Liturgia Diária- 20/08/2018

SÃO BERNARDO, Abade e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa “In Medio”, com Epístola própria

É uma alegria, nos dias que se seguem à Assunção, poder celebrar a festa de São Bernardo, cujo principal título de glória é ter cantado, com inefável ternura e ardente piedade, em suas orações, obras e sermões, as grandezas de Maria. Nascido em 1090 em Fontaine-lez-Dijon, entrou no mosteiro de Cister aos 22 anos, arrastando com ele quatro de seus irmãos e trinta nobres da sua idade. A Ordem Cisterciense, ramo saído do velho tronco beneditino, adquire então um novo vigor que lhe permite cobrir com seus rebentos a Europa inteira. Bernardo fundou, passado pouco tempo, a grande abadia de Claraval, a que ficou ligado o seu nome. Derramou sobre mais de setecentos monges os tesouros de doutrina e sabedoria que Deus lhe tinha confiado. Grande contemplativo, São Bernardo nem por isso se alheou das questões da história do seu tempo. Foi um dos que imprimiram ao século XII o seu caráter tão profundamente cristão. Pôs fim ao cisma de Anacleto, que perturbava o clero e o povo de Roma. Refutou a heresia de Abelardo no Concílio de Sens, e desmascarou os erros de Arnaldo de Bréscia. Pregou a segunda cruzada. São Bernardo morreu em Claraval, em 20 de agosto de 1153. Seu corpo foi colocado aos pés do altar da Virgem. Deixava atrás de si 165 mosteiros. Os seus escritos, cheios duma doutrina inspirada pela sabedoria divina, fizeram-no alinhar entre os doutores da Igreja. 


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Eclo 15,5; Sl 91,2)


A Igreja louva o Senhor por ter dado aos seus grandes doutores a sabedoria, a inteligência e a santidade, para espalhar por toda a parte a luz da santa doutrina evangélica.


O Senhor lhe abriu a boca no meio da assembleia dos fiéis, e o encheu do espírito de sabedoria e inteligência; revestiu-o com uma túnica de glória. Sl. É bom louvar o Senhor e exaltar o vosso nome, ó Altíssimo. Glória ao Pai.

Coleta

Ó Deus, que destes ao vosso povo o bem-aventurado Bernardo, para o guiar pelas veredas da eterna salvação, fazei que, tendo sido na terra um mestre da vida, mereçamos que seja no Céu o nosso intercessor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Epístola (Eclo 39, 6-14)


O povo cristão encontra neste retrato do sábio, traçado pelo Eclesiástico, não só os motivos de gratidão e admiração para com os mestres que Deus lhe dá, como também a expressão do ideal religioso mais elevado.


Leitura do livro da Sabedoria. 

Desde o alvorecer aplica o coração à vigília para se unir ao Senhor que o criou, e ora na presença do Altíssimo. Abre sua boca para orar, e pede perdão de seus pecados, pois se for da vontade do Senhor que é grande, ele o cumulará do espírito de inteligência. Então ele espargirá como uma chuva palavras de sabedoria, e louvará o Senhor em sua oração. O Senhor orientará seus conselhos e seus ensinamentos, e ele meditará nos mistérios (divinos). Ensinará ele próprio o conhecimento de sua doutrina. Porá sua glória na lei da aliança do Senhor. Muitos homens louvarão sua sabedoria: jamais cairá ela no esquecimento. A sua memória não desaparecerá; seu nome será repetido de geração em geração. As nações proclamarão sua sabedoria, a assembléia apregoará seu louvor.

Gradual (Sl 36, 30-31)

A boca do justo manifestará sabedoria, e a sua língua será a expressão da justiça. A Lei do seu Deus está gravada no seu coração, e os seus passos não serão baldados. 

Aleluia (Eclo 45,9*)

Aleluia, aleluia. O Senhor o amou e ornou, e revestiu-lhe uma túnica de glória.

Evangelho (Mt 5, 13-19)


Sê o “sal da terra”, a “luz do mundo” – os doutores da Igreja realizam esta dupla função pela força irradiante e a firmeza do seu ensinamento. Missão duma grandeza incomparável! Reclama dos que se desempenham dela a mais inteira felicidade, e daqueles que os seguem, uma docilidade total. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição. Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus.

Ofertório (Sl 91,13)

O justo crescerá como a palma, e elevar-se-á como o cedro do Líbano.

Secreta

Fazei, Senhor, que sempre nos acompanhe a piedosa intercessão do bem-aventurado Lourenço, confessor e doutor, a qual Vos torne aceites as nossas ofertas, e nos concilie sempre o vosso perdão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Lc 12, 42)

Eis o servo fiel e prudente a quem o Senhor estabeleceu sobre a sua casa, para lhe distribuir em tempo oportuno a sua parte de trigo;

Pós-comunhão

Fazei, Senhor, por intercessão do bem-aventurado Lourenço, confessor e egrégio doutor, que este sacrifício nos obtenha a salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: