Liturgia Diária- 17/10/2020

S. MARGARIDA MARIA ALACOQUE, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa própria

Religiosa da Visitação em Paray-le-Monial, entregou-se à contemplação e ao amor da Paixão de Nosso Senhor (Communio). D’Ele mesmo recebeu a ordem de trabalhar na difusão do culto ao seu Sagrado Coração (Oração e Epístola). As muitas dificuldades não conseguiram diminuir o seu fervor (Gradual). Foi canonizada em 1920.


Páginas 1338 a 1341 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 08 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 30º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Os consoladores do Sagrado Coração de Jesus somos nós que viemos, durante este mês, meditar nos seus terníssimos afetos, e estudar os seus desejos


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 29º Dia

III PARTE

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Os consoladores do Coração de Jesus que estão em 4º lugar são as crianças devotas e inocentes


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 28º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Os consoladores do Coração de Jesus que estão em 3° lugar, são as almas humildes e desconhecidas, que se julgam felizes com este esquecimento


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 27º Dia

III PARTE

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Os segundos consoladores do Coração de Jesus são as almas que sofrem pacientemente


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 26º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Entre os consoladores do Coração de Jesus acham-se primeiramente os zelosos Ministros de Deus e os santos Religiosos e Religiosas


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 25º Dia

III PARTE

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O sexto espinho do Coração de Jesus são as almas que se afastam voluntariamente da sagrada Comunhão


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 24º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O quinto espinho do Coração de Jesus são os que corrompem a infância


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 23º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O quarto espinho do Coração de Jesus são as almas que profanam os sacramentos


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 22º Dia

III PARTE

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O terceiro espinho do Coração de Jesus são as almas frouxas e tíbias


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 21º Dia

III PARTE

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O segundo espinho do Coração de Jesus são as almas indiferentes


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 20º Dia

III PARTE 

OS ESPINHOS DO CORAÇÃO DE JESUS

O primeiro espinho do Coração de Jesus são as almas que voluntariamente permanecem em estado de pecado mortal


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 19º Dia

II PARTE 

OS DESEJOS DO SAGRADO CORAÇÃO

O quinto desejo do Coração de Jesus é o triunfo completo da Igreja


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 18º Dia

II PARTE 

OS DESEJOS DO SAGRADO CORAÇÃO

O quarto desejo do Coração de Jesus é o livramento das almas do Purgatório


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 17º Dia

II PARTE 

OS DESEJOS DO SAGRADO CORAÇÃO

O terceiro desejo do Coração de Jesus é a salvação das almas


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 16º Dia

II PARTE 

OS DESEJOS DO SAGRADO CORAÇÃO

O segundo desejo do Coração de Jesus é a honra e glória da SS. Virgem


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 15º Dia

II PARTE 

OS DESEJOS DO SAGRADO CORAÇÃO

O primeiro desejo do Coração de Jesus é a gloria de seu Pai


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 14º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e o bom ladrão


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 13º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus negado por S. Pedro


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 12º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

São João repousando sobre o peito do Salvador


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 11º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e os apóstolos pedindo a punição dos Samaritanos


Novena do Sagrado Coração de Jesus

Hoje se inicia a Novena do Sagrado Coração de Jesus, cuja Festa é celebrada na sexta-feira após o II do Tempo depois de Pentecostes – 19/06 neste ano.

Abaixo publicamos as orações para cada dia, relembrando que postamos, diariamente, meditações sobre o Sagrado Coração, neste mês a Ele dedicado (saiba mais)


CLIQUE AQUI E ACESSE O FOLHETO

Meditações – Mês do Sagrado Coração – 10º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e o povo falto de pão no deserto


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 9º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus defende Madalena


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 8º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e os aflitos


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 7º Dia

I PARTE

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e o leproso


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 6º Dia

I PARTE

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e o paralítico da piscina


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 5º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e o pai aflito que lhe pede a cura de seu filho


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 4º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e a samaritana


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 3º Dia

I PARTE 

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e a pobre viúva de Naim que chora seu filho


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 2º Dia

I PARTE

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

Jesus e Lázaro


Meditações – Mês do Sagrado Coração – 1º Dia

I PARTE

OS TERNÍSSIMOS AFETOS DO CORAÇÃO DE JESUS

PRIMEIRO DIA

Jesus e as criancinhas


Junho – Mês do Sagrado Coração de Jesus

Dando continuidade às devoções mensais e a publicação de pias meditações, publicaremos, durante todos os dias de junho, partes da obra Mês do Sagrado Coração, do Pe. José Basílio Pereira, mesmo autor do livro que publicamos em maio, conforme a edição de 1913. O livro completo e digitalizado pode ser encontrado aqui.

Eis o prólogo do livro:

A primeira edição deste opúsculo veio a lume em 1888, e trazia então uma notícia resumida, mas bastante explicativa sobre o Apostolado da Oração.

Hoje ele é reeditado sem esta segunda parte, mas em seu lugar vêm duas coleções de exemplos para os dias do mês; alguns transcritos quase textualmente do periódico Mensageiro do Coração de Jesus (Edição Francesa), e outros compostos sobre dados que se encontram no dito periódico religioso e noutros, ou em vidas de Santos e biografias de cristãos de todas as classes, que foram fervorosos devotos do Sagrado Coração.

A primeira série de exemplos, que vem junta às meditações, consta de fatos que se deram em tempos e lugares diferentes, e demonstram a utilidade e o poder incalculável da pia devoção: chamar-se-á bem esta série a das — Graças do Coração de Jesus. A outra oferece, a largos traços, o esboço de vidas que se orientaram todas por este culto especial: pode intitular-se a dos – discípulos do Sagrado Coração.

A segunda coleção de exemplos vai colocada no fim do opúsculo, proporcionando, mesmo fora dos exercícios devotos, uma interessante e proveitosa leitura espiritual para cada dia do mês consagrado ao Santíssimo Coração de Jesus.

Bahia, 29 – 3 – 1913.
Padre José Basílio Pereira

MEDITAÇÕES

Liturgia Diária- 17/10/2019

S. MARGARIDA MARIA ALACOQUE, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa própria

Religiosa da Visitação em Paray-le-Monial, entregou-se à contemplação e ao amor da Paixão de Nosso Senhor (Communio). D’Ele mesmo recebeu a ordem de trabalhar na difusão do culto ao seu Sagrado Coração (Oração e Epístola). As muitas dificuldades não conseguiram diminuir o seu fervor (Gradual). Foi canonizada em 1920.


Páginas 1338 a 1341 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 16/11/2018

SANTA GERTRUDES, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti” com Coleta própria

Entre as Santas que Deus concedeu à sua Igreja, na Idade média, Santa Gertrudes “Magna” é, sem dúvida, uma das mais notáveis. Jovem ainda, entregou-se a Deus no Mosteiro das Beneditinas de Helfta, onde Deus lhe concedeu muitas e extraordinárias graças. Ela nos legou no “Embaixador do Amor Divino”, as suas profundas considerações teológicas e litúrgicas.


Dia de abstinência. 


Liturgia Diária- 17/10/2018

SANTA MARGARIDA MARIA ALACOQUE, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Religiosa da Visitação em Paray-le-Monial, entregou-se à contemplação e ao amor da Paixão de Nosso Senhor (Communio). D’Ele mesmo recebeu a ordem de trabalhar na difusão do culto ao seu Sagrado Coração (Oração e Epístola). As muitas dificuldades não conseguiram diminuir o seu fervor (Gradual). Foi canonizada em 1920.


Liturgia Diária- 08/06/2018

FESTA DO SACRATÍSSIMO CORAÇÃO DE JESUS

Festa de 1ª Classe- Missa Própria

digitalizar0001

O calvinismo no século XVI e o jansenismo no XVII, pregaram um cristianismo desfigurado. Em vez do amor universal de Deus, que entrega o seu Filho para a salvação dos homens, semearam o temor e a angústia, resultantes do pensamento duma exclusão inexorável, a plicar a uma grande parte da humanidade. 

A Igreja contrapôs sempre a estas afirmações, o amor infinito do Salvador, que morre na cruz pelos homens. A instituição da festa do Sagrado Coração de jesus contribui para criar rapidamente entre os fiéis uma poderosa corrente de devoção, que, desde então, grandemente se tem desenvolvido. Foi São João Eudes o primeiro a compor um ofício e missa em honra do Sagrado Coração de Jesus. Mas só depois da aparição de Nosso Senhor a Santa Margarida Maria, em 1675, a festa foi instituída. Pio IX estendeu-a em 1856 à Igreja universal e Pio XI, em 1928, elevou-a à categoria de festa de 1ª classe, com oitava e missa própria. Em 1955, Pio XII suprimiu a oitava, em virtude das medidas gerais de simplificação. 

“Eis o Coração que tanto amou os homens”, dissera Nosso Senhor. Os textos da missa evocam admiravelmente a profundeza e extensão do amor do Salvador. Na epístola é São Paulo que irrompe num hino de ação de graças pelos esplendores do plano divino, de dimensões infinitas. No evangelho temos o próprio símbolo do amor de Jesus – a lançada no Coração, donde brota a água (batismo) e o sangue (Eucaristia). 


Páginas 600 a 605 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Epístola (Ef 3,8- 19)


O plano divino da Redenção do mundo em Cristo e por Cristo revela-nos o amor que Deus nos tem, dando-nos o seu Filho.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Efésios.

Irmãos: A mim, o mais insignificante dentre todos os santos, coube-me a graça de anunciar entre os pagãos a inexplorável riqueza de Cristo, e a todos manifestar o desígnio salvador de Deus, mistério oculto desde a eternidade em Deus, que tudo criou. Assim, de ora em diante, as dominações e as potestades celestes podem conhecer, pela Igreja, a infinita diversidade da sabedoria divina, de acordo com o desígnio eterno que Deus realizou em Jesus Cristo, nosso Senhor. Pela fé que nele depositamos, temos plena confiança de aproximar-nos junto de Deus. Por isso vos rogo que não desfaleçais nas minhas tribulações que sofro por vós: elas são a vossa glória. Por esta causa dobro os joelhos em presença do Pai, ao qual deve a sua existência toda família no céu e na terra, para que vos conceda, segundo seu glorioso tesouro, que sejais poderosamente robustecidos pelo seu Espírito em vista do crescimento do vosso homem interior. Que Cristo habite pela fé em vossos corações, arraigados e consolidados na caridade, a fim de que possais, com todos os cristãos, compreender qual seja a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, isto é, conhecer a caridade de Cristo, que desafia todo o conhecimento, e sejais cheios de toda a plenitude de Deus.

Evangelho (Jo 19, 31-37)


Cristo é o verdadeiro Cordeiro pascal, imolado para salvação do mundo. Em cumprimento das profecias, morre na cruz por amor de nós.


Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo: Os judeus temeram que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque já era a Preparação e esse sábado era particularmente solene. Rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas e fossem retirados.
Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro, que com ele foram crucificados. Chegando, porém, a Jesus, como o vissem já morto, não lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água. O que foi testemunha desse fato o atesta (e o seu testemunho é digno de fé, e ele sabe que diz a verdade), a fim de que vós creiais. Assim se cumpriu a Escritura: Nenhum dos seus ossos será quebrado (Ex 12,46). E diz em outra parte a Escritura: Olharão para aquele que transpassaram (Zc 12,10).

[Aviso] Ato de Reparação e Desagravo ao Sagrado Coração de Jesus

No próximo sábado, 2, a Irmandade do Carmo promoverá um Ato de Reparação e Desagravo ao Sagrado Coração de Jesus, na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 

Programação:

14 horas– Exposição e Adoração ao Santíssimo Sacramento;

18 horas– Benção;

18:30 horas– Missa (dia da 5ª comunhão reparadora).

 

Cor Jesu sacratissimum, miserere nobis!

Ato de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus

Coração de Jesus
Dulcíssimo Jesus, Redentor do gênero humano, lançai os vossos olhares sobre nós, humildemente prostrados diante de vosso altar. Nós somos e queremos ser vossos; e para que possamos viver mais intimamente unidos a Vós, cada um de nós neste dia se consagra espontaneamente ao vosso Sacratíssimo Coração.

Muitos nunca Vos conheceram; muitos desprezaram os vossos mandamentos e Vos renegaram. Benigníssimo Jesus, tende piedade de uns e de outros e trazei-os todos ao vosso Sagrado Coração.

Senhor, sede o Rei não somente dos fiéis que nunca de Vós se afastaram, mas também dos filhos pródigos que Vos abandonaram; fazei que eles tornem, quanto antes, à casa paterna, para que não pereçam de miséria e de fome.

Sede o Rei dos que vivem iludidos no erro, ou separados de Vós pela discórdia; trazei-os ao porto da verdade e à unidade da fé, a fim de que em breve haja um só rebanho e um só pastor.

Sede o Rei de todos aqueles que estão sepultados nas trevas da idolatria e do islamismo, e não recuseis conduzi-los todos à luz e ao Reino de Deus.

Volvei, enfim, um olhar de misericórdia aos filhos do que foi outrora vosso povo escolhido; desça também sobre eles, num batismo de redenção e vida, aquele sangue que um dia sobre si invocaram.

Senhor, conservai incólume a vossa Igreja, e dai-lhe uma liberdade segura e sem peias; concedei ordem e paz a todos os povos; fazei que de um a outro pólo do mundo, ressoe uma só voz: Louvado seja o Coração divino, que nos trouxe a salvação! A Ele, honra e glória por todos os séculos dos séculos. Amém.

S.S. Pio XI, 11 de dezembro de 1925.