Liturgia Diária- 27/03/2020

SEXTA-FEIRA DA 4ª SEMANA DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe – Missa própria, com comemoração de S. João Damasceno, Confessor e Doutor – Estação em S. Eusébio

DIA DE ABSTINÊNCIA

A igreja estacionai estava situada no meio de um cemitério, fato que, provavelmente, influiu na escolha das Leituras de hoje.

Como ontem, vemos na Leitura e no Evangelho, a Deus e a Cristo, Senhor sobre a morte. Os batizandos e os penitentes estão mortos. Jesus Cristo lhes comunica a vida.

Sobre o santo: Nasceu em 700 em Damasco e distinguiu-se particularmente por sua defesa ao culto das sagradas imagens. Deus auxiliou e protegeu seu servo (Cânticos e Leitura), e tendo-lhe sido cortada a mão direita, foi milagrosamente curado (Evangelho e Cânticos). Foi elevado à dignidade de Doutor da Igreja por Leão XIII.


Páginas 245 a 251 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 19/01/2019

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa do I Domingo depois da Epifania, com comemorações

Celebra-se hoje a Epifania, a manifestação da Divindade do Menino, aos doutores: o Varão eterno assentado no trono, rodeado pelos Anjos. Diante desta visão sublime só podemos assumir a atitude de humildes discípulos que pedem luz, a fim de conhecer o que devem praticar, e força para o cumprir (Oração). Na Epístola, o pequeno Doutor nos ensina os nossos deveres, e no Evangelho, atemos deste ensinamento o exemplo vivo na obediência ao Pai celeste e na submissão a Maria e a José, em Nazaré.


SS. MÁRIO, MARTA, AUDÍFACE E ÁBACO, Mártires

Comemoração (4ª Classe)- Missa do I Domingo depois da Epifania, com 2ªs orações próprias

Mário, nobre persa, sua esposa e seus filhos, visitando os Cristãos presos no cárcere de Roma, foram detidos e martirizados.


SÃO CANUTO, Rei e Mártir

Comemoração (4ª Classe) – Missa do I Domingo depois da Epifania, com 3ªs orações próprias

Foi rei da Dinamarca e assassinado às mãos dos inimigos da fé que lhe não suportaram nem o zelo pela palavra de Deus, nem a energia com que impunha o respeito das leis. Massacraram-no em Odessa, na igreja de S.Albano, a 10 de julho de 1086. 


Páginas 93 a 95; 934 a 937; 823 a 826 do Missal Quotidiano (D. G. Lefebvre, 1963). 


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.