Liturgia Diária- 13/04/2019

SÁBADO DA SEMANA DA PAIXÃO

Féria de 3ª Classe- Missa Própria – Estação em S. João diante da Porta Latina

Outrora não havia Missa neste dia, que era como uma vigília do Domingo de Ramos. Por isso seus Cânticos são os do dia anterior. Também nas Leituras vemos novamente Jeremias, imagem do Cristo perseguido. Os judeus O odeiam. Os pagãos (catecúmenos) O procuram e a estes fala Jesus de sua morte. Se o grão de trigo (Cristo) morrer, ele dará muitos frutos, que somos todos nós, remidos por seu Sangue preciosíssimo.


SÃO LEÃO I (MAGNO), Papa, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa do dia, com Coleta própria e demais orações da Missa “In virtute”

Filho de Leovigildo, rei dos Visigodos, foi convertido do arianismo para o catolicismo por S. Leandro. Não querendo receber a Santa Eucaristia das mãos de um bispo herético foi assassinado por ordem do próprio pai, porém o seu sangue foi semente de novas conversões.


Hoje NÃO HAVERÁ Missa na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 30, 10, 16 e 18 | ib., 2)

Miserére mihi, Dómine, quóniam tríbulor: líbera me, et éripe me de mánibus inimicórum meórum et a persequéntibus me: Dómine, non confúndar, quóniam invocávi te. Ps. In te, Dómine, sperávi, non confúndar in ætérnum: in justítia tua libera me. Miserére mihi… Tende piedade de mim, Senhor, porque estou oprimido; livrai-me e arrancai-me das mãos de meus inimigos e dos que me perseguem. Senhor, não serei confundido, porque Vos invoquei. Sl. Em Vós, Senhor, espero; não serei confundido para sempre; livrai-me por vossa justiça — Tende piedade de mim…

Coleta

Profíciat, quǽsumus, Dómine, plebs tibi dicáta piæ devotiónis afféctu: ut sacris actiónibus erudíta, quanto majestáti tuæ fit grátior, tanto donis potióribus augeátur. Per D.N. Senhor, nós Vos suplicamos, permiti que o povo que Vos é consagrado aumente no fervor de uma piedosa devoção, a fim de que, instruído com este santo Sacrifício alcance tão mais abundantes Dons celestiais quanto mais ele se tornar agradável à vossa Majestade. Por N. S.

2ª Coleta (de S. Hermenegildo)

Deus, qui beátum Hermenegíldum Mártyrem tuum cœlésti regno terrénum postpónere docuísti: da, quǽsumus, nobis; ejus exémplo cadúca despícere atque ætérna sectári. Per D.N. Ó Deus, que ensinastes a vosso Mártir, S. Hermenegildo, preferir o Reino celestial a tudo o que é terreno, fazei-nos, a seu exemplo, Vos pedimos, desprezar os bens transitórios e procurar os eternos. Por N. S.

Epístola (Jr 18, 18-23)

Léctio Jeremíae Prophétae.

In diébus illis: Dixérunt ímpii Judǽi ad ínvicem: Veníte, et cogitémus contra justum cogitatiónes: non enim períbit lex a sacerdóte, neque consílium a  sapiénte, nec sermo a prophéta: veníte, et percutiámus eum lingua, et non attendámus ad univérsos sermónes ejus. Atténde, Dómine, ad me, et audi vocem adversariórum meórum. Numquid rédditur pro bono malum, quia fodérunt fóveam ánimæ meæ? Recordáre, quod stéterim in conspéctu tuo, ut lóquerer pro eis bonum, et avérterem indignatiónem tuam ab eis. Proptérea da fílios eórum in famem, et deduc eos in manus gládii: fiant uxóres eórum absque líberis, et víduæ: et viri eárum interficiántur morte: júvenes eórum confodiántur gládio in prǽlio. Audiátur clamor de dómibus eórum: addúces enim super eos latrónem repénte: quia fodérunt foveam, ut cáperent me, et láqueos abscondérunt pédibus meis. Tu autem, Dómine, scis omne consílium eórum advérsum me in mortem: ne propitiéris iniquitáti eórum, et peccátum eórum a fácie tua non deleátur. Fiant corruéntes in conspéctu tuo, in témpore furóris tui ab útere eis, Dómine, Deus noster.

Leitura do Profeta Jeremias.

Naqueles dias, disseram entre si os ímpios judeus: Vinde e conspiremos contra o Justo [Jeremias-Cristo], porque a lei não faltará ao sacerdote, nem a palavra ao profeta. Vinde e persigamo-lo com a língua e não demos importância às suas prédicas. Atendei-me, Senhor, [assim pede Jeremias] e ouvi a voz de meus adversários. Porventura, paga-se o bem com o mal, desde que cavam uma cova para minha alma? Lembrai-Vos que estou diante de Vós, para Vos falar em seu favor e para desviar deles o vosso furor. Por isso, entregai à fome os seus filhos, e fazei-os passar pelo fio da espada. Percam as suas mulheres os filhos e tornem-se viúvas,- e sejam os seus maridos entregues à morte. Seus adolescentes sejam atravessados na-luta pelo gládio. Sejam ouvidos os lamentos saídos de suas casas, pois fareis cair sobre eles, repentinamente, o salteador. Porque eles cavaram uma fossa para me apanhar e prepararam armadilhas disfarçadas para os meus pés. Vós, porém, Senhor, conheceis todos os seus planos de morte contra mim; não lhes perdoeis a sua iniquidade e o seu pecado não seja apagado diante de Vós. Caíam eles em vossa presença: no tempo de vossa ira, castigai-os severamente, ó Senhor, Deus nosso. 

Gradual (Sl 34, 20 e 22) 

Pacífice loquebántur mihi inimíci mei: et in ira molésti erant mihi. ℣. Vidísti, Dómine, ne síleas: ne discédas a me.

Meus inimigos me dirigem palavras de paz; cheios de ódio, porém, me oprimem. ℣. Vós, Senhor, bem o vedes, não fiqueis em silêncio, nem Vos afasteis de mim.

Evangelho (Jo 12, 10-36)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joannem.


In illo témpore: Cogitavérunt príncipes sacerdótum, ut et Lázarum interfícerent: quia multi propter illum abíbant ex Judǽis, et credébant in Jesum. In crastínum autem turba multa, quæ vénerat ad diem festum, cum audíssent, quia venit Jesus