Revista Benedicta – V. 2, Nº 9

O número 09, publicado no mês de setembro e dedicado a Nossa Senhora das Dores e à Exaltação da Santa Cruz, encontra-se assim constituído:
 

– Seção FIDES QUAERENS INTELLECTUM, própria para artigos e ensaios:

São José: Alívio dos miseráveis, Esperança dos doentes, Patrono dos moribundos: Os santos são feitos de homens. S. José, por tudo que sofreu junto a Cristo, é o santo do alívio e da esperança de todo o padecer humano; e por ter sido assistido pelo Filho e Sua Mãe na hora da morte, é o patrono dos agonizantes durante a passagem desta vida à vida eterna.

O principal inimigo do Padre Pio: O assédio de satanás marca toda a vida de Padre Pio e reflete a Paixão moderna da própria Igreja. Assim, importa aprender o discernimento da ação demoníaca e a obediência do santo capuchinho, que nos antecedeu no combate ao inimigo.

Erros protestantes: iconoclastia: Entre os erros recorrentes dos protestantes estão as falsas acusações de idolatria sobre os católicos, as quais podem ser refutadas pelas Escrituras e pelo ensinamento do Magistério da Igreja.

– Seção CATHOLICAE LITTERAE, dedicada a resenhas:

Contra aqueles que condenam as imagens sagradas, de S. João Damasceno: Um dos atributos mais famosos de S. João Damasceno (675-749) é a luta contra a iconoclastia. A partir do ensinamento dos padres gregos, o Doutor da Igreja sai em defesa dos ícones neste breve texto aqui resenhado.

– Seção DOMINUS VOBISCUM, própria para homilias e meditações:

Exaltação da Santa Cruz: Pe. Antônio Vieira (1608-1697), neste sermão de 1645, propõe um Juízo das cruzes, para saber a mais pesada: se a cruz de Cristo, a cruz da religião ou a cruz do mundo; e assim desvela aspectos admiráveis da Festa do dia 14 de setembro.

– Seção YSTORIA SANCTI, espaço hagiológico:

São Miguel Arcanjo: Em razão de seu papel na batalha no céu, São Miguel Arcanjo é o príncipe da Igreja de Cristo e o exterminador do anticristo. A Igreja festeja esse santo anjo no dia 29 de setembro.

– Seção EUTRAPELIAM, de conteúdo lúdico-educativo:

Chapéus clericais: Em sequência aos paramentos sacerdotais, apresentamos algumas coberturas para cabeça utilizadas pelo clero ao longo da história da Igreja e suas relações com a Liturgia.

– Base ilustrativa da capa: Virgem Dolorosa, de Nicolás Enríquez (1704-1790) (Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque)

Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: