Liturgia Diária- 28/10/2020

SS. SIMÃO E JUDAS TADEU, Apóstolos

Festa de 2ª Classe- Missa própria

Simão pregou o Evangelho aos Judeus, e mais tarde foi com Judas Tadeu para a Mesopotâmia e a Pérsia, onde foram ambos martirizados.


Páginas 1353 a 1356 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 07:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/09/2020

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa própria

Antes de sua entrada para o Apostolado, foi publicano, e chamou-se Levi. Foi ele quem escreveu o primeiro Evangelho em língua aramaica, para os judeus. Reza a tradição que pregou na Palestina e na Etiópia, onde morreu.. 


Páginas 1295 a 1297 do Missal Quotidiano. 


Missa às 07:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 25/04/2020

S. MARCOS, Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa própria, com comemoração das Rogações

Discípulo e companheiro de S. Pedro, escreveu o 2º Evangelho, a pedido dos Cristãos de Roma, seguindo as pregações do Príncipe dos Apóstolos. Pregou o Evangelho no Egito e fundou a Sé episcopal de Alexandria que ocupou em primeiro lugar. Morreu mártir. Na Leitura o profeta Ezequiel fala de quatro seres animados, que são, segundo se atribuí, os quatro Evangelistas. S. Marcos é representado sob o símbolo do leão porque inicia o Evangelho, com a voz “do que clama no deserto”.


Páginas 1040 a 1043; 524 a 527 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 28/12/2019

OS SANTOS INOCENTES, Mártires

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em São Paulo

Na igreja de S. Paulo em Roma (Statio), veneram-se as relíquias dessas Testemunhas da Divindade de Nosso Senhor, que confessaram a sua fé, “não em palavras, mas sofrendo a morte” (Oração). Alegres, unimo-nos a elas e assinamos também nós este testemunho (Introito). A mesma graça nos auxiliará e nos libertará dos laços do inimigo e nos fará seguir o Cordeiro (Epístola, Gradual). O Evangelho nos narra o acontecimento histórico: como a Providência de Deus salvou ao Menino Jesus e a seus pais. Ela mesma se serviu da maldade do perseguidor para dar tão grande distinção e glória aos Santos Inocentes. Peçam eles por nós, para que também os nossos sacrifícios sejam aceitos por Deus (Secreta, Pós-comunhão), e para que a nossa vida, que é um constante morrer, seja para nós um penhor de vida eterna. .


Páginas 69 a 72 do Missal Quotidiano.


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 27/12/2019

SÃO JOÃO, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em Santa Maria Maior

DIA DE ABSTINÊNCIA

No Presépio do Menino Jesus (Statio), não faltam as rosas purpúreas do martírio nem os lírios alvos da pureza. Ontem foi a coragem de Sto. Estêvão, o primeiro fruto da vinda do Salvador. Hoje é o discípulo amado – amado por sua pureza virginal – quem segue o cortejo do Divino Infante. Reclinado sobre o Coração de Jesus, ele aprendeu a verdadeira sabedoria, que ensina nas reuniões dos fiéis (Introito e Oração), e cujo louvor é cantado na Epístola. No Evangelho, Jesus nos avisa não somente que o martírio corporal nos salva, como também, que o martírio espiritual, a abnegação, a pureza virginal, são caminhos para a salvação. Com S. João, unamo-nos, pois, ao sacrifício do Cristo, renunciemos ao mundo e floresceremos como a palmeira, imagem do Justo (Ofertório). Assim estaremos preparados para receber o penhor da imortalidade a – santa Comunhão – até que venha o Senhor. (Communio). .


Páginas 66 a 69 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 30/11/2019

S. ANDRÉ, Apóstolos

Festa de 2ª Classe- Missa própria

S. André, irmão de S. Pedro, foi chamado juntamente com este por Nosso Senhor (Evangelho). Pregou o Evangelho na Ásia Menor e nos Balcans onde foi martirizado. Seu corpo está em Amalfi e sua cabeça em Roma. Sigamos o seu exemplo na prontidão com que seguiu o chamamento do Senhor e no amor que teve à Cruz.


Páginas 903 a 906 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 28/10/2019

SS. SIMÃO E JUDAS TADEU, Apóstolos

Festa de 2ª Classe- Missa própria

Simão pregou o Evangelho aos Judeus, e mais tarde foi com Judas Tadeu para a Mesopotâmia e a Pérsia, onde foram ambos martirizados.


Páginas 1353 a 1356 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 18/10/2019

S. LUCAS, Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa própria

DIA DE ABSTINÊNCIA

Médico em Antioquia, foi convertido por S. Paulo e acompanhou-o sempre em suas viagens (Leitura). E’ autor do III. Evangelho, no qual escreveu o que ouvira de S. Paulo. Além do Evangelho, escreveu os Atos dos Apóstolos. Pregou em Acaia e ali foi martirizado.


Páginas 1341 a 1344 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/09/2019

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa própria, com comemoração do Sábado das Têmporas de Setembro

Antes de sua entrada para o Apostolado, foi publicano, e chamou-se Levi. Foi ele quem escreveu o primeiro Evangelho em língua aramaica, para os judeus. Reza a tradição que pregou na Palestina e na Etiópia, onde morreu.. 


Páginas 1295 a 1297 e 678 a 686 do Missal Quotidiano. 


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


Liturgia Diária- 28/12/2018

OS SANTOS INOCENTES, Mártires

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em São Paulo

Na igreja de S. Paulo em Roma (Statio), veneram-se as relíquias dessas Testemunhas da Divindade de Nosso Senhor, que confessaram a sua fé, « não em palavras, mas sofrendo a morte » (Oração). Alegres, unimo-nos a elas e assinamos também nós este testemunho (Introito). A mesma graça nos auxiliará e nos libertará dos laços do inimigo e nos fará seguir o Cordeiro (Epístola, Gradual). O Evangelho nos narra o acontecimento histórico: como a Providência de Deus salvou ao Menino Jesus e a seus pais. Ela mesma se serviu da maldade do perseguidor para dar tão grande distinção e glória aos Santos Inocentes. Peçam eles por nós, para que também os nossos sacrifícios sejam aceitos por Deus (Secreta, Pós-comunhão), e para que a nossa vida, que é um constante morrer, seja para nós um penhor de vida eterna. .


Páginas 69 a 72 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 27/12/2018

SÃO JOÃO, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria – Estação em Santa Maria Maior

No Presépio do Menino Jesus (Statio), não faltam as rosas purpúreas do martírio nem os lírios alvos da pureza. Ontem foi a coragem de Sto. Estêvão, o primeiro fruto da vinda do Salvador. Hoje é o discípulo amado – amado por sua pureza virginal – quem segue o cortejo do Divino Infante. Reclinado sobre o Coração de Jesus, ele aprendeu a verdadeira sabedoria, que ensina nas reuniões dos fiéis (Introito e Oração), e cujo louvor é cantado na Epístola. No Evangelho, Jesus nos avisa não somente que o martírio corporal nos salva, como também, que o martírio espiritual, a abnegação, a pureza virginal, são caminhos para a salvação. Com S. João, unamo-nos, pois, ao sacrifício do Cristo, renunciemos ao mundo e floresceremos como a palmeira, imagem do Justo (Ofertório). Assim estaremos preparados para receber o penhor da imortalidade a – santa Comunhão – até que venha o Senhor. (Communio). .


Páginas 66 a 69 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 18/10/2018

SÃO LUCAS, Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

Médico em Antioquia, foi convertido por S. Paulo e acompanhou-o sempre em suas viagens (Leitura). E’ autor do III. Evangelho, no qual escreveu o que ouvira de S. Paulo. Além do Evangelho, escreveu os Atos dos Apóstolos. Pregou em Acaia e ali foi martirizado.


Páginas 1341 a 1344 do Missal Quotidiano. 


Liturgia Diária- 21/09/2018

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

No momento em que Jesus chamou Mateus para O seguir, era ele um publicano, cobrador de impostos por conta dos romanos. Compreende-se o odioso duma profissão que lembrava aos judeus a sua dependência; o publicano era também considerado pelos fariseus como o tipo do pecador. Porém nada disto deteve Jesus. A narração evangélica sublinha a bondade e a magnanimidade com que cumpriu a sua missão de Salvador. 

S. Mateus é-nos, sobretudo, conhecido como evangelista. Foi ele o primeiro a pôr por escrito os ensinamentos do Senhor e a história de sua vida. Fê-lo em aramaico, a língua que falava Nosso Senhor. O nome de São Mateus encontra-se no cânon da Missa, no grupo dos apóstolos. 


SEXTA-FEIRA DAS TÊMPORAS DE SETEMBRO

Comemoração- Missa do dia com 2ªs orações próprias

O jejum penitencial, que a Igreja nos impõe, postula a conversão de coração, conversão sincera a Deus, que o profeta Oseias reclamava aos Judeus (epístola). É esta conversão que dá, com a amizade de Deus, a alegria de viver em sua presença (introito e epístola). O evangelho vem depois demonstrar até onde chega o perdão: ninguém perdoa, como Deus perdoa. Nesta véspera de ordenações, todos se devem lembrar de dar graças a Deus, por Ele continuar, por meio dos seus sacerdotes, a obra de perdão e conversão que veio realizar à terra.


Páginas 1295 a 1297 e 675 a 677 do Missal Quotidiano.


Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes às 18:30 horas.


Liturgia Diária- 25/04/2018

SÃO MARCOS, Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

São Marcos é um dos quatro evangelistas. Não pertence ao grupo dos Apóstolos, mas, discípulo da primeira hora, foi muito cedo companheiro deles no apostolado. Parece ter-se ligado sobretudo a São Pedro; serviu-lhe de intérprete e pôs por escrito o seu ensinamento: o evangelho de São Marcos é o eco direto da pregação do chefe dos Apóstolos. Veneza tem a glória de possuir o seu corpo; é o padroeiro da cidade. A iconografia cristã tem o costume de representar São Marcos com um leão. O leão é um dos quatro animais simbólicos da visão de Ezequiel. 


Páginas 1040 a 1043 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


LEITURAS

Epístola (Ez 1, 10-14)


O livro de Ezequiel abre a visão do carro de Javé, puxado por quatro animais simbólicos, cada um dos quais tem quatro faces, viradas para os quatro pontos cardeais. A tradição cristã viu nestes seres estranhos o símbolo dos quatro evangelistas; começando São Marcos a sua narrativa com a pregação de São João Batista no deserto, a Idade Média escolheu o leão para simbolizar o autor do segundo evangelho.


Leitura do profeta Ezequiel.

Eis a figura dos quatro animais: Quanto ao aspecto de seus rostos tinham todos eles figura humana, todos os quatro uma face de leão pela direita, todos os quatro uma face de touro pela esquerda, e todos os quatro uma face de águia. Eis o que havia no tocante as suas faces. Suas asas estendiam-se para o alto; cada qual tinha duas asas que tocavam às dos outros, e duas que lhe cobriam o corpo. Cada qual caminhava para a frente: iam para o lado aonde os impelia o espírito; não se voltavam quando iam andando. No meio desses seres, divisava-se algo parecido com brasas incandescentes, como tochas que circulavam entre eles; e desse fogo que projetava uma luz deslumbrante, saíam relâmpagos. Os seres ziguezagueavam como o raio.

Evangelho (Lc 10, 1-9)


A pregação do Reino de Deus, inaugurada na Palestina por Jesus e pelos seus discípulos, é prosseguida nos nossos dias pela Igreja através do mundo. A Igreja continua a obedecer às mesmas leis: os operários do Evangelho levam a paz de Deus a todos os que se mostram ávidos de receber a pregação.


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, designou o Senhor setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir. Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho. Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa! Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós. Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir. Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo.

Liturgia Diária-27/12/2017

SÃO JOÃO, Apóstolo e Evangelista 

Festa de 2ª Classe- Missa Própria com Comemoração da Oitava do Natal

São João, o Evangelista por excelência da divindade de Jesus, foi, com muito acerto, colocado à beira do presépio, para nos cantar as grandezas recônditas do Menino-Deus. Autor do quarto evangelho, de três epístolas e do Apocalipse, as suas páginas sobre a preexistência do Verbo, tornado, pela Encarnação, luz do mundo e vida das almas, são das mais notáveis e mais belas do Novo Testamento. Valeram-lhe, entre os gregos, o título de Teólogo, e a liturgia latina escolhe, para introito da sua missa, o da missa dos doutores. Na iconografia cristã, é simbolizado pela águia, de olhos penetrantes, que paira acima dos mais altos cumes. 

Predileto do Senhor, João cognominou-se a si próprio, no seu Evangelho, o discípulo que Jesus amava. Foi, com Tiago, seu irmão, e Simão Pedro, uma das testemunhas da Transfiguração; encontramo-lo, na Ceia, a reclinar a cabeça no peito do Mestre, e no Calvário, onde Jesus lhe confia sua Mãe. Foi o único dos Apóstolos que não morreu martirizado, vindo a falecer em Éfeso, carregado de anos. Julga-se que passou os últimos anos a reger as igrejas da Ásia Menor. 


Páginas 66 a 69 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

Epístola (Eclo 15, 1-6)


A epístola, tal como o introito, aplica a São João os textos sapienciais, que a Igreja costuma reservar à liturgia dos Doutores.


Leitura do Livro da Sabedoria.

Aquele que teme a Deus praticará o bem. Aquele que exerce a justiça possuirá a sabedoria. Ela virá ao seu encontro como mãe cumulada de honrarias, e o receberá como uma esposa virgem; alimentá-lo-á com o pão da vida e da inteligência, e o saciará com a água salutar da sabedoria. Ela se fortalecerá nele e o tornará inabalável, ela o sustentará para que não seja confundido, e o exaltará entre os seus próximos. Abrir-lhe-á a boca no meio da assembléia, enchê-lo-á do espírito de sabedoria e de inteligência, e o revestirá com um manto glorioso. Acumulará sobre ele um tesouro de alegria e de júbilo, e lhe dará por herança um nome eterno.

Evangelho (Jo 21, 19-24)


Baseados numa palavra de Jesus, cujo sentido o mesmo São João não quis revelar, os primeiros cristãos estiveram, por algum tempo, persuadidos que o Apóstolo amado, cuja velhice se ia prolongando, não morreria.


Sequência do Santo Evangelho segundo João. 

Naquele tempo, disse Jesus a Pedro: Segue-me! Voltando-se Pedro, viu que o seguia aquele discípulo que Jesus amava (aquele que estivera reclinado sobre o seu peito, durante a ceia, e lhe perguntara: Senhor, quem é que te há de trair?). Vendo-o, Pedro perguntou a Jesus: Senhor, e este? Que será dele? Respondeu-lhe Jesus: Que te importa se eu quero que ele fique até que eu venha? Segue-me tu. Correu por isso o boato entre os irmãos de que aquele discípulo não morreria. Mas Jesus não lhe disse: Não morrerá, mas: Que te importa se quero que ele fique assim até que eu venha? Este é o discípulo que dá testemunho de todas essas coisas, e as escreveu. E sabemos que é digno de fé o seu testemunho.

 

Liturgia Diária- 18/10/2017

SÃO LUCAS, Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

São Lucas é o autor do terceiro Evangelho e dos Atos dos Apóstolos. Natural de Antioquia, converteu-se ao cristianismo e associou-se a São Paulo, de quem foi fiel companheiro de apostolado. Estava ainda com São Paulo em Roma quando o apóstolo aguardava o martírio na prisão; depois perde-se-lhe o rastro: nada sabemos de seus últimos anos. 

O Evangelho se S. Lucas é, acima de tudo, o Evangelho da salvação e da misericórdia: Por ele se conservam algumas das mais tocantes parábolas do Salvador, como a ovelha perdida e a do filho pródigo. Dante chama São Lucas “o historiador da mansidão de Cristo”. é igualmente a S. Lucas que devemos a maior parte do que samos sobre a infância de Jesus. 

São Lucas não conheceu pessoalmente o Senhor, não é contado entre os apóstolos, assim como São Marcos, o autor do segundo Evangelho. Daí o escolher-se, para o evangelho de sua festa, a narração da missão dos setenta e dois discípulos. 

LEITURAS

Epístola (II Cor 8, 16-24)


Entre aqueles que S.Paulo designa aqui por colaboradores no apostolado, segundo parece ser, é São Lucas “o irmão que todas as igrejas elogiam” por causa dos serviços por ele prestados à causa do Evangelho.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Coríntios.

Bendito seja Deus, por ter posto no coração de Tito a mesma solicitude por vós. Não só recebeu bem o meu pedido, mas, no ardor do seu zelo, espontaneamente partiu para vos visitar. Juntamente com ele enviamos o irmão, cujo renome na pregação do Evangelho se espalha em todas as igrejas. Não só isto, mas foi destinado também pelos sufrágios das igrejas para nosso companheiro de viagem, nesta obra de caridade, que por nós é administrada para a glória do Senhor, em testemunho da nossa boa vontade. Queremos evitar assim que alguém nos censure por motivo desta importante coleta que empreendemos, porque procuramos fazer o bem, não só diante do Senhor, senão também diante dos homens. Com eles enviamos ainda outro nosso irmão, cujo zelo pudemos comprovar várias vezes e em diversas ocasiões. Desta vez se mostrará ainda mais zeloso, em razão da grande confiança que tem em vós. Quanto a Tito, é o meu companheiro e o meu colaborador junto de vós; quanto aos nossos irmãos, são legados das igrejas, que são a glória de Cristo. Portanto, em presença das igrejas, demonstrai-lhes vossa caridade e o verdadeiro motivo da ufania que sentimos por vós.

Evangelho (Lc 10, 1-9)


A pregação do Reino de Deus, inaugurada na Palestina por Jesus e pelos seus discípulos, é prosseguida nos nossos dias pela Igreja através do mundo. A Igreja continua a obedecer às mesmas leis: os operários do Evangelho levam a paz de Deus a todos os que se mostram ávidos de receber a pregação.


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, designou o Senhor setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir. Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho. Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa! Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós. Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir. Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo.

Liturgia Diária- 21/09/2017

SÃO MATEUS, Apóstolo e Evangelista

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

No momento em que Jesus chamou Mateus para O seguir, era ele um publicano, cobrador de impostos por conta dos romanos. Compreende-se o odioso duma profissão que lembrava aos judeus a sua dependência; o publicano era também considerado pelos fariseus como o tipo do pecador. Porém nada disto deteve Jesus. A narração evangélica sublinha a bondade e a magnanimidade com que cumpriu a sua missão de Salvador. 

S. Mateus é-nos, sobretudo, conhecido como evangelista. Foi ele o primeiro a pôr por escrito os ensinamentos do Senhor e a história de sua vida. Fê-lo em aramaico, a língua que falava Nosso Senhor. O nome de São Mateus encontra-se no cânon da Missa, no grupo dos apóstolos. 


Páginas 1295 a 1297 e 1041 do Missal Quotidiano.


Missa na Capela São Judas Tadeu às 18:30 horas.


LEITURAS

Epístola (Ez 1, 10-14)

Leitura do Profeta Ezequiel.

O aspecto dos quatro animais era o seguinte: em seus rostos tinham todos eles figura humana, todos os quatro uma face de leão pela direita, todos os quatro uma face de touro pela esquerda, e todos os quatro uma face de águia. Eis o que havia no tocante as suas faces. Suas asas estendiam-se para o alto; cada qual tinha duas asas que tocavam às dos outros, e duas que lhe cobriam o corpo. Cada qual caminhava para a frente: iam para o lado aonde os impelia o espírito; não se voltavam quando iam andando. No meio desses seres, divisava-se algo parecido com brasas incandescentes, como tochas que circulavam entre eles; e desse fogo que projetava uma luz deslumbrante, saíam relâmpagos. Os seres ziguezagueavam como o raio.

Evangelho (Mt 9, 9-13)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento das taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e o seguiu. Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. Vendo isto, os fariseus disseram aos discípulos: “Por que come vosso mestre com os publicanos e com os pecadores?” Jesus, ouvindo isto, respondeu-lhes: “Não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício (Os 6,6). Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.”