Liturgia Diária- 27/07/2018

SÃO PANTALEÃO, Mártir

Comemoração- Missa “Laetabitur” com comemoração da féria

São Pantaleão, mártir de Nicomédia, é honrado como taumaturgo pelos gregos. Apoiados na sua história, os médicos têm-no por um dos seus, e escolheram-no para padroeiro, juntamente com São Lucas, São Cosme e São Damião.


Páginas 1194, 826 a 828 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (com Comemoração de S.Tiago e S. Ana)


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 63, 11. 2)

O Justo alegrar-se-á no Senhor, e esperará n’Ele: E serão louvados todos os corações retos. Sl. Ouvi, ó Deus, a oração que Vos dirijo: Livrai a minha alma do terror do inimigo. Glória ao Pai.

Coleta

Nós Vos suplicamos, Deus onipotente, por intercessão do bem-aventurado mártir Pantaleão, nos defendais o corpo de todos os perigos e purifiqueis a alma de todos os males. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Coleta (da Féria)


“Quae placita sunt ei facio semper”. A aspiração do cristão anela a fundir-se com a do próprio Jesus Cristo: conformar-se em tudo à vontade de Deus, até não ser também outra oração. 


Abri, Senhor, os ouvidos da vossa misericórdia às preces daqueles que Vos invocam e, para que lhes concedais o que Vos pedem fazei que Vos peçam o que Vos apraz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Epístola (II Tim 2, 8-10; 3,10-12)


O mistério dos sofrimentos de Cristo estende-se a todos os seus; leva ao mistério da sua Ressurreição. 


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo a Timóteo. 

Caríssimo: Lembra-te de Jesus Cristo, saído da estirpe de Davi e ressuscitado dos mortos, segundo o meu Evangelho, pelo qual estou sofrendo até as cadeias como um malfeitor. Mas a palavra de Deus, esta não se deixa acorrentar. Pelo que tudo suporto por amor dos escolhidos, para que também eles consigam a salvação em Jesus Cristo, com a glória eterna. Quanto a ti, te aplicaste a seguir-me de perto na minha doutrina, no meu modo de vida, nos meus planos, na minha fé, na minha paciência, na minha caridade, na minha constância, nas minhas perseguições, nas provações que me sobrevieram em Antioquia, em Icônio, em Listra. Que perseguições tive que sofrer! E de todas me livrou o Senhor. Pois todos os que quiserem viver piedosamente, em Jesus Cristo, terão de sofrer a perseguição.

Gradual (Sl 36, 24.26)

Se o Justo cair não se ferirá, porque o Senhor o amparará nas suas mãos. Constantemente ele se compadece dos outros e dá-lhes do que é seu: e será abençoada a sua posteridade. 

Aleluia (Jo 8,12)

Aleluia, aleluia. Quem Me segue não anda às cegas, mas terá a luz da vida eterna. Aleluia.

Evangelho (Mt 10, 26-32)


Confiante na providência paternal de Deus, o cristão não tem nada a recear, nem mesmo a morte. Sabe que a sua fidelidade a Cristo, diante dos homens, há de valer-lhe o testemunho do próprio Cristo diante do Pai dos Céus. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo: Disse Jesus aos seus discípulos: “Nada há de escondido que não venha à luz, nada de secreto que não se venha a saber. O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados. Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena. Não se vendem dois passarinhos por um asse [moeda insignificante]? No entanto, nenhum cai por terra sem a vontade de vosso Pai. Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois! Bem mais que os pássaros valeis vós. Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus”.

Ofertório (Sl 20,4-5)

Pusestes-lhe, Senhor, na cabeça uma coroa de pedras preciosas: pediu-Vos a vida, e Vós lha concedestes, aleluia.

Secreta

Dignai-Vos, Senhor, aceitar à vossa presença o preito da nossa piedade, e, por intercessão daquele em cuja memória Vo-lo apresentamos, fazei que nos seja salutar. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Secreta (da Féria)

Concedei-nos, Senhor, que frequentamos dignamente estes santos mistérios, porque, todas as vezes que celebramos a memória deste sacrifício, renovamos o mistério da nossa Redenção. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Jo 12,26)

Aquele que Me serve, venha após Mim: e onde Eu estiver aí estará também o meu servo.

Pós-comunhão

Reanimados, Senhor, com este sagrado banquete, humildemente suplicamos, por intercessão do bem-aventurado Pantaleão, a graça de sentirmos em nós o efeito do sacrifício, que em sua memória celebramos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pós-comunhão (da Féria)

Que a recepção, Senhor, do vosso sacramento nos purifique e una convosco. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: