Liturgia Diária- Dia de Finados

1ª Classe- Missa própria

Muitas vezes, em suas Orações, lembra-se a Santa Igreja dos irmãos que já passaram desta vida para a eternidade, daqueles que ainda sofrem e se purificam de suas faltas, imperfeições e penas dos pecados. Por maior que seja a solenidade nunca se esquece deles nos Ofícios divinos e no Santo Sacrifício da Missa.

No dia dedicado especialmente à memoria dos finados, todos os Sacerdotes celebram três Missas.

[…] Predominam nestas Missas pelos mortos, dois pensamentos principais: 1. a fé na ressurreição da carne (Introito, Epístola, Gradual, Evangelho e Prefácio); 2. o zelo pelas almas, pela libertação de suas penas (Oração, Trato, Sequência e Ofertório).

O melhor meio de se ajudar a uma alma é mandar celebrar a Santa Missa ou assisti-la em sua intenção.

Jesus, o Sumo Sacerdote, se oferece pela alma de uma maneira mística, para que sejam apagadas as suas culpas, mitigadas as suas dores e para que ela alcance a luz perpétua, a visão beatífica de Deus.


Páginas 1366, 1484 a 1487 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.