos que desejam igualar-se a nós, pelos mesmos títulos de glória. Esses tais são falsos apóstolos, operários fraudulentos, disfarçados em apóstolos de Cristo”

(2 Cor XI, 12s).

A questão anterior nos leva necessariamente a esta, uma vez que todo neófito protestante deveria, antes de acolher a primeira seita que lhe bate à porta, in­dagar: QUEM fundou determinada igreja e QUEM deu autoridade aos ditos pastores para ser o que não são – contrariando assim o princípio aristotélico e o direito mais elementar? Tal pergunta deveria vir especialmente de católicos que abandonando seu Navio se lançam à deriva agarrando-se desesperadamente a canoas furadas na ilusão de que estando bem arrolhadas não venham cedo ou tarde a afundar, o que será apenas uma questão de tempo1. Por ser este tema de importância capital, tentaremos apontar o caminho para o entendimento.

Liturgia Diária- 25/07/2017

SÃO TIAGO MAIOR, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

SO_TIA-1

Nascido em Betsaida, este apóstolo do Senhor era filho de Zebedeu e de Salomé e irmão do apóstolo João, o Evangelista.

Pescador juntamente com seu irmão João, foi chamado por Jesus a ser discípulo d’Ele. Aceitou o chamado do Mestre e, deixando tudo, seguiu os passos do Senhor.

Dentre os doze apóstolos, São Tiago foi um grande amigo de Nosso Senhor fazendo parte daquele grupo mais íntimo de Jesus (formado por Pedro, Tiago e João) testemunhando, assim, milagres e acontecimentos como a cura da sogra de Pedro, a Transfiguração de Jesus, entre outros.

Procurou viver com fidelidade o seu discipulado. No entanto, foi somente após a vinda do Espírito Santo em Pentecostes que São Tiago correspondeu concretamente aos desígnios de Deus. No livro dos Atos dos Apóstolos, vemos o belo testemunho de São Tiago, o primeiro dentre os doze apóstolos a derramar o próprio sangue pela causa do Evangelho: “Por aquele tempo, o rei Herodes tomou medidas visando maltratar alguns membros da Igreja. Mandou matar à espada Tiago, irmão de João” (At 12,1-2).

Segundo uma tradição, antes de ser martirizado, São Tiago abraçou um carcereiro desejando-lhe “a Paz de Cristo”. Este gesto converteu o carcereiro que, assumindo a fé em Jesus, foi martirizado juntamente com o apóstolo.

Existe ainda outra tradição sobre os lugares em que São Tiago passou, levando a Boa Nova do Reino. Dentre estes lugares, a Espanha onde, a partir do Século IX, teve início a devoção a São Tiago de Compostela.


SÃO CRISTÓVÃO, Mártir

Comemoração- Missa de São Tiago, com 2ªs orações da missa “In Virtute”

download

São Cristovão nasceu no século III, era filho primogênito do rei de Canaã, e recebeu o nome de Ofero Relicto despertando admiração pelas suas virtudes, principalmente a delicadeza com que tratava as pessoas. Era belíssimo e sua ambição maior era a se servir um rei que fosse muito poderoso.

Cristovão passou a prestar serviços ao imperador, como guerreiro famoso e temido e passou a obedecer a Satã, cujo poder fazia o imperador se amedrontar. Relicto percebeu que acima do poder de satanás, estava a cruz, ante a qual fogem todos os demônios e Relicto de tornou cristão. Começou a viajar em busca da história do Crucificado e em uma de suas viagens encontrou um eremita que lhe contou a história.

Converteu-se, batizou-se e decidiu devotar a vida ao transporte dos viajantes que necessitassem atravessar um rio caudaloso. Certo dia, um menino pediu a Cristovão que o levasse até a outra margem. Colocou a criança nos ombros, entrou na água e começou a sentir que o peso aumentava a cada passo.

Ao chegar à margem oposta, curvado pela carga, quase morrendo afogado por seu enorme peso, ouviu do menino: “Não te surpreendas com o que aconteceu, pois comigo carregaste todos os pecados do mundo.” Só então reconheceu o pequeno viajante: era o próprio Jesus, que o mandou cravar na terra o cajado no qual se apoiava.

No dia seguinte, o cajado tinha se transformado numa palmeira. O milagre fez com que muitos se convertessem e levo Relicto Ofero a mudar seu nome para Chistophoros (Cristóvão) que em grego significa “aquele que carrega Cristo”. Retirado do calendário litúrgico católico em 1969 por ter-se dúvidas de sua verdadeira existência, São Cristóvão continua a ser venerado em todo o mundo como protetor dos viajantes e motoristas.


Páginas 1189 a 1192 do Missal Quotidiano.


LEITURAS

Epístola (I Cor 4,9-15)

Leitura da Epístola de São Paulo aos Coríntios. 

Irmãos, ao que parece, Deus nos tem posto a nós, apóstolos, na última classe dos homens, por assim dizer sentenciados à morte, visto que fomos entregues em espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens.10.Nós, estultos por causa de Cristo; e vós, sábios em Cristo! Nós, fracos; e vós, fortes! Vós, honrados; e nós, desprezados! Até esta hora padecemos fome, sede e nudez. Somos esbofeteados, somos errantes, fatigamo-nos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Insultados, abençoamos; perseguidos, suportamos; caluniados, consolamos! Chegamos a ser como que o lixo do mundo, a escória de todos até agora… Não vos escrevo estas coisas para vos envergonhar, mas admoesto-vos como meus filhos muitos amados. Com efeito, ainda que tivésseis dez mil mestres em Cristo, não tendes muitos pais; ora, fui eu que vos gerei em Cristo Jesus pelo Evangelho.

Evangelho (Mt 20,2023)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.  

Naquele tempo, aproximou-se de Jesus a mãe dos filhos de Zebedeu com seus filhos e prostrou-se diante dele para lhe fazer uma súplica. Perguntou-lhe ele: Que queres? Ela respondeu: Ordena que estes meus dois filhos se sentem no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda. Jesus disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu devo beber? Sim, disseram-lhe. De fato, bebereis meu cálice. Quanto, porém, ao sentar-vos à minha direita ou à minha esquerda, isto não depende de mim vo-lo conceder. Esses lugares cabem àqueles aos quais meu Pai os reservou.

Liturgia Diária- 24/08/2016

SÃO BARTOLOMEU, Confessor

São-Bartolomeu

Bartolomeu é provável o discípulo que Felipe apresentou ao Senhor pelo nome de Natanael e que mereceu do Divino Mestre o seguinte elogio: “Eis aqui um verdadeiro israelita em quem não há engano” (São João 1,47). São Lucas conta-o entre os doze que Jesus escolheu, depois de orar toda a noite, para serem testemunhas da sua vida, de sua doutrina e milagres, e depois da ressurreição, pregadores do Evangelho. Não é fácil determinar qual foi o seu campo de apostolado. É de crer a tradição, que teria sido esfolado vivo, e desta maneira o representa na iconografia e na magnífica estátua de mármore de Cibó, na catedral de Milão. As suas relíquias foram transladadas de Benevento para a Igreja de São Bartolomeu na pequena ilha formada pelo Tibre. O seu nome vem no Cânon da missa. A oração da Santa missa exprime a preocupação da Santa Igreja em continuar a obra dos Apóstolos em guardar o sagrado depósito da fé que deles herdou.

LEITURAS/LESSONS

Epístola (I Cor 12,27-31)

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Corintios .

Irmãos: Vós sois o corpo de Cristo e cada um, de sua parte, é um dos seus membros. Na Igreja, Deus constituiu primeiramente os apóstolos, em segundo lugar os profetas, em terceiro lugar os doutores, depois os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas. São todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores? Fazem todos milagres? Têm todos a graça de curar? Falam todos em diversas línguas? Interpretam todos? Aspirai aos dons superiores. E agora, ainda vou indicar-vos o caminho mais excelente de todos.

Evangelho (Lc 6, 12-19)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus. Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; Judas, irmão de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor. Descendo com eles, parou numa planície. Aí se achava um grande número de seus discípulos e uma grande multidão de pessoas vindas da Judéia, de Jerusalém, da região marítima, de Tiro e Sidônia, que tinham vindo para ouvi-lo e ser curadas das suas enfermidades. E os que eram atormentados dos espíritos imundos ficavam livres. Todo o povo procurava tocá-lo, pois saía dele uma força que os curava a todos.

In English

Epistle (I Corinthians 12: 27-31)

Lesson from the Epistle of blessed Paul the Apostle to the Corinthians.

Brethren, you are the body of Christ, and members of member. And God indeed hath set some in the Church, first apostles, secondly prophets, thirdly doctors, after that miracles, then the graces of healings, helps, governments, kinds of tongues, interpretations of speeches. Are all apostles? Are all prophets? Are all doctors? Are all workers of miracles? Have all the grace of healing? Do all speak with tongues? Do all interpret? But be ye zealous for the better gifts.

Gospel (Luke 6: 12-19)

The continuation of the holy Gospel according to Luke. 

At that time, Jesus went out into a mountain to pray, and He passed the whole night in the prayer of God: and when day was come, He called unto Him His disciples; and He chose twelve of them (whom also He named apostles), Simon whom He surnamed Peter, and Andrew his brother, James and John, Philip and Bartholomew, Matthew and Thomas, James the son of Alpheus, and Simon who is called Zelotes, and Jude the brother of James, and Judas Iscariot, who was the traitor. And coming down with them, He stood in a plain place, and the company of His disciples, and a very great multitude of people from all Judea and Jerusalem, and the seacoast, both of Tyre and Sidon, who were come to hear Him, and to be healed of their diseases. And they that were troubled with unclean spirits were cured. And all the multitude sought to touch Him, for virtue went out from Him, and healed all.

Liturgia Diária- 11/05/2016

SÃO FELIPE E SÃO TIAGO, Apóstolos

Festa de 2ª Classe

Missa Própria

download
São Felipe era natural de Betsaida, na Galiléia. Deus Nosso Senhor chamou-o aos apostolado no mesmo dia em que São Pedro e Santo André. Obedecendo à voz do Divino Mestre, tornou-se Apóstolo. Segundo Clemente de Alexandria, teria sido Felipe aquele Apóstolo que pediu ao Divino Mestre licença para sepultar o pai, e de Nosso Senhor recebeu a resposta: “Segue-me e deixa os mortos sepultarem os mortos”. Tendo conhecido de perto a Nosso Senhor Jesus Cristo, convidou também Natanael a associar-se ao Messias. Três dias depois, acompanhou Nosso Senhor às bodas de Caná. Decorrido um ano, foi recebido entre os Apóstolos. Foi Felipe a quem, no dia da multiplicação dos pães, perguntou Nosso Senhor Jesus Cristo onde havia de arranjar comida para tanta gente. Certa ocasião, em que vieram alguns pagãos para ver Nosso Senhor Jesus Cristo, foram Felipe e André que os apresentaram ao Divino Mestre. Quando Nosso Senhor Jesus Cristo , no discurso da despedida, repetidas vezes se referiu ao nome do Eterno Pai, pediu-lhe Felipe que lhes mostrasse o Pai, e Nosso Senhor Jesus Cristo respondeu-lhe: “Felipe, quem vê a mim, vê ao Pai”.Reza mais a história que Felipe foi crucificado em Hirápolis, lapidado. A morte deste Apóstolo não deve ter caído antes do ano 80, porque foi neste ano, que seu discípulo, São Policarpo, se converteu à religião de Cristo.
São Tiago, cognominado o Menor, recebeu, devido à grande santidade, o título de Justo. São Paulo chama-o “irmão de Nosso Senhor Jesus Cristo”, por causa do parentesco próximo com Nosso Senhor Jesus Cristo. Era filho de Alfeu e Maria. Era irmão do Apóstolo Judas Tadeu e de Simão, o Zelador. Chamado por Nosso Senhor Jesus Cristo, no segundo ano de sua vida pública, Tiago com o irmão Tadeu, foi incorporado ao Colégio dos Apóstolos. Bem poucas vezes encontramos o nome deste Apóstolo nas narrações evangélicas. De quão alta estima gozava da parte de Nosso Senhor Cristo, prova é ter Nosso Senhor Jesus Cristo distinguido a São Tiago, com uma aparição particular depois da gloriosa Ressurreição. Antes de subir ao céu, Nosso Senhor Jesus Cristo deu ao Apóstolo o Dom da ciência, como recompensa de sua santidade. Segundo São Jerônimo e Epifânio, Nosso Senhor Jesus Cristo, antes de subir ao céu, teria recomendado a São Tiago a Igreja de Jerusalém. Certamente por esse motivo os Apóstolos, antes da separação, deixaram São Tiago como primeiro Bispo de Jerusalém. Santo Epifânio elogia em São Tiago a grande pureza, vivendo extraordinariamente uma vida santa e austera. A após a morte do governador Festo e o do Sumo Sacerdote Anás, os cristãos foram duramente perseguidos pelos judeus, tendo São Tiago sido martirizado pelo conselho após testemunhar a verdadeira fé. Tal aconteceu em 10 de abril do ano 62, quando tinha 96 anos. Suas últimas palavras foram: “Pai, perdoai-lhes, porque não sabem o que fazem”. O corpo foi sepultado no lugar do martírio e, após oito anos, Jerusalém foi destruída. Os Judeus reconheceram nisso o castigo de Deus, tendo o corpo em 572 sido transferido para Constantinopla, e hoje se encontra na Igreja “Dodeci Apostoli”, em Roma.

