Liturgia Diária- 28/08/2018

SANTO AGOSTINHO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Agostinho nasceu em Tagaste, na África do Norte em 354. Tendo a principio escutado docilmente sua mãe, Santa mônica, em breve se deixou arrastar para as mais graves desordens: “os meus pecados eram como uma bola de neve que engrossa à medida que a gente a faz rolar”. Desolada, Mônica orava e chorava, seguindo os passos do filho. Professor de talento e espírito sempre ansioso de saber, Agostinho partiu para Roma, sendo depois nomeado mestre de retórica em Milão. Santo Ambrósio acolheu com bondade o jovem professor, e ensinou-lhe a doutrina cristã; tendo já conhecido e seguido várias filosofias, Agostinho descobria a verdade a pouco e pouco. Um dia, por inspiração do alto, abriu as epístolas de São Paulo e leu: “Não vos atoleis na crápula e na impureza, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo”. Imediatamente as suas indecisões acabaram. Recebeu o batismo no Sábado Santo de 387, com a idade de 32 anos. Sete meses depois, morria Santa Mônica, pedindo ao filho que “se lembrasse dela no altar do Senhor”. De regresso à África, ordenado presbítero e elevado depois a bispo de Hipona aos 41 anos, organizou o seu clero e praticou ele próprio a vida comum com os clérigos que o rodeavam. Deu-lhes uma organização. Três regras lhe foram atribuídas; uma delas foi tirada duma carta escrita a religiosas, sendo mais tarde adaptada a homens.

Santo Agostinho morreu em 28 de agosto de 430, depois dum episcopado de 36 anos. A sua influência foi enorme. Alma ardente e profunda, inteligência penetrante, deixou tratados e sermões que ainda hoje são verdadeiros tesouros do pensamento da Igreja. Com S. Ambrósio, São Jerônimo e São Gregório Magno, é um dos quatro grandes doutores da Igreja Latina. 


SÃO HERMES, Mártir

Comemoração- Missa do dia com 2ªs orações próprias

São Hermes, martirizado em Roma, provavelmente durante a perseguição de Diocleciano, foi depultado num cemitério da via Salária. A “Depositio Martyrum” de 354 menciona-o já entre os mártires romanos.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Eclo 15,5; Sl 91,2)

O Senhor lhe abriu a boca no meio da assembleia dos fiéis, e o encheu do espírito da sabedoria e da inteligência; revestiu-o duma túnica de glória. Sl. É bom louvar o Senhor e exaltar o vosso nome, ó Altíssimo. Glória ao Pai.

Coleta

Atendei, Senhor onipotente, as nossas humildes orações e, já que nos permitis confiar nos tesouros da vossa bondade, concedei-nos, por intercessão de Santo Agostinho, vosso confessor e pontífice, a graça de sentir os efeitos da vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Coleta (de S. Hermes)

Ó Deus, que Vos dignastes armar o bem-aventurado Hermes de invencível coragem para afrontar os tormentos do martírio, fazei que, à sua imitação, desprezemos por vosso amor os favores da fortuna, e não temamos os reveses. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (II Tim 4, 1-8)


Os doutores da Igreja espalham a santa doutrina e combatem o erro; sustentam o duro combate da verdade, que é preciso defender e propagar por toda a parte. A Igreja celebra neles os que lhe ajudaram a guardar a pureza da fé.


Leitura da Epístola de São Paulo apóstolo a Timóteo.

Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério. Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.

Gradual (Sl 36, 30-31)

O coração do justo medita na sabedoria e a sua língua revela os tesouros da justiça. V. Traz no coração a lei do seu Deus, por isso são firmes os seus passos.

Aleluia (Sl 88,21)

Aleluia, aleluia. V. Encontrei a David meu servo e ungi-o com o meu óleo santo. Aleluia.

Evangelho (Mt 5, 13-19)


Sê o “sal da terra”, a “luz do mundo” – os doutores da Igreja realizam esta dupla função pela força irradiante e a firmeza do seu ensinamento. Missão duma grandeza incomparável! Reclama dos que se desempenham dela a mais inteira felicidade, e daqueles que os seguem, uma docilidade total. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição. Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus”.

Ofertório (Sl 91, 13)

O justo crescerá como a palma, e elevar-se-á como o cedro do Líbano.

Secreta

Fazei, Senhor, que sempre nos acompanhe a piedosa intercessão do bem-aventurado Agostinho, pontífice e doutor, a qual Vos torne aceites as nossas ofertas e nos concilie o vosso perdão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Secreta (de S. Hermes)

Nós Vos oferecemos, Senhor, este sacrifício de louvor em memória dos vossos Santos; fazei que aquilo que lhes aumenta a eles a glória, nos aproveite a nós para a salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Lc 12, 42)

Eis o servo e prudente a quem o Senhor estabeleceu sobre a sua casa para lhe distribuir em tempo oportuno a sua parte de trigo. 

Pós-comunhão

Fazei, Senhor, por intercessão do bem-aventurado Agostinho, pontífice e egrégio doutor, que este sacrifício nos obtenha a salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pós-comunhão (de S. Hermes)

Repletos, Senhor, das vossas bençãos celestes, suplicamos-Vos, por intercessão do bem-aventurado Hermes, a graça de sentir os efeitos salutares do sacrifício que humildemente celebramos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: