Liturgia Diária- 25/08/2018

SÃO LUÍS, Confessor e Rei

Festa de 3ª Classe- Missa Própria

Saint-Luis-Blog

Rei da França desde os 12 anos, Luís IX tinha sido educado piedosamente por sua mãe, Branca de Castela. Conservou toda a vida uma profunda piedade, e no seu ofício de rei conduziu-se sempre como um verdadeiro santo. “Foi – diz Bossuet- o rei mais justo e mais santo que jamais possuiu uma coroa”. Todo entregue aos negócios do reino como aos do mundo cristão, foi um grande fautor da paz: reis e príncipes recorriam constantemente à sua arbitragem. Humilde e recto, compassivo com os desgraçados, tratando por suas próprias mãos os leprosos e doentes, São Luís dava a todos o exemplo duma caridade transbordante e duma equidade soberana. Era terceiro franciscano. 

Por causa de uma doença, fez voto de empreender uma cruzada para libertar os lugares santos. Vitorioso a princípio, caiu depois nas mãos dos sarracenos. Alguns anos mais tarde retornou as armas, mas o tifo dizimou seu exército na África, sendo ele também atingido. Morreu diante de Tunes, deitado sobre cinza, em 25 de agosto de 1270. 

PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 36, 30-31.1)

A boca do justo meditará na sabedoria, e a sua língua há de proclamar a justiça. Em seu coração está gravada a lei de Deus. Sl. Não tenhais ódio aos maus, nem tenhais inveja dos que cometem a iniquidade. Glória ao Pai.

Coleta

Ó Deus, que transferiste do reino terreno para a glória do reino celeste o bem-aventurado Luís, vosso confessor, concedei-nos, por sua intercessão e merecimentos, a graça de participar um dia também da glória do Rei dos reis, Jesus Cristo, Vosso Filho, que vive e reina

Epístola (Sb 10,10-14)


A atitude de Deus para com o seu povo é a mesma da antiga Lei: o que a Escritura nos diz de Jacó e José, guiados e sustentados em todas as vicissitudes pela sabedoria divina, vê-lo a Igreja realizar-se de novo nos seus santos.


Leitura do livro da Sabedoria. 

O Senhor guiou por caminhos retos o justo que fugia à ira de seu irmão; mostrou-lhe o reino de Deus, e deu-lhe o conhecimento das coisas santas; ajudou-o nos seus trabalhos, e fez frutificar seus esforços; cuidou dele contra ávidos opressores e o fez conquistar riquezas; ela o protegeu contra seus inimigos e o defendeu dos que lhe armavam ciladas; e no duro combate, deu-lhe vitória, a fim de que ele soubesse quanto a piedade é mais forte que tudo. Ela não abandonou o justo vendido, mas preservou-o do pecado. Desceu com ele à prisão, e não o abandonou nas suas cadeias, até que lhe trouxe o cetro do reino e o poder sobre os que o tinham oprimido; revelou-lhe a mentira de seus acusadores, e conferiu-lhe uma glória eterna.

Gradual (Sl 91, 13-14. 3)

O justo dará flores como a palmeira; multiplicar-se-á como o cedro do Líbano na casa do Senhor. V. Para anunciar a vossa misericórdia desde pela manhã, e a vossa verdade durante a noite.

Aleluia (Tg 1,12)

Aleluia, aleluia. V. Feliz o homem que suporta a prova, porque, quando tiver sido provado, receberá a coroa da vida. Aleluia.

Evangelho (Lc 19,12-26)  

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas. 

Naquele tempo , Jesus contou esta parábola a seus discípulos: Um homem ilustre foi para um país distante, a fim de ser investido da realeza e depois regressar. Chamou dez dos seus servos e deu-lhes dez minas, dizendo-lhes: Negociai até eu voltar. Mas os homens daquela região odiavam-no e enviaram atrás dele embaixadores, para protestarem: Não queremos que ele reine sobre nós. Quando, investido da dignidade real, voltou, mandou chamar os servos a quem confiara o dinheiro, a fim de saber quanto cada um tinha lucrado. Veio o primeiro: Senhor, a tua mina rendeu dez outras minas. Ele lhe disse: Muito bem, servo bom; porque foste fiel nas coisas pequenas, receberás o governo de dez cidades. Veio o segundo: Senhor, a tua mina rendeu cinco outras minas. Disse a este: Sê também tu governador de cinco cidades. Veio também o outro: Senhor, aqui tens a tua mina, que guardei embrulhada num lenço; pois tive medo de ti, por seres homem rigoroso, que tiras o que não puseste e ceifas o que não semeaste. Replicou-lhe ele: Servo mau, pelas tuas palavras te julgo. Sabias que sou rigoroso, que tiro o que não depositei e ceifo o que não semeei… Por que, pois, não puseste o meu dinheiro num banco? Na minha volta, eu o teria retirado com juros. E disse aos que estavam presentes: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. Replicaram-lhe: Senhor, este já tem dez minas!…Eu vos declaro: a todo aquele que tiver, dar-se-lhe-á; mas, ao que não tiver, ser-lhe-á tirado até o que tem.

Ofertório (Sl 88,25)

A minha verdade e a minha misericórdia estão com ele, e no meu nome se elevará o seu poder.

Secreta

Fazei, ó Deus onipotente, que a intercessão e exemplo do bem-aventurado Luís, vosso confessor, que desprezou as seduções do mundo e procurou somente agradar a Jesus Cristo nos torne aceites à vossa misericórdia. Pelo mesmo Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Mt 24, 46-47)

Feliz o servo que o Senhor, em vindo, encontrar vigilante; em verdade vos digo que o porá à frente de todos os seus bens.

Pós-comunhão

Ó Deus, que já na terra exaltastes o bem-aventurado Luís, vosso confessor, e o glorificastes no Céu, constituí-o, nós Vo-lo pedimos, defensor da vossa Igreja. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: