Liturgia Diária- 23/12/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe – Missa do domingo

Na noite do sábado anterior ao IV domingo do Advento faziam-se antigamente as ordenações dos ministros de Deus. Como mais tarde estas cerimônias fossem realizadas, já no sábado de manhã, faz-se para o IV domingo uma Missa própria, composta, em sua maior parte, das Missas das Têmporas do Advento. São, portanto, estes dois pensamentos: Ordenação e Advento que dominam na Missa deste domingo.

A Epístola fala-nos dos ministros de Cristo, que, por seu ofício e sua vida devem preparar os fiéis para a vinda do Senhor. Com o profeta Isaías, desejamos esta vinda (Introito). No Evangelho mostra-nos o Precursor o que devemos fazer: encher os vales e arrasar os montes, isto é, arrepender-nos dos pecados e humilhar-nos. No Ofertório, Nossa Senhora quem nos conduz para oferecermos no altar as nossas dádivas e a nossa boa vontade. Na Comunhão nos tornamos semelhantes a ela, pela visita que Jesus faz ao nosso coração.


Páginas 35 a 38 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Novena de Natal– 8º dia – clique aqui e confira


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- IV Domingo do Advento

Domingo de 1ª Classe – ESTAÇÃO NA BASÍLICA DOS SANTOS DOZE APÓSTOLOS – Missa Própria

Na noite do sábado anterior ao IV domingo do Advento faziam-se antigamente as ordenações dos ministros de Deus. Como mais tarde estas cerimônias fossem realizadas, já no sábado de manhã, faz-se para o IV domingo uma Missa pró- pria, composta, em sua maior parte, das Missas das Têmporas do Advento. São, portanto, estes dois pensamentos: Ordenação e Advento que dominam na Missa deste domingo.

A Epístola fala-nos dos ministros de Cristo, que, por seu ofício e sua vida devem preparar os fiéis para a vinda do Senhor. Com o profeta Isaías, desejamos esta vinda (Introito). No Evangelho mostra-nos o Precursor o que devemos fazer: encher os vales e arrasar os montes, isto é, arrepender-nos dos pecados e humilhar-nos. No Ofertório, Nossa Senhora quem nos conduz para oferecermos no altar as nossas dádivas e a nossa boa vontade. Na Comunhão nos tornamos semelhantes a ela, pela visita que Jesus faz ao nosso coração.


Páginas 35 a 38 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Novena de Natal– 7º dia – clique aqui e confira


Missa Rezada às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Santa Teresinha.


Liturgia Diária- Natividade de S. João Batista

Festa de 1ª Classe- Missa própria

É o próprio Salvador quem chama S. João, o maior dentre os que nasceram de mulher. Grande ele é pelos milagres e fatos extraordinários que acompanham o seu nascimento. Grande por sua vocação de Precursor do Salvador do mundo. Grande ainda por sua vida e seu martírio glorioso.

Pela boca do Profeta Isaías, S. João anuncia a sua vocação sublime (Introito e Epístola). Seu nascimento foi motivo de grande regozijo no seio da família e por isso também toda a família cristã pede esta alegria espiritual (Oração). O Evangelho nos conta os acontecimentos bíblicos. Alegremo-nos na festa de hoje, pois aquele que neste dia nasceu — seis meses antes do Salvador — nos prepara para o nosso próprio renascimento, em Jesus Cristo para uma vida nova (Postcommunio).


Páginas 1126 a 1129 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 23/06/2018

VIGÍLIA DA NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA

Vigília de 2ª Classe- Missa Própria

 zechariah-pic57

A Igreja prepara-se para celebrar amanhã o nascimento de São João Batista, o Precursor do Messias. Esta festa conservou a sua vigília em virtude da excepcional missão de São João Batista. 


Páginas 1122 a 1125 do Missal Quotidiano. 


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Leitura (Jr 1,4-10)

Leitura do profeta Jeremias.

Naqueles dias: Foi-me dirigida nestes termos a palavra do Senhor: Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações. E eu respondi: Ah! Senhor, eu nem sei falar, pois que sou apenas uma criança. Replicou porém o Senhor: Não digas: Sou apenas uma criança: porquanto irás procurar todos aqueles aos quais te enviar, e a eles dirás o que eu te ordenar. Não deverás temê-los porque estarei contigo para livrar-te – oráculo do Senhor. E o Senhor, estendendo em seguida a sua mão, tocou-me na boca. E assim me falou: Eis que coloco minhas palavras nos teus lábios. Vê: dou-te hoje poder sobre as nações e sobre os reinos para arrancares e demolires, para arruinares e destruíres, para edificares e plantares.

Evangelho (Lc 1,5-17)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 

Naquele tempo, nos tempos de Herodes, rei da Judéia, houve um sacerdote por nome Zacarias, da classe de Abias; sua mulher, descendente de Aarão, chamava-se Isabel. Ambos eram justos diante de Deus e observavam irrepreensivelmente todos os mandamentos e preceitos do Senhor. Mas não tinham filho, porque Isabel era estéril e ambos de idade avançada. Ora, exercendo Zacarias diante de Deus as funções de sacerdote, na ordem da sua classe, coube-lhe por sorte, segundo o costume em uso entre os sacerdotes, entrar no santuário do Senhor e aí oferecer o perfume. Todo o povo estava de fora, à hora da oferenda do perfume. Apareceu-lhe então um anjo do Senhor, em pé, à direita do altar do perfume. Vendo-o, Zacarias ficou perturbado, e o temor assaltou-o. Mas o anjo disse-lhe: Não temas, Zacarias, porque foi ouvida a tua oração: Isabel, tua mulher, dar-te-á um filho, e chamá-lo-ás João. Ele será para ti motivo de gozo e alegria, e muitos se alegrarão com o seu nascimento; porque será grande diante do Senhor e não beberá vinho nem cerveja, e desde o ventre de sua mãe será cheio do Espírito Santo; ele converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus, e irá adiante de Deus com o espírito e poder de Elias para reconduzir os corações dos pais aos filhos e os rebeldes à sabedoria dos justos, para preparar ao Senhor um povo bem disposto.