Liturgia Diária-Festa da Sagrada Família

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

Com a Igreja fazemos hoje uma visita à casa de Nazaré. A Sagrada Família é um exemplo para a família cristã. Sigam os filhos o exemplo de Jesus, que era submisso a seus pais. O pai imite a S. José e a mãe veja em Maria Santíssima um modelo de esposa e mãe cujas virtudes encontramos na Epístola e no Evangelho. Para a execução de nossos propósitos, imploramos nas Orações as graças do Alto, e assim, também em nossas casas reinará a paz de Jesus Cristo.


Páginas 88 a 92 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


APENAS Missa Cantada às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes. 


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Prov. 23, 24 e 25 | Sl 83, 2-3) (Áudio)

Exsúltat gáudio pater Justi, gáudeat Pater tuus et Mater tua, et exsúltet quæ génuit te. Ps. Quam dilécta tabernácula tua, Dómine virtútum! concupíscit et déficit ánima mea in átria Dómini. ℣. Gloria Patri. Exulte de alegria o pai do Justo; regozijem-se vosso Pai e vossa Mãe, e a que Vos gerou. Sl. Corno são amáveis os vossos tabernáculos, Senhor dos exércitos! Desfalece a minha alma, suspirando pelos átrios do Senhor. ℣. Glória ao Pai.

Coleta

Dómine Jesu Christe, qui, Maríæ et Joseph súbditus, domésticam vitam ineffabílibus virtútibus consecrásti: fac nos, utriúsque auxílio, Famíliæ sanctæ tuæ exémplis ínstrui; et consórtium cénsequi sempitérnum: Qui vivis. Senhor, Jesus Cristo, que por vossa submissão a Maria e José, consagrastes a vida doméstica com a prática de virtudes inefáveis, fazei que, auxiliados por vossos pais, sejamos instruídos com os exemplos de vossa Santa Família e cheguemos a participar da eterna felicidade. Vós, que, sendo Deus, viveis. 

Epístola (Col 3, 12-17)

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Colossénses

Fratres: Indúite vos sicut elécti Dei, sancti et dilécti, víscera misericórdiæ, benignitátem, humilitátem, modéstiam, patiéntiam: supportántes ínvicem, et donántes vobismetípsis, si quis advérsus áliquem habet querélam: sicut et Dóminus donávit vobis, ita et vos. Super ómnia autem hæc caritátem habéte, quod est vínculum perfectiónis: et pax Christi exsúltet in córdibus vestris, in qua et vocáti estis in uno córpore: et grati estóte. Verbum Christi hábitet in vobis abundánter, in omni sapiéntia, docéntes et commonéntes vosmetípsos psalmis, hymnis et cánticis spirituálibus, in grátia cantántes in córdibus vestris Deo. Omne, quodcúmque fácitis in verbo aut in ópere, ómnia in nómine Dómini Jesu Christi, grátias agéntes  Deo et Patri per ipsum.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Colossenses.

Irmãos: Como eleitos de Deus, santos e diletos, revesti-vos de entranhada misericórdia, de benignidade, humildade, modéstia e paciência. Suportai-vos uns aos outros, e perdoai-vos mutuamente, se um tiver motivo de queixa contra o outro. Como o Senhor vos perdoou, assim fazei também vós. Acima de tudo isso, tende caridade que é o vínculo da perfeição. Triunfe em vossos corações a paz do Cristo, para a qual também fostes chamados num só Corpo; e sede agradecidos. A palavra do Cristo habite em vós com abundância, com toda a sabedoria; instruí-vos e exortai-vos, uns aos outros. Cantai a Deus salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus, com a gratidão em vossos corações. Tudo quanto fizerdes por palavra ou por obra,seja tudo em nome do Senhor Jesus Cristo, rendendo graças por Ele a Deus Pai.

Gradual (Sl 26,4; 83,5 | Is 45, 15) 

Unam pétii a Dómino, hanc requíram: ut inhábitem in domo Dómini ómnibus diébus vitæ meæ. ℣. Beáti, qui hábitant in domo tua, Dómine: in sǽcula sæculórum laudábunt te.

Allelúia, allelúia, ℣. Vere tu es Rex abscónditus, Deus Israël Salvátor. Allelúia.

Uma só coisa peço ao Senhor; e esta solicito: que eu habite na casa do Senhor todos os dias de minha vida. ℣. Felizes, Senhor, os que moram em vossa casa; pelos séculos dos séculos Vos louvarão.

Aleluia, aleluia. ℣. Verdadeiramente sois um Rei escondido, ó Salvador, Deus de Israel. Aleluia.

Evangelho (Lc 2, 42-52)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthaeum.

