Revista Benedicta – Nº 4

O número 04, publicado no mês de outubro e dedicado a Nossa Senhora Aparecida, encontra-se assim constituído:
– Seção FIDES QUAERENS INTELLECTUM, própria para artigos e ensaios:

Eis aí Nossa Fé: Breve consideração sobre a fundação católica do Brasil e a perfilhação mística do povo brasileiro a Nossa Senhora. ​

Heresia modernista: a Igreja evolutiva: O espírito moderno prega a inovação, a atualização de tudo conforme as eras. Dentro da Igreja, ele faz crer que a verdadeira religião de Cristo precisa evoluir aos tempos vindouros, em que Deus se torna mutável e permite múltiplas religiões. Devido à infestação de tamanha heresia, os católicos devem saber como defender a verdadeira doutrina.

Vida e doutrina espiritual do Pe. Libermann: Pe. Libermann, sacerdote francês do século XIX, converteu-se do judaísmo e tornou-se um diretor espiritual de conselho incomparável. Por meio de quase 1800 cartas, profundiu doutrina que tem poupado do erro os destinatários originais, e que graça enorme deve conceder a todos que, nas páginas seguintes, podem ler suas santas missivas.

Sobre a catequese: O que é e para que serve a catequese? Este texto recobra aos velhos católicos e antecipa aos novos os ensinamentos da Igreja que jamais podemos esquecer. A catequese é um de nossos primeiros contatos com a Santa Madre Igreja e nos dá o que de mais precioso dela recebemos: a Sagrada Eucaristia.

– Seção CATHOLICAE LITTERAE, dedicada a resenhas:

As Moradas do Castelo Interior, de Santa Teresa d’Ávila: Na obra As Moradas do Castelo Interior (1577), Santa Teresa d’Ávila revela o itinerário a Deus a partir da metáfora de um castelo concêntrico. O aperfeiçoamento espiritual começa no adentramento aos aposentos orbitantes e finda no alcance do centro, onde está Deus, Rei do castelo. Com escrita profundamente mística, a santa espanhola ensina como proceder nas sete moradas, a fim de alcançarmos nosso fim último. ​

– Seção DOMINUS VOBISCUM, própria para homilias e meditações:

O Brasil escravo de Nossa Senhora Aparecida: No dia 12 de outubro, o Brasil comemora a festa de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. Maria, ao emergir nas águas do rio Paraíba, deixa de ser “amargura do mar” e torna-se doce fonte de esperança do povo brasileiro. Porque ressignificou o destino do Brasil, devemos servidão a Virgem Santa, conforme exorta Pe. Daniel Pinheiro (IBP).

– Seção YSTORIA SANCTI, espaço hagiológico:

Santa Teresinha do Menino Jesus: Ao dia 03 de outubro, a Igreja celebra a Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus. Essa santa do século XIX, carmelita descalça, agradou tanto a Deus com sua humildade e simplicidade que logo Ele a levou, providenciando-a grande Doutora da Igreja, para exemplo a todo o povo católico.

– Seção EUTRAPELIAM, de conteúdo lúdico-educativo:

Catequese: Quiz sobre catecismo. ​

VÍDEO DE APRESENTAÇÃO:

 


SEJA MEMBRO ASSINANTE DESTE APOSTOLADO. Acesse já nossa plataforma e garanta sua assinatura. (clique aqui).


Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Revista Benedicta – Num. 4

Vem aí no próximo dia 10 o lançamento de número 04 da Revista Benedicta.

Neste mês de Outubro dedicamos a edição a Nossa Senhora Aparecida.

No dia 12 de outubro, o Brasil comemora a festa de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. Maria, ao emergir nas águas do rio Paraíba, deixa de ser “amargura do mar” e torna-se doce fonte de esperança do povo brasileiro. Porque ressignificou o destino do Brasil, devemos servidão a Virgem Santa, conforme exorta Pe. Daniel Pinheiro (IBP).

SEJA MEMBRO ASSINANTE DESTE APOSTOLADO. Acesse já nossa plataforma e garanta sua assinatura. (clique aqui).

<

p style=”text-align:justify;”>Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Revista Benedicta – 3ª edição

Nesta edição apresentamos As Dores de Nossa Senhora, por Santo Afonso Maria de Ligório, como principal tema.

Na seção FIDES QUAERENS INTELLECTUM, própria para artigos e ensaios, os termos passam pela formação da cristandade, pelos erros do liberalismo e do socialismo, desaguando na Comunhão Espiritual, alimento das almas devotas. 

Na seção CATHOLICAE LITTERAE, dedicada a resenhas de obras de temática católica, o texto do mês aborda tratado De Trinitate, de S. Agostinho, fundamental para combater as heresias do sabelianismo e arianismo; e, hoje, leitura obrigatória aos que buscam mais perfeitamente conhecer o mistério de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

Em DOMINUS VOBISCUM, seção de homilias e meditações de santos, divulgamos um profundo excerto do séc. XVIII, de S. Afonso Maria de Ligório, acerca do martírio de Maria Santíssima, iniciado em seu fiat e perdurante até sua própria morte.

No mês em que a Igreja festeja o grande São Pio X, traduzimos aos leitores,  na seção YSTORIA SANCTI, o discurso proferido pelo Papa Pio XII, em 29 de maio de 1954, após a canonização daquele Santo Pontífice, em que exalta as virtudes do Papa da Eucaristia.

Por fim, na seção EUTRAPELIAM, de conteúdo lúdico e educativo, em lembrança ao dia de São Miguel Arcanjo (29 de setembro), apresentamos um quiz sobre o Príncipe das Milícias Celestes.

SEJA MEMBRO ASSINANTE DESTE APOSTOLADO. Acesse já nossa plataforma e garanta sua assinatura. (clique aqui).

Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Novena a Nossa Senhora Auxiliadora – 15 a 23 de maio

No dia 24/05 celebra-se Nossa Senhora Auxiliadora. A festa não consta no Calendário Universal, mas seu costume perdura em muitos lugares.

Aqui, realizaremos a Novena, conforme método de São João Bosco, já compartilhado em nosso site, de hoje(15) ao dia 23/05 (sábado). 

No mesmo dia 23/05, Missa da Féria, considerando que a Festa cairá no domingo, será rezada a Missa da Festa: Salve Sancta Parens – comum de Nossa Senhora, com orações próprias – páginas [24] a [25] do Missal Quotidiano. 

Novena a Nossa Senhora Auxiliadora

Compartilhamos abaixo panfleto com as orações da Novena a Nossa Senhora Auxiliadora, conforme o método ensinado por São João Bosco.

Reza-se durante nove dias. Seria muito bom que se reza-se em família, junto ao Terço ou Rosário.

Slide- Introdução aos Pecados Capitais- 2ª parte

Compartilhamos o slide, material-base, da aula de formação ocorrida no último sábado (29), na Sede da Irmandade do Carmo, que concluiu a análise introdutória dos Pecados Capitais. 

Slide sobre os Pecados Capitais (1ª Parte)- Material da Formação de 25/08

Como avisado na Formação de ontem (25), publicamos o slide utilizado em sala pelo Prof. Bruno, correspondente à 1ª parte do tópico Pecados Capitais. 

Slide sobre a Meditação Católica- Material da Formação de Fiéis (30/06)

Publicamos a Apresentação utilizada pelo Prof. Pabhlo na última formação, que tratou da Importância da Meditação.

[Nota] Documentos relativos a Encíclica Pascendi Dominici Gregis

Postamos abaixo Nota do Prof. Carlos Ribeiro contendo alguns documentos relacionados à Encíclica estudada na última formação.


Documentos relacionados à Pascendi

Decreto Lamentabili, Papa São Pio X, 3 de julho de 1907 – sobre as doutrinas modernistas condenadas pela Igreja;

Motu Proprio Sacrorum Antistitum, São Pio X, 1 de setembro de 1910 – normas para rechaçar o perigo do modernismo;

– Juramento antimodernista – incluso no documento anterior.

– Sobre a Filosofia e a Teologia tomistas, remédios contra o modernismo:

Encíclica Aeterni Patris, Papa Leão XIII, 4 de agosto de 1879 – sobre a restauração da Filosofia Cristã conforme a doutrina de Santo Tomás de Aquino;

Motu proprio Doctoris Angelici, São Pio X, 29 de junho de 1914 – sobre o estudo da doutrina de Santo Tomás de Aquino;

As 24 Teses Tomistas, aprovadas sob pontificado de São Pio X e confirmadas sob Bento XV.

Cân. 1366 §2, CIC 1917, a saber: que os professores adotassem religiosamente o método, a doutrina e os princípios do Doutor Angélico nos estudos de Filosofia e de Teologia;

Encíclica Studiorum Ducem, 29 de junho de 1923, Papa Pio XI, – sobre Santo Tomás de Aquino com motivo do VI centenário de sua canonização;

Encíclica Humani Generis, Papa Pio XII, 12 de agosto de 1950 – sobre opiniões falsas que ameaçam a doutrina católica.

Obras de Santo Tomás de Aquino apropriadas aos iniciantes:

Exposição sobre o Símbolo dos Apóstolos (Comentário ao Credo);

Exposição à Oração do Senhor (Pai Nosso);

Exposição à Saudação Angélica (Ave Maria);

Dos dois preceitos da Caridade e dos dez preceitos da Lei (Comentário aos Dez Mandamentos);

Compêndio de Teologia.

“A todos quantos agora sentem sede da verdade, dizemos-lhes: Ide a Tomás de Aquino” (Pio XI, Studiorum Ducem)

 

Voltaremos ao tema.

Salve Maria!