Liturgia Diária- 18/03/2020

QUARTA-FEIRA DA 3ª SEMANA DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe – Missa própria, com comemoração de S. Cirilo de Jerusalém, Bispo, Confessor e Doutor – Estação em São Xisto

Era hoje o dia do primeiro escrutínio. Nessa ocasião recebiam os catecúmenos os textos dos dez mandamentos da lei de Deus: por isso as Leituras falam das leis divinas. O temor de Deus deve ensinar-nos a observar a sua lei (Leitura), que não deve ser interpretada por nosso próprio coração, como o fizeram os fariseus (Evangelho).

Sobre o santo: É um dos grandes doutores da Igreja oriental. Teve muito que sofrer pelos arianos, que conseguiram três vezes fosse ele desterrado. De seus escritos, restam-nos as célebres “Catequeses”, instruções para catecúmenos, antes e depois do Batismo no Sábado Santo.


Páginas 238 a 242; 1007 a 1008 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 11/02/2020

APARIÇÃO DA B.V. MARIA IMACULADA EM LOURDES

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Celebra-se esta solenidade para comemorar a primeira aparição de Nossa Senhora a Bernadette Soubirous, em Lourdes. Nessa ocasião nasceu uma fonte milagrosa que atraiu inúmeros doentes, espalhando-se a sua fama no mundo inteiro. Como na aparição, N. Senhora se denominasse “a Imaculada” são estes dois pensamentos expressos repetidamente, na santa Missa.


Páginas 981 a 984 do Missal Quotidiano.


Instrução sobre a Festa de hoje: clique aqui e confira


Liturgia Diária- 08/02/2020

S. JOÃO DA MATA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria

Descendente de nobre família da França, obedecendo a uma visão que teve ao celebrar a sua primeira Missa, fundou com S. Félix de Valois (20-XI) a Ordem dos Trinitários para resgatar os escravos cristãos das mãos dos Sarracenos.


Liturgia Diária- 05/02/2020

SANTA ÁGUEDA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa Própria, com orações da Missa “Loquébar”

Para confessar a sua fé e guardar a sua virgindade sofreu atrozes martírios. O algoz lhe cortou os seios (Communio) e queimou os lados com um ferro em brasa, porém Deus, durante a noite, curou-a milagrosamente. Depois de sofrer novos martírios morreu no cárcere.


Liturgia Diária- 30/01/2020

SANTA MARTINHA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Loquébar”

Pouco se sabe de Santa Martinha, venerada em Roma como virgem e mártir. No seculo VIII, foi construída em sua honra uma igreja no lugar onde fora um anexo do senado romano.

O estado de virgindade sempre foi considerado pela Igreja, a justo título, como um estado privilegiado. Esta vida isenta de divisões, dada toda inteira a Deus, sem que nada a possa desviar, corresponde às aspirações mais profundas da alma cristã; exprime, no que há de mais religioso, o ideal que anima toda a Igreja. Ao glorificar as virgens consagradas, a Igreja celebra o seu destino, canta as núpcias da alma cristã com Deus.


Páginas 956; 870 a 875 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Liturgia Diária- 28/01/2020

S. PEDRO NOLASCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com orações próprias e comemoração de Sta. Inês (2ª festa)

Nasceu no Sul da França; fundou com S. Raimundo (23 de jan.) a Ordem dos Mercedários, para livrar os Cristãos presos pelos Mouros.


Páginas 953 a 954, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Liturgia Diária- 25/01/2020

CONVERSÃO DE SÃO PAULO

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

A festa é um louvor à graça divina (Leitura). Fiel a essa graça S. Paulo tudo abandonou e trabalhou como bom soldado de Cristo.


Páginas 947 a 951 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


De 25/01 (sábado) a 16/02 (domingo) NÃO HAVERÁ Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes, em razão das atividades da Paróquia na celebração da padroeira da Capela. Por esse motivo, haverá Missa tão somente na Catedral e na Paróquia Bom Jesus, como de costume. 


Liturgia Diária- 24/01/2020

SÃO TIMÓTEO, Bispo e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (1) com Epístola própria

Era discípulo do Apóstolo S. Paulo, que lhe dirigiu duas cartas (Epístola) e lhe teve grande amizade. Morreu como Bispo de Éfeso.


Páginas 946; 817 a 820 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 23/01/2020

S. RAIMUNDO DE PENAFORTE, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (Confessores) com Coleta própria, com comemoração de S. Emerenciana, Virgem e Mártir

Natural da Espanha, foi célebre jurisconsulto. Entrou na ordem de S. Domingos e mais tarde fundou com S. Pedro Nolasco (28 de jan.) a ordem dos Mercedários. A Oração alude ao milagre que Ele fez viajando sobre o seu manto, como se fora em um barco, das ilhas Baleares até Barcelona.


Páginas 945, 861 a 864 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 22/01/2020

SS. VICENTE E ANASTÁSIO, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa “Intret” com orações próprias

O primeiro era diácono em Saragossa e o segundo, monge na Pérsia. Foram sepultados em Roma e igualmente gozam de grande veneração.


Páginas 944, 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 16/09/2019

Ss. CORNÉLIO, Papa, e CIPRIANO, Bispo, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa “Intret” com comemoração de Ss. Eufêmia (Virgem), Lúcia e Geminiano, Mártires

S. Cornélio governou a Igreja de 251 a 253. S. Cipriano, Bispo de Cartago, é célebre por seus escritos. Os dois Santos são nomeados no Cânon da Missa.


Páginas 1289 a 1291 e 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 03/09/2019

S. PIO X, Papa e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa própria

Nascido de condição humilde, mas, adornado pela Providência com os maiores dons de virtude e sabedoria, consagrou-se ao serviço do Senhor desde a mais tenra juventude. Subindo passo a passo os degraus da hierarquia eclesiástica, chegou ao Soberano Pontificado, cheio de experiência e santidade. Em poucos anos conseguiu tomar medidas, que ainda hoje continuam a expandir-se em frutos cada vez mais ricos para a Igreja, como sejam: a comunhão das crianças, a comunhão freqüente, a restauração do canto e culto litúrgicos, a ação católica.


Páginas 1266 a 1270 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 02/09/2019

S. ESTÊVÃO, Rei e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1), com orações e Evangelho próprios

Como Rei da Hungria, converteu o seu povo ao Cristianismo, merecendo o título de “Apóstolo da Hungria”. 


Páginas 1265 a 1266 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 31/08/2019

S. RAIMUNDO NONATO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1), com Coleta própria

Da Ordem dos Mercedários, trabalhou sem descanso no resgate dos cativos na Africa (Oração), dando-se a si mesmo como refém quando não tinha outros meios.


Páginas 1263 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/08/2019

S. JOÃO EUDES, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1), com Coleta própria

Da Congregação dos Oratorianos, era grande devoto dos Sagrados Corações de Jesus e Maria. Fundou uma nova Congregação para instrução e formação dos ministros de Deus, além de duas Congregações de Religiosas. Foi canonizado por Pio XI, em 1925.


Páginas 1237, 1238 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 17/08/2019

S. JACINTO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1)

Natural da Polônia, entrou na ordem de S. Domingos. Tanto bem fez à sua terra natal, que é nomeado como seu padroeiro principal.


Páginas 1236, 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 09/08/2019

VIGÍLIA DE S. LOURENÇO

Vigília de 3ª Classe- Missa própria e comemoração de S. Romano, Mártir


Páginas 1219 a 1221 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 08/08/2019

S. JOÃO MARIA VIANNEY, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com orações próprias e comemoração dos santos Ciríaco, Largo e Esmeraldo, Mártires

Apesar de muitos obstáculos, foi ordenado Sacerdote e nomeado cura de Ars, perto de Lião. Sua fama como pregador e confessor foi tão grande que muitos milhares de pessoas foram, no decorrer dos anos, procurar os seus conselhos. Foi canonizado em 31 de maio de 1925.

S. Ciríaco, diácono em Roma, foi enviado à Pérsia, onde operou numerosos milagres (Evangelho). De volta a Roma, ganhou a coroa do martírio juntamente com os Ss. Largo e Esmeraldo (Epístola).


Páginas 1216 a 1219 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 22/07/2019

S. MARIA MADALENA

Festa de 3ª Classe- Missa própria

“Porque muito amou, muito lhe foi perdoado”, é o resumo de sua vida. A liturgia identifica Maria Madalena com Maria de Betânia, irmã de Lázaro e de Marta, que ungiu os pés de Jesus (Oração), com a pecadora pública (Evangelho) e ainda com aquela Maria que primeiro viu o Ressuscitado (Epístola). Lendas antigas dizem que ela morreu no sul da França.


Páginas 1181 a 1185 do Missal Quotidiano.


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/07/2019

S. VICENTE DE PAULO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com Coleta e Evangelho próprios

O segundo apóstolo da caridade nestes dias, é S. Vicente. Pobre pastor em sua infância, após duras privações, chegou a ordenar-se Sacerdote. Desenvolveu extraordinária atividade pastoral em Paris. Associaram-se a ele homens e mulheres animados dos mesmos ideais e assim foram formadas as congregações dos Lazaristas e das Irmãs da Caridade. S. Vicente é o padroeiro das obras e associações caritativas.


Páginas 1175, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 15/07/2019

BEM-AVENTURADOS INÁCIO DE AZEVEDO E COMPANHEIROS, Mártires

Festa de 3ª Classe- PRÓPRIO DO BRASIL – Missa “Intret” com orações próprias e comemoração de S. Henrique, Imperador e Confessor

Inácio nasceu era 1527 no Porto e entrou na Companhia de Jesus, em 1548. No generalato de S. Francisco de Bórgia ele foi nomeado visitador das missões nas índias e no Brasil. Designado finalmente como Superior das missões no Brasil, embarcou com 39 companheiros. Durante a viagem seguiram a vida regular, fazendo do navio um convento. Aproximando-se das ilhas Canárias foram surpreendidos por corsários calvinistas que, por ódio à religião católica, massacraram todos os missionários, em 15 de julho de 1570. Pio IX (em 1854), confirmou o culto público e solene prestado a estes Mártires.


Páginas [30] a [31] (fim do Missal), 1169, 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 20/05/2019

S. BERNARDINO DE SENA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta e Evangelho próprios

Da Ordem de S. Francisco, foi pregador popular e muito fez para a renovação da vida religiosa. Com grande zelo pregou a devoção do SSmo. Nome de Jesus (Oração).


Páginas 1075 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Próximas Missas: acesse e confira.


Liturgia Diária- 17/05/2019

S. PASCOAL BAILÃO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria

Nasceu na Espanha e fez-se irmão leigo franciscano em Montforte, onde se distinguiu por uma grande pureza, amor à penitência e suma veneração à Ssma. Eucaristia, Foi por isso declarado Padroeiro dos Congressos Eucarísticos, por Leão XIII.


Páginas 1073 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Hoje não haverá Missa.


Liturgia Diária- 15/05/2019

S. JOÃO BATISTA DE LA SALLE, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta e Evangelho próprios

Nasceu em Reims (1651), e fundou em 1681 a Sociedade dos Irmãos das Escolas Cristãs (Evangelho). Em um tempo de fome, deu sua fortuna aos pobres.


Páginas 1071 a 1072 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 28/03/2019

QUINTA-FEIRA DA 3ª SEMANA DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe – Missa própria – Estação em S. Cosme e São Damião

Na igreja dos Santos Cosme e Damião, ambos médicos,-ouvimos o Médico de nossa alma, Aquele que operou muitos milagres por meio de seus Santos. É Ele quem nos manda observar os mandamentos do Senhor (Communio), e  “em casa de Simão” , isto é, na Igreja, nos restitui a verdadeira vida (Evangelho).


SÃO JOÃO CAPISTRANO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa do dia, com orações próprias

Nasceu na Itália, de pais alemães, e entrou na Ordem de S. Francisco. Viajou pela Itália e pela Alemanha como pregador popular e por toda a parte combateu as heresias com grande energia e ótimos resultados. A sua coragem e a seus conselhos, deve-se a grande vitória que os Cristãos ganharam sobre os turcos, perto de Belgrado em 1456 (Oração). Faleceu nesse mesmo ano.


Páginas 242 a 245; 1025 a 1027 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 27/03/2019

QUARTA-FEIRA DA 3ª SEMANA DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe – Missa própria – Estação em São Xisto

Era hoje o dia do primeiro escrutínio. Nessa ocasião recebiam os catecúmenos os textos dos dez mandamentos da lei de Deus: por isso as Leituras falam das leis divinas. O temor de Deus deve ensinar-nos a observar a sua lei (Leitura), que não deve ser interpretada por nosso próprio coração, como o fizeram os fariseus (Evangelho).


SÃO JOÃO DAMASCENO, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa do dia, com orações próprias

Nasceu em 700 em Damasco e distinguiu-se particularmente por sua defesa ao culto das sagradas imagens. Deus auxiliou e protegeu seu servo (Cânticos e Leitura), e tendo-lhe sido cortada a mão direita, foi milagrosamente curado (Evangelho e Cânticos). Foi elevado à dignidade de Doutor da Igreja por Leão XIII.


Páginas 238 a 242; 1022 a 1025 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 04/03/2019

S. CASIMIRO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria e comemoração de S. Lúcio I, Papa e mártir

Nasceu em 1558 em Vilna; era filho de Cassimiro IV, Rei da Polônia e foi eleito Rei da Hungria. Preferiu uma vida de oração e piedade à vida brilhante da côrte, distinguindo-se por sua grande pureza e devoção a Nossa Senhora.


Liturgia Diária- 12/02/2019

OS SETE FUNDADORES DOS SERVITAS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa própria

A Ordem dos Servitas ou Servos de Maria foi instituída em 1223, no Monte Senário, perto de Florença. Ali repousam, em sepultura comum, os sete Fundadores, que, convidados por Nossa Senhora a uma vida de penitência e perfeição, haviam deixado a vida que gozavam como nobres cidadãos. Distinguem-se eles, como a sua Ordem, por uma grande devoção a Nossa Senhora das Dores (Oração).


Páginas 984 a 987 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente! Saiba mais, clicando aqui.


Liturgia Diária- 11/02/2019

APARIÇÃO DA B.V. MARIA IMACULADA EM LOURDES

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Celebra-se esta solenidade para comemorar a primeira aparição de Nossa Senhora a Bernadette Soubirous, em Lourdes. Nessa ocasião nasceu uma fonte milagrosa que atraiu inúmeros doentes, espalhando-se a sua fama no mundo inteiro. Como na aparição, N. Senhora se denominasse “a Imaculada” são estes dois pensamentos expressos repetidamente, na santa Missa.


Participe de nossa Galinhada Beneficente! Saiba mais, clicando aqui.


Liturgia Diária- 08/02/2019

S. JOÃO DA MATA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria

Descendente de nobre família da França, obedecendo a uma visão que teve ao celebrar a sua primeira Missa, fundou com S. Félix de Valois (20-XI) a Ordem dos Trinitários para resgatar os escravos cristãos das mãos dos Sarracenos.


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Participe de nossa Galinhada Beneficente! Saiba mais, clicando aqui.


Liturgia Diária- 05/02/2019

SANTA ÁGUEDA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa Própria, com orações da Missa “Loquébar”

Para confessar a sua fé e guardar a sua virgindade sofreu atrozes martírios. O algoz lhe cortou os seios (Communio) e queimou os lados com um ferro em brasa, porém Deus, durante a noite, curou-a milagrosamente. Depois de sofrer novos martírios morreu no cárcere.


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMA SEMANA! Clique aqui.


Liturgia Diária- 30/01/2019

SANTA MARTINHA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Loquébar”

Pouco se sabe de Santa Martinha, venerada em Roma como virgem e mártir. No seculo VIII, foi construída em sua honra uma igreja no lugar onde fora um anexo do senado romano.

O estado de virgindade sempre foi considerado pela Igreja, a justo título, como um estado privilegiado. Esta vida isenta de divisões, dada toda inteira a Deus, sem que nada a possa desviar, corresponde às aspirações mais profundas da alma cristã; exprime, no que há de mais religioso, o ideal que anima toda a Igreja. Ao glorificar as virgens consagradas, a Igreja celebra o seu destino, canta as núpcias da alma cristã com Deus.


Páginas 956; 870 a 875 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 28/01/2019

S. PEDRO NOLASCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com orações próprias e comemoração de Sta. Inês (2ª festa)

Nasceu no Sul da França; fundou com S. Raimundo (23 de jan.) a Ordem dos Mercedários, para livrar os Cristãos presos pelos Mouros.


Páginas 953 a 954, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Hoje o haverá Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 26/01/2019

SÃO POLICARPO, Bispo e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Discípulo do Apóstolo S. João e amigo do mártir S. Inácio, foi ele mesmo condenado à morte nas chamas, mas saindo delas ileso foi morto por golpes de espada com a idade de 80 anos.


Páginas 951 a 952; 820 a 823 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 25/01/2019

CONVERSÃO DE SÃO PAULO

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

A festa é um louvor à graça divina (Leitura). Fiel a essa graça S. Paulo tudo abandonou e trabalhou como bom soldado de Cristo.


Páginas 947 a 951 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 24/01/2019

SÃO TIMÓTEO, Bispo e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (1) com Epístola própria

Era discípulo do Apóstolo S. Paulo, que lhe dirigiu duas cartas (Epístola) e lhe teve grande amizade. Morreu como Bispo de Éfeso.


Páginas 946; 817 a 820 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963). 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019: Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 23/01/2019

S. RAIMUNDO DE PENAFORTE, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (Confessores) com Coleta própria

Natural da Espanha, foi célebre jurisconsulto. Entrou na ordem de S. Domingos e mais tarde fundou com S. Pedro Nolasco (28 de jan.) a ordem dos Mercedários. A Oração alude ao milagre que Ele fez viajando sobre o seu manto, como se fora em um barco, das ilhas Baleares até Barcelona.


SANTA EMERENCIANA, Virgem e Mártir

Comemoração- Missa comum de São Raimundo, com 2ªs orações da Missa “Me exspectaverunt”

O culto de Santa Emerenciana andou sempre associado ao de Santa Inês, e teve em Roma o seu centro, não longe da basílica de Santa Inês extra-muros, na via Nomentana. Referem as atas de Santa Inês que Emerenciana era sua irmã de leite, e que, ainda catecúmena, morrera lapidada, sobre o túmulo da jovem irmã, onde fora orar. 


Páginas 945, 861 a 864 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 22/01/2019

SS. VICENTE E ANASTÁSIO, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa “Intret” com orações próprias

O primeiro era diácono em Saragossa e o segundo, monge na Pérsia. Foram sepultados em Roma e igualmente gozam de grande veneração.


Páginas 944, 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 11/12/2018

SÃO DÂMASO, Papa e Confessor

Comemoração- Missa “Si diligis me” com 2ªs orações da Féria

Arquivista da Igreja de Roma, antes de suceder , em 366, o Papa Libério, na cadeira pontifical, continuou, depois de pontífice, a ocupar-se com afinco da história e do culto dos mártires, restando-nos ainda, nas catacumbas, numerosos epitáfios de sua lavra. Combateu as heresias do seu tempo, particularmente o Arianismo, além de confiar ao gênio de São Jerônimo o cuidado de fixar o texto de uma nova tradução latina da Sagrada Escritura. Morreu a 11 de Dezembro de 384. 


Liturgia Diária- 10/12/2018

SÃO MELQUÍADES, Papa e Mártir

Comemoração- Missa “Si diligis me” com 2ªs orações da Féria

São Melquiades, que tanto sofrera nas últimas perseguições, teve, antes de morrer, a dita de ver a paz restituída à Igreja pelo édito de Milão, em 313. Morreu em 314. 


Liturgia Diária- 23/11/2018

SÃO CLEMENTE I, Papa e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Si diligis me” com Introito e Epístola próprios

Convertido por S. Paulo, foi o terceiro sucessor de S. Pedro, de 92 a 101. Exilado para a Crimeia, foi ali afogado no mar. É autor de uma carta que pertence aos mais preciosos documentos da literatura cristã dos primeiros tempos. Por isso é enumerado entre os Padres Apostólicos.


SANTA FELICIDADE, Mártir

Comemoração – Missa “Me exspectaverunt”, com orações próprias

Santa Felicidade é uma santa romana martirizada em data desconhecida; foi enterrada no cemitério de Máximo. Seu nome já aparece no calendário das festas romanas do século V. 


Páginas 1386, 1387 e 821 a 816, e 710 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes, com comemoração também de S. Cecília (celebrada ontem). 


Liturgia Diária- 12/11/2018

SÃO MARTINHO I, Papa e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Si diligis me”

Governou a Igreja de 649 a 655. Foi exilado e morreu no Quersoneso enfraquecido pelos maus tratos. É venerado, por isso, como Mártir.


Liturgia Diária- 01/11/2018

FESTA DE TODOS OS SANTOS

Festa de 1ª Classe- Missa Própria – Missa de Preceito

O Cordeiro, Rei do Céu, primeiro e último, alfa e omega, que nos resgatou com o seu sangue, impera do seu trono, rodeado dos quatro animais simbólicos da visão de Ezequiel, no esplendor dos sete candelabros de outo, diante dos anjos das sete Igrejas, no meio dos vinte e quatro anciãos cingidos com as suas coroas.

A Missa e a testa de hoje animam-nos a seguir os exemplos de todos os Santos, e ao mesmo tempo, imploram a sua intercessão para que também cheguemos a realizar este ideal. Alegremo-nos nesta solenidade, porque os Santos são irmãos nossos que já atingiram o seu fim. Alegremo-nos, porque, sendo membros da mesma família, podemos esperar cantar com eles e os santos Anjos o louvor do Filho de Deus (Introito). Este mesmo Filho de Deus nos traça no Evangelho as normas da vida e no Gradual nos convida a que O sigamos. Alegremo-nos, sim, porque a nossa recompensa será grande no céu (Evangelho).


Páginas 1361 a 1365 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 26/10/2018

SANTO EVARISTO, Papa e Mártir

Comemoração- Missa “Si diligis me”

Santo Evaristo foi um dos primeiros papas, sucessor de São Clemente. Governou a Igreja desde o ano de 97 até cerca de 107. Foi sepultado no Vaticano. 


Páginas 813 a 816, 705 e 707, 1349 e 1351 do Missal Quotidiano (D. Gaspar, 1963). 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 03/10/2018

SANTA TERESA DO MENINO JESUS, Virgem

Festa de 1ª Classe (em Uberlândia) – Missa Própria

Padroeira da Diocese de Uberlândia

A grande Santa de nossos dias nasceu aos dois de janeiro de 1873. Com 15 anos, por licença especial do Papa Leão XIII, entrou no Carmelo de Lísieux. Singulares foram as graças que recebeu (Leitura e Comunhão) e belas as suas virtudes (Versículo do Aleluia e Evangelho). Na Oração pedimos a graça de poder seguir o seu exemplo de humildade e simplicidade. Extraordinárias têm sido as graças que, qual chuva de rosas, deixa cair sobre as almas aqui na terra, depois de sua morte. Foi canonizada pelo Papa Pio XI, em 17 de maio de 1925, e declarada padroeira de todas as missões e dos missionários a 14 de dezembro de 1927.


Páginas 1314 a 1317 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes, com Comemoração dos Santos Anjos da Guarda.


Liturgia Diária- 29/09/2018

DEDICAÇÃO DE SÃO MIGUEL ARCANJO

Festa de 1ª Classe- Missa Própria

São Miguel Arcanjo, vencedor do dragão infernal, oferecei a Deus as nossas orações como o fumo dos perfumes.

A festa de 29 de setembro é a mais antiga das festas consagradas a S. Miguel; lembra a dedicação do velho e venerável santuário dedicado ao santo arcanjo, nos arredores de Roma, a sete milhas da via Salária. A missa composta para a circunstância é atualmente a do 18º Domingo depois de Pentecostes. A que nós temos hoje tem muitas partes semelhantes à da festa dos Santos Anjos da Guarda, pois estas duas festas confundiram-se durante muitos anos.

O nome de Miguel (em hebraico, “quem como Deus”) lembra o combate que se travou no Céu ente o Arcanjo, “príncipe da milícia celeste”, e o demônio. No combate que continua entre o bem e o mal, Cristo tem por aliados S. Miguel e os seus anjos, a Igreja e os santos; do lado oposto estão Satanás e os demônios, com todos os seus auxiliares. Também nós estamos pessoalmente alistados neste combate; peçamos a São Miguel e aos seus anjos que nos ajudem, para não perecermos no dia do juízo. Quando um cristão deixa este mundo, a Igreja pede que S. Miguel, o porta estandarte, o introduza na luz celeste (Antífona do Ofertório da missa de Réquiem); daí o hábito de o representar segundo a balança divina onde são pesadas as almas. S.Miguel é também quem preside ao culto de adoração que se presta a Deus; foi a ele que São João, no Apocalipse, viu junto ao altar, com um turíbulo de ouro na mão; ele faz subir até Deus, como o fumo do incenso, a oração dos santos. 


Páginas 1306 a 1310 do Missal Quotidiano.


Formação de Fiéis às 16 horas na Sede da Irmandade (mais informações). Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 27/09/2018

SÃO COSME E SÃO DAMIÃO, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Toda a Igreja do Oriente começou a venerar São Cosme e São Damião por causa das inúmeras curas operadas sobre o seu túmulo, em Ciro, onde foram martirizados sob Diocleciano. Seriam eles médicos? É possível. Em todo caso cedo foram considerados como tais, em particular em Roma, onde o culto dos SS. Cosme e Damião foi introduzido no século VI. Na quinta-feira da 3ª semana da Quaresma, dia em que a estação se reúne na sua basílica do Fórum, a missa composta composta em sua honra está cheia da dupla ideia de cura e salvação; evoca bem dois mártires e dois médicos que curavam ao mesmo tempo corpos e almas. Os nomes dos dois Santos estão no cânon da missa, depois dos mártires romanos. 

Liturgia Diária- 20/09/2018

SANTO EUSTÁQUIO E COMPANHEIROS, Mártires

Comemoração- Missa “Sapientiam” com 2ªs orações da Féria

st-eustachius

O culto de Santo Eustáquio ou Eustato, introduziu-se em Roma durante a alta Idade Média. Os seus numerosos biógrafos tem se comprazido em multiplicar os fatos maravilhosos que teriam ilustrado a sua vida e martírio. Em mais dum ponto se aparentam com os da vida de Santo Humberto, particularmente o episódio da caça ao veado, em que o animal para de súbito, deixando ver entre as hastes a imagem de Jesus crucificado. 

Liturgia Diária- 18/09/2018

SÃO JOSÉ DE CUPERTINO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

São José de Cupertino é um dos santos mais extraordinários da Ordem de São Francisco. Nascido em 1603 em Cupertino, no antigo reino de Nápoles, parecia desprovido das qualidades intelectuais indispensáveis para ser religioso. Foi, todavia, recebido pelos Franciscanos Conventuais como irmão converso, e recebeu mesmo o sacerdócio. Estava animado dum imenso amor de Deus e do próximo, duma paciência a toda prova. Tornou-se célebre pelos seus êxtases. Morreu em Osimo, na Itália Central, a 18 de setembro de 1663.

Liturgia Diária- 17/09/2018

IMPRESSÃO DOS ESTIGMAS DE SÃO FRANCISCO

Comemoração- Missa de 4 de outubro, com orações e evangelho próprios e 2ªs orações da Féria

Dois anos antes de sua morte, São Francisco retirou-se para o monte Alverne, onde começou um jejum de quarenta dias em honra de São Miguel. Foi aí que, no meio de vigílias e duma incessante oração, ele viu um serafim de asas flamejantes, cujos pés e mãos estavam pregados a uma cruz, ao mesmo tempo que cinco chagas semelhantes às de Jesus, se formavam nos seus pés, mãos e lado; da chaga do lado escorria sangue. Estes estigmas foram, depois, de tal modo bem verificados, que os franciscanos lhe celebraram a memória a partir do século XIV; o papa Clemente IX, em 1669, estendeu esta festa a toda a Igreja. 

Liturgia Diária- 11/09/2018

SÃO PROTO E SÃO JACINTO, Mártires

Comemoração- Missa “Salus autem” com orações próprias e 2ªs orações da Féria

O túmulo desses dois mártires romanos, duma época desconhecida, foi encontrado intacto em Roma em 1845. Em 1934, as relíquias foram transportadas para a nova capela da Propaganda sobre o Janículo. 

Liturgia Diária- 05/09/2018

SÃO LOURENÇO JUSTINIANO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (1º do Comum dos Confessores)

41_00104258st-laurence-giustiniani-blessing

São Lourenço Justiniano é um dos grandes santos italianos do século XV. Pertencia à ilustre família dos Justinianos, mas preferiu uma vida simples e santa à situação brilhante que a mãe lhe preparava. Entrando nos cônegos de S. Jorge de Alga, praticava aí uma vida de oração e mortificação, quando o papa Eugênio IV o chamou ao episcopado. Feito patriarca de Veneza, então no fastígio da glória e do poder, reagiu contra os excessos do humanismo, e pela sua austeridade, foi, para os grandes como para os simples, o exemplo da cidade. Morreu em 8 de janeiro de 1455, com a idade de 74 anos.

Liturgia Diária- 03/09/2018

SÃO PIO X, Papa e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

212

José Sarto nasceu em Riese, pequena aldeia da Venécia, em 2 de junho de 1835, dum meio extremamente modesto. A sua inteligência, o seu trabalho e a sua piedade, fizeram-no subir sucessivamente os degraus da hierarquia: vigário, cura, bispo de Mântua, patriarca de Veneza; eleito papa em 4 de Agosto de 1903, tomou o nome de Pio X.

Foi para a Igreja um pastor duma dedicação infatigável e duma energia lúcida, ardente defensor da pureza da doutrina. Reconhecendo o valor da liturgia como oração da Igreja e todo o apoio que ela pode fornecer à devoção dos fiéis, restituiu toda a honra às cerimônias do culto, particularmente ao canto gregoriano, para que o povo pudesse, segundo a sua palavra, orar com beleza. Não se poupou a esforços para propagar a prática tão santificante da comunhão precoce, frequente e quotidiana. 

Morreu em 20 de agosto de 1914 e foi canonizado em 29 de maio de 1954. 

Liturgia Diária-01/09/2018

SÃO GIL OU EGÍDIO, Abade

Comemoração- Missa “Os justi” (Comum dos Abades), com Comemoração dos SS. Mártires e da Féria

2_7_3

São Gil ou Egídio é um abade do século VII. Viveu provavelmente na região de Béziers, nas margens do Mediterrâneo. O pequeno mosteiro de São Pedro, na diocese de Nimes, onde seu corpo foi sepultado, tornou-se um dos santuários mais frequentados da cristandade, e fez nascer uma cidade. O culto de São Gil, muito popular na França, onde contam cerca de 150 igrejas construídas em sua honra, espalhou-se por todo o Ocidente.


SANTOS DOZE IRMÃOS MÁRTIRES DE BENAVENTE

Comemoração- Missa do dia, com 2ªs orações próprias

A Igreja celebra hoje a festa dum grupo de doze mártires, cujos corpos, recolhidos em vários lugares da Itáia, foram transportados para Benavente em meados do século VIII. 


Liturgia Diária- 31/08/2018

SÃO RAIMUNDO NONATO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi”, com Coleta própria

São Raimundo Nonato, que consagrou a vida ao resgate dos cristãos cativos dos muçulmanos, foi um dos primeiros religiosos da Ordem de Nossa Senhora das Mercês, fundada por São Pedro Nolasco e São Raimundo de Penaforte. Enviado a África, libertou grande número de cativos; à falta doutro resgate, a si mesmo se ofereceu para conseguir uma libertação que ele desejava a todo o preço, para evitar a apostasia dos cativos. Libertado por sua vez, foi criado cardeal por Gregório IX e morreu ao entrar em Roma, em 1240. 


Páginas 1263, 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração da Degolação de S.João Batista).


Liturgia Diária- 28/08/2018

SANTO AGOSTINHO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Agostinho nasceu em Tagaste, na África do Norte em 354. Tendo a principio escutado docilmente sua mãe, Santa mônica, em breve se deixou arrastar para as mais graves desordens: “os meus pecados eram como uma bola de neve que engrossa à medida que a gente a faz rolar”. Desolada, Mônica orava e chorava, seguindo os passos do filho. Professor de talento e espírito sempre ansioso de saber, Agostinho partiu para Roma, sendo depois nomeado mestre de retórica em Milão. Santo Ambrósio acolheu com bondade o jovem professor, e ensinou-lhe a doutrina cristã; tendo já conhecido e seguido várias filosofias, Agostinho descobria a verdade a pouco e pouco. Um dia, por inspiração do alto, abriu as epístolas de São Paulo e leu: “Não vos atoleis na crápula e na impureza, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo”. Imediatamente as suas indecisões acabaram. Recebeu o batismo no Sábado Santo de 387, com a idade de 32 anos. Sete meses depois, morria Santa Mônica, pedindo ao filho que “se lembrasse dela no altar do Senhor”. De regresso à África, ordenado presbítero e elevado depois a bispo de Hipona aos 41 anos, organizou o seu clero e praticou ele próprio a vida comum com os clérigos que o rodeavam. Deu-lhes uma organização. Três regras lhe foram atribuídas; uma delas foi tirada duma carta escrita a religiosas, sendo mais tarde adaptada a homens.

Santo Agostinho morreu em 28 de agosto de 430, depois dum episcopado de 36 anos. A sua influência foi enorme. Alma ardente e profunda, inteligência penetrante, deixou tratados e sermões que ainda hoje são verdadeiros tesouros do pensamento da Igreja. Com S. Ambrósio, São Jerônimo e São Gregório Magno, é um dos quatro grandes doutores da Igreja Latina. 


SÃO HERMES, Mártir

Comemoração- Missa do dia com 2ªs orações próprias

São Hermes, martirizado em Roma, provavelmente durante a perseguição de Diocleciano, foi depultado num cemitério da via Salária. A “Depositio Martyrum” de 354 menciona-o já entre os mártires romanos.


Liturgia Diária- 27/08/2018

SÃO JOSÉ DE CALASANZ, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Francisco+de+Goya+-+The+Last+Communion+of+Saint+Jose+de+Calasanz+

Nascido em 1556 duma nobre família de Aragão, São José Calasâncio sentiu-se muito cedo chamado a consagrar-se à instrução da juventude. É em Roma, a partir de 1597, que ele realiza este ideal, fundando uma nova Congregação de clérigos regulares, chamadas das escolas pias ou “Piaristas”. A instituição desenvolveu-se rapidamente, mas o fundador viu-se rodeado de colaboradores impostos que não cessavam de contrariar seus esforços. Suportou estes ultrajes com uma serenidade admirável. Morreu em 1648, com a idade de 92 anos. Pio XII deu-o como patrono a todas as escolas populares cristãs.

Liturgia Diária- 25/08/2018

SÃO LUÍS, Confessor e Rei

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Saint-Luis-Blog

Rei da França desde os 12 anos, Luís IX tinha sido educado piedosamente por sua mãe, Branca de Castela. Conservou toda a vida uma profunda piedade, e no seu ofício de rei conduziu-se sempre como um verdadeiro santo. “Foi – diz Bossuet- o rei mais justo e mais santo que jamais possuiu uma coroa”. Todo entregue aos negócios do reino como aos do mundo cristão, foi um grande fautor da paz: reis e príncipes recorriam constantemente à sua arbitragem. Humilde e recto, compassivo com os desgraçados, tratando por suas próprias mãos os leprosos e doentes, São Luís dava a todos o exemplo duma caridade transbordante e duma equidade soberana. Era terceiro franciscano. 

Por causa de uma doença, fez voto de empreender uma cruzada para libertar os lugares santos. Vitorioso a princípio, caiu depois nas mãos dos sarracenos. Alguns anos mais tarde retornou as armas, mas o tifo dizimou seu exército na África, sendo ele também atingido. Morreu diante de Tunes, deitado sobre cinza, em 25 de agosto de 1270. 

Liturgia Diária- 20/08/2018

SÃO BERNARDO, Abade e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In Medio”, com Epístola própria

É uma alegria, nos dias que se seguem à Assunção, poder celebrar a festa de São Bernardo, cujo principal título de glória é ter cantado, com inefável ternura e ardente piedade, em suas orações, obras e sermões, as grandezas de Maria. Nascido em 1090 em Fontaine-lez-Dijon, entrou no mosteiro de Cister aos 22 anos, arrastando com ele quatro de seus irmãos e trinta nobres da sua idade. A Ordem Cisterciense, ramo saído do velho tronco beneditino, adquire então um novo vigor que lhe permite cobrir com seus rebentos a Europa inteira. Bernardo fundou, passado pouco tempo, a grande abadia de Claraval, a que ficou ligado o seu nome. Derramou sobre mais de setecentos monges os tesouros de doutrina e sabedoria que Deus lhe tinha confiado. Grande contemplativo, São Bernardo nem por isso se alheou das questões da história do seu tempo. Foi um dos que imprimiram ao século XII o seu caráter tão profundamente cristão. Pôs fim ao cisma de Anacleto, que perturbava o clero e o povo de Roma. Refutou a heresia de Abelardo no Concílio de Sens, e desmascarou os erros de Arnaldo de Bréscia. Pregou a segunda cruzada. São Bernardo morreu em Claraval, em 20 de agosto de 1153. Seu corpo foi colocado aos pés do altar da Virgem. Deixava atrás de si 165 mosteiros. Os seus escritos, cheios duma doutrina inspirada pela sabedoria divina, fizeram-no alinhar entre os doutores da Igreja. 


Liturgia Diária- 17/08/2018

SÃO JACINTO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi” (Comum dos Confessores)

São Jacinto, cônego de Breslau, filiou-se na Ordem de São Domingos, em Roma, cerca de 1217, no tempo do fundador. Voltou depois a Cracóvia com os primeiros pregadores. Os recém vindos brilharam em todos os países do Norte, na Rússia, nos Bálcãs, na Prússia, na Lituânia. S. Jacinto pregou a cruzada contra os prussianos. Morreu no dia da Assunção, em 1257. 


Páginas 1236, 861 a 864 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração de São Joaquim).


Liturgia Diária- 16/08/2018

SÃO JOAQUIM, Pai da Santíssima Virgem

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

Para associar São Joaquim ao triunfo da sua filha bendita, a Santa Mãe Igreja transferiu a festa, que outrora vinha no calendário no dia 20 de Março, para o dia 16 de Agosto, logo depois da Festa da Assunção. Leão XIII, que no batismo recebera o nome do Santo, elevou-lhe a festa, como também a de Sant’Ana, em 1879. As obras divinas tem sempre sua preparação providencial. Joaquim quer dizer “preparação do Senhor”, nome sem dúvida predestinado para aquele que deveria ser o Pai da Mãe do Salvador. Louvemos este varão glorioso pela sua descendência, e veneremos nele o justo do Antigo Testamento, neles que nos recorda esses homens admiráveis que passaram a vida esperando e preparando a vinda do Redentor.

Liturgia Diária- 11/08/2018

SÃO TIBÚRCIO E SANTA SUSANA, Mártires

Comemoração- Missa “Salus autem”, com epístola e orações próprias, e 2ªs orações do domingo

tiburcio08-11 b. Santa Susana de Roma

São Tibúrcio é um mártir romano, duma época desconhecida, enterrado na vida Lavicana, no cemitério conhecido hoje pelo nome de Catacumba dos Santos Pedro e Marcelino. Santa Susana, virgem romana, foi igualmente martirizada em data incerta. Roma consagrou-lhe duas de suas igrejas. 

Liturgia Diária- 10/08/2018

SÃO LOURENÇO, Mártir

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

O diácono Lourenço mereceu a palma do martírio sobre a grelha em brasa, por ter exercido a caridade para com os pobres.

São Lourenço, arquidiácono do papa Xisto II, morreu mártir a 10 de agosto de 258, alguns dias depois do próprio papa e de outros membros do clero romano, todos eles vítimas da perseguidor do imperador Valeriano. Foi sepultado na via Tiburtina, no lugar chamado Agro Verano. A popularidade do Santo tornou-se imensa. Meio século mais tarde, o imperador Constantino mandava construir sobre o seu túmulo uma basílica que ficou a ser uma das cinco igrejas patriarcais de Roma [as outras quatro são São João de Latrão, São pedro, Santa Maria Maior e São Paulo. No altar-mor destas basílicas só o papa pode celebrar. Além de São Lourenço extramuros, Roma possui mais sete santuários dedicados a ele, entre os quais São Lourenço in-Panisperna, São Lourenço in-Lucina, S. Lourenço in-Damaso, onde se reúnem várias vezes as estações de Quaresma].

Baseada nas atas que relatam as circunstâncias do seu martírio, a liturgia transmitiu-nos de São Lourenço um retrato que se tornou querido da piedade do povo romano. É a figura atraente do jovem diácono, fiel a Deus e à sua Igreja nas tarefas que lhe foram confiadas. Preso pelo prefeito da cidade e obrigado a entregar os bens de cuja guarda estava encarregado, limitou-se a apresentar uma multidão de indigentes, dizendo: “Eis aqui os verdadeiros tesouros da Igreja; eles convertem as nossas esmolas em tesouros que não perecem”. Como prêmio da sua audácia submeteram-no ao suplício da grelha. São Lourenço é o terceiro patrono de Roma, depois de São Pedro e São Paulo. 


Páginas 1222 a 1225 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 09/08/2018

 VIGÍLIA DA FESTA DE SÃO LOURENÇO

(Mártir Romano)

Vígilia de 3ª Classe- Missa Própria

0908


SÃO ROMÃO, Mártir

Comemoração- Missa do dia, com 2ªs orações próprias

Juntamente com a Vigília de S. Lourenço, faz-se hoje memória de São Romão, mártir, sepultado na via Tiburtina, fora dos muros de Roma.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 111, 9.1)

Despendeu e distribuiu pelos pobres os seus bens. Por isso a sua justiça subsistirá para sempre e o seu poder será glorioso. Sl. Bem-aventurado o que teme o Senhor e se compraz nos seus mandamentos. Glória ao Pai. 

Coleta

Atendei, Senhor, as nossas orações; e, por intercessão do bem-aventurado mártir Lourenço, cuja festa preparamos, dignai-Vos derramar sobre nós os tesouros da vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Coleta (de São Romão)

Nós Vos suplicamos, Deus onipotente, que, por intercessão do bem-aventurado mártir Romão, nos defendais de todos os perigos do corpo e nos purifiqueis a alma dos maus elementos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (Eclo 51,1-8.12)


Canto de ação de graças a Deus, força e sustentáculo dos seus, nos duros combates que tenham de travar para seguirem a rota por Ele traçada. 


Leitura do livro da Sabedoria. 

Glorificar-vos-ei, ó Senhor e Rei, louvar-vos-ei, ó Deus, meu salvador. Glorificarei o vosso nome, porque fostes meu auxílio e meu protetor. Livrastes meu corpo da perdição, das ciladas da língua injusta, e dos lábios dos forjadores de mentira. Fostes meu apoio contra aqueles que me acusavam. Libertastes-me conforme a extensão da misericórdia de vosso nome, dos rugidos dos animais ferozes, prestes a me devorar; da mão daqueles que atacavam a minha vida, do assalto das tribulações que me aturdiam, e da violência das chamas que me rodeavam. Em meio ao fogo não me queimei. Libertastes-me das profundas entranhas da morada dos mortos, da língua maculada, das palavras mentirosas, do rei iníquo e da língua injusta. Minha alma louvará ao Senhor até a morte, pois libertais, Senhor, aqueles que esperam em vós, e os salvais das mãos das nações.

Gradual (Sl 111, 9.2)

Despendeu e distribuiu pelos pobres os seus bens. Por isso a sua justiça subsistirá para sempre e o seu poder será glorioso. V. A sua descendência será poderosa sobre a terra, porque a estirpe dos justos é abençoada. 

Evangelho (Mt 16, 24-27) 


A cruz é a herança de todos os verdadeiros discípulos de Cristo, porém uma recompensa sem preço os espera.


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.     

Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos: Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas aquele que tiver sacrificado a sua vida por minha causa, recobrá-la-á. Que servirá a um homem ganhar o mundo inteiro, se vem a prejudicar a sua vida? Ou que dará um homem em troca de sua vida?… Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai com seus anjos, e então recompensará a cada um segundo suas obras.

Ofertório (Jó 16,20*)

A minha oração é pura. Por isso peço que seja ouvida no Céu, onde habita o meu juiz que conhece o meu íntimo. Que a minha oração suba até ao Senhor.

Secreta

Dignai-Vos aceitar, Senhor, favoravelmente, o sacrifício que Vos oferecemos; e, por intercessão do bem-aventurado mártir Lourenço, libertai-nos da prisão dos nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Secreta (de S. Romão)

Aceitando, Senhor, as nossas ofertas e orações, dignai-Vos purificar-nos por meio destes divinos mistérios e escutai-nos com misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Mt 16,24)

Quem quiser vir após de Mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me.

Pós-comunhão

Fazei, Senhor e nosso Deus, que, celebrando com alegria na Terra e memória do vosso bem-aventurado mártir Lourenço, gozemos a ventura de o contemplar um dia para sempre. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pós-comunhão (de S.Romão)

Nós Vos suplicamos, Deus onipotente, por intercessão do bem-aventurado Romão, a graça de haurir, neste alimento divino, esforço e valia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Liturgia Diária- 08/08/2018

SÃO JOÃO MARIA VIANNEY, Confessor e Padroeiro dos Padres

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi”, com Coleta própria

João Maria Vianney nasceu em Dardilly, perto de Lião, a 8 de maio de 1786. Ordenado sacerdote em Grenoble em 1815, foi pároco de Ars durante quase quarenta e dois anos e sua influência faz-se ainda sentir na paróquia que ele santificou. O zelo pastoral, mortificações e milagres, transformaram a população. Numerosas foram as almas que recorreram ao santo sacerdote; em certos dias, o cura de Ars chegava a estar dezesseis horas no confessionário. Morreu a 4 de agosto de 1859. Pio XI canonizou-o em 1925 e designou-o patrono do clero. 


SANTOS CIRÍACO, LARGO E ESMARAGDO, Mártires

Comemoração- Missa de S. João M. Vianney, com 2ªs orações próprias

São Largo e São Esmaragdo são dois mártires romanos. Sepultados primeiramente na via de Óstia, os seus corpos foram transladados, depois da paz de Constantino, para uma igreja fundada junto das termas de Diocleciano, por um cristão de nome Ciríaco. O culto de São Ciríaco veio juntar-se ao dos dois mártires. 


Liturgia Diária- 07/08/2018

SÃO CAETANO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi” com orações e Evangelho próprios

Com João Pedro Carafa, futuro papa Paulo IV, Caetano de Tiana fundou, em 1523, a primeira congregação de clérigos regulares, instituto completamente novo, que vinha satisfazer as necessidades do momento. A sua principal lei era a confiança em Deus; era-lhe proibido pedir esmolas, esperando que os fiéis viessem espontaneamente em ajuda da comunidade. O zelo que S. Caetano despendeu das almas mereceu-lhe o epiteto de “caçador de almas”. Morreu em Nápoles, em 7 de agosto de 1547. 


SÃO DONATO, Bispo e Mártir

Comemoração- Missa de São Caetano, com 2ªs orações próprias

São Donato figura em segundo lugar na lista dos bispos de Arezzo, na Toscana. Pouco se sabe a seu respeito. Foi preso sob Justiniano, o apóstata, e decapitado em 361.


Liturgia Diária- 06/08/2018

TRANSFIGURAÇÃO DE NOSSO SENHOR

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

No rosto extasiado dos três privilegiados, Pedro, Tiago e João, reflete-se a glória divina de Jesus transfigurado.

Duas vezes a Santa Igreja, no decorrer do ano litúrgico, recorda o milagre da transfiguração: na Quaresma (evangelho do segundo domingo), para afirmar a divindade do Senhor antes de o seguir na humilhações da paixão, e hoje, em que se celebra particularmente a exaltação de Jesus Cristo. A festa da Transfiguração era já de longa data celebrada no dia 6 de Agosto nas diferentes Igrejas do Oriente e Ocidente. Para comemorar a vitória que obstou em 1457 ao avanço dos turcos, Calisto III, que recebera a notícia do feito no dia 6 de Agosto, estendeu esta solenidade a toda a Igreja. A Basílica do Latrão, primitivamente consagrada ao Santíssimo Salvador, festeja duas vezes no ano o titular, no dia de Páscoa e no dia 6 de Agosto. As demais Igrejas dedicadas ao Salvador celebram o titular, umas no dia de Páscoa, e outras na festa da Transfiguração.


SÃO XISTO II, Papa; SS. FELICÍSSIMO E AGAPITO, Mártires

Comemoração- Missa da Transfiguração com 2ªs orações da Missa “Sapientiam”

O papa Xisto II foi uma das primeiras vítimas da perseguição do imperador Valeriano. Felicíssimo e Agapito, dois diáconos seus, foram executados com ele. São Lourenço, seu arquidiácono não tardaria a segui-los. Xisto II governou a Igreja de 256 a 258. O seu nome está inscrito no cânon da Missa.


Páginas 1210 a 1212 833 a 836 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 04/08/2018

SÃO DOMINGOS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria.

No fim do século XII a igreja da França estava assolada pela heresia dos albigenses, doutrina que não tinha nada que cristão e que constituía, além disso, um verdadeiro flagelo social. Era preciso combatê-la eficazmente. Onde outros tinham fracassado, triunfou um cônego espanhol, Domingos de Gusmão. Distinguia-se pela sua sabedoria e pelo amor à pobreza. A ordem dos Frades Pregadores, que fundou em 1215, receberá daí essas duas notas características. Vai buscar muito a Cister e aos Premonstratenses, mas substituiu o trabalho manual pelo do espírito – a pregação e o ensino. São Domingos morreu em Bolonha, em 5 de agosto de 1221. O seu amigo, o papa Gregório IX, canonizou-o passados três anos. 

REZEMOS O SANTO ROSÁRIO!

Liturgia Diária- 02/08/2018

SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Santo Afonso de Ligório foi um dos maiores evangelizadores dos pobres. O seu grande espírito de apostolado e de caridade levou-o a fundar uma nova congregação religiosa, os Redentoristas (Congregação do Santíssimo Redentor), para trabalhar na evangelização das massas. Foi bispo de Santa Águeda-dos-Godos, perto de Nápoles. Morrer nonagenário em 1787. Suas obras de Teologia moral fizeram-lhe ser proclamado Doutor da Igreja. 


SANTO ESTÊVÃO I, Papa e Mártir

Comemoração- Orações da Missa “Si diligis me”

08-02-santo-estevao-i

Romano de origem, S. Estevão I governou a Igreja de 254 a 257. Tornou-se célebre pela sua correspondência com São Cipriano de Cartago a respeito da validade do batismo ministrado por hereges. Sua morte assinalou o início da perseguição de Valeriano.


Liturgia Diária- 01/08/2018

SANTOS MACABEUS, Mártires

Comemoração- Missa “Clamaverunt” (01/09) com alguns próprios e 2ªs orações do domingo

Os sete irmãos Macabeus foram martirizados com sua mãe sob Antíoco Epifânio cerca de 150 antes de Cristo. A Sagrada Escritura conta-nos a sua magnífica morte (II Macabeus 7). As suas relíquias, honradas em Antioquia no tempo de São Jerônimo, foram transportadas para Roma, para São Pedro ad vincula no decurso do século VI. 

Liturgia Diária- 31/07/2018

SANTO INÁCIO DE LOIOLA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Santo Inácio nasceu em Loiola, Espanha, na região basca, em 1491. Temperamento ardente e belicoso, seguiu a carreira das armas; mas foi ferido em Pamplona, o que veio dar ocasião a uma prolongada convalescença, durante a qual a graça divina deu à sua vida um novo rumo. Privado dos livros de cavalaria, descobriu na vida de Cristo e dos santos horizontes novos, compreendendo que também a Igreja devia ter a sua milícia. Partiu para a abadia beneditina de Monserrate, depôs a espada aos pés da Virgem, disposto a só servir a Cristo. Alguns anos mais tarde, a 13 de agosto de 1534, Santo Inácio e os seus seis primeiros companheiros emitiram os votos de religião em Paris, na capela de S. Dinis em Montmarte; foi assim que nasceu a Companhia de Jesus, que havia de ser para a Igreja um poderoso auxiliar na luta contra as heresias e na expansão da fé até aos confins do mundo: aos três votos de religião, pobreza, castidade e obediência, os jesuítas acrescentam um quarto voto, pelo qual se comprometem a partir para onde quer que o papa os envie para salvação das almas. Santo Inácio morreu em Roma, em 31 de julho de 1556. Pio XI proclamou-o patrono de todos aqueles que seguem os exercícios espirituais. 

Liturgia Diária- 30/07/2018

SANTOS ABDÃO E SÉNEN, Mártires

Comemoração- Missa própria com 2ªs orações da féria

abdon e senen

Abdão e Sénen são dois mártires orientais, provavelmente persas. O seu culto no cemitério de Ponciano, na estrada para o Porto de Óstia, dá a entender que foram martirizados em Roma. No século XI os seus corpos foram transladados para a igreja de São Marcos. 

Liturgia Diária- 28/07/2018

SÃO NAZÁRIO E SÃO CELSO, Mártires; SÃO VITOR I, Papa e Mártir; SANTO INOCÊNCIO I, Papa e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Intret” com orações e epístola próprias

São Celso e São Nazário 2

07-28-santo-inocencio-i

Vitor I

A Igreja celebra hoje, numa mesma festa, santos que viveram em épocas e países diferentes: São NazárioSão Celso são dois mártires do século I; seus corpos foram reencontrados em Milão por Santo Ambrósio em 395. Uma cidade da França tem o nome de São Nazário (Saint-Nazaire). São Vitor I, papa de 189 a 199, era de origem africana; foi ele quem introduziu a data tradicionalmente adotada em toda a Igreja latina para a celebração da festa da Páscoa. São Inocêncio I (401-417), contemporâneo de Santo Agostinho e São Jerônimo, é um dos maiores papas da antiguidade cristã. “Guardai a fé de Inocêncio que ocupa a cadeira apostólica, dizia dele São Jerônimo; não aceiteis outra doutrina, por sábia e atraente que pareça.”. Foi um dos grandes defensores do primado da Santa Sé. 

PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 78, 11.12.10.1)

Suba até Vós, Senhor, o pranto dos cativos: que os nossos vizinhos sofram o sétuplo no seu seio: vingai o sangue derramado dos vossos santos. Sl. Ó Deus, os gentios entraram no que era vosso; poluíram o vosso santo templo; fizeram de Jerusalém um fruteiro. Glória ao Pai.

Coleta

Que o glorioso triunfo dos bem-aventurados Nazário, Celso, Vitor e Inocêncio nos fortaleça e alcance para a nossa fraqueza o auxílio de que necessitamos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (Sab 10, 17-20)

Leitura do livro da Sabedoria. 

Deu aos santos o galardão de seus trabalhos, conduziu-os por um caminho miraculoso; durante o dia serviu-lhes de proteção, e deu-lhes a luz dos astros, durante a noite. Fê-los atravessar o mar Vermelho, e deu-lhes passagem através da massa das águas, ao passo que engoliu seus inimigos, e depois os tirou das profundezas do abismo. Também os justos, depois de despojados os ímpios, celebraram, Senhor, vosso santo nome, e louvaram, unidos num só coração, vossa mão protetora, ó Senhor, nosso Deus. 

Gradual (Ex 15,11.6*)

Deus é glorioso nos seus santos, admirável na sua majestade, e realiza prodígios. A vossa mão, Senhor, é gloriosa na sua fortaleza: a vossa mão direita aniquilou os inimigos.

Aleluia (Eclo 44,14)

Aleluia, aleluia. Os corpos dos santos foram sepultados na paz, e o seu viverá de geração em geração. Aleluia.

Evangelho (Lc 21, 9-19)


As profecias de Jesus verificam-se na história dos mártires; sustentados pela graça, confundem os adversários e não receiam afrontar a morte.


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 

Naquele tempo: Disse Jesus a seus discípulos: Quando ouvirdes falar de guerras e de tumultos, não vos assusteis; porque é necessário que isso aconteça primeiro, mas não virá logo o fim. Disse-lhes também: Levantar-se-ão nação contra nação e reino contra reino. Haverá grandes terremotos por várias partes, fomes e pestes, e aparecerão fenômenos espantosos no céu. Mas, antes de tudo isso, vos lançarão as mãos e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença dos reis e dos governadores, por causa de mim. Isto vos acontecerá para que vos sirva de testemunho. Gravai bem no vosso espírito de não preparar vossa defesa, porque eu vos darei uma palavra cheia de sabedoria, à qual não poderão resistir nem contradizer os vossos adversários. Sereis entregues até por vossos pais, vossos irmãos, vossos parentes e vossos amigos, e matarão muitos de vós. Sereis odiados por todos por causa do meu nome. Entretanto, não se perderá um só cabelo da vossa cabeça. É pela vossa constância que alcançareis a vossa salvação.

Ofertório (Sl 67,36*)

Deus é admirável nos seus santos. O próprio Deus de Israel dará ao seu povo valor e fortaleza: bendito seja Deus, aleluia.

Secreta

Fazei, ó Deus onipotente, que, oferecendo-Vos este sacrifício em memória dos vossos santos Nazário, Celso, Vitor e Inocêncio, Vos agrademos pela nossa oferta e nela encontremos a vida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Sab 3, 4-6*)

Se tantos tormentos suportaram da parte dos homens, era Deus que os provava: e provou-os como ouro no cadinho, e aceitou-os como vítimas de holocausto. 

Pós-comunhão

Aplacado, Senhor, pela intercessão dos vossos santos Nazário, Celso, Vítor e Inocêncio, fazei com que encontremos neste sacrifício que celebramos, a graça da salvação eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Liturgia Diária- 27/07/2018

SÃO PANTALEÃO, Mártir

Comemoração- Missa “Laetabitur” com comemoração da féria

São Pantaleão, mártir de Nicomédia, é honrado como taumaturgo pelos gregos. Apoiados na sua história, os médicos têm-no por um dos seus, e escolheram-no para padroeiro, juntamente com São Lucas, São Cosme e São Damião.


Páginas 1194, 826 a 828 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração de S.Tiago e S. Ana)


Liturgia Diária- 26/07/2018

SANTA ANA, Mãe da Santíssima Virgem

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

A devoção dos fiéis de Santa Ana é o prolongamento da que nutrem por Nossa Senhora, de quem a santa doi mãe. As associações de mães cristãs escolheram-na para sua padroeira. O culto de Santa Ana que nos veio do Oriente, espalhou-se entre nós no tempo das cruzadas. Na França voltou a acentuar-se no século XVII, principalmente na Bretanha, onde a descoberta duma antiga imagem deu novo impulso à peregrinação de Santa Ana de Auray. Ainda hoje se veem afluir aí no dia da festa cerca de 50.000 peregrinos. Santa Ana é a padroeira da Bretanha. O papa Leão XIII elevou a sua festa a 2ª classe.


Liturgia Diária- 25/07/2018

SÃO TIAGO MAIOR, Apóstolo

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

São Tiago denominado “o Maior”, para se distinguir do outro Apóstolo Tiago, primo do Senhor, era o irmão de São João. Com Pedro e João, foi testemunha da transfiguração, como viria a sê-lo da agonia no jardim de Getsemani. Foi degolado em Jerusalém, em 42 ou 43, por ordem de Herodes Agripa. Desde o século IX, a Espanha reivindica a glória de possuir as suas relíquias. As peregrinações a Santiago de Compostela atraíram na Idade Média inumeráveis multidões. Depois das de Roma e Jerusalém, foram as mais célebres e mais frequentadas peregrinações da cristandade. Os “caminhos de Santiago” ficaram famosos, balizados por antigos santuários e pelos “albergues de Santiago”, que ainda subsistem em grande número. O nome do Apóstolo vem inscrito no cânon da Missa com o de São João, seu irmão.


SÃO CRISTÓVÃO, Mártir

Comemoração- Missa de São Tiago, com 2ªs orações da missa “In Virtute”

download

São Cristóvão morreu mártir na Ásia Menor, cerca de 250. A piedade nos nossos antepassados, inspirando-se no seu nome (Christophorus – portador de Cristo) colocava à entrada das catedrais uma imagem gigantesca do santo com o Menino Jesus aos ombros. Assim nasceu a lenda do gigante que teria transportado o menino jesus para a outra margem dum rio… e a devoção a S. Cristóvão, advogados dos automobilistas e de todos os condutores.


Liturgia Diária- 24/07/2018

SANTA CRISTINA, Virgem e Mártir

Comemoração- Missa “Me exspectaverunt”

Santa Cristina é uma mártir de Bolsena na Itália. Foi provavelmente martirizada sob Diocleciano. A partir do século VI goza de grande veneração. 

As virgens puseram toda a esperança em Deus, o único que podia satisfazer a sua expectativa, e Deus livrou-as dos pecadores que procuravam perdê-las.

Liturgia Diária- 23/07/2018

SANTO APOLINÁRIO, Bispo e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

0723b

Ravena venera em Santo Apolinário o seu primeiro bispo, que morreu mártir na sua igreja. Admite-se comumente que ele evangelizou o território de Ravena cerca do ano 200. A basílica de Santo Apolinário em Ravena é uma das jóias da arte bizantina do século VI.


SÃO LIBÓRIO, Bispo e Confessor

Comemoração- Missa do dia, com 2ªs orações da Missa “Statuit”

san liborio de le mans (2)

Filho duma ilustre família gaulesa, São Libório, bispo de Mans, desempenhou papel importante na penetração do cristianismo na Gália, no fim do século IV.


Liturgia Diária- 21/07/2018

SÃO LOURENÇO DE BRINDISI, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In Medio”, com Coleta própria

San_Lorenzo_da_Brindisi

São Lourenço de Brindisi nasceu nesta cidade, no Sul da Itália, em 1559, e entrou muito novo para o convento dos capuchinhos. Veio a ser um pregador extraordinário, que viajou toda a Europa e se tornou célebre pela influência que teve nos combates contra os turcos. Morreu em Lisboa, em 1619, quando veio advogar junto de Filipe III a causa dos Napolitanos oprimidos. 


SANTA PRAXEDES, Virgem

Comemoração- Missa do dia, com 2ªs orações próprias

A história de Santa Praxedes, como a da antiga igreja de S.Praxedes, permanece muito obscura. Uma lenda do século VI faz de Praxedes a irmã de Santa Pudenciana e a filha do senador Pudens, o que nos levaria às origens da igreja romana. Como quer que seja, a igreja de Roma colocou Santa Praxedes e Santa Pudenciana entre as suas santas preferidas, por serem virgens do tempo das perseguições, às quais votou um culto especial. 


Liturgia Diária- 20/07/2018

SÃO JERÔNIMO EMILIANO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

São Jerônimo Emiliano nasceu em Veneza. Fundou uma congregação da juventude em orfanatos e colégios. Animado dum grande amor aos pobres, repartiu esmolas com liberalidade, e multiplicou os asilos para indigentes. Morreu de peste em 1537, no hospital de Somasca, por ele fundado; na maior força da epidemia transportava às costas os cadáveres dos pestíferos até ao ligar da sepultura. Pio XI proclamou-o patrono dos órfãos e das crianças abandonados. 


SANTA MARGARIDA, Virgem e Mártir

Comemoração- Missa do Dia, com 2ªs orações da Missa “Me exspectaverunt”

Santa Margarida de Antioquia é provavelmente uma virgem mártir do século III. O seu culto passou do Oriente para o Ocidente no tempo das Cruzadas.


Páginas 1175 a 1179 875 e 879 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.

Por ocasião dos eventos tormentosos passados pela Igreja na Nicarágua, será celebrada Missa Votiva pela Paz, constante das páginas 1428 a 1430 do Missal, com comemoração dos santos do dia. 


Liturgia Diária- 19/07/2018

SÃO VICENTE DE PAULO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus”, com Coleta e Evangelho próprios

São Vicente de Paulo foi, no século XVII, o instrumento duma maravilhosa renovação sacerdotal, um grande apóstolo, herói da caridade. Sucessivamente pároco, capelão mor das galés e missionário das aldeias, acorria a todas as necessidades. Preocupava-se sobretudo em dar remédio à miséria material e moral da gente do campo, e fundou para esse fim a Congregação dos Padres da Missão. Para ir em socorro dos abandonados, dos doentes, e dos fracos, fundou igualmente, com o concurso de Santa Luísa de Marillac, a Congregação das Filhas da Caridade. São Vicente de Paulo nascera em Dax; gasto pelo trabalho, pelas mortificações e pela idade, morreu em Paris em 23 de setembro de 1660, com a idade de 79 anos. O papa Leão XIII proclamou-o patrono de todas as obras de caridade.  

Liturgia Diária- 18/07/2018

SÃO CAMILO DE LELLIS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Desprovido de meios de subsistência, sofrendo desde a juventude duma chaga incurável num pé, São Camilo conheceu a miséria dos hospitais romanos do século XVI, onde os enfermeiros se recrutavam entre gente pouco recomendável. Com ele tudo mudou. Não contente em se fazer ele próprio o escravo dos doentes, fundou para eles em 1582 uma congregação de clérigos regulares consagrados ao seu serviço, obrigando-se eles a tratar de todos os doentes, qualquer que seja a sua doença ou estado. São Camilo morreu em Roma, em 14 de julho de 1614. O papa Leão XIII proclamou-o padroeiro dos hospitais e dos doentes, e Pio XI declarou-o protetor das religiosas hospitaleiras. O nome de São Camilo foi incluído na ladainha dos agonizantes. 


SANTA SINFOROSA E SEUS SETE FILHOS, Mártires

Comemoração- Missa de São Camilo com 2ªs orações da Missa “Sapientiam”

Santa Sinforosa é uma mártir romana, de época desconhecida. O seu túmulo fica junto à nona milha da via Tiburtina, com o de outros sete mártires, que a tradição posterior apresenta como sendo seus filhos. 


Liturgia Diária- 17/07/2018

SANTO ALEIXO, Confessor

Comemoração- Missa “Os justi” (1º Comum dos Confessores), com leituras próprias, com Comemoração da Féria

Santo Aleixo foi muito popular na Idade Média em todo o Ocidente cristão. Tinha adquirido uma fama de extraordinária abnegação. Os seus biógrafos fizeram dele uma figura lendária. Mostram-no partindo na noite do seu casamento para viver como mendigo, e regressando a casa sem se dar a conhecer: tendo morrido no desvão da escada, só depois de morto foi reconhecido. A liturgia, mais que sóbria, contenta-se, na epístola da Missa, com exaltar a abnegação cristã que põe toda a sua riqueza nas coisas de Deus. Em Roma venera-se S. Aleixo no antigo santuário que tem o seu nome, sobre o Aventino, a mesma igreja que  também o nome de São Bonifácio, a quem era primitivamente consagrada.

Liturgia Diária- Festa de Nossa Senhora do Carmo

Padroeira da Irmandade

Festa de 1ª Classe [para a Irmandade] – Missa Própria

A Ordem do Monte Carmelo, fundada no século XII por um sacerdote da Calábria, pretende e com razão, continuar uma tradição monástica, já então multissecular, na colina do Carmelo, recuando de bom grado a sua origem ao profeta Elias. 

Em 16 de julho de 1251, a Santíssima Virgem apareceu a São Simão Stock, geral da Ordem, e prometeu uma benção especial, não somente para seus religiosos, mas também para todos aqueles que trouxessem o hábito da sua Ordem. Numerosos privilégios especiais foram concedidos pelos papas aos que trazem o escapulário e fazem parte da confraria de Nossa Senhora do Carmo. Instituída pelos carmelitas em 1332, a festa de Nossa Senhora do Carmo foi estendida a toda a Igreja por Bento XIII, em 1726. 


Páginas 1168 a 1170 do Missal Quotidiano.


Missa Cantada às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 14/07/2018

SÃO BOAVENTURA, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In Medio”, com alguns próprios

São Boaventura nasceu Bagnorea, perto de Viterbo, em 1221. Entrando na Ordem Franciscana, estudou em Paris, onde teve por mestre Alexandre de Ales. Nomeado geral dos franciscanos, foi como um segundo fundador da Ordem, tendo em conta as suas instituições ainda mal definidas. Gregório X o fez cardeal-bispo de Albano. 

 

Morreu em Lião, em 1274, durante o Concílio geral entre gregos e latinos, reunidos naquela cidade. Foi canonizado em 1482. Dante já o tinha posto no seu “Paraíso”. Foi-lhe dado o título de Doutor Seráfico. 


Páginas 1166, 1167 e 856 a 858 do Missal Quotidiano.


Terço às 18 horas e Missa às 18:30 na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (II Tim 4, 1-8)


Os doutores da Igreja espalham a santa doutrina e combatem o erro; sustentam o duro combate da verdade, que é preciso defender e propagar por toda a parte. A Igreja celebra neles os que lhe ajudaram a guardar a pureza da fé.


Leitura da Segunda Carta de São Paulo Apóstolo a Timóteo. 

Caríssimo, eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério. Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.

Evangelho (Mt 5, 13-19)


Sê o “sal da terra”, a “luz do mundo” – os doutores da Igreja realizam esta dupla função pela força irradiante e a firmeza do seu ensinamento. Missão duma grandeza incomparável! Reclama dos que se desempenham dela a mais inteira fidelidade, e daqueles que os seguem, uma docilidade total. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição. Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus.

Liturgia Diária- 13/07/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa comum do VII Domingo depois de Pentecostes


Páginas 623 a 626 do Missal Quotidiano.


Terço às 18 horas e Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (Rm 6,19-23)


A liberdade do cristão consiste na libertação da escravatura do pecado, para se dar, sem reserva, à prática do bem. Estava condenado à morte, e agora vai a caminho da vida eterna.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Romanos .

Irmãos: Vou-me servir de linguagem corrente entre os homens, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois, como pusestes os vossos membros a serviço da impureza e do mal para cometer a iniquidade, assim ponde agora os vossos membros a serviço da justiça para chegar à santidade. Quando éreis escravos do pecado, éreis livres a respeito da justiça. Que frutos produzíeis então? Frutos dos quais agora vos envergonhais. O fim deles é a morte.  Mas agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes por fruto a santidade; e o termo é a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Evangelho (Mt 7, 15-21)


Falando dos falsos profetas, da árvore e seus frutos, o ensinamento de Jesus envolve todo um ensinamento bíblico. Deus exige que O sirvam e amem com sinceridade. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos? Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos. Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo. Pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

Liturgia Diária- 12/07/2018

SÃO JOÃO GUALBERTO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (Comum dos Abades), com Evangelho próprio

João Gualberto nasceu em Florença, cerca de 990. Numa Sexta-feira Santa, escoltado pela sua gente de armas, encontrou só e desarmado o assassino de seu irmão. Ia-se lançar sobre ele, quando este a seus pés lhe implorou o perdão, por amor de Jesus Crucificado. Tocado pela graça, vestiu o hábito monacal e fundou em Valumbrosa, na Toscana, uma nova ordem, a que deu a Regra de São Bento. Por esta época, a simonia e má conduta dos sacerdotes assolavam a Itália. Com a sua firmeza e pregação, São João Gualberto travou uma luta decisiva contra estes graves desmandos. Morreu em 1073, tendo preparado o caminho à reforma gregoriana. 


SÃO NABOR E SÃO FÉLIX, Mártires

Comemoração- Missa do santo do dia, com 2ªs orações próprias

São Nabor e São Félix são mártires romanos, cujos corpos foram levados de Roma para Milão. 12 de julho é a data da trasladação. Santo Ambrósio fez o panegírico. 


Páginas 1164 a 1166 e 867 a 870 do Missal Quotidiano.


Terço às 18 horas e Missa às 18:30 na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Leitura (Eclo 45, 1-6)

Leitura do Livro da Sabedoria.

Foi amado por Deus e pelos homens: sua memória é abençoada. O Senhor deu-lhe uma glória semelhante à dos santos; tornou-se poderoso e temido por seus inimigos. Glorificou-o na presença dos reis, prescreveu-lhe suas ordens diante do seu povo, e mostrou-lhe a sua glória. Santificou-o pela sua fé e mansidão, escolheu-o entre todos os homens. Pois (Deus) atendeu-o, ouviu sua voz e o introduziu na nuvem. Deu-lhe seus preceitos perante (seu povo) e a lei da vida e da ciência, para ensinar a Jacó sua aliança e a Israel seus decretos.

Evangelho (Mt 5, 43-48)


Completando e ultrapassando a Lei antiga, Cristo estende o preceito da caridade aos próprios inimigos e àqueles que nos perseguem. Não somos todos filhos do Pai Celeste que sustenta de igual modo a vida dos bons e dos maus, e discípulos daquele que na cruz orou por seus algozes?


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Tendes ouvido o que foi dito: Amarás o teu próximo e poderás odiar teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem. Deste modo sereis os filhos de vosso Pai do céu, pois ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos. Se amais somente os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim os próprios publicanos? Se saudais apenas vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem isto também os pagãos? Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito.

Liturgia Diária- 11/07/2018

SÃO PIO I, Papa e Mártir

Comemoração- Missa comum do VII Domingo depois de Pentecostes com 2ªs orações da Missa “Si Diligis me”

São Pio I, papa de 140 a 155, é talvez o irmão de Hermas, autor do “Pastor”, uma das primeiras obras que possuímos sobre a penitência. O papa Pio I teve sob o seu pontificado dificuldades suscitadas pelo herege Marcião, que veio a Roma e rompeu com a Igreja. É também contemporâneo do apologista São Justino. Foi sepultado no Vaticano.


Páginas 1164 623 a 626 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (Rm 6,19-23)


A liberdade do cristão consiste na libertação da escravatura do pecado, para se dar, sem reserva, à prática do bem. Estava condenado à morte, e agora vai a caminho da vida eterna.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Romanos .

Irmãos: Vou-me servir de linguagem corrente entre os homens, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois, como pusestes os vossos membros a serviço da impureza e do mal para cometer a iniquidade, assim ponde agora os vossos membros a serviço da justiça para chegar à santidade. Quando éreis escravos do pecado, éreis livres a respeito da justiça. Que frutos produzíeis então? Frutos dos quais agora vos envergonhais. O fim deles é a morte.  Mas agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes por fruto a santidade; e o termo é a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Evangelho (Mt 7, 15-21)


Falando dos falsos profetas, da árvore e seus frutos, o ensinamento de Jesus envolve todo um ensinamento bíblico. Deus exige que O sirvam e amem com sinceridade. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos? Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos. Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo. Pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

Liturgia Diária- 10/07/2018

OS SETE IRMÃOS MÁRTIRES, SANTAS RUFINA E SECUNDA, Mártires e Virgens

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

      

Os sete mártires romanos, que hoje festejamos, não são irmãos como muito tempo se julgou, mas mártires de diversos cemitérios de Roma reunidos mais tarde numa mesma sepultura. Na escolha dos textos da missa, aliás belíssimos, a liturgia deixou-se levar pela lenda tardia que faz dos sete mártires os sete filhos de Santa Felicidade (festejada em 23/11).

Rufina e Secunda são duas mártires romanas que tinham as suas sepulturas a alguns quilômetros da cidade, na Vila Cornélia. Já no século V Roma lhes celebrava a festa nesta data. 


Páginas 1162 a 1164 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Leitura (Pr 31, 10-31)

Leitura do livro da Sabedoria. 

Uma mulher virtuosa, quem pode encontrá-la? Superior ao das pérolas é o seu valor. Confia nela o coração de seu marido, e jamais lhe faltará coisa alguma. Ela lhe proporciona o bem, nunca o mal, em todos os dias de sua vida. Ela procura lã e linho e trabalha com mão alegre. Semelhante ao navio do mercador, manda vir seus víveres de longe. Levanta-se, ainda de noite, distribui a comida à sua casa e a tarefa às suas servas. Ela encontra uma terra, adquire-a. Planta uma vinha com o ganho de suas mãos. Cinge os rins de fortaleza, revigora seus braços. Alegra-se com o seu lucro, e sua lâmpada não se apaga durante a noite. Põe a mão na roca, seus dedos manejam o fuso. Estende os braços ao infeliz e abre a mão ao indigente. Ela não teme a neve em sua casa, porque toda a sua família tem vestes duplas. Faz para si cobertas: suas vestes são de linho fino e de púrpura. Seu marido é considerado nas portas da cidade, quando se senta com os anciãos da terra. Tece linha e o vende, fornece cintos ao mercador. Fortaleza e graça lhe servem de ornamentos; ri-se do dia de amanhã. Abre a boca com sabedoria, amáveis instruções surgem de sua língua. Vigia o andamento de sua casa e não come o pão da ociosidade. Seus filhos se levantam para proclamá-la bem-aventurada e seu marido para elogiá-la. Muitas mulheres demonstram vigor, mas tu excedes a todas. A graça é falaz e a beleza é vã; a mulher inteligente é a que se deve louvar. Dai-lhe o fruto de suas mãos e que suas obras a louvem nas portas da cidade.

Evangelho (Mt 12, 46-50)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, falava Jesus à multidão, quando veio sua mãe e seus irmãos e esperavam do lado de fora a ocasião de lhe falar. Disse-lhe alguém: Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar-te. Jesus respondeu-lhe: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? E, apontando com a mão para os seus discípulos, acrescentou: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. Todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.

Liturgia Diária- VII Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria

O ramo enxertado na árvore da cruz e no próprio Cristo, aquecido pelo claro sol da graça, produzirá bons frutos. maldito o ramo seco que o machado cortará para o fogo.

Unido a Cristo, como o ramo à arvore, que lhe dá a vida, o cristão deve produzir frutos, sob pena de ser amputado e lançado ao fogo. A ameaça é terrível. 

O valor e a autenticidade duma vida cristã prova-se pelas obras que produz. “A boa árvore produz bons frutos”. Se há mais fraqueza que malícia na desordem e no vazio de muitas vidas humanas, o juízo de Jesus Cristo não é menos veraz. Retenhamos o seu rigor e desconfiemos dos falsos profetas, que abundam em frases bonitas e não corrigem a própria vida. O mesmo programa de lealdade integral se vê na epístola, em que São paulo apela para as exigências da nossa vida de batizados. Libertos do pecado e consagrados a Deus, devemos ostentar na prática duma vida santa, a mesma inteireza, que outros, sem levar em conta a “justiça” cristã, ostentam em sua vida de pecado.


Páginas 623 a 626 do Missal Quotidiano.


Missa Rezada às 9:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral.