Liturgia Diária- 08/02/2020

S. JOÃO DA MATA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria

Descendente de nobre família da França, obedecendo a uma visão que teve ao celebrar a sua primeira Missa, fundou com S. Félix de Valois (20-XI) a Ordem dos Trinitários para resgatar os escravos cristãos das mãos dos Sarracenos.


Liturgia Diária- 06/02/2020

SÃO TITO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (2) com Coleta própria e comemoração de S. Doroteia, Virgem e Mártir (Missa “Me exspectaverunt” 2)

S. Tito era companheiro de S. Paulo em suas viagens. Foi, mais tarde, Bispo de Creta, onde ensinou até o fim de sua vida.


Liturgia Diária- 04/02/2020

SÃO JOÃO DE BRITO, Mártir

Festa de 3ª Classe- Próprio do Brasil – Missa “Laetabitur” com orações próprias, com comemoração de S. André Corsini, Bispo e Confessor 

Nasceu em Lisboa (1647) e entrou na Companhia de Jesus. Foi Superior da Missão nas Índias portuguesas, preso e martirizado em 1693. Foi canonizado em 1947.

NOTA: Em 1962, a Congregação para os Ritos realizou alteração no Calendário do Próprio do Brasil, transferindo esta festa de 13 para 4 de fevereiro. Isso não consta nos Missais, provavelmente por sua não atualização posterior.  

Sobre S. André Corsini: Depois de uma vida bastante mundana entrou na Ordem dos Carmelitas, onde fez penitência austera até a morte. Nos últimos anos de sua vida foi Bispo de Fiésole (Itália).


Liturgia Diária- 31/01/2020

SÃO JOÃO BOSCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Beatificado em 1929, foi canonizado no dia da Páscoa de 1934 por Pio XI. “Homem simples e reto, preparado e pronto para todas as empresas boas, floresceu em todas as virtudes que. eram alimentadas por uma intensíssima caridade,” assim rezam as Leituras da vida deste Santo dos nossos dias. Admiremos nele a sua particular devoção a Nossa Senhora Auxiliadora. Com seu auxílio trabalhou incansavelmente na salvação das almas, especialmente da juventude pobre e abandonada. Para continuar sua obra, instituiu Congregações religiosas para homens e mulheres (Oração).


Páginas 957 a 959 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Liturgia Diária- 29/01/2020

SÃO FRANCISCO DE SALES, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Coleta própria

Bispo de Genebra, distinguiu-se por uma mansidão, caridade e zelo fora do comum (Oração). É padroeiro dos escritores católicos. Mereceu grande glória pela defesa da Religião contra o calvinismo.


Páginas 956; 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Leia o Sermão da Festa, clicando aqui.


Instrução – São Francisco [de Sales] e a Mansidão

Jesus Cristo compara a santidade ao sal, que preserva da corrupção e à luz, que dissipa as trevas.

São Francisco de Salles foi sal, pela sua vida apostólica, que preservou tantas almas da corrupção do erro e do vício. Foi um luzeiro resplandescente pela sua mansidão e bondade atraente. Nos últimos anos de sua vida, foi introduzida a causa de Beatificação de S. Francisco Xavier. Falando deste acontecimento, um sacerdote observou: Já temos São Francisco de Assis, São Francisco de Bórgia, São Francisco de Paula e São Francisco Xavier; falta apenas São Francisco de Salles.

O Prelado sorriu e respondeu com íntima convicção: “Custe o que custar, quero ser santo também; teremos um São Francisco de Salles”. A profecia realizou-se e 45 anos mais tarde Francisco de Salles recebia as honras dos altares. Percorramos hoje esta vida admirável, vendo:
     I – Como o Santo adquiriu a mansidão
     II – Como nós podemos adquiri-la

Liturgia Diária- 28/01/2020

S. PEDRO NOLASCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com orações próprias e comemoração de Sta. Inês (2ª festa)

Nasceu no Sul da França; fundou com S. Raimundo (23 de jan.) a Ordem dos Mercedários, para livrar os Cristãos presos pelos Mouros.


Páginas 953 a 954, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Liturgia Diária- 27/01/2020

SÃO JOÃO CRISÓSTOMO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Coleta e Gradual/Aleluia próprios

Nasceu na Antioquia onde foi ordenado presbítero e depois Bispo de Constantinopla. Distinguiu-se por sua rara eloquência (Crisóstomo, boca de ouro). Usou deste dom e de sua ardente virtude para defender a verdadeira doutrina. Perseguido e desterrado pelo ódio da imperatriz Eudóxia, morreu a caminho do exílio.


Páginas 952 a 953 e 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre).


Liturgia Diária- 23/01/2020

S. RAIMUNDO DE PENAFORTE, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (Confessores) com Coleta própria, com comemoração de S. Emerenciana, Virgem e Mártir

Natural da Espanha, foi célebre jurisconsulto. Entrou na ordem de S. Domingos e mais tarde fundou com S. Pedro Nolasco (28 de jan.) a ordem dos Mercedários. A Oração alude ao milagre que Ele fez viajando sobre o seu manto, como se fora em um barco, das ilhas Baleares até Barcelona.


Páginas 945, 861 a 864 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 14/01/2020

SANTO HILÁRIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com comemoração de S. Félix, Presbítero e Mártir

Nasceu na Aquitânia e como Bispo de Poitiers (353), ilustrou a Igreja por sua santidade e sua doutrina. Durante quatro anos foi exilado pelos arianos.


Páginas 928 a 929 e 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 31/12/2019

VII DIA DA OITAVA DE NATAL

2ª Classe- Missa da Oitava do Natal (“Puer Natus”), com comemoração de S. Silvestre, I, Papa e Confessor

Sob o pontificado deste Papa, de 314 a 355, acabou a era das perseguições e começou a Igreja a gozar de liberdade.

OBS: Neste dia, concede a Igreja INDULGÊNCIA PLENÁRIA a todos aqueles que recitarem/cantarem em oratórios, capelas ou igrejas, de forma pública, o cântico Te Deum (p. 1589 a 1591, do Missal Quotidiano). Recebem indulgência parcial, aqueles que o recitam em ação de graças. (Enchiridion Indulgentiarum (3ª ed., maio de 1986), Item “60”)


Páginas 72 a 74, 812 a 816 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 07/12/2019

S. AMBRÓSIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio” com alguns próprios e comemoração da Féria

Por indicação divina, eleito Bispo de Milão, embora ainda catecúmeno, dentro de poucos dias recebeu todas as ordens. Grande pregador e ardoroso defensor da fé, contribuiu para a conversão de S. Agostinho. Reformou o canto sagrado e fundou o rito ambrosiano, usado ainda hoje em Milão. 


Páginas 914 a 916, 856 a 860, 08 a 11 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 15/11/2019

S. ALBERTO MAGNO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio” com orações próprias – DIA DE ABSTINÊNCIA

Natural da Suábia, entrou na Ordem dos Dominicanos. Durante alguns anos ensinou teologia e teve grande fama como filósofo e teólogo. Em 1260, foi feito Bispo de Ratisbona, mas renunciou a essa dignidade, dois anos depois. S. Tomás de Aquino foi seu grande discípulo. “Grande ” em saber e virtude, foi canonizado e elevado a Doutor da Igreja em 1931, por Pio XI. 


Páginas 1380, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 17 horas na Matriz da Paróquia Bom Jesus. Após, 1º dia do II Simpósio Summorum Pontificum de Uberlândia e Região


Liturgia Diária- 19/10/2019

S. PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Festa de 3ª Classe- PADROEIRO DO BRASIL – Missa “Justus” com Coleta e Epístola próprias

Natural da Espanha, entrou na Ordem de S. Francisco, que reformou por seu zelo e uma vida exemplar de penitência e oração. Auxiliou Santa Teresa na reforma do Carmelo.


Páginas 1344, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 30/09/2019

SÃO JERÔNIMO, Presbítero, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio” com orações próprias

S. Jerônimo, um dos grandes Doutores da Igreja latina, nasceu na Dalmácia. Depois de seu Batismo, dedicou-se ao estudo e à tradução da Sagrada Escritura. O Papa S. Dâmaso o encarregou deste importantíssimo trabalho. Dele temos a edição, chamada “Vulgata”, que ainda hoje está oficialmente em uso. Morreu em Belém. Seu corpo foi trasladado para a igreja de Santa Maria Maior. 


Páginas 1310 a 1311, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 10/09/2019

S. NICOLAU DE TOLENTINO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com Coleta própria

Eremita de Santo Agostinho, resistiu corajosamente a muitas tentações do demônio.


Páginas 1275, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Liturgia Diária- 27/08/2019

S. JOSÉ DE CALAZANS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa própria

Natural da Espanha, ordenou-se presbítero e dedicou-se à instrução da mocidade (Oração, Evangelho). Distinguiu-se por uma grande paciência nas adversidades (Leitura).


Páginas 1251 a 1253 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 23/08/2019

S. FILIPE BENÍCIO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com Coleta própria

Foi o quinto Geral dos Servitas. Sua grande humildade não lhe permitiu aceitar o Sumo Pontificado para o qual fora eleito. (Oração).


Páginas 1244, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 20/08/2019

SÃO BERNARDO, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio” com a epístola “Justus”

Com 4 irmãos e 26 outros companheiros, fundou a Ordem dos Cistercienses. Como abade de Claraval teve grande influência em seu tempo. Pregando as cruzadas, atravessou a França, a Flândria e a Alemanha. Por causa de sua terna devoção a Maria Santíssima, atribuem-lhe o Memorare (Lembrai-vos). É chamado o “Doctor mellifluus“.


Páginas 1238, 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/07/2019

S. VICENTE DE PAULO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com Coleta e Evangelho próprios

O segundo apóstolo da caridade nestes dias, é S. Vicente. Pobre pastor em sua infância, após duras privações, chegou a ordenar-se Sacerdote. Desenvolveu extraordinária atividade pastoral em Paris. Associaram-se a ele homens e mulheres animados dos mesmos ideais e assim foram formadas as congregações dos Lazaristas e das Irmãs da Caridade. S. Vicente é o padroeiro das obras e associações caritativas.


Páginas 1175, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 16/05/2019

SANTO UBALDO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (2) com Coleta própria 

Natural de Gubbio (Itália), foi Bispo dessa cidade, cheio de zelo apostólico. É invocado contra os espíritos malignos (Oração).


Liturgia Diária- 10/05/2019

SANTO ANTONINO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (2) com Coleta própria e comemoração de SS. Gordiano e Epímaco, Mártires (2ªs orações próprias)

Nasceu em Florença (1389), com 16 anos fez-se dominicano. Desde 1446, Arcebispo de Florença, era modelo de pastor e exemplo de sábio. Por sua exímia direção de almas foi chamado “Antonino, o conselheiro”.


Liturgia Diária- 09/05/2019

SÃO GREGÓRIO NAZIANZENO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Epístola própria

Grande amigo de S. Basílio, foi em 379, Bispo de Constantinopla. Quatro anos depois retirou-se para a solidão para viver para a oração e o estudo. Seu grande saber lhe mereceu o título de “Teólogo”.


Páginas 1060; 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 04/03/2019

S. CASIMIRO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria e comemoração de S. Lúcio I, Papa e mártir

Nasceu em 1558 em Vilna; era filho de Cassimiro IV, Rei da Polônia e foi eleito Rei da Hungria. Preferiu uma vida de oração e piedade à vida brilhante da côrte, distinguindo-se por sua grande pureza e devoção a Nossa Senhora.


Liturgia Diária- 27/02/2019

S. GABRIEL DE NOSSA SENHORA DAS DORES, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa própria

Com a idade de 18 anos entrou Francisco Possenti na Ordem dos Passionistas. Distinguiu-se por uma singular devoção a Nossa Senhora das Dores. Clérigo ainda, morreu com a idade de 24 anos. Foi canonizado em 1920.


Páginas 997 a 1000 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 23/02/2019

SÃO PEDRO DAMIÃO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Coleta própria

Monge camaldulense foi feito Bispo de Ostia e mais tarde Cardeal. Grande reformador da disciplina eclesiástica, combateu os males do tempo. Renunciou mais tarde a todas as suas dignidades e morreu como simples monge.


Páginas 993; 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 12/02/2019

OS SETE FUNDADORES DOS SERVITAS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa própria

A Ordem dos Servitas ou Servos de Maria foi instituída em 1223, no Monte Senário, perto de Florença. Ali repousam, em sepultura comum, os sete Fundadores, que, convidados por Nossa Senhora a uma vida de penitência e perfeição, haviam deixado a vida que gozavam como nobres cidadãos. Distinguem-se eles, como a sua Ordem, por uma grande devoção a Nossa Senhora das Dores (Oração).


Páginas 984 a 987 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Participe de nossa Galinhada Beneficente! Saiba mais, clicando aqui.


Liturgia Diária- 09/02/2019

SÃO CIRILO DE ALEXANDRIA, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com orações próprias e comemoração de S. Apolônia, Virgem e Mártir

Foi um dos grandes Doutores da Igreja, no Oriente, e o principal defensor da verdadeira doutrina contra os Nestorianos que ensinavam haver no Cristo não só duas naturezas, como duas pessoas. Maria Santíssima seria apenas, Mãe do Homem-Cristo. No Concílio de Éfeso (431), presidido por S. Cirilo, esta doutrina foi condenada e Nossa Senhora declarada “Theotokos”, Mãe de Deus (Oração).


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira


Participe de nossa Galinhada Beneficente. Saiba mais, clicando aqui


Liturgia Diária- 08/02/2019

S. JOÃO DA MATA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (1) com Coleta própria

Descendente de nobre família da França, obedecendo a uma visão que teve ao celebrar a sua primeira Missa, fundou com S. Félix de Valois (20-XI) a Ordem dos Trinitários para resgatar os escravos cristãos das mãos dos Sarracenos.


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Participe de nossa Galinhada Beneficente! Saiba mais, clicando aqui.


Liturgia Diária- 06/02/2019

SÃO TITO, Bispo e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Statuit” (2) com Coleta própria e comemoração de S. Doroteia, Virgem e Mártir (Missa “Me exspectaverunt” 2)

S. Tito era companheiro de S. Paulo em suas viagens. Foi, mais tarde, Bispo de Creta, onde ensinou até o fim de sua vida.


Liturgia Diária- 04/02/2019

SÃO JOÃO DE BRITO, Mártir

Festa de 3ª Classe- Missa “Laetabitur” com orações próprias – Próprio do Brasil

Nasceu em Lisboa (1647) e entrou na Companhia de Jesus. Foi Superior da Missão nas Índias portuguesas, preso e martirizado em 1693. Foi canonizado em 1947.

NOTA: Em 1962, a Congregação para os Ritos realizou alteração no Calendário do Próprio do Brasil, transferindo esta festa de 13 para 4 de fevereiro. Isso não consta nos Missais, provavelmente por sua não atualização posterior.  


SANTO ANDRÉ CORSINI, Bispo e Confessor

Comemoração – Missa como em São João de Brito, com 2ª Coleta própria e demais orações da Missa “Statuit” (2)

Depois de uma vida bastante mundana entrou na Ordem dos Carmelitas, onde fez penitência austera até a morte. Nos últimos anos de sua vida foi Bispo de Fiésole (Itália).


Liturgia Diária- 31/01/2019

SÃO JOÃO BOSCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Beatificado em 1929, foi canonizado no dia da Páscoa de 1934 por Pio XI. “Homem simples e reto, preparado e pronto para todas as empresas boas, floresceu em todas as virtudes que. eram alimentadas por uma intensíssima caridade,” assim rezam as Leituras da vida deste Santo dos nossos dias. Admiremos nele a sua particular devoção a Nossa Senhora Auxiliadora. Com seu auxílio trabalhou incansavelmente na salvação das almas, especialmente da juventude pobre e abandonada. Para continuar sua obra, instituiu Congregações religiosas para homens e mulheres (Oração).


Páginas 957 a 959 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 29/01/2019

SÃO FRANCISCO DE SALES, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Coleta própria

Bispo de Genebra, distinguiu-se por uma mansidão, caridade e zelo fora do comum (Oração). É padroeiro dos escritores católicos. Mereceu grande glória pela defesa da Religião contra o calvinismo.


Páginas 956; 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 28/01/2019

S. PEDRO NOLASCO, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com orações próprias e comemoração de Sta. Inês (2ª festa)

Nasceu no Sul da França; fundou com S. Raimundo (23 de jan.) a Ordem dos Mercedários, para livrar os Cristãos presos pelos Mouros.


Páginas 953 a 954, 864 a 867 do Missal Quotidiano.


Hoje o haverá Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 23/01/2019

S. RAIMUNDO DE PENAFORTE, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os Justi” (Confessores) com Coleta própria

Natural da Espanha, foi célebre jurisconsulto. Entrou na ordem de S. Domingos e mais tarde fundou com S. Pedro Nolasco (28 de jan.) a ordem dos Mercedários. A Oração alude ao milagre que Ele fez viajando sobre o seu manto, como se fora em um barco, das ilhas Baleares até Barcelona.


SANTA EMERENCIANA, Virgem e Mártir

Comemoração- Missa comum de São Raimundo, com 2ªs orações da Missa “Me exspectaverunt”

O culto de Santa Emerenciana andou sempre associado ao de Santa Inês, e teve em Roma o seu centro, não longe da basílica de Santa Inês extra-muros, na via Nomentana. Referem as atas de Santa Inês que Emerenciana era sua irmã de leite, e que, ainda catecúmena, morrera lapidada, sobre o túmulo da jovem irmã, onde fora orar. 


Páginas 945, 861 a 864 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Inscreva-se para a Turma de Catequese de 2019. Clique aqui e confira.


Inscreva-se em nosso Curso de Introdução ao Credo. ÚLTIMAS VAGAS! Clique aqui.


Liturgia Diária- 14/01/2019

SANTO HILÁRIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”

Nasceu na Aquitânia e como Bispo de Poitiers (353), ilustrou a Igreja por sua santidade e sua doutrina. Durante quatro anos foi exilado pelos arianos.


SÃO FÉLIX, Presbítero e Mártir

Comemoração – Missa “In virtute”, com orações próprias

O túmulo deste Santo, em Nola, pequena cidade ao sul da Itália, foi lugar de romagens frequentes na antiguidade cristã. Na Idade Média o culto de São Félix espalhou-se em todo o Ocidente. Viveu no século III. Foi presbítero e teve muito a sofrer na perseguição de Décio.


Páginas 928 a 929 e 856 a 860 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 31/12/2018

SÃO SILVÉRIO I, Papa e Confessor

Comemoração- Missa da Oitava do Natal (“Puer Natus”), com 2ªs orações da Missa “Si diligis me”

Sob o pontificado deste Papa, de 314 a 355, acabou a era das perseguições e começou a Igreja a gozar de liberdade.


Páginas 72 a 74, 812 a 816 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 07/12/2018

SANTO AMBRÓSIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com alguns próprios

Por indicação divina, eleito Bispo de Milão, embora ainda catecúmeno, dentro de poucos dias recebeu todas as ordens. Grande pregador e ardoroso defensor da fé, contribuiu para a conversão de S. Agostinho. Reformou o canto sagrado e fundou o rito ambrosiano, usado ainda hoje em Milão.


Páginas 914 a 916; 856 a 860; 08 a 11; [respectivamente], do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 24/11/2018

SÃO JOÃO DA CRUZ, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com Coleta própria

Com S. Teresa, reformou o Carmelo, e com ela sofreu muitas perseguições e cruzes físicas e espirituais, mas sempre e ainda mais se uniu a Deus. Seus escritos dão testemunho de sua santidade e seu amor à Cruz do Cristo. Depois de dolorosa enfermidade, entregou sua alma purificada ao Senhor.


SÃO CRISÓGONO, Mártir

Comemoração – Missa “In virtute”, com orações próprias

O culto de S. Crisógono, mártir de Aquileia no princípio do século IV, teve grande voga em Roma e Ravena. Seu nome vem no cânon da Missa. 


Missa de Réquiem às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 15/11/2018

SANTO ALBERTO MAGNO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In medio”, com orações próprias

Natural da Suábia, entrou na Ordem dos Dominicanos. Durante alguns anos ensinou teologia e teve grande fama como filósofo e teólogo. Em 1260, foi feito Bispo de Ratisbona, mas renunciou a essa dignidade, dois anos depois. S. Tomás de Aquino foi seu grande discípulo. “Grande ” em saber e virtude, foi canonizado e elevado a Doutor da Igreja em 1931, por Pio XI.


Liturgia Diária- 03/09/2018

SÃO PIO X, Papa e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

212

José Sarto nasceu em Riese, pequena aldeia da Venécia, em 2 de junho de 1835, dum meio extremamente modesto. A sua inteligência, o seu trabalho e a sua piedade, fizeram-no subir sucessivamente os degraus da hierarquia: vigário, cura, bispo de Mântua, patriarca de Veneza; eleito papa em 4 de Agosto de 1903, tomou o nome de Pio X.

Foi para a Igreja um pastor duma dedicação infatigável e duma energia lúcida, ardente defensor da pureza da doutrina. Reconhecendo o valor da liturgia como oração da Igreja e todo o apoio que ela pode fornecer à devoção dos fiéis, restituiu toda a honra às cerimônias do culto, particularmente ao canto gregoriano, para que o povo pudesse, segundo a sua palavra, orar com beleza. Não se poupou a esforços para propagar a prática tão santificante da comunhão precoce, frequente e quotidiana. 

Morreu em 20 de agosto de 1914 e foi canonizado em 29 de maio de 1954. 

Liturgia Diária- 07/07/2018

SÃO CIRILO E SÃO METÓDIO, Bispos e Confessores

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Nascido em Tessalônica, Cirilo, filósofo de grande valor, era já sacerdote, e Metódio era governador duma colônia eslava na Macedônia, quando em 863 o governador de Constantinopla os enviou à Morávia, cujos habitantes reclamavam a luz do evangelho. Ambos possuíam a devida preparação para levar a bom termo tal empresa. Prepararam um alfabeto eslavo e traduziram para essa língua a liturgia católica. Esse método de apostolado encontrou adversários, mas o papa Adriano II aprovou-o e consagrou bispo a Metódio. São Cirilo morreu em Roma, em 869; foi sepultado junto das relíquias de São Clemente que ele mesmo trouxera de Quersoneso. São Metódio morreu na Morávia, em 885. 


Páginas 1160 a 1161 do Missal Quotidiano.


1º dia da Novena em Louvor a Nossa Senhora do Carmo: Terço às 15 horas e Missa às 15:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (Hebreus 7, 23-27)


Não há na Igreja senão um único sacerdócio, o de Jesus Cristo, o grande pontífice eterno que se ofereceu ao Pai num sacrifício perfeito, capaz de salvar todos os homens para sempre. Deste sacerdócio são depositários os bispos: o seu ministério põe em prática a eficácia e a grandeza do sacerdócio de Cristo. 


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Hebreus.

Além disso, os primeiros sacerdotes deviam suceder-se em grande número, porquanto a morte não permitia que permanecessem sempre. Este, porque vive para sempre, possui um sacerdócio eterno. É por isso que lhe é possível levar a termo a salvação daqueles que por ele vão a Deus, porque vive sempre para interceder em seu favor. Tal é, com efeito, o Pontífice que nos convinha: santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e elevado além dos céus, que não tem necessidade, como os outros sumos sacerdotes, de oferecer todos os dias sacrifícios, primeiro pelos pecados próprios, depois pelos do povo; pois isto o fez de uma só vez para sempre, oferecendo-se a si mesmo.

Evangelho (Lucas 10,1-9)


A pregação do Reino de Deus, inaugurada na Palestina por Jesus e pelos seus discípulos, é prosseguida nos nossos dias pela Igreja através do mundo. A Igreja continua a obedecer às mesmas leis: os operários do Evangelho levam a paz de Deus a todos os que se mostram ávidos de receber a pregação. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, designou o Senhor ainda setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir. Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho. Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa! Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós. Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir. Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo.

Liturgia Diária- 13/02/2018

SÃO JOÃO DE BRITO, Mártir

Próprio do Brasil- Festa de 3ª Classe- Missa “Laetábitur” com orações próprias

Nascido em Lisboa, em Portugal, no dia 4 de março de 1647, martirizado no Maduré a 4 de fevereiro de 1693, foi elevado às honras dos altares por Pio XII a 22 de junho de 1947. Pagem ainda, João de Brito queria assemelhar-se unicamente a São Francisco Xavier, sob cujo patrocínio os pais o colocaram, ainda criança. Digno imitador do grande Apóstolo, suportou fadigas, privações e duras perseguições, morrendo finalmente mártir da castidade conjugal, que varonilmente defendeu. A recusa do batismo de um príncipe da Moravia, que vivia em vergonhoso concubinato, valeu-lhe o ódio das cúmplices, que levantaram contra o missionário, os bramas e o mesmo rei. O martírio veio pôr fim aos cruéis tormentos de que foi vítima. Foi decapitado. 

LEITURAS

 

Epístola (II Tim 2, 8-10; 3,10-12)


O mistério dos sofrimentos de Cristo estende-se a todos os seus; leva ao mistério da sua Ressurreição. 


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo a Timóteo. 

Caríssimo: Lembra-te de Jesus Cristo, saído da estirpe de Davi e ressuscitado dos mortos, segundo o meu Evangelho, pelo qual estou sofrendo até as cadeias como um malfeitor. Mas a palavra de Deus, esta não se deixa acorrentar. Pelo que tudo suporto por amor dos escolhidos, para que também eles consigam a salvação em Jesus Cristo, com a glória eterna. Quanto a ti, te aplicaste a seguir-me de perto na minha doutrina, no meu modo de vida, nos meus planos, na minha fé, na minha paciência, na minha caridade, na minha constância, nas minhas perseguições, nas provações que me sobrevieram em Antioquia, em Icônio, em Listra. Que perseguições tive que sofrer! E de todas me livrou o Senhor. Pois todos os que quiserem viver piedosamente, em Jesus Cristo, terão de sofrer a perseguição.

 

Evangelho (Mt 10, 26-32)


Confiante na providência paternal de Deus, o cristão não tem nada a recear, nem mesmo a morte. Sabe que a sua fidelidade a Cristo, diante dos homens, há de valer-lhe o testemunho do próprio Cristo diante do Pai dos Céus. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo: Disse Jesus aos seus discípulos: “Nada há de escondido que não venha à luz, nada de secreto que não se venha a saber. O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados. Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena. Não se vendem dois passarinhos por um asse [moeda insignificante]? No entanto, nenhum cai por terra sem a vontade de vosso Pai. Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois! Bem mais que os pássaros valeis vós. Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus”.

Liturgia Diária- 12/02/2018

OS SETE FUNDADORES DOS SERVITAS, Confessores

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

A liturgia venera hoje sete nobres florentinos, que no século XII, época em que a Itália e Florença se descarnavam ferozmente, em intermináveis lutas intestinas, deixaram o mundo e foram reunir-se no monte Senário para fundar, nas proximidades da cidade que lhes deu o berço, a Ordem dos Servos de Maria; consagrada à penitência e à meditação das dores de Nossa Senhora na Paixão do Salvador. A influência da nova Ordem chegou rapidamente à França, Alemanha e Polônia, e daí atingiu o mundo todo. Dedicam-se a toda a espécie de atividade apostólica, mas particularmente aos estudos marianos.

LEITURAS

Epístola (Eclo 44, 1-15)

Leitura do Livro da Sabedoria.

Façamos o elogio dos homens ilustres, que são nossos antepassados, em sua linhagem. O Senhor deu-lhes uma glória abundante, desde o princípio do mundo, por um efeito de sua magnificência. Eles foram soberanos em seus estados, foram homens de grande virtude, dotados de prudência. As predições que anunciaram adquiriram-lhes a dignidade de profetas: eles governaram os povos do seu tempo e, com a firmeza de sua sabedoria, deram instruções muito santas ao povo. Com sua habilidade cultivaram a arte das melodias, publicaram os cânticos das escrituras. Homens ricos de virtude, que tinham gosto pela beleza, e viviam em paz em suas casas. Todos eles adquiriram fama junto de seus contemporâneos, e foram a glória de seu tempo. Aqueles que deles nasceram deixaram um nome que publica seus louvores. Outros há, dos quais não se tem lembrança; pereceram como se nunca tivessem existido. Nasceram, eles e seus filhos, como se não tivessem nascido. Os primeiros, porém, foram homens de misericórdia; nunca foram esquecidas as obras de sua caridade. Na sua posteridade permanecem os seus bens. Os filhos de seus filhos são uma santa linhagem, e seus descendentes mantêm-se fiéis às alianças. Por causa deles seus filhos permanecem para sempre, e sua posteridade, assim como sua glória, não terá fim. Seus corpos foram sepultados em paz, seu nome vive de século em século. Proclamem os povos sua sabedoria, e cante a assembléia os seus louvores!

Evangelho (Mt 19, 27-29)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, Pedro disse a Jesus: Eis que deixamos tudo para te seguir. Que haverá então para nós? Respondeu Jesus: Em verdade vos declaro: no dia da renovação do mundo, quando o Filho do Homem estiver sentado no trono da glória, vós, que me haveis seguido, estareis sentados em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna.

Santo do dia – 24/11 – São João da Cruz

Nascimento: 1542 (Fontiveros, Espanha)
Falecimento: 1591 (Úbeda, Espanha) (49 anos)11-24-SaoJoaoCruz_01

⇒ Nasceu em Fontivaros, próximo à Ávila. Ainda na infância, ficou órfão de pai.
⇒ Mais tarde foi estudar num colégio jesuíta onde sua espiritualidade aflorou, levando-o a entrar na Ordem Carmelita, aos 21 anos.
⇒ Foi para a Universidade de Salamanca estudar filosofia e teologia. Mesmo assim encontrava tempo para visitar doentes em hospitais ou em suas casas, prestando serviço como enfermeiro.
⇒ Ordenou-se sacerdote aos 25 anos . Pensou em procurar uma Ordem mais austera e rígida, por achar a Ordem Carmelita muito branda. Foi então que a futura santa Tereza de Ávila cruzou seu caminho. Com autorização para promover, na Espanha, a fundação de conventos reformados, o sacerdote João da Cruz sentiu atraído para esse trabalho. Ao invés de sair da Ordem, ele passou a trabalhar em sua reforma, recuperando os princípios e a disciplina.
⇒ João assumiu o cargo de reitor de uma casa de formação e estudos, reformando, assim, vários conventos. João enfrentou dificuldades e sofrimentos incríveis, para muitos, insuportáveis. Chegou a ser preso por nove meses num convento que se opunha à reforma.
⇒ Conta-se que ele pedia, insistentemente, três coisas a Deus.
1) dar-lhe forças para trabalhar e sofrer muito.
2) não deixá-lo sair desse mundo como superior de uma Ordem ou comunidade.
3) e mais surpreendente, que o deixasse morrer desprezado e escarnecido pelos seres humanos.
⇒ Pregador, místico, escritor e poeta, esse grande santo da Igreja pouco antes de sua morte, João da Cruz teve graves dissabores por causa das incompreensões e calúnias. Foi exonerado de todos os cargos da comunidade, passando os últimos meses na solidão e no abandono. Faleceu após uma penosa doença.
⇒ Escreveu obras bem conhecidas como: Subida do Monte Carmelo; Noite escura da alma; Cântico espiritual e Chama viva de amor. No decurso delas, o itinerário que a alma percorre é claro e certeiro. Negação e purificação das suas desordens sob todos os aspectos.
⇒ Ele faleceu em 14 de Dezembro de 1591, no Convento de Ubeda, Espanha.
⇒ João da Cruz foi canonizado em 1726 por Bento XIII e é um dos Doutores da Igreja Católica.

Fonte: paulinas.org.br, santo.cancaonova.com/