LEITURAS/LESSONS

Leitura (Sb 5,1-5)

Leitura da Epístola da Sabedoria.

Então, com grande confiança, o justo se levantará em face dos que o perseguiram e zombaram dos seus males aqui embaixo. Diante de sua vista serão presos de grande temor e tomados de assombro ao vê-lo salvo contra sua expectativa; tocados de arrependimento, dirão entre si, e, gemendo na angústia de sua alma, dirão: Ei-lo, aquele de quem outrora escarnecemos, e a quem loucamente cobrimos de insultos! Considerávamos sua vida como uma loucura, e sua morte como uma vergonha. Como, pois, é ele do número dos filhos de Deus, e como está seu lugar entre os santos?

Evangelho (Jo 14,1-13)

Sequência do Santo Evangelho segundo João

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: Não se perturbe o vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito; pois vou preparar-vos um lugar. Depois de ir e vos preparar um lugar, voltarei e tomar-vos-ei comigo, para que, onde eu estou, também vós estejais. E vós conheceis o caminho para ir aonde vou. Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho? Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. Se me conhecêsseis, também certamente conheceríeis meu Pai; desde agora já o conheceis, pois o tendes visto. 8 Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta. Respondeu Jesus: Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai… Não credes que estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é que realiza as suas próprias obras. Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa destas obras. Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai. E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

In English

Lesson (Wisdom 5: 1-5)

Lesson from the Book of the Wisdom.

The just will stand with great steadfastness against those who have oppressed them and have taken away their labors. Seeing this, they will be troubled with terrible fear, and they will be amazed at the suddenness of unexpected salvation. Driven toward regret, and through the anguish of their groaning spirit, they will say within themselves: “These are the ones whom we held for some time in derision and in mocking reproach. We foolish considered their life to be madness, and their end to be without honor. How is it that they are counted among the sons of God, and their place is among the holy?

Gospel (John 14: 1-13)

The continuation of the holy Gospel according to John. 

At that time Jesus said to His disciples: “Let not your heart be troubled: you believe in God, believe also in Me. In My Father’s house there are many mansions. If not, I would have told you, that I go to prepare a place for you. And if I shall go and prepare a place for you, I will come again and will take you to Myself, that where I am you also may be. And whither I go you know, and the way you know.” Thomas saith to Him, “Lord, we know not whither Thou goest; and how can we know the way?” Jesus saith to him, I am the way, and the truth, and the life. No man cometh to the Father, but by Me. If you had known Me, you would without doubt have known My Father also: and from henceforth you shall know Him; and you have seen Him.” Philip saith to Him, Lord, “show us the Father, and it is enough for us.” Jesus saith to him, “So long a time have I been with you, and have you not known Me? Philip, he that seeth Me, seeth the Father also. How sayest thou, show us the Father? Do you not believe that I am in the Father, and the Father in Me? The words that I speak to you, I speak not of Myself. But the Father Who abideth in Me, He doeth the works. Believe you not that I am in the Father, and the Father in Me? Otherwise, believe for the very works’ sake. Amen, amen, I say to you, he that believeth in Me, the works that I do, he also shall do; and greater than these shall he do. Because I go to the Father: and whatsoever you shall ask the Father in My name, that will I do.”