Liturgia Diária- 08/08/2018

SÃO JOÃO MARIA VIANNEY, Confessor e Padroeiro dos Padres

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi”, com Coleta própria

João Maria Vianney nasceu em Dardilly, perto de Lião, a 8 de maio de 1786. Ordenado sacerdote em Grenoble em 1815, foi pároco de Ars durante quase quarenta e dois anos e sua influência faz-se ainda sentir na paróquia que ele santificou. O zelo pastoral, mortificações e milagres, transformaram a população. Numerosas foram as almas que recorreram ao santo sacerdote; em certos dias, o cura de Ars chegava a estar dezesseis horas no confessionário. Morreu a 4 de agosto de 1859. Pio XI canonizou-o em 1925 e designou-o patrono do clero. 


SANTOS CIRÍACO, LARGO E ESMARAGDO, Mártires

Comemoração- Missa de S. João M. Vianney, com 2ªs orações próprias

São Largo e São Esmaragdo são dois mártires romanos. Sepultados primeiramente na via de Óstia, os seus corpos foram transladados, depois da paz de Constantino, para uma igreja fundada junto das termas de Diocleciano, por um cristão de nome Ciríaco. O culto de São Ciríaco veio juntar-se ao dos dois mártires. 


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 36,30-31,1)

A boca do justo destilará sabedoria, e a sua língua será a expressão da justiça: o seu coração está cheio da lei do seu Deus. Sl. Não tenhas inveja dos ímpios nem ciúmes dos que praticam a iniquidade.

Coleta

Deus onipotente  e misericordioso, que fizestes do bem-aventurado João Maria um homem admirável pelo zelo pastoral e pelo devotado amor da oração e da penitência, fazei que, por seu exemplo e intercessão, possamos ganhar as almas para Cristo e merecer com elas a glória eterna. Pelo mesmo Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Coleta (dos SS. Ciríaco, Largo e Esmaragdo)

Ó Deus, que nos alegrais com a solenidade anual dos bem-aventurados mártires Ciríaco, Largo e Esmaragdo, concedei-nos, por vossa misericórdia, que, celebrando o seu nascimento imitemos a coragem do seu martírio. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (Eclo 31,8-11)


Tomado dos livros Sapienciais, o elogio do justo é um dos temas fundamentais da liturgia dos confessores. O cristão reconhece nele o seu ideal religioso e as condições de vida em que deve pô-lo em prática.


Bem-aventurado o rico que foi achado sem mácula, que não correu atrás do ouro, que não colocou sua esperança no dinheiro e nos tesouros! Quem é esse homem para que o felicitemos? Ele fez prodígios durante sua vida. Àquele que foi tentado pelo ouro e foi encontrado perfeito, está reservada uma glória eterna: ele podia transgredir a lei e não a violou; ele podia fazer o mal e não o fez. Por isso seus bens serão fortalecidos no Senhor, e toda a assembléia dos santos louvará suas esmolas.

Gradual (Sl 91, 13,14,3)

O justo florescerá como a palmeira, elevar-se-á na casa do Senhor como o cedro do Líbano. Para publicar de manhã a vossa misericórdia e durante a noite a vossa fidelidade.

Aleluia (Tg 1,12)

Aleluia, aleluia. Bem aventurado o que suporta a provação, porque depois dela receberá a coroa da vida. Aleluia.

Evangelho (Lc 12, 35-40)


A parábola dos servos vigilantes diz bem qual foi a atitude dos santos: fidelidade absoluta e confiança perseverante, à espera da vinda do Mestre.


Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. Sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos! Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa. Estai, pois, preparados, porque, à hora em que não pensais, virá o Filho do Homem.

Ofertório (Sl 88,25)

A minha fidelidade e a minha bondade o acompanharão, e pelo meu nome será o seu poder. 

Secreta

Nós Vos imolamos, Senhor, hóstias de louvor em memória dos vossos santos, por quem esperamos livres de todos os males, presentes e futuros. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Secreta (dos SS. Ciríaco, Largo e Esmaragdo)

Dignai-Vos aceitar, Senhor, os dons que Vos consagramos e, por intercessão daqueles em cuja memória oferecemos, fazei que nos sejam salutares. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Mt 24, 46-47)

Bem-aventurado o servo a quem o Senhor, quando vier, encontrar desperto; em verdade vos digo, estabelecê-lo-á sobre todos os seus bens.

Pós-comunhão

Reanimados, Senhor, com este alimento celeste, humildemente suplicamos nos protejam as preces daquele em cuja memória os recebemos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pós-comunhão (dos SS. Ciríaco, Largo e Esmaragdo)

Saciados com a participação deste sagrado banquete, nós Vos suplicamos, Senhor e nosso Deus, por intercessão dos bem-aventurados mártires Ciríaco, Largo e Esmaragdo, a graça de sentir os efeitos dos mistérios que em sua memória celebramos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.


Rezemos por todos os sacerdotes, em especial, por nosso Diretor Espiritual Pe. José Leles. 

 

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: