Liturgia Diária- 10/08/2018

SÃO LOURENÇO, Mártir

Festa de 2ª Classe- Missa Própria

O diácono Lourenço mereceu a palma do martírio sobre a grelha em brasa, por ter exercido a caridade para com os pobres.

São Lourenço, arquidiácono do papa Xisto II, morreu mártir a 10 de agosto de 258, alguns dias depois do próprio papa e de outros membros do clero romano, todos eles vítimas da perseguidor do imperador Valeriano. Foi sepultado na via Tiburtina, no lugar chamado Agro Verano. A popularidade do Santo tornou-se imensa. Meio século mais tarde, o imperador Constantino mandava construir sobre o seu túmulo uma basílica que ficou a ser uma das cinco igrejas patriarcais de Roma [as outras quatro são São João de Latrão, São pedro, Santa Maria Maior e São Paulo. No altar-mor destas basílicas só o papa pode celebrar. Além de São Lourenço extramuros, Roma possui mais sete santuários dedicados a ele, entre os quais São Lourenço in-Panisperna, São Lourenço in-Lucina, S. Lourenço in-Damaso, onde se reúnem várias vezes as estações de Quaresma].

Baseada nas atas que relatam as circunstâncias do seu martírio, a liturgia transmitiu-nos de São Lourenço um retrato que se tornou querido da piedade do povo romano. É a figura atraente do jovem diácono, fiel a Deus e à sua Igreja nas tarefas que lhe foram confiadas. Preso pelo prefeito da cidade e obrigado a entregar os bens de cuja guarda estava encarregado, limitou-se a apresentar uma multidão de indigentes, dizendo: “Eis aqui os verdadeiros tesouros da Igreja; eles convertem as nossas esmolas em tesouros que não perecem”. Como prêmio da sua audácia submeteram-no ao suplício da grelha. São Lourenço é o terceiro patrono de Roma, depois de São Pedro e São Paulo. 


Páginas 1222 a 1225 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 95,6.1)

A glória e a majestade estão diante dele. A santidade e a magnificência habitam no seu tabernáculo. Sl. Cantai ao Senhor um cântico novo; que toda a terra entoe os seus louvores. Glória ao Pai.

Coleta

Fazei, ó Deus onipotente, que domemos a chama dos nossos vícios, Vós que fizestes triunfar o bem-aventurado Lourenço do fogo do martírio. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (II Cor 9, 6-10)


Utilizados por São Paulo, o texto dos Provérbios e o versículo do Salmo 111: “Dispersit dedit pauperibus”, encontram em São Lourenço uma aplicação que a Igreja faz realçar, pois dão à fisionomia do santo diácono um dos seus traços familiares.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Coríntios. 

Irmãos, aquele que semeia pouco, pouco ceifará. Aquele que semeia em profusão, em profusão ceifará. Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama o que dá com alegria. Poderoso é Deus para cumular-vos com toda a espécie de benefícios, para que tendo sempre e em todas as coisas o necessário, vos sobre ainda muito para toda espécie de boas obras. Como está escrito: Espalhou, deu aos pobres, a sua justiça subsiste para sempre (Sl 111,9). Aquele que dá a semente ao semeador e o pão para comer, vos dará rica sementeira e aumentará os frutos da vossa justiça.

Gradual (Sl 16,3)

Vós, Senhor, provastes o meu coração e visitaste-lo durante a noite. V. Passastes-me pelo fogo e não encontrastes em mim nada de iníquo.

Aleluia

Aleluia, aleluia. V. O levita Lourenço fez uma obra boa; Restituiu a vista aos cegos com o sinal da cruz. Aleluia.

Evangelho (Jo 12, 24-26)


Servir o Mestre é segui-Lo. A glória dos mártires é tê-Lo seguido até o fim, dando a vida como Ele deu a sua. Deus, por seu lado, associa-se à glória de seu Filho.


Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto. Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem odeia a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará.

Ofertório (Sl 95,6)

A glória e a majestade estão diante dele. A santidade e a magnificência habitam no seu tabernáculo. 

Secreta

Dignai-Vos aceitar, Senhor, os dons que Vos oferecemos, para que, por intercessão do bem-aventurado Lourenço, nos confiram aumentos de salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Jo 12,26)

Se alguém Me quer servir, que Me siga, que onde Eu estiver, lá estará também o que Me serve.

Pós-comunhão

Saciados, Senhor, com este dom sagrado, humildemente Vos suplicamos que a homenagem da nossa servidão nos confira, por intercessão do bem-aventurado Lourenço, a graça de sentirmos os aumentos da nossa redenção. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: