Liturgia Diária- 13/12/2019

SANTA LUZIA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com próprios e comemoração da féria

DIA DE ABSTINÊNCIA

Nasceu em Siracusa, na Sicília. Preferindo o amor divino ao amor humano, foi decapitada. Pelos muitos milagres que esta Santa operou, seu auxílio é particularmente implorado nas doenças dos olhos. Seu nome está no Cânon da Missa, depois da elevação, prova da grande veneração de que gozava já nos primeiros tempos do Cristianismo.


Páginas 922 a 924 e 13 a 16 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 16/09/2019

Ss. CORNÉLIO, Papa, e CIPRIANO, Bispo, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa “Intret” com comemoração de Ss. Eufêmia (Virgem), Lúcia e Geminiano, Mártires

S. Cornélio governou a Igreja de 251 a 253. S. Cipriano, Bispo de Cartago, é célebre por seus escritos. Os dois Santos são nomeados no Cânon da Missa.


Páginas 1289 a 1291 e 830 a 833 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 13/12/2018

SANTA LUZIA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti” com alguns próprios

Nasceu em Siracusa, na Sicília. Preferindo o amor divino ao amor humano, foi decapitada. Pelos muitos milagres que esta Santa operou, seu auxílio é particularmente implorado nas doenças dos olhos. Seu nome está no Cânon da Missa, depois da elevação, prova da grande veneração de que gozava já nos primeiros tempos do Cristianismo.


Páginas 922 a 924 e 13 a 16 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com comemoração de N. Sra. de Guadalupe).


Santo do dia – 13/12 – Santa Luzia ou Lúcia

Nascimento: 283 (Siracusa, Itália)
Falecimento: 304 (Siracusa, Itália) (21 anos) SantaLuzia_05_Dez-13

⇒ Virgem e mártir
⇒ Luzia pertencia a uma rica família napolitana de Siracusa.
⇒ Sua mãe, Eutíquia, ao ficar viúva, prometeu dar a filha como esposa a um jovem pagão da Corte local.
⇒ Mas a moça havia feito voto de virgindade eterna e pediu que o matrimônio fosse adiado.
⇒ Uma terrível doença acometeu sua mãe. Então Luzia, convenceu Eutíquia a segui-la em peregrinação até o túmulo de santa Águeda. A mulher voltou curada da viagem e permitiu que a filha mantivesse sua castidade e permitiu que dividisse seu dote com os pobres, como era seu desejo.SantaLuzia_04_Dez-13
⇒ Quem não se conformou foi o ex-noivo. Cancelado o casamento, denunciou Luzia como cristã ao governador romano. Era o período da perseguição religiosa imposta pelo cruel imperador Diocleciano.
⇒ Luzia foi levada a julgamento. Como dava extrema importância à virgindade, o governante mandou que a carregassem à força a um prostíbulo.
⇒ Conta a tradição que, embora Luzia não movesse um dedo, nem mesmo uma junta de bois conseguiram levantá-la do chão.
⇒ Foi, então, condenada a morrer ali mesmo. Os carrascos jogaram sobre seu corpo resina e azeite ferventes, mas ela continuava viva.SantaLuzia_03_Dez-13
⇒ Somente um golpe de espada em sua garganta conseguiu tirar-lhe a vida. As últimas palavras: “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a ele prometi amor e fidelidade”

Fonte: paulinas.org.br, santo.cancaonova.com