Liturgia Diária- 07/06/2019

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa do domingo

A Missa do domingo é uma transição entre a Ascensão e a Solenidade de Pentecostes. Para melhor compreensão de seu formulário, procuremos compenetrar-nos dos sentimentos da pequena Comunidade dos primeiros tempos do Cristianismo. Cheia de saudade, ela dirige o seu olhar para o Cristo que desapareceu. Ansiosa e com ardentes preces, espera a vinda do Consolador prometido. Ouve atentamente as palavras de S. Pedro, seu chefe (Epístola) . Confiantes, todos se preparam para dar testemunho da verdade, quando tiverem recebido o Espírito da verdade, que procede do Pai, e que lhes foi prometido pelo próprio Cristo (Evangelho). Estes mesmos sentimentos serão também para nós uma ótima preparação para a próxima solenidade de Pentecostes.


Páginas 535 a 538 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 26, 7, 8 e 9 | ib., 1) 

Exáudi, Dómine, vocem meam, qua clamávi ad te, allelúia: tibi dixit cor meum, quæsívi vultum tuum, vultum tuum, Dómine, requíram: ne avértas fáciem tuam a me, allelúia, allelúia. Ps. Dóminus illuminátio mea et salus mea: quem timébo? ℣. Glória Patri… Ouvi, Senhor, a minha vos, com que Vos invoco, aleluia. Meu coração vos fala. Meus olhos procuram a vossa face, Senhor, vossa face, Senhor, eu procuro; não desvieis de mim o vosso olhar, aleluia, aleluia. Ps. O Senhor é a minha Luz e a minha Salvação; a quem temerei eu ? ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Omnípotens sempitérne Deus: fac nos tibi semper et devótam gérere voluntátem; et maiestáti tuæ sincéro corde servíre. Per D.N. Onipotente e eterno Deus, fazei que a nossa vontade seja sempre fervorosa para convosco, e com um coração sincero sirvamos à vossa majestade. Por N.S.

Epístola (I Pe 4, 7-11)

Léctio Epístolæ beáti Petri Apóstoli.

Caríssimi: Estóte prudéntes et vigiláte in oratiónibus. Ante ómnia autem mútuam in vobismetípsis caritátem contínuam habéntes: quia cáritas óperit multitúdinem peccatórum. Hospitáles ínvicem sine murmuratióne: unusquísque, sicut accépit grátiam, in altérutrum illam administrántes, sicut boni dispensatóres multifórmis grátiæ Dei. Si quis lóquitur, quasi sermónes Dei: si quis minístrat, tamquam ex virtúte, quam adminístrat Deus: ut in ómnibus honorificétur Deus per Iesum Christum, Dóminum nostrum.

Leitura da Carta de São Pedro Apóstolo.

Caríssimos: Sede prudentes e vigiai em orações. Mas sede sobretudo perseverantes no Amor, uns para com os outros, porque o Amor cobre multidão de pecados. Exercei a hospitalidade entre vós, sem murmuração. Cada um conforme o dom que recebeu, pondo-o a serviço dos outros como bons dispensadores da multiforme graça divina. Se alguém fala, seja com palavras de Deus. Se alguém exerce ministério, seja com o poder que Deus lhe dá, para que em todas as coisas seja Deus glorificado por Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Aleluia (Sl 46, 9 | Jo 14, 18)

Allelúia, allelúia. ℣. Regnávit Dóminus super omnes gentes: Deus sedet super sedem sanctam suam. Allelúia. ℣. Non vos relínquam órphanos: vado, et vénio ad vos, et gaudébit cor vestrum. Allelúia.

Aleluia, aleluia. ℣. O Senhor reina sobre todas as nações: Deus está assentado em seu trono santo. Aleluia. ℣. Não vos deixarei órfãos; vou e venho a vós, e o vosso coração se alegrará. Aleluia.

Evangelho (Jo 15, 26-27 e 16, 14)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem.

In illo témpore: Dixit Iesus discípulis suis: Cum vénerit Paráclitus, quem ego mittam vobis a Patre, Spíritum veritátis, qui a Patre procédit, ille testimónium perhibébit de me: et vos testimónium perhibébitis, quia ab inítio mecum estis. Hæc locútus sum vobis, ut non scandalizémini. Absque synagógis fácient vos: sed venit hora, ut omnis, qui intérficit vos, arbitrétur obséquium se præstáre Deo. Et hæc fácient vobis, quia non novérunt Patrem neque me. Sed hæc locútus sum vobis: ut, cum vénerit hora eórum, reminiscámini, quia ego dixi vobis. — CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Quando vier o Consolador que eu vos enviarei do Pai, o Espírito da verdade, que procede do Pai, Ele dará testemunho de Mim.. E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio. Estas coisas vos digo, para que não vos escandalizeis. Lançar-vos-ão fora das sinagogas; e virá a hora em que qualquer que vos matar julgará prestar serviço a Deus. E eles vos farão isto, porque não conhecem nem ao Pai, nem a Mim. Mas estas coisas vos digo, para que, ao chegar a hora, vos lembreis que eu vo-las disse. — CREIO…

Ofertório (Sl 46, 6) 

Ascéndit Deus in iubilatióne, et Dóminus in voce tubæ, allelúia. Deus subiu entre aclamações de júbilo, e o Senhor, ao som da trombeta, aleluia.

Secreta

Sacrifícia nos, Dómine, immaculáta puríficent: et méntibus nostris supérnæ grátiæ dent vigórem. Per D. N. Fazei, Senhor, que estas hóstias imaculadas nos purifiquem e comuniquem às nossas almas o vigor da graça celeste. Por N. S.

Prefácio (da Ascensão)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et iustum est, æquum et salutáre, nos tibi semper et ubíque grátias ágere: Dómine sancte, Pater omnípotens, ætérne Deus: per Christum, Dóminum nostrum. Qui post resurrectiónem suam ómnibus discípulis suis maniféstus appáruit et, ipsis cernéntibus, est elevátus in coelum, ut nos divinitátis suæ tribúeret esse partícipes. Et ídeo cum Angelis et Archángelis, cum Thronis et Dominatiónibus cumque omni milítia coeléstis exércitus hymnum glóriæ tuæ cánimus, sine fine dicéntes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus, por Cristo, Nosso Senhor. Este, depois de sua Ressurreição, manifestou-se visivelmente a todos os seus discípulos, e em presença deles, subiu aos céus, para nos fazer participar de sua Divindade E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo, sem fim: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Jo 17, 12-13 e 15) 

Pater, cum essem cum eis, ego servábam eos, quos dedísti mihi, allelúia: nunc autem ad te vénio: non rogo, ut tollas eos de mundo, sed ut serves eos a malo, allelúia, allelúia. Pai, quando eu estava com eles, eu guardava aqueles que me deste, aleluia. Agora, porém, venho a Ti; não peço que os tires do mundo, mas que os preserves do mal, aleluia, aleluia.

Pós-comunhão

Repléti, Dómine, munéribus sacris: da, quǽsumus; ut in gratiárum semper actióne maneámus. Per D.N. Concedei, Senhor, Vos pedimos, que, saciados com os vossos Dons sagrados, perseveremos em constante ação de graças. Por N. S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: