Liturgia Diária- Santíssimo Nome de Jesus

SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

A festa de hoje é um complemento da Circuncisão. Seu fim é glorificar o Nome de Jesus. A Missa é um Sacrifício de louvor em honra do SSmo. Nome de Jesus, pois “não há outro Nome debaixo do céu dado aos homens, pelo qual possamos alcançar a salvação”. É ao nome de Jesus, diz São Bernardo, que os coxos andam, que os cegos vêem e que os surdos ouvem. A pregação do nome de Jesus é a luz do mundo, o unguento que unge, reconforta e sustenta. O Nome de Jesus é mel para os lábios, melodia para os ouvidos e alegria para o coração. Que durante a nossa vida ele nunca nos saia dos lábios para termos um dia a alegria de vermos o nosso junto do Dele inscrito no Céu. As primeiras origens desta festa remontam o Século XVI em que eram Celebrada na Ordem de São Francisco. Em 1721, Inocêncio XIII, estendeu-a ao mundo inteiro.


Páginas 79 a 82 do Missal Quotidiano.


Missa Rezada às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Santa Teresinha.


Liturgia Diária- 02/01/2019

SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

A festa de hoje é um complemento da Circuncisão. Seu fim é glorificar o Nome de Jesus. A Missa é um Sacrifício de louvor em honra do SSmo. Nome de Jesus, pois “não há outro Nome debaixo do céu dado aos homens, pelo qual possamos alcançar a salvação”. É ao nome de Jesus, diz São Bernardo, que os coxos andam, que os cegos vêem e que os surdos ouvem. A pregação do nome de Jesus é a luz do mundo, o unguento que unge, reconforta e sustenta. O Nome de Jesus é mel para os lábios, melodia para os ouvidos e alegria para o coração. Que durante a nossa vida ele nunca nos saia dos lábios para termos um dia a alegria de vermos o nosso junto do Dele inscrito no Céu. As primeiras origens desta festa remontam o Século XVI em que eram Celebrada na Ordem de São Francisco. Em 1721, Inocêncio XIII, estendeu-a ao mundo inteiro.


Páginas 79 a 82 do Missal Quotidiano.


Missa às 19:00 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


Liturgia Diária- 02/01/2018

SANTÍSSIMO NOME DE JESUS

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

A Igreja revela-nos as grandezas do Verbo encarnado, cantando as glórias do seu nome. 

O nome de Jesus significa Salvador: fora indicado, em sonhos, a José, com seu significado (Mateus 21), e à Virgem Maria pelo Arcanjo Gabriel, na altura da Anunciação (Lucas 1, 13-33). O evangelho recorda-nos estas intervenções divinas, prenúncio da missão de Jesus. 

A festa do Santíssimo Nome de Jesus é de instituição relativamente recente. É de origem franciscana e sua divulgação deve-se, em grande parte, à pregação e piedade de São Bernardino de Sena. O papa Inocêncio XIII estendeu-a à Igreja Universal, em 1721. A missa e o ofício celebram, a um tempo, a santidade, o poder e a doçura do Nome de Jesus. O hino de vésperas canta a ternura que este Santo Nome desperta na alma cristã, mas outros textos insistem, de preferência, no poder de Jesus e na majestade tremenda do Nome, que está cima de todo o nome, diante do qual todo o joelho se dobra, nos Céus, na Terra e no inferno. 

LEITURAS

Epístola (At 4. 8-12)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, Pedro, cheio do Espírito Santo, disse: Chefes do povo e anciãos, ouvi-me: se hoje somos interrogados a respeito do benefício feito a um enfermo, e em que nome foi ele curado, ficai sabendo todos vós e todo o povo de Israel: foi em nome de Jesus Cristo Nazareno, que vós crucificastes, mas que Deus ressuscitou dos mortos. Por ele é que esse homem se acha são, em pé, diante de vós. Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos.

Evangelho (Lc 2, 21)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, completados que foram os oito dias para ser circuncidado o menino, foi-lhe posto o nome de Jesus, como lhe tinha chamado o anjo, antes de ser concebido no seio materno.