Liturgia Diária- 15/06/2021

MISSA DA FÉRIA

4ª Classe- Missa Própria, com comemoração dos Ss. Vito, Modesto e Crescência, Mártires

O amor de Deus manifesta-se pelo cuidado que Ele tem de nós. Até no tempo da tribulação devemos lembrar-nos disto (Epístola).

Mas não só dos bons cuida o Senhor, pois vemos o seu amor na ânsia com que procura a ovelha desgarrada. No Evangelho mostra o Divino Mestre todo este seu Amor em duas comparações que nos fazem contemplar em nova luz a ternura do Coração de Deus. Nem mesmo o pecado, o único inimigo da Paz no Reino de Deus, está fora do plano divino. Também ele é previsto pela misericórdia do Senhor. Seu amor não se cansa até encontrar a ovelha perdida. O Introito é a voz dessa pobre ovelhinha, a saudade que o homem tem da Redenção. Esta se renova na Santa Missa

Sobre os santos: Vito, filho de pagãos, foi batizado por Modesto, seu professor e Crescência, sua ama. Os três sofreram juntos o martírio. Segundas orações próprias, ou Missa dos santos (própria), com comemoração da Féria.


Páginas 605 a 609, 1108 a 1110 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 24, 16 e 18 | ib., 1-2) (Áudio)

Réspice in me et miserére mei, Dómine: quóniam únicus et pauper sum ego: vide humilitátem meam et labórem meum: et dimítte ómnia peccáta mea, Deus meus. Ps. Ad te, Dómine, levávi ánimam meam: Deus meus, in te confído, non erubéscam. ℣. Glória Patri… Olhai para mim, Senhor, e tende piedade de mim; porque estou só e sou pobre. Vede a minha miséria e o meu sofrimento; e perdoai, ó meu Deus, todos os meus pecados. Sl. A Vós, Senhor, elevo a minha alma; ó meu Deus, em Vós confio; não serei envergonhado. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Protéctor in te sperántium, Deus, sine quo nihil est válidum, nihil sanctum: multíplica super nos misericórdiam tuam; ut, te rectóre, te duce, sic transeámus per bona temporália, ut non amittámus ætérna. Per D.N. Ó Deus, que sois protetor dos que em Vós esperam, e sem O qual nada é firme e nada é santo, multiplicai sobre nós a vossa misericórdia, para que por Vós governados e guiados, passemos de tal sorte pelos bens terrenos que não percamos os eternos. Por N. S.

2ª Coleta (dos santos mártires)

Da Ecclésiae tuae, quaesumus, Domine, sanctis Martyribus tuis Vito, Modésto atque Crescéntia intercedéntibus, supérbe non sápere, sed tibi plácita humilitáte profícere: ut, prava despíciens, quaecúmque recta sunt, libera exérceat caritáte. Per D.N. Nós Vos rogamos, Senhor, fazei pela intercessão de vossos santos Mártires Vito, Modesto e Crescência, que a vossa Igreja, longe de todo sentimento de orgulho, progrida na humildade que Vos é agradável, a fim de que, desprezando o que é mau, pratique com liberdade e amor tudo quanto é bom. Por N. S.

Epístola (I Pe 5, 6-11)

Léctio Epístolæ beáti Petri Apóstoli.Caríssimi: Humiliámini sub poténti manu Dei, ut vos exáltet in témpore visitatiónis: omnem sollicitúdinem vestram proiiciéntes in eum, quóniam ipsi cura est de vobis. Sóbrii estote et vigiláte: quia adversárius vester diábolus tamquam leo rúgiens circuit, quærens, quem dévoret: cui resístite fortes in fide: sciéntes eándem passiónem ei, quæ in mundo est, vestræ fraternitáti fíeri. Deus autem omnis grátiæ, qui vocávit nos in ætérnam suam glóriam in Christo Iesu, módicum passos ipse perfíciet, confirmábit solidabítque. Ipsi glória et impérium in sǽcula sæculórum. Amen. Leitura da Epístola de São Pedro Apóstolo.Caríssimos: Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus, para que Ele vos exalte no tempo de sua visita. Confiai- Lhe todas as vossas inquietações, porque é Ele quem tem cuidado de vós. Sede sóbrios e vigiai, porque vosso adversário, o demônio, como um leão a rugir, anda ao redor de vós procurando a quem devorar. Resisti-lhe, firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições sofrem os vossos irmãos que estão no mundo. O Deus de toda a graça, que nos chamou no Cristo Jesus à sua eterna glória, depois que houverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, confirmará e consolidará. A Ele, a glória e o império por todos os séculos. Amen.

Gradual (Sl 54, 23, 17 e 19 | Sl 7, 12) (Áudio) (Áudio-aleluia)

Iacta cogitátum tuum in Dómino: et ipse te enútriet. ℣. Dum clamárem ad Dóminum, exaudívit vocem meam ab his, qui appropínquant mihi.

Allelúia, allelúia. ℣. Deus iudex iustus, fortis et pátiens, numquid iráscitur per síngulos dies?  Allelúia.

Deixa ao Senhor os teus cuidados e Ele te nutrirá. ℣. Quando clamo ao Senhor, Ele ouve a minha voz, livrando-me dos que me atacam.

Aleluia, aleluia. ℣. Deus é juiz reto, forte e paciente. Acaso irrita-se Ele todos os dias? Aleluia.

Evangelho (Lc 15, 1-10)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Erant appropinquántes ad Iesum publicáni et peccatóres, ut audírent illum. Et murmurábant pharisǽi et scribæ, dicéntes: Quia hic peccatóres recipit et mandúcat cum illis. Et ait ad illos parábolam istam, dicens: Quis ex vobis homo, qui habet centum oves: et si perdíderit unam ex illis, nonne dimíttit nonagínta novem in desérto, et vadit ad illam, quæ períerat, donec invéniat eam? Et cum invénerit eam, impónit in húmeros suos gaudens: et véniens domum, cónvocat amícos et vicínos, dicens illis: Congratulámini mihi, quia invéni ovem meam, quæ períerat? Dico vobis, quod ita gáudium erit in cœlo super uno peccatóre pœniténtiam agénte, quam super nonagínta novem iustis, qui non índigent pœniténtia. Aut quæ múlier habens drachmas decem, si perdíderit drachmam unam, nonne accéndit lucérnam, et evérrit domum, et quærit diligénter, donec invéniat? Et cum invénerit, cónvocat amícas et vicínas, dicens: Congratulámini mihi, quia invéni drachmam, quam perdíderam? Ita dico vobis: gáudium erit coram Angelis Dei super uno peccatóre pœniténtiam agénte. 

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, chegaram-se a Jesus os publicanos e os pecadores para ouvi-Lo. E os fariseus e os escribas murmuravam e diziam: Este recebe os pecadores e come com eles. Então Ele lhes propôs esta parábola, dizendo: Qual é o homem, entre vós, que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai procurar a que se desgarrou, até achá-la? E achando-a, não a põe sobre os seus ombros com alegria, e vindo para casa,não chama os seus amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Congratulai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida? Assim, digo-vos que haverá mais júbilo no céu por um pecador que faça penitência do que por noventa e nove justos que não necessitam de fazer penitência. Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma, não acende a candeia, não varre a casa e não procura diligentemente até encontrá-la? E encontrando-a, não chama as suas amigas e vizinhas, dizendo-lhes: Congratulai-vos comigo, porque achei a dracma perdida? Assim, digo-vos que haverá júbilo no céu entre os Anjos de Deus, por um só pecador que faça penitência. 

Ofertório (Sl 9, 11-12 e 13) (Áudio)

Sperent in te omnes, qui novérunt nomen tuum, Dómine: quóniam non derelínquis quæréntes te: psállite Dómino, qui hábitat in Sion: quóniam non est oblítus oratiónem páuperum. Esperam em Vós, Senhor, todos os que conhecem o vosso Nome: porque nunca desamparais os que recorrem a Vós. Cantai ao Senhor, que habita em Sião; porque não se esqueceu da oração dos pobres.

Secreta

Réspice, Dómine, múnera supplicántis Ecclésiæ: et salúti credéntium perpétua sanctificatióne suménda concéde. Per D. N. Olhai, Senhor, favoravelmente para os dons, que a Igreja Vos oferece humildemente, e concedei aos vossos fiéis que recebendo-os, sirvam para a sua santificação e salvação perpétua. Por N. S.

2ª Secreta (dos santos mártires)

Sicut gloriam divínae poténtiae múnera pro Sanctis obláta testántur: sic nobis efféctum, Dómine, tuae salvatiónis impéndant. Per D. N. Como os dons oferecidos em honra dos Santos atestam a glória do poder divino, assim também nos alcancem o fruto de vossa Redenção. Por N. S.

Prefácio (Comum)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos Tibi simper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus: per Christum Dominum nostrum. Per quem majestatem Tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates, Coeli, Coelorumque Virtutes, ac beata Seraphim socia exultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces, ut admitti, jubeas, supplici confessione dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Paí onipotente, eterno Deus, por Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. Às suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando em humilde confissão Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Lc 15, 10) (Áudio)

Dico vobis: gáudium est Angelis Dei super uno peccatóre pœniténtiam agénte. Eu vos digo que haverá júbilo entre os Anjos de Deus, por um só pecador que faça penitência.

Pós-comunhão

Sancta tua nos, Dómine, sumpta vivíficent: et misericórdiæ sempitérnæ prǽparent expiátos. Per D.N. Fazei, Senhor, Vos pedimos, que os vossos santos Sacramentos, agora recebidos, nos vivifiquem e purificando-nos de todo pecado, nos façam dignos de vossa eterna misericórdia. Por N. S.

2ª Pós-comunhão (dos santos mártires)

Repléti, Dómine, benedictióne solémni: quaesumus; ut, per intercessiónem sanctórum Mártyrum tuórum Viti, Modésti et Crescéntiae, medicina sacraménti et corpóribus nostris prosit et méntibus. Per D.N. Enriquecidos, Senhor, com a bênção desta solenidade, nós Vos imploramos pela intercessão de vossos santos Mártires Vito, Modesto e Crescência, que este vosso Sacramento seja remédio proveitoso para os nossos corpos e para as nossas almas. Por N. S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: