Liturgia Diária- 22/11/2019

S. CECÍLIA, Virgem e Mártir

Festa de 3ª Classe – Missa própria

DIA DE ABSTINÊNCIA

Com Santa Inês e Santa Luzia, Cecília é uma das mais veneradas Santas desde os primeiros séculos da era cristã. Nobre cristã, converteu Valeriano e Tibério ao Cristianismo. Com os dois, foi ela decapitada. Como o golpe não tivesse sido mortal, ainda viveu alguns dias, deitada em sua casa. Na mesma posição foi enterrada e seu corpo, foi assim encontrado, intacto, em 1599.


Páginas 1384 a 1386 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 118, 46-47 | ib., 1)

Loquebar de testimonies tuis in conspectus regnum, et non confundebar: et meditabar in mandatis tuis, quae dilexi nimis. Ps. Beati immaculate in via: qui ambulant in lege Domini. ℣. Gloria Patri. Eu falava de vossos preceitos diante dos reis, e não me confundia; e meditava em vossos mandamentos, que muito amei. Sl. Bem-aventurados os imaculados em seu caminho; os que andam na lei do Senhor. ℣. Glória ao Pai.

Coleta

Deus, qui nos ánnuæ beátæ Cæcíliæ Vírginis et Mártyris tuæ solemnitáte lætíficas: da, ut quam venerámur officio, étiam piæ conversatiónis sequámur exémplo. Per D.N. Ó Deus, que nos alegrais com a solenidade anual de Santa Cecília, vossa Virgem e Mártir, concedei-nos a graça de imitarmos por uma vida santa, os exemplos da Santa que honramos por nosso culto. Por N. S.

Epístola (Eclo 51, 13-17)

Léctio libri Sapientiae.

Dómine Deus meus, exaltásti super terram habitatiónem meam, et pro morte defluénte deprecáta sum. Invocávi Dóminum Patrem Dómini mei, ut non derelínquat me in die tribulatiónis meæ, et in témpore superbórum sine adjutório. Laudábo nomen tuum assídue, et collaudábo illud in confessióne, et exaudíta est ordáio mea. Et liberásti me de perditióne, et eripuísti me de témpore iníquo. Proptérea confitébor, et laudem dicam tibi, Dómine Deus noster.

Leitura do Livro da Sabedoria. 

Senhor, meu Deus, exaltastes a minha habitação sobre a terra, e eu Vos pedi que me livrásseis da morte que me ameaçava. Invoquei o Senhor, Pai de meu Senhor, para que não me abandonasse no dia de minha tribulação e durante o domínio dos soberbos, não me deixasse indefeso. Louvarei incessantemente o vosso Nome, e celebrá-lo-ei em minhas ações de graças pois foi atendida a minha oração. Vós me livrastes da perdição e me salvastes no tempo mau. Por isso, eu Vos glorificarei, e a Vós, ó Senhor, nosso Deus, cantarei louvores.

Gradual (Sl 44, 11 e 12; ib., 5| Mt 25, 4 e 6)

Audi, fília et vide, et inclína aurem tuam: quia concupívit rex spéciem tuam. ℣. Spécie tua, et pulchritúdine tua inténde, próspere procéde, et regna.

Allelúia, allelúia. ℣. Quinque prudéntes vírgines accepérunt óleum in vasis suis cum lampádibus: média autem nocte clamor factus est: Ecce sponsus venit, exite óbviam Christo Dómino. Allelúia.

Escutai, ó filha, e vede, e inclinai o vosso ouvido, porque o Rei se encantou de vossa formosura. ℣. Com a vossa formosura e a vossa beleza, caminhai, avançai vitoriosamente e reinai.

Aleluia, aleluia. ℣. As cinco virgens prudentes tomaram azeite em suas vasilhas com as suas lâmpadas. À meia-noite, ouviu-se um clamor: Eis que chega o Esposo; saí ao encontro do Cristo, o Senhor. Aleluia.

Evangelho (Mt 25, 1-13)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthaeum. 

In illo temmpore: Dixit Jesus discipulis suis parabolam hanc: Simile erit regnum caelorum decem virginibus: quaeaccipentes lampades suas exierunt obviam sponso et sponsae. Quinque autem ex eis erant fatuae, et quinque prudentes: sed qinque fatuae, acceptis lampadibus, non sumpserunt oleum secum: prudentes vero acceperunt oleum in vasis suis cum lampadibus. Moram autem facientes sponso, dormitaverunt omnes et dormierunt. Media autem nocte clamor factus est: Ecce sponsus venit, exite obviam ei. Tunc surrexerunt omnes virgins illae, et ornaverunt lampades suas. Fatuae autem sapientibus dixerunt. Date nobis de oleo vestro: quia lampades nostrae exstinguuntur. Responderunt prudentes, dicentes: Ne fortenon sufficiat nobis, et vobis, ite potius ad vendentes et emite bovis. Dum autem irent emere, venit sponsus: et quae paratae erant, intraverunt cum eo ad nuptias, et clausa est janua. Novissime vero venient et reliquae virgins, dicentes: Domine, Domine, aperi nobis. At ille respondens, ait: Amen dico vobis, nescio vos. Vigilate itaque quia nescio vos. Vigilare itaque, quia nescitis diem, neque horam.

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos esta parábola: O reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo e da esposa. Cinco porém, dentre elas, eram loucas e cinco prudentes. Ora, as cinco loucas, tomando as suas lâmpadas, não trouxeram azeite consigo. As prudentes, porém, com as suas lâmpadas, tomaram azeite em suas vasilhas. Tardando o esposo a chegar, todas elas  tiveram sono e adormeceram: Quando era meia noite, ouviu-se um grito: Eis que chega o esposo, saí-lhe ao encontro. Então se levantaram todas essas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos de vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Responderam as prudentes: Talvez não seja ele suficiente para nós e para vós; ide antes aos que o vendem e comprai-o para vós. Mas, enquanto elas foram comprá-lo, veio o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas; e a porta foi fechada. Mais tarde  vieram também as outras virgens e chamaram: Senhor, Senhor, abri-nos. Ele lhes respondeu, dizendo: Em verdade vos digo: eu não vos conheço. Vigiai pois, porque não sabeis o dia nem a hora.

Ofertório (Sl 44, 15 e 16)

Afferéntur Regi virgins post eam: proximae ejus afferentur tibi in laetitia, et exsultatione: adducentur in templum Regi Domino. Virgens que a seguem são conduzidas até o Rei; suas companheiras Vos são apresentadas no meio da alegria e do júbilo; e serão levadas ao templo do Rei, seu Senhor.

Secreta

Hæc hóstia, Dómine, placatiónis et laudis, quæsumus: ut, intercedénte beáta Cæcília Vírgine et Mártyre tua, nos propitiatióne tua dignos semper effíciat. Per D.N. Senhor, nós Vos pedimos, que esta hóstia de propiciação e de louvor, pela intercessão de Sta. Cecília, vossa Virgem e Mártir, sempre nos faça dignos de vossa misericórdia. Por N. S.

Prefácio (Comum)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos Tibi simper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus: per Christum Dominum nostrum. Per quem majestatem Tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates, Coeli, Coelorumque Virtutes, ac beata Seraphim socia exultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces, ut admitti, jubeas, supplici confessione dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Paí onipotente, eterno Deus, por Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. Às suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando em humilde confissão Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sl 118, 78 e 80)

Confundantur superbi, quia injusta iniquitatem feccerunt in me ego autem in mandatis tuis exercebor, in tuis justificationibus, ut non confundar. Sejam confundidos os soberbos, porque praticaram iniquidades contra mim; eu porém para não ser confundido no último dia, exercitar-me-ei em vossos preceitos.

Pós-comunhão

Satiásti, Dómine, famíliam tuam munéribus sacris: ejus, quæsumus, semper interventióne nos réfove, cujus solémnia celebrámus.  Per D.N. Saciastes, Senhor, a vossa família, com os Dons sagrados; rogamo-Vos pois, que nos favoreçais sempre por intercessão da Santa cuja festa hoje celebramos. Por N. S.


Traduções e comentário principal extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1947/1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: