Liturgia Diária- 19/10/2020

S. PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Justus” com Coleta e Epístola próprias

Natural da Espanha, entrou na Ordem de S. Francisco, que reformou por seu zelo e uma vida exemplar de penitência e oração. Auxiliou Santa Teresa na reforma do Carmelo.


Páginas 1344, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 07:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/10/2019

S. PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Festa de 3ª Classe- PADROEIRO DO BRASIL – Missa “Justus” com Coleta e Epístola próprias

Natural da Espanha, entrou na Ordem de S. Francisco, que reformou por seu zelo e uma vida exemplar de penitência e oração. Auxiliou Santa Teresa na reforma do Carmelo.


Páginas 1344, 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 19/10/2018

SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Padroeiro Principal do Brasil

Festa de 1ª Classe [no Brasil]- Missa “Justus” com Coleta e Epístola próprias

Natural da Espanha, entrou na Ordem de S. Francisco, que reformou por seu zelo e uma vida exemplar de penitência e oração. Auxiliou Santa Teresa na reforma do Carmelo.


Páginas 1344, 930 e 864 a 867 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre). 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes, com Comemoração de São Lucas e Santa Margarida.


Liturgia Diária- 19/10/2017

SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA, Confessor

Festa de 1ª Classe (no Brasil)- Padroeiro do Brasil– Missa “Justus”, com Coleta e Epístola próprias

Natural de Alcântara, na Espanha, Pedro tinha dezesseis anos quando entrou, em Valência, na Ordem Franciscana. Fidelíssimo observador da regra primitiva, levou uma vida muito austera. Foi um dos diretores espirituais de Santa Tereza de Ávila, a quem encorajou na reforma do Carmelo. A sua grande devoção à paixão de Cristo fez nascer nele um amor extraordinário pela penitência. Morreu em 1 de outubro de 1562, com sessenta e três anos. 


Páginas 1344 e 864 a 867 do Missal Quotidiano, com comemoração de São Lucas Evangelista (p. 1341 a 1344).


Missa às 18:30 na Capela Nossa Senhora de Lourdes (Rua Mário Paganini, 220, Roosevelt).


LEITURAS

Epístola (Fil 3, 7-12)

Leitura da Epístola de São paulo Apóstolo aos Filipenses.

Irmãos, as coisas que para mim eram vantagens, considerei perda por Cristo. Na verdade, julgo como perda todas as coisas, em comparação com esse bem supremo: o conhecimento de Jesus Cristo, meu Senhor. Por ele tudo desprezei e tenho em conta de esterco, a fim de ganhar Cristo e estar com ele. Não com minha justiça, que vem da lei, mas com a justiça que se obtém pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus pela fé. Anseio pelo conhecimento de Cristo e do poder da sua Ressurreição, pela participação em seus sofrimentos, tornando-me semelhante a ele na morte, com a esperança de conseguir a ressurreição dentre os mortos. Não pretendo dizer que já alcancei (esta meta) e que cheguei à perfeição. Não. Mas eu me empenho em conquistá-la, uma vez que também eu fui conquistado por Jesus Cristo.

Evangelho (Lc 12, 32-34)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Não temais, pequeno rebanho, porque foi do agrado de vosso Pai dar-vos o Reino. Vendei o que possuís e dai esmolas; fazei para vós bolsas que não se gastam, um tesouro inesgotável nos céus, aonde não chega o ladrão e a traça não o destrói. Pois onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração.