Liturgia Mensal – Junho/2020

26/06

SS. JOÃO E PAULO, Mártires

Festa de 3ª Classe- Missa própria

DIA DE ABSTINÊNCIA

Irmãos pelo sangue (Aleluia), negando-se a servir a Juliano, o apóstata, ganharam no mesmo dia a coroa do martírio. Seus nomes estão no Cânon da Missa e na Ladainha de Todos os Santos, sinal da antiguidade de sua veneração.


Páginas 1130 a 1132 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 33, 20-21 |ib., 2)

Multæ tribulationes iustórum, et de his ómnibus liberávit eos Dóminus: Dóminus custodit ómnia ossa eórum: unum ex his non conterétur. Ps. Benedícam Dóminum in omni témpore: semper laus eius in ore meo. ℣. Glória Patri… Muitas são as tribulações dos Justos e de todas elas o Senhor os livra. O Senhor preserva todos os ossos dos Justos e nem um só será quebrado. Sl. Bendirei o Senhor em todo o tempo; esteja sempre em minha boca o seu louvor. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Quǽsumus, omnípotens Deus: ut nos gemináta lætítia hodiérnæ festivitátis excípiat, quæ de beatórum Ioánnis et Pauli glorificatióne procédit; quos eadem fides et pássio vere fecit esse germános. Per D.N. Nós Vos rogamos, ó Deus onipotente, que penetre em nossas almas a dupla alegria da festa de hoje, fruto da glorificação dos santos João e Paulo que a mesma fé e o mesmo martírio fizeram verdadeiros irmãos. Por N. S.

Epístola (Eclo 44, 10-15)

Léctio libri Sapiéntiae.

Hi viri misericórdiæ sunt, quorum pietátes non defuérunt: cum semine eórum pérmanent bona, heréditas sancta nepótes eórum, et in testaméntis stetit semen eórum: et fílii eórum propter illos usque in ætérnum manent: semen eórum et glória eórum non derelinquétur. Córpora ipsórum in pace sepúlta sunt, et nomen eórum vivit in generatiónem et generatiónem. Sapiéntiam ipsórum narrent pópuli, et laudem eórum núntiet Ecclésia.

Leitura do livro da Sabedoria.

Estes eram homens de misericórdia, cujas obras de piedade subsistem para sempre. Os bens que deixaram permanecem para sua posteridade; seus descendentes são uma santa herança e sua raça ficou fiel à aliança. Por causa deles, seus filhos permanecem eternamente e sua glória não terá fim. Seus corpos foram sepultados em paz e seus nomes viverão de geração em geração. Exaltem os povos sua sabedoria e a Igreja proclame os seus louvores.

Gradual (Sl 132, 1-2 | -)

Ecce, quam bonum et quam iucúndum, habitáre fratres in unum! ℣. Sicut unguéntum in cápite, quod descéndit in barbam, barbam Aaron

Allelúia, allelúia. ℣. Hæc est vera fratérnitas, quæ vicit mundi crímina: Christum secúta est, ínclita tenens regna coeléstia. Allelúia.

Vede como é bom e agradável habitarem juntos os irmãos! ℣. É como o bálsamo derramado na cabeça, descendo sobre a barba, a barba de Aarão.

Aleluia, aleluia. ℣. Esta é a verdadeira fraternidade que vence os crimes do mundo: segue o exemplo do Cristo e reina gloriosamente no céu. Aleluia.

Evangelho (Lc 12, 1-8)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Dixit Iesus discípulis suis: Atténdite a ferménto pharisæórum, quod est hypócrisis. Nihil autem opértum est, quod non revelétur: neque abscónditum, quod non sciátur. Quóniam, quæ in ténebris dixístis, in lúmine dicántur: et quod in aurem locúti estis in cubículis, prædicábitur in tectis. Dico autem vobis amicis meis: Ne terreámini ab his, qui occídunt corpus, et post hæc non habent ámplius quid fáciant. Osténdam autem vobis, quem timeátis: timéte eum, qui, postquam cecíderit, habet potestátem míttere in gehénnam. Ita dico vobis: hunc timéte. Nonne quinque pásseres véneunt dipóndio, et unus ex illis non est in oblivióne coram Deo? Sed et capílli cápitis vestri omnes numeráti sunt. Nolíte ergo timére: multis passéribus pluris estis vos. Dico autem vobis: Omnis, quicúmque conféssus fúerit me coram homínibus, et Fílius hóminis confitébitur illum coram Angelis Dei.

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Guardai-vos do fermento dos fariseus, que é hipocrisia. Porque nada há tão oculto que se não venha a descobrir, e nada escondido, que se mão venha a saber. Por isso as coisas que dissestes nas trevas, serão ditas às claras: e o que falastes ao ouvido, no recôndito de vossos cubículos, será apregoado de cima dos tetos. Digo-vos, porém, a vós, que sois meus amigos: Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, e depois nada mais podem fazer. Eu vos mostrarei entretanto a quem haveis de temer: temei Aquele, que depois de matar, tem poder de lançar no inferno. Sim, eu vos digo, temei a Este. Porventura não se vendem cinco passarinhos por dois vinténs? E todavia, nem um só deles está em esquecimento diante de Deus. Até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois vós valeis mais que muitos pássaros. Ora, eu vos digo: Todo aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos Anjos de Deus.

Ofertório (Sl 5, 12-13)

Gloriabúntur in te omnes, qui díligunt nomen tuum, quóniam tu, Dómine, benedíces iusto: Dómine, ut scuto bonæ voluntátis tuæ coronásti nos. Rejubilar-se-ão em Vós, Senhor, todos os que amam vosso Nome, porque Vós abençoais o Justo. Qual escudo, nos protege a vossa solicitude, ó Senhor.

Secreta

Hóstias tibi, Dómine, sanctórum Martyrum tuórum Ioánnis et Pauli dicátas méritis, benígnus assúme: et ad perpétuum nobis tríbue proveníre subsídium. Per D.N. Recebei favoravelmente, Senhor, as hóstias que Vos oferecemos pelos méritos de vossos santos Mártires João e Paulo, e fazei que elas nos obtenham o vosso constante socorro. Por N.S.

Prefácio (Comum)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos Tibi simper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus: per Christum Dominum nostrum. Per quem majestatem Tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates, Coeli, Coelorumque Virtutes, ac beata Seraphim socia exultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces, ut admitti, jubeas, supplici confessione dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Paí onipotente, eterno Deus, por Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. Às suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando em humilde confissão Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sab 3, 4-6)

Et si coram homínibus torménta passi sunt, Deus tentavit eos: tamquam aurum in fornáce probávit eos, et quasi holocáusta accépit eos. Se eles sofreram tormentos ante os homens, foi porque Deus os provou; provou-os como o ouro no cadinho e recebeu-os como holocaustos.

Pós-comunhão

Súmpsimus, Dómine, sanctórum Martyrum tuórum Ioánnis et Pauli sollémnia celebrántes, sacraménta coeléstia: præsta, quǽsumus; ut, quod temporáliter gérimus, ætérnis gáudiis consequámur. Per D.N. Recebemos, Senhor, os vossos celestiais Sacramentos, celebrando a festa de vossos santos Mártires, João e Paulo e concedei, Vos rogamos, que alcancemos nas alegrias eternas o que agora celebramos.. Por N. S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).


Clique em um dos demais dias para acessar a respectiva Liturgia:

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: