Liturgia Diária- XIX Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria, com comemoração da Maternidade de Nossa Senhora

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).

Sobre a Festa da Maternidade: Era 1931 celebrou-se o XV. centenário da declaração da Maternidade divina de Nossa Senhora, no Concílio de Éfeso. Para solenizar esta data e lembrar aos fiéis este Mistério, o Santo Padre Pio XI instituiu a festa de hoje. O Introito, a Epístola e o Gradual mostram como, já no antigo Testamento, esperou-se este Mistério. Os outros textos se referem à sua realização.


Páginas 691 a 694 e 1333 a 1335 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 07:30 horas e Missa Cantada às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 25/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração dos Santos Crisanto e Daria, Mártires

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694, 1352 a 1353 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 22/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 21/10/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo, com comemoração de S. Hilarião, Abade; e S. Úrsula e companheiras, Mártires

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694, 867 a 875 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 18 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- XIX Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria

Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu os ouvirei”. Consola-nos este pensamento, principalmente agora que o fim do ano se aproxima. Mais austeros se devem tornar os nossos pensamentos. O Apóstolo concita-nos a revestirmo-nos do homem novo (Epístola). No Evangelho vemos que o banquete já está preparado. Sejamos também nós prontos para ouvir e cumprir os mandamentos de Deus (Introito, Communio e Postcommunio), pois é assim que possuímos a veste nupcial — a graça santificante. Somos convivas do banquete nupcial, e, a cada momento, pode entrar o Rei para ver os seus hóspedes. Não desanimemos. Tenhamos confiança em Deus. Ele socorrer-nos-á no combate e no sofrimento (Introito, Oração e Communio).


Páginas 691 a 694 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 09:30 horas na Matriz da Paróquia Bom Jesus e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Diocesana.