Liturgia Diária- 20/09/2018

SANTO EUSTÁQUIO E COMPANHEIROS, Mártires

Comemoração- Missa “Sapientiam” com 2ªs orações da Féria

st-eustachius

O culto de Santo Eustáquio ou Eustato, introduziu-se em Roma durante a alta Idade Média. Os seus numerosos biógrafos tem se comprazido em multiplicar os fatos maravilhosos que teriam ilustrado a sua vida e martírio. Em mais dum ponto se aparentam com os da vida de Santo Humberto, particularmente o episódio da caça ao veado, em que o animal para de súbito, deixando ver entre as hastes a imagem de Jesus crucificado. 

PRÓPRIO DO DIA

Introito (Eclo 44, 15.14; Sl 32,1)

Seja proclamada pelos povos a sabedoria dos santos e anunciados nas assembleias os seus louvores: os seus nomes sobreviverão a todos os séculos. Sl. Alegrai-vos, ó justos, no Senhor: aos homens retos convém o louvor. Glória ao Pai.

Coleta

Ó Deus, que nos concedeis a graça de celebrar o natalício dos bem-aventurados mártires Eustáquio e companheiros, fazei que nos alegremos um dia no Céu em sua companhia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Coleta (da Féria)

Dai, Senhor, ao vosso povo que evite as ciladas do demônio e Vos sirva de coração puro, a Vós, seu único Deus e Senhor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (Sab 5, 16-20)


O Senhor toma à sua própria conta a causa dos mártires; reserva-lhes no Céu uma coroa de glória.


Leitura do Livro da Sabedoria.

Quanto aos justos, viverão eternamente: receberão a régia coroa de glória, e o diadema da beleza da mão do Senhor, porque os cobrirá com sua direita, e os protegerá com seu braço. Por armadura tomará seu zelo cioso, e armará as criaturas para se vingar de seus inimigos. Tomará por couraça a justiça, e por capacete a integridade no julgamento. Ele se cobrirá com a santidade, como com um impenetrável escudo, afiará o gume de sua ira para lhe servir de espada, e o mundo se reunirá a ele na luta contra os insensatos.

Gradual (Sl 123, 7-8)

A nossa alma foi libertada, como uma avezinha, da laçada dos caçadores. V. A laçada desfez-se e nós ficamos em liberdade: o nosso auxílio está no nome do Senhor que fez o Céu e a Terra.

Aleluia (Sl 67, 4)

Aleluia, aleluia. V. Banqueteiem-se e exultem os justos na presença de Deus: e folguem na alegria. Aleluia.

Evangelho (Lc 6, 17-23)


A felicidade prometida aos que sofrem perseguição por amor do Senhor basta para justificar a escolha deste evangelho na parte final. O princípio, com a descrição das curas e milagres de Jesus, explica-se pelas festas dos santos Cosme e Damião, médicos e taumaturgos, para quem a missa “Sapientiam” foi primeiramente composta.


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo: Descendo Jesus do monte, parou numa planície. Aí se achava um grande número de seus discípulos e uma grande multidão de pessoas vindas da Judeia, de Jerusalém, da região marítima, de Tiro e Sidônia, que tinham vindo para ouvi-lo e ser curadas das suas enfermidades. E os que eram atormentados dos espíritos imundos ficavam livres. Todo o povo procurava tocá-lo, pois saía dele uma força que os curava a todos. Então ele ergueu os olhos para os seus discípulos e disse: Bem-aventurados vós que sois pobres, porque vosso é o Reino de Deus! Bem-aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis fartos! Bem-aventurados vós que agora chorais, porque vos alegrareis! Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem, vos expulsarem, vos ultrajarem, e quando repelirem o vosso nome como infame por causa do Filho do Homem! Alegrai-vos naquele dia e exultai, porque grande é o vosso galardão no céu. Era assim que os pais deles tratavam os profetas.

Ofertório (Sl 149, 5-6)

Os santos exultarão na glória e alegrar-se-ão nos seus assentos. Nas suas bocas não cessarão os louvores de Deus. Aleluia.

Secreta

Nós Vos oferecemos, Senhor, este preito de nossa piedade, aceitai-o em honra de vossos santos e tornai-o, por misericórdia, útil à nossa salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Secreta (da Féria)

Suplicamos, Senhor humildemente à vossa majestade, que os sagrados mistérios que celebramos nos sirvam de expiação dos crimes passados e futuros. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Lc 12,4)

Eu vos digo, amigos meus: Não vos atemorizeis com os vossos perseguidores.

Pós-comunhão

Fazei, Senhor, Vos suplicamos, por intercessão dos bem-aventurados mártires Eustáquio e companheiros, que recebamos com a alma pura, o sacramento que em nossos lábios tomamos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pós-comunhão (da Féria)

Fazei, Senhor onipotente, que estes sacramentos nos lavem da lepra dos vícios e nos confiram remédios de vida eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: