Liturgia Diária- 17/04/2020

SEXTA-FEIRA DE PÁSCOA

Oitava de 1ª Classe – Missa Própria – Estação em S. Maria dos Mártires

NÃO SE FAZ NEM ABSTINÊNCIA NEM JEJUM

Há oito dias encontramos a Mãe, de Deus ao pé da Cruz, como “Rainha dos Mártires”. Hoje celebramos com ela o triunfo sobre o martírio e a morte (Statio). Com os neófitos e Mártires nos lembramos do auxílio do Senhor (Introito), que nos salvou pelo Batismo, como salvou a Noé do dilúvio (Epístola). O Cristo legou o seu poder de salvar aos Apóstolos (Evangelho), mas incorporados no Cristo, somos também chamados a propagar o Reino de Deus (Communio — Ação Católica).


Páginas 493 a 495 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 15/07/2019

BEM-AVENTURADOS INÁCIO DE AZEVEDO E COMPANHEIROS, Mártires

Festa de 3ª Classe- PRÓPRIO DO BRASIL – Missa “Intret” com orações próprias e comemoração de S. Henrique, Imperador e Confessor

Inácio nasceu era 1527 no Porto e entrou na Companhia de Jesus, em 1548. No generalato de S. Francisco de Bórgia ele foi nomeado visitador das missões nas índias e no Brasil. Designado finalmente como Superior das missões no Brasil, embarcou com 39 companheiros. Durante a viagem seguiram a vida regular, fazendo do navio um convento. Aproximando-se das ilhas Canárias foram surpreendidos por corsários calvinistas que, por ódio à religião católica, massacraram todos os missionários, em 15 de julho de 1570. Pio IX (em 1854), confirmou o culto público e solene prestado a estes Mártires.


Páginas [30] a [31] (fim do Missal), 1169, 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 26/04/2019

SEXTA-FEIRA DE PÁSCOA

Oitava de 1ª Classe (com Oitava)- Missa Própria – Estação em S. Maria dos Mártires

HOJE NÃO SE FAZ ABSTINÊNCIA NEM JEJUM

Há oito dias encontramos a Mãe, de Deus ao pé da Cruz, como “Rainha dos Mártires”. Hoje celebramos com ela o triunfo sobre o martírio e a morte (Statio). Com os neófitos e Mártires nos lembramos do auxílio do Senhor (Introito), que nos salvou pelo Batismo, como salvou a Noé do dilúvio (Epístola). O Cristo legou o seu poder de salvar aos Apóstolos (Evangelho), mas incorporados no Cristo, somos também chamados a propagar o Reino de Deus (Communío — Ação Católica).


Páginas 493 a 495 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 03/12/2018

SÃO FRANCISCO XAVIER, Confessor

Padroeiro das Missões – Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Nasceu em 1506. Aos 19 anos, encontrou-se com S. Inácio de Loiola e tornou-se o maior missionário da Companhia de Jesus nas índias e no lapão. Sua única paixão era a de salvar as almas. Pio X o declarou padroeiro das Missões. Seu corpo está sepultado em Goa e seu braço direito, na igreja Al Gesú em Roma.


Páginas 1306 a 1310 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Santo do dia – 03/12 – São Francisco Xavier

Nascimento: 1506 (Xavier, Espanha)
Falecimento: 1552 (Sanchoão, China) (46 anos)SaoFranciscoXavier_02_Dez-03

⇒ Considerado o maior dos missionários jesuítas.
⇒ Era filho de uma família nobre. Com dezoito anos foi estudar na Universidade de Paris.
⇒ Francisco formou-se em filosofia e lecionava na mesma universidade, onde conheceu um aluno bem mais velho. Tratava-se do futuro santo Inácio de Loyola, fundador dos jesuítas.
⇒ Loyola sonhava formar uma companhia de apóstolos para a defesa e propagação do cristianismo no mundo e via em Xavier alguém capaz de ajudá-lo.
⇒ Depois de uma tarefa nada fácil Loyola, enfim, convenceu-o com uma frase: “De que vale a um homem ganhar o mundo inteiro se perder sua alma?” (Mc 8, 36).
⇒ Em 1536, com trinta e um anos, Francisco celebrou sua primeira missa e se tornou co-fundador da Companhia de Jesus. Passou, então, a cuidar dos doentes leprosos. Recolhia das ruas e tratava aqueles a quem ninguém tinha coragem de recolher.
⇒ Em 1542, D. João III, rei de Portugal, pediu a Inácio de Loyola para organizar um grupo de sacerdotes que acompanhassem as expedições ao Oriente e depois evangelizassem as Índias. Francisco com imensa satisfação recebeu este destino, não levando senão o crucifixo, o breviário e um bastão.
⇒ Francisco empreendeu grandes viagens, no intuito de propagar o reino de Deus na terra. Ia de aldeia em aldeia, evangelizava os nativos, batizava as crianças e os adultos. Reunia as aldeias em grupos, fundava comunidades eclesiais e deixava outro sacerdote para tocar a obra, enquanto investia em novas frentes apostólicas noutra região. Sem ter aprendido o idioma hindu, pregava a doutrina cristã e todos o compreendiam perfeitamente. Por causa dos numerosos e estupendos milagres que realizava quase diariamente milhares de pessoas vinham para conhecer o homem extraordinário, e ouvir-lhe a doutrina. Acabou saindo das Índias para pregar no Japão, além de ter feito algumas incursões clandestinas na China.SaoFranciscoXavier_01_Dez-03
⇒ Na ilha de Sanchoão, adoeceu e uma febre persistente o debilitou. São Francisco Xavier morre a 3 de dezembro de 1552, numa humilde esteira de vimes, abraçado ao crucifixo que o velho amigo Inácio de Loyola, um dia, lhe tinha oferecido. Suas últimas palavras foram: “Em vós pus minha esperança, Senhor, não serei confundido”.
⇒ Foi beatificado pelo Papa Paulo V a 25 de outubro de 1619 e canonizado pelo Papa Gregório XV, a 12 de março de 1622, em simultâneo com Inácio de Loyola. É o santo patrono dos missionários.

Fonte: paulinas.org.br, pt.wikipedia.org