BLACK FRIDAY – Revista Benedicta

Aproveite este super desconto e adquira já a edição do mês de Novembro e ganhe o acesso às edições anteriores!
.
Promoção válida de 27 a 30/11. Aproveite!

SEJA MEMBRO ASSINANTE DESTE APOSTOLADO. Acesse já nossa plataforma e garanta sua assinatura. (clique aqui).


Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Revista Benedicta – Nº 5

Neste mês de Novembro dedicamos a edição à Festa de Todos os Santos:
A maioria dos santos extraordinários que hoje intercedem por nós, um dia padeceram no purgatório e beneficiaram-se das orações da Igreja pelas almas. Nas casas católicas, as paredes e os altares ornados por imagens de santos refletem a esperança pelos parentes defuntos um dia alcançarem semelhante glória. Portanto, conforme nos fala São Bernardo, Abade, a essência da veneração pelos santos é a fé na bem-aventurança eterna com Cristo, Nosso Senhor.

SEJA MEMBRO ASSINANTE DESTE APOSTOLADO. Acesse já nossa plataforma e garanta sua assinatura. (clique aqui).


Boa leitura!

Que Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, olhe sempre por nós e pela Revista Benedicta.

Liturgia Diária- 01/11/2018

FESTA DE TODOS OS SANTOS

Festa de 1ª Classe- Missa Própria – Missa de Preceito

O Cordeiro, Rei do Céu, primeiro e último, alfa e omega, que nos resgatou com o seu sangue, impera do seu trono, rodeado dos quatro animais simbólicos da visão de Ezequiel, no esplendor dos sete candelabros de outo, diante dos anjos das sete Igrejas, no meio dos vinte e quatro anciãos cingidos com as suas coroas.

A Missa e a testa de hoje animam-nos a seguir os exemplos de todos os Santos, e ao mesmo tempo, imploram a sua intercessão para que também cheguemos a realizar este ideal. Alegremo-nos nesta solenidade, porque os Santos são irmãos nossos que já atingiram o seu fim. Alegremo-nos, porque, sendo membros da mesma família, podemos esperar cantar com eles e os santos Anjos o louvor do Filho de Deus (Introito). Este mesmo Filho de Deus nos traça no Evangelho as normas da vida e no Gradual nos convida a que O sigamos. Alegremo-nos, sim, porque a nossa recompensa será grande no céu (Evangelho).


Páginas 1361 a 1365 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 01/11/2017

FESTA DE TODOS OS SANTOS

Festa de 1ª Classe- Missa Própria

A festa de hoje, segundo a mente da Igreja, é um estímulo e um convite. Na viagem que fazemos para o céu, não raro somos tentados a desanimar, em vista das mil dificuldades que encontramos. A Igreja nos diz hoje: sursum corda! Olhai para o céu. Vede essa multidão sem número de santos, de todas as idades e condições, crianças, jovens, velhos. Lá se acham o bom ladrão, S. Paulo perseguidor do Cristo, S. Agostinho, Maria Madalena. Si isti et illae, cur nom ego? (S. Agost.) . Deus vult omnes homines salvos fieri, a todos chama e dá a sua graça. Depois de nos animar, a Igreja nos convida a trabalhar, a redobrar esforços, para conseguirmos a salvação:magis satágite, ut per bona opera. Mostra-nos o caminho; é o caminho da pobreza: beati pauperes; é o caminho das lágrimas: beati qui lugent; é o caminho dos sofrimentos: beati qui persecutionem patiuntur. Oh! felizes tribulações da vida! exclamam os santos no paraíso: momentaneum et leve tribulationis nostrae, aeternum gloriae pondus (2 cor 4,17) . 
A recompensa dos santos é segura, abundante e eterna. A recompensa da terra é incerta, defeituosa, vazia e caduca.  Sursum corda! Prossigamos a viagem com os olhos fitos no céu. Quando mais pesada se nos afigurar a cruz que levamos, lembremo-nos de que mais pesadas foram as dos viajantes que nos precederam.  

Páginas 1361 a 1365 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

Epístola (Ap 7, 2-12) 


O número de 144 mil (o quadrado de doze multiplicado por mil) simboliza o conjunto dos fiéis de Cristo; a multidão de que se fala a seguir, vestida com túnicas brancas e de palmas nas mãos, parece representar os mártires.


Leitura do Livro do Apocalipse.

Naqueles dias: Eu João, vi ainda outro anjo subir do oriente; trazia o selo de Deus vivo, e pôs-se a clamar com voz retumbante aos quatro Anjos, aos quais fora dado danificar a terra e o mar, dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes. Ouvi então o número dos assinalados: cento e quarenta e quatro mil assinalados, de toda tribo dos filhos de Israel; da tribo de Judá, doze mil assinalados; da tribo de Rubem, doze mil; da tribo de Gad, doze mil; da tribo de Aser, doze mil; da tribo de Neftali, doze mil; da tribo de Manassés, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zabulon, doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de Benjamim, doze mil assinalados. Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de toda nação, tribo, povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas na mão, e bradavam em alta voz: A salvação é obra de nosso Deus, que está assentado no trono, e do Cordeiro. E todos os Anjos estavam ao redor do trono, dos Anciãos e dos quatro Animais; prostravam-se de face em terra diante do trono e adoravam a Deus, dizendo: Amém, louvor, glória, sabedoria, ação de graças, honra, poder e força ao nosso Deus pelos séculos dos séculos! Amém.

Evangelho (Mt 5, 1-12)


Eis aqui, traçado pelo próprio Cristo, o ideal da perfeição cristã. É agindo em conformidade com este ideal, e com a graça de Deus, que nos dirigimos para o Céu.


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.  

Naquele tempo, vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele. Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo: Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados! Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra! Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados! Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia! Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus! Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus! Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.