Cum factus esset Jesus annórum duódecim, ascendéntibus illis Jerosólymam secúndum consuetúdinem diéi festi, consummatísque di bus, cum redírent, remánsit puer Jesus in Jerúsalem, et non cognovérunt paréntes ejus. Existimántes autem illum esse in comitátu, venérunt iter diéi, et requirébant eum inter cognátos et notos. Et non inveniéntes, regréssi sunt in Jerúsalem, requiréntes eum. Et factum est, post tríduum invenérunt illum in templo sedéntem in médio doctórum, audiéntem illos et interrogántem eos. Stupébant autem omnes, qui eum audiébant, super prudéntia et respónsis ejus. Et vidéntes admiráti sunt. Et dixit Mater ejus ad illum: Fili, quid fecísti nobis sic? Ecce, pater tuus et ego doléntes quærebámus te. Et ait ad illos: Quid est, quod me quærebátis? Nesciebátis, quia in his, quæ Patris mei sunt, opórtet me esse? Et ipsi non intellexérunt verbum, quod locútus est ad eos. Et descéndit cum eis, et venit Názareth: et erat súbditus illis. Et Mater ejus conservábat ómnia verba hæc in corde suo. Et Jesus proficiébat sapiéntia et ætáte et grátia apud Deum et hómines. – CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Quando Jesus completou doze anos, subiram eles [Jesus e seus país] a Jerusalém, segundo o costume daquela festa. E acabados aqueles dias, ao regressarem, ficou o Menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus, pais dessem por isso: Cuidando que Ele vinha em companhia de outros, caminharam um dia inteiro, e O procuravam entre os parentes e conhecidos. Mas não O achando, voltaram a Jerusalém para O procurar. Aconteceu que, depois de passados três dias, O acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo- os e interrogando-os. E todos os que O ouviam, pasmavam de sua sabedoria e de suas respostas. Vendo-O, ficaram admirados. E disse-Lhe sua Mãe: Filho, por que nos fizeste isso? Eis que teu pai e eu Te procurávamos aflitos. E Ele lhes disse: Por que me buscáveis? Não sabíeis que me devo ocupar no que é da vontade de meu Pai? Eles não entenderam, no entanto, a palavra que lhes dissera. Então desceu com eles e veio para Nazaré; e era-lhes submisso. Sua Mãe conservava todas essas palavras em seu coração. Entretanto Jesus crescia em sabedoria, em idade e graça diante de Deus e dos homens. – CREIO…

Ofertório (Lc 2, 22)

Tulérunt Jesum paréntes ejus in Jerúsalem, ut sísterent eum Dómino. Os pais de Jesus O levaram a Jerusalém para O apresentar ao Senhor.

Secreta

Placatiónis hostiam offérimus tibi, Dómine, supplíciter deprecántes: ut, per intercessiónem Deíparæ Vírginis cum beáto Joseph, famílias nostras in pace et grátia tua fírmiter constítuas. Per eúndem D.N. Nós Vos oferecemos, Senhor, a Hóstia de reconciliação, suplicando-Vos que, pela intercessão da Virgem Mãe de Deus e de S. José, sejam as nossas Famílias para sempre consolidadas na paz e na posse de vossa graça. Pelo mesmo J. C.

Prefácio (da Epifania)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos tibi simper, et ubique gratias agree: Domine sancta, Pater omnipotens, aeterne Deus. Quia cum Unigenitus tuus in substantia nostrae mortalivatis apparuit, nova nos immortalitatis suae luce reparavit. Et ideo cum Angelis et Archangelis, cum Thronis et Dominationibus, cumque omni militia celestis exercitus, hymmum gloriae tuae canimus, sine fine dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus. Porque, manifestando-se o vosso Unigênito Filho na substância de nossa carne mortal, restaurou-nos com a nova luz de sua imortalidade. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações, com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo sem fim: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Lc 2, 51) (Áudio)

Descéndit Jesus cum eis, et venit Názareth, et erat súbditus illis. Jesus desceu com eles, e veio para Nazaré; e era-lhes submisso.

Pós-comunhão

Quos caeléstibus réficis sacraméntis, fac, Dómine Jesu, sanctae Famíliæ tuæ exémpla júgiter imitári: ut in hora mortis nostræ, occurrénte gloriósa Vírgine Matre tua cum beáto Joseph; per te in ætérna tabernácula récipi mereámur: Qui vivis. Aos que nutristes com os vossos celestes Sacramentos, Senhor Jesus, fazei que sigam sempre os exemplos de vossa santa família, para que, à hora da morte venham ao seu encontro a gloriosa Virgem, vossa Mãe, com S. José, e mereçam ser recebidos por Vós nos tabernáculos eternos. Vós que, sendo Deus, viveis.


Traduções e comentário principal do Missal de D. Beda Keickeisen (1947/1962). Áudios do site “CCWatershed”

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: