Liturgia Diária- 22/08/2020

IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Festa de 2ª Classe- Missa própria, com comemoração dos Santos Timóteo, Hipólito (Bispo) e Sinforiano, Mártires

Esta festa foi aprovada para a Igreja universal no dia 1º de maio de 1945. 


Páginas 1240 e 1244 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 07:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Heb 4, 16 |Sl 44, 2) 

Adeámus cum fidúcia ad thronum grátiæ, ut misericórdiam consequámur, et grátiam inveniámus in auxílio opportúno. Ps. Eructávit cor meum verbum bonum: dico ego ópera mea regi. ℣. Glória Patri… Aproximemo-nos com fé do trono da graça para alcançar a misericórdia e obter a graça em tempo oportuno. Sl. Exulta o meu coração em alegre canto; ao Rei dedico as minhas obras. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Omnípotens sempitérne Deus, qui in Corde beátæ Maríæ Vírginis dignum Spíritus Sancti habitáculum præparásti: concéde propítius; ut eiúsdem immaculáti Cordis festivitátem devóta mente recoléntes, secúndum cor tuum vívere valeámus. Per D. N… in unitáte ejúsdem. Deus onipotente e eterno, que preparastes no Coração da Bem-aventurada Virgem Maria uma morada digna do Espírito Santo, concedei, benignamente, que, celebrando devotamente a festa desse mesmo Coração Imaculado, possamos viver segundo os desejos do Vosso Coração. Por N. S… em união com o mesmo.

2ª Coleta (dos ss. mártires)

Auxilium tuum nobis, Dómine, quǽsumus, placátus impende: et, intercedéntibus beátis Martýribus tuis Timótheo, Hippolýto et Symphoriáno, déxteram super nos tuæ propitiatiónis exténde. Per D. N. Nós Vos suplicamos, Senhor, que benignamente nos concedais o vosso auxílio e por intercessão de vossos santos Mártires Timóteo, Hipólito e Sinforiano, estendei sobre nós a vossa mão propícia. Por N. S.

Leitura (Eclo 4, 23-31)

Lectio libri Sapientiæ.

Ego quasi vitis fructificávi suavitátem odóris: et flores mei, fructus honóris et honestátis. Ego mater pulchræ dilectiónis, et timóris, et agnitiónis, et sanctæ spei. In me grátia omnis viæ et veritátis: in me omnis spes vitæ et virtútis. Transíte ad me omnes qui concupíscisitis me, et a generatiónibus meis implémini. Spíritus enim meus super mel dulcis, et heréditas mea super mel et favum. Memória mea in generatiónes sæculórum. Qui edunt me, adhuc esúrient: et qui bibunt me, adhuc sítient. Qui audit me, non confundétur: et qui operántur in me, non peccábunt. Qui elúcidant me, vitam ætérnam habébunt.

Leitura do Livro da Sabedoria. 

Assim como a vinha, eu produzia flores de suave odor e minhas flores dão frutos de glória e abundância. Eu sou a mãe do belo amor, do temor, da ciência e da santa esperança. Em mim está a graça do caminho e da verdade: em mim toda a promessa de vida e de virtude. Vinde a mim, vós: todos que me desejais e saciai-vos com meus frutos. Meu espírito é mais doce que o mel e minha herança mais suave que o mel e o favo. Minha memória se conservará nas gerações através dos séculos. Os que me comem me desejam ainda mais e os que me bebem terão de mim mais sede ainda. O que me escuta não será confundido e os que agem por mim não pecarão. Os que me glorificam, terão a vida eterna.

Gradual (Sl 12, 6; 44, 18 |Lc 1, 46 e 47)

Exsultábit cor meum in salutári tuo: cantábo Dómino, qui bona tríbuit mihi: et psallam nómini Dómini altíssimi. ℣. Mémores erunt nóminis tui in omni generatióne et generatiónem: proptérea pópuli confitebúntur tibi in ætérnum.

Allelúia, allelúia. ℣. Magníficat ánima mea Dóminum: et exsultávit spíritus meus in Deo salutári meo. Allelúia.

Meu coração exultará por vossa salvação. Louvarei ao Senhor pelo bem que Ele me fez e entoarei salmos ao Nome do Senhor Altíssimo. ℣. O vosso Nome será lembrado de geração em geração e os povos vos louvarão pelos séculos dos séculos.

Aleluia, aleluia. ℣. Minha alma engrandece ao Senhor, e meu espírito exulta em Deus, meu Salvador. Aleluia.

Evangelho (Jo 19, 25-27)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem.

In illo témpore: Stabant iuxta crucem Iesu mater eius, et soror matris eius María Cléophæ, et María Magdaléne. Cum vidísset ergo Iesus matrem, et discípulum stantem, quem diligébat, dicit matri suæ: Múlier, ecce fílius tuus. Deinde dicit discípulo: Ecce mater tua. Et ex illa hora accépit eam discípulus in sua. — CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, estavam junto à Cruz de Jesus, sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria, mulher de Cléofas e Maria Madalena. Jesus, então, vendo sua Mãe e perto dela o discípulo que Ele amava, disse a sua Mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois, disse ao discípulo: Eis tua Mãe. E desde aquela hora a levou o discípulo, para sua casa. — CREIO…

Ofertório (Lc 1, 46 e 49)

Exsultávit spíritus meus in Deo salutári meo; quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius. Meu espírito exulta em Deus meu Salvador; porque me fez grandes coisas Aquele que é Poderoso, e é santo o seu Nome.

Secreta

Majestáti tuæ, Dómine, Agnum immaculátum offeréntes, quǽsumus: ut corda nostra ignis ille divínus accéndat, cui Cor beátæ Maríæ Vírginis ineffabíliter inflammávit. Per eúndem D.N. Senhor, oferecendo à vossa Majestade o Cordeiro imaculado, Vos pedimos que aquele Fogo divino inflame os nossos corações, assim como abrasou de modo inefável o Coração da Bem-aventurada Virgem Maria. Pelo mesmo J. C.

2ª  Secreta (dos ss. mártires)

Accépta tibi sit, Dómine, sacrátæ plebis oblátio pro tuórum honóre Sanctórum: quorum se méritis de tribulatióne percepísse cognóscit auxílium. Per D.N. Aceitai, Senhor, esta oferenda que o vosso povo fiel Vos apresenta em honra de vossos Santos, pelos méritos dos quais reconhece ter alcançado o vosso socorro na tribulação. Pelo mesmo J. C.

Prefácio (da Ssma. Virgem)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, æqum et salutáre, nos tibi semper, et ubique grátias ágere: Dómine sancte, Pater omnípotens, ætérne Deus. Et te in Festivitate beátæ Mariæ semper Vírginis collaudáre, benedícere, et prædicáre. Quæ et Unigénitum tuum Sancti Spíritus obumbratióne concépit, et virginitátis glória permanénte, lumen ætérnum mundo effúdit, Jesum Christum Dóminum nostrum. Per quem majestátem tuam laudant Angeli, adórant Dominatiónes, tremunt Potestátes coeli coelorúmque Virtútes, ac beáta Séraphim, sócia exsultatióne concélebrant. Cum quibus et nostras voces ut admitti júbeas deprecámur, súpplici confessióne dicéntes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus. E que, na Festividade da Bem-aventurada sempre Virgem Maria, Vos louvemos, bendigamos e exaltemos. Por obra do Espírito Santo ela concebeu o vosso Unigênito, e permanecendo com a glória da virgindade, deu ao mundo a eterna Luz, Jesus Cristo, Nosso Senhor. Por Ele os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as Virtudes dos Céus e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. As suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que. se unam as nossas, quando, em humilde confissão, Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Jo 19, 27)

Dixit Iesus matri suæ: Múlier, ecce fílius tuus: deinde dixit discípulo: Ecce mater tua. Et ex illa hora accépit eam discípulus in sua. Disse Jesus a sua Mãe: Mulher, eis aí o teu Filho. Depois disse ao discípulo: Eis a tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a levou para sua casa.

Pós-comunhão

Divínis refécti munéribus te, Dómine, supplíciter exorámus: ut beátæ Maríæ Vírginis intercessióne, cuius immaculáti Cordis solémnia venerándo égimus, a præséntibus perículis liberáti, ætérnæ vitæ gáudia consequámur. Per D. N. Fortalecidos com os Dons divinos, humildemente Vos pedimos, Senhor, que, pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, de cujo Coração Imaculado celebramos devotamente a festa, livres dos perigos presentes, obtenhamos as alegrias da vida eterna. Por N. S. 

2ª Pós-comunhão (dos ss. mártires)

Divíni muneris largitate satiáti, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, intercedéntibus sanctis Martýribus tuis Timótheo, Hippolýto et Symphoriáno, in eius semper participatióne vivámus. Per D. N. Saciados plenamente com a riqueza do Dom divino, ó Senhor, nosso Deus, nós Vos rogamos, fazei, pela intercessão de vossos santos Mártires Timóteo, Hipólito e Sinforiano, que sempre vivamos de sua participação. Por N. S. 

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: