Liturgia Diária- 24/03/2020

TERÇA-FEIRA DA 4ª SEMANA DA QUARESMA

Féria de 3ª Classe – Missa própria, com comemoração de S. Gabriel, Arcanjo – Estação em S. Lourenço in Damaso

Com os catecúmenos e penitentes rezamos o Introito e o Gradual. Contemplamos o Cristo, que sofre por causa da infidelidade dos homens, (Leitura) e pela obstinação dos judeus (Evangelho). Jesus Cristo, porém, qual outro Moisés, intercede e sofre por nós (Leitura) e por isso com Ele nos alegramos (Communio).

Sobre o santo: O grande mensageiro da Encarnação do Verbo Divino foi quem designou ao profeta Daniel, o tempo, a Zacarias, o nascimento do Precursor, e a Maria Santíssima, a sua escolha para Mãe do Redentor do mundo. Eis por que, na véspera da Anunciação, celebramos a festa deste Arcanjo.


Páginas 268 a 272 e 1013 a 1016 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Liturgia Diária- 24/03/2018

SÁBADO DA PAIXÃO

Féria de 3ª Classe- Missa Própria com Comemoração de São Gabriel Arcanjo

A vigília do Domingo de Ramos permaneceu, até o século VIII, sem liturgia própria. As partes cantadas são as da missa do dia anterior.

A epístola, que é a continuação do texto de Jeremias, ontem começado, anuncia os castigos de Deus a quantos tramam a morte do Justo. Estas terríveis ameaças visam os corações endurecidos (“não demos ouvidos a todos esses discursos!”), que se esquivam ao amor redentor. Ao lado das promessas de salvação àqueles que põem a sua confiança e a sua fé em Cristo, a temerosa perspectiva da condenação, para os que d’Ele se afastam. O evangelho é uma antecipação da liturgia do Domingo de Ramos. Mas, segundo a narrativa de São João, a cena da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém é seguida de um episódio não menos significativo. Alguns gregos, pagãos, pedem a Filipe que lhes mostre Jesus. A alma de Jesus fica profundamente comovida: antevê as messes vindouras. Chegou a hora em que, “erguido da terra”, atrairá a Si todos os homens.


SÃO GABRIEL ARCANJO

Comemoração- Missa do dia com 2ªs orações próprias

São Gabriel foi escolhido por Deus para anunciar aos homens o Mistério da Encarnação. Já antes tinha sido enviado a Daniel para lhe dizer a época em que Cristo havia de nascer, e a Zacarias, quando oferecia o incenso no Templo, para lhe anunciar o nascimento de São João Batista, precursor do Messias. Foi ele também o designado como mensageiro da Anunciação. “Entre todos os anjos, diz S. Bernardo, foi Gabriel o único digno de anunciar a Maria os desígnios de Deus e de ouvir o seu ‘Fiat’. “. A saudação do anjo a Nossa Senhora, tão simples e cheia de sentido, “Ave Maria cheia de graça”, tornou-se a oração familiar e constantemente repetida pelo povo cristão.


Páginas 319 a 324 1013 a 1016 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes


LEITURAS

Leitura (Jr 18, 18-23)


Quem fala nestas páginas não é somente o homem, que geme sob a opressão, e brada ao Senhor; é o Filho de Deus que prevê o aniquilamento dos que se apostam em perdê-lo.


Leitura do profeta Jeremias.

Naqueles dias, disseram entre si Judeus ímpios: Vinde e tramemos uma conspiração contra Jeremias! Por falta de um sacerdote não perecerá a lei, nem pela falta de um sábio, o conselho, ou pela falta de um profeta, a palavra divina. Vinde e firamo-lo com a língua, não lhe demos ouvidos às palavras! Senhor, ouvi-me! Escutai o que dizem meus inimigos. É assim que pagam o bem com o mal? Abrem uma cova para atentar-me contra a vida. Lembrai-vos de que ante vós me apresentei a fim de por eles interceder e deles afastar a vossa cólera. Assim, entregai-lhes os filhos à fome e a eles próprios ao fio da espada. Percam suas mulheres os filhos e maridos, morram os homens pela peste, e os jovens caiam sob a espada nos combates. Quando, de súbito, sobre eles lançardes hordas armadas, ouçam-se os clamores partidos de suas casas, já que cavaram uma fossa para prender-me, e armaram laços a meus pés. Vós, porém, Senhor, que bem conheceis suas conspirações de morte contra mim, não lhes perdoeis tal iniqüidade. Que a vossos olhos o seu pecado permaneça indelével e caiam diante de vós. Agi contra eles no dia de vossa cólera. Senhor Deus Nosso.

Evangelho (Jo 12, 10-36)


“Se o grão lançado à terra não morrer, ficará sozinho; se morrer, dará abundantes frutos”. Esta imagem tornou-se familiar; indica todo o sentido e alcance da morte de Cristo. 


Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo os príncipes dos sacerdotes resolveram tirar a vida também a Lázaro, porque muitos judeus, por causa dele, se afastavam e acreditavam em Jesus. No dia seguinte, uma grande multidão que tinha vindo à festa em Jerusalém ouviu dizer que Jesus se ia aproximando. Saíram-lhe ao encontro com ramos de palmas, exclamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor, o rei de Israel! Tendo Jesus encontrado um jumentinho, montou nele, segundo o que está escrito: Não temas, filha de Sião, eis que vem o teu rei montado num filho de jumenta (Zc 9,9). Os seus discípulos a princípio não compreendiam essas coisas, mas, quando Jesus foi glorificado, então se lembraram de que isto estava escrito a seu respeito e de que assim lho fizeram. A multidão, pois, que se achava com ele, quando chamara Lázaro do sepulcro e o ressuscitara, aclamava-o. Por isso o povo lhe saía ao encontro, porque tinha ouvido que Jesus fizera aquele milagre. Mas os fariseus disseram entre si: Vede! Nada adiantamos! Reparai que todo mundo corre após ele! Havia alguns gregos entre os que subiram para adorar durante a festa. Estes se aproximaram de Filipe (aquele de Betsaida da Galiléia) e rogaram-lhe: Senhor, quiséramos ver Jesus. Filipe foi e falou com André. Então André e Filipe o disseram ao Senhor. Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora para o Filho do Homem ser glorificado. Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto. Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem odeia a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará. Presentemente, a minha alma está perturbada. Mas que direi?… Pai, salva-me desta hora… Mas é exatamente para isso que vim a esta hora. Pai, glorifica o teu nome! Nisto veio do céu uma voz: Já o glorifiquei e tornarei a glorificá-lo. Ora, a multidão que ali estava, ao ouvir isso, dizia ter havido um trovão. Outros replicavam: Um anjo falou-lhe. Jesus disse: Essa voz não veio por mim, mas sim por vossa causa. Agora é o juízo deste mundo; agora será lançado fora o príncipe deste mundo. E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim. Dizia, porém, isto, significando de que morte havia de morrer. A multidão respondeu-lhe: Nós temos ouvido da lei que o Cristo permanece para sempre. Como dizes tu: Importa que o Filho do Homem seja levantado? Quem é esse Filho do Homem? Respondeu-lhes Jesus: Ainda por pouco tempo a luz estará em vosso meio. Andai enquanto tendes a luz, para que as trevas não vos surpreendam; e quem caminha nas trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes a luz, crede na luz, e assim vos tornareis filhos da luz. Jesus disse essas coisas, retirou-se e ocultou-se longe deles.

 

Liturgia Diária- 24/10/2017

SÃO RAFAEL, Arcanjo

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Conhecemos o arcanjo São Rafael pelo livro de Tobias. O seu papel de maravilhoso médico e de companheiro de viagem do jovem Tobias faz que seja invocado nas viagens e nos momentos difíceis da vida. A missa, ao mesmo tempo que canta a intervenção providencial dos anjos na nossa vida, convida-nos a ver igualmente neles perpétuos adoradores que vivem continuamente na presença da majestade de Deus. 

LEITURAS

Epístola (Tb 12, 7-15)

Leitura do livro de Tobias.

Naqueles dias, disse o anjo Rafael a Tobias: “É bom conservar escondido o segredo do rei, é coisa louvável revelar e publicar as obras de Deus. Boa coisa é a oração acompanhada de jejum, e a esmola é preferível aos tesouros de ouro escondidos, porque a esmola livra da morte: ela apaga os pecados e faz encontrar a misericórdia e a vida eterna; aqueles, porém, que praticam a injustiça e o pecado são os seus próprios inimigos. Vou descobrir-vos a verdade, sem nada vos ocultar. Quando tu oravas com lágrimas e enterravas os mortos, quando deixavas a tua refeição e ias ocultar os mortos em tua casa durante o dia, para sepultá-los quando viesse a noite, eu apresentava as tuas orações ao Senhor. Mas porque eras agradável ao Senhor, foi preciso que a tentação te provasse. Agora o Senhor enviou-me para curar-te e livrar do demônio Sara, mulher de teu filho. Eu sou o anjo Rafael, um dos sete que assistimos na presença do Senhor.” 

Evangelho (Jo 5, 1-4)

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, houve uma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. Há em Jerusalém, junto à porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, que tem cinco pórticos. Nestes pórticos jazia um grande número de enfermos, de cegos, de coxos e de paralíticos, que esperavam o movimento da água, pois de tempos em tempos um anjo do Senhor descia ao tanque e a água se punha em movimento. E o primeiro que entrasse no tanque, depois da agitação da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse.