Liturgia Diária- 29/05/2020

S. MARIA MADALENA DE PAZZI, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com Coleta próprias

Nasceu em Florença em 1566 de pais nobres. Na Ordem do Carmelo, onde entrou muito jovem, distinguiu-se por seu grande amor à penitência.


Páginas 1083 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 19/05/2020

TERÇA-FEIRA DAS ROGAÇÕES

2ª Classe- Missa própria com comemoração de S. Pedro Celestino, Papa e Confessor, e S. Pudenciana, Virgem

Os três dias que precedem à festa da Ascensão, chamam-se dias das Rogações, denominação essa que vem do caráter suplicante das Ladainhas, Orações e Salmos que neles se dizem.

Remontam aos primeiros séculos do Cristianismo as procissões de penitência antes da santa Missa. Data do século V a instituição das Rogações, em França. Prescritas depois em Roma, daí se estenderam a toda a Igreja. Nestes dias especialmente consagrados, pedimos a Deus que afaste de nós o flagelo de sua justiça e se digne abençoar as coisas da terra. A Missa mostra-nos a eficácia da oração fervorosa e perseverante. Animados de uma firme confiança vamos para a casa de Deus (Introito). O Apóstolo S. Tiago, ele mesmo admirável amante da oração, mostra-nos o exemplo de Elias (Epístola). A oração do justo muito pode sobre o coração de Deus. As palavras proferidas por Jesus Cristo tornam-se realidade na santa Missa. O pão e o peixe simbolizam a Eucaristia, e o ovo é o símbolo da Ressurreição e da vida nova, fruto de uma boa participação nos santos Mistérios. — Nessa Missa não se diz o Glória nem o Credo.

Sobre S. Pedro Celestino: Eremita que era, fundou a Ordem dos Beneditinos Eremitas, no monte Marone. Com 79 anos de idade foi eleito Papa, contra sua vontade. Em breve, porém, resignou o Pontificado e voltou à sua querida solidão (Oração).


Páginas 521 a 527 e 1074 a 1075 do Missal Quotidiano. 


Liturgia Diária- 30/04/2020

SANTA CATARINA DE SENA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com orações próprias

Natural de Sena (1347), entrou na Ordem terceira de S. Domingos. Dotada de rara inteligência foi consultada por príncipes, seculares e eclesiásticos e até conselheira de alguns Papas. Exerceu uma grande influência tanto em negócios religiosos como políticos. É uma das figuras mais notáveis de mulher na história da humanidade. Seu corpo descansa na igreja de Sta. Maria supra Minerva, em Roma.


Páginas 1048 a 1049 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 10/02/2020

S. ESCOLÁSTICA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com Coleta própria

Perto de Monte Cassino, esta irmã de S. Bento, Patriarca dos Monges, dirigiu um mosteiro de religiosas que seguiam a mesma regra de S. Bento. De sua vida apenas conhecemos aquele colóquio que teve com seu irmão, em uma noite tempestuosa. E no dia seguinte, S. Bento viu a alma de Escolástica elevar-se ao céu em forma de pomba. (Oração). Os dois irmãos estão sepultados juntos em Monte Cassino.


Páginas 980 a 981 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 13/12/2019

SANTA LUZIA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com próprios e comemoração da féria

DIA DE ABSTINÊNCIA

Nasceu em Siracusa, na Sicília. Preferindo o amor divino ao amor humano, foi decapitada. Pelos muitos milagres que esta Santa operou, seu auxílio é particularmente implorado nas doenças dos olhos. Seu nome está no Cânon da Missa, depois da elevação, prova da grande veneração de que gozava já nos primeiros tempos do Cristianismo.


Páginas 922 a 924 e 13 a 16 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 16/11/2019

SANTA GERTRUDES, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com Coleta própria

Entre as Santas que Deus concedeu à sua Igreja, na Idade média, Santa Gertrudes “Magna” é, sem dúvida, uma das mais notáveis. Jovem ainda, entregou-se a Deus no Mosteiro das Beneditinas de Helfta, onde Deus lhe concedeu muitas e extraordinárias graças. Ela nos legou no “Embaixador do Amor Divino”, as suas profundas considerações teológicas e litúrgicas.


Páginas 1381 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 07 horas na Matriz da Paróquia Bom Jesus. Após, 2º dia do II Simpósio Summorum Pontificum de Uberlândia e Região


Liturgia Diária- 15/10/2019

S. TERESA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com Coleta própria

Natural de Ávila, entrou na ordem das Carmelitas, que reformou por seu exemplo e seus escritos. Aos muitos trabalhos exteriores soube unir uma vida inteiramente mística. Sofrer ou morrer, era o seu desejo. Mereceu bem o título de Doutora da vida espiritual (Oração).


Páginas 1337 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 12/08/2019

S. CLARA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”

Santa Clara, Natural de Assis, fundou com S. Francisco a segunda Ordem Franciscana ou das Clarissas, para mulheres, com as mesmas normas que as dos Frades menores.


Páginas 1226 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 29/07/2019

S. MARTA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com evangelho próprio e comemoração de SS. Félix II (Papa), Simplício, Faustino e Beatriz, Mártires

Irmã de Lázaro e Maria de Betânia, hospedou várias vezes Nosso Senhor. O Evangelho nos conta que ela foi testemunha da ressurreição de Lázaro.


Páginas 1196 a 1197 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/06/2019

S. JULIANA DE FALCONIERI, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com Coleta própria com comemoração de SS. Gervásio e Protásio, Mártires

Natural de Florença (1270), entrou na Ordem das Servitas. Grande devota da SSma. Eucaristia, levou uma vida de muita penitência Não podendo comungar por causa de sua enfermidade, recebeu o santo Viático de maneira milagrosa (Oração).


Páginas 1113 a 1116 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 01/06/2019

SANTA ÂNGELA DE MERICI, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com orações próprias

Está Santa foi fundadora das Ursulinas, que se dedicam à educação da juventude feminina. Foi distinguida por Deus com graças extraordinárias.


Páginas 1087 a 1088 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 04/05/2019

SANTA MÔNICA, Viúva

Festa de 3ª Classe- Missa “Cognovi”, com Coleta e leituras próprias

Modelo de esposa e mãe, viveu esta Santa uma vida de intensa fé. Dócil e paciente, esperou a conversão de seu marido até consegui-la no leito de morte deste. Durante 28 anos rezou e suplicou entre lágrimas a Deus pela conversão de seu filho. Teve a sorte de vê-lo receber o Batismo e a grande felicidade de expirar nos braços deste grande Bispo de Cartago e Doutor da Igreja. As Leituras da Missa nos falam de sua orações e da conversão de seu filho.


Páginas 1057, 1058 e 891 a 895 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 30/04/2019

SANTA CATARINA DE SENA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti”, com orações próprias

Natural de Sena (1347), entrou na Ordem terceira de S. Domingos. Dotada de rara inteligência foi consultada por príncipes, seculares e eclesiásticos e até conselheira de alguns Papas. Exerceu uma grande influência tanto em negócios religiosos como políticos. É uma das figuras mais notáveis de mulher na história da humanidade. Seu corpo descansa na igreja de Sta. Maria supra Minerva, em Roma.


Páginas 1048 a 1049 e 880 a 883 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Hoje não haverá Missa.


Liturgia Diária- 13/12/2018

SANTA LUZIA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti” com alguns próprios

Nasceu em Siracusa, na Sicília. Preferindo o amor divino ao amor humano, foi decapitada. Pelos muitos milagres que esta Santa operou, seu auxílio é particularmente implorado nas doenças dos olhos. Seu nome está no Cânon da Missa, depois da elevação, prova da grande veneração de que gozava já nos primeiros tempos do Cristianismo.


Páginas 922 a 924 e 13 a 16 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com comemoração de N. Sra. de Guadalupe).


Santo do dia – 13/12 – Santa Luzia ou Lúcia

Nascimento: 283 (Siracusa, Itália)
Falecimento: 304 (Siracusa, Itália) (21 anos) SantaLuzia_05_Dez-13

⇒ Virgem e mártir
⇒ Luzia pertencia a uma rica família napolitana de Siracusa.
⇒ Sua mãe, Eutíquia, ao ficar viúva, prometeu dar a filha como esposa a um jovem pagão da Corte local.
⇒ Mas a moça havia feito voto de virgindade eterna e pediu que o matrimônio fosse adiado.
⇒ Uma terrível doença acometeu sua mãe. Então Luzia, convenceu Eutíquia a segui-la em peregrinação até o túmulo de santa Águeda. A mulher voltou curada da viagem e permitiu que a filha mantivesse sua castidade e permitiu que dividisse seu dote com os pobres, como era seu desejo.SantaLuzia_04_Dez-13
⇒ Quem não se conformou foi o ex-noivo. Cancelado o casamento, denunciou Luzia como cristã ao governador romano. Era o período da perseguição religiosa imposta pelo cruel imperador Diocleciano.
⇒ Luzia foi levada a julgamento. Como dava extrema importância à virgindade, o governante mandou que a carregassem à força a um prostíbulo.
⇒ Conta a tradição que, embora Luzia não movesse um dedo, nem mesmo uma junta de bois conseguiram levantá-la do chão.
⇒ Foi, então, condenada a morrer ali mesmo. Os carrascos jogaram sobre seu corpo resina e azeite ferventes, mas ela continuava viva.SantaLuzia_03_Dez-13
⇒ Somente um golpe de espada em sua garganta conseguiu tirar-lhe a vida. As últimas palavras: “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a ele prometi amor e fidelidade”

Fonte: paulinas.org.br, santo.cancaonova.com