Liturgia Diária- Festa de Nossa Senhora do Carmo

Padroeira da Irmandade

Festa de 1ª Classe [para a Irmandade] – Missa Própria

A Ordem do Monte Carmelo, fundada no século XII por um sacerdote da Calábria, pretende e com razão, continuar uma tradição monástica, já então multissecular, na colina do Carmelo, recuando de bom grado a sua origem ao profeta Elias. 

Em 16 de julho de 1251, a Santíssima Virgem apareceu a São Simão Stock, geral da Ordem, e prometeu uma benção especial, não somente para seus religiosos, mas também para todos aqueles que trouxessem o hábito da sua Ordem. Numerosos privilégios especiais foram concedidos pelos papas aos que trazem o escapulário e fazem parte da confraria de Nossa Senhora do Carmo. Instituída pelos carmelitas em 1332, a festa de Nossa Senhora do Carmo foi estendida a toda a Igreja por Bento XIII, em 1726. 


Páginas 1168 a 1170 do Missal Quotidiano.


Missa Cantada às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 44, 2)

Alegremo-nos todos no Senhor, celebrando em honra da Virgem Santíssima este dia de festa, com que se alegram os anjos e louvam o Filho de Deus. Sl. Saiu da minha boca uma palavra boa: consagrarei ao rei todo o meu seu. Glória ao Pai.

Coleta

Ó Deus, que destes à Ordem do Carmelo a glória insigne de ter o nome da Virgem Santíssima, vossa Mãe, fazei por vossa misericórdia que, fortalecidos com a proteção daquela cuja memória hoje celebramos, mereçamos alcançar a felicidade eterna. Vós que, sendo Deus, viveis e reinais. 

Epístola (Eclo 24,17-21)

Leitura do livro da Sabedoria. 
Elevei-me como o cedro do Líbano, como o cipreste do monte Sião; cresci como a palmeira de Cades, como as roseiras de Jericó. Elevei-me como uma formosa oliveira nos campos, como um plátano no caminho à beira das águas. Exalo um perfume de canela e de bálsamo odorífero, um perfume como de mirra escolhida; como o estoraque, o gálbano, o ônix e a mirra, como a gota de incenso que cai por si própria, perfumei minha morada. Meu perfume é como o de um bálsamo sem mistura.

Gradual

Bendita e venerável sois, ó Virgem Maria, que sem a mais leve mancha da vossa pureza, fostes Mãe do Salvador. Virgem Mãe de Deus, Aquele que todo o mundo não pode conter, entrou em vosso seio para Se fazer homem.

Aleluia

Aleluia, aleluia. Por vós, ó Mãe de Deus, nos foi restituída a vida que havíamos perdido. Recebestes do Céu um Filho e destes à luz o Salvador do mundo. Aleluia.

Evangelho (Lc 11,27-28)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 
Naquele tempo, enquanto Jesus falava, uma mulher levantou a voz do meio do povo e lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe, e os peitos que te amamentaram! Mas Jesus replicou: Antes bem-aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus e a observam!

Ofertório (Jr 18,20*)

Recordai-vos, ó Virgem Mãe, de interceder por nós diante de Deus para que afaste de nós a sua cólera. 

Secreta

Santificai, Senhor, estes dons que Vos oferecemos e fazei, por intercessão da bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus, que sejam salutares. Pelo mesmo Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão

Digníssima Rainha do mundo, e sempre Virgem Maria, que destes à luz Jesus Cristo, Salvador de todos, intercedei por nossa paz e salvação.

Pós-comunhão

Ajude-nos, Senhor, a intercessão da sempre Virgem Maria, vossa Mãe, para que, tendo-nos enriquecido com os seus perpétuos benefícios, livres de todos os perigos nos faça concordes por sua piedade. Vós que, sendo Deus, viveis e reinais.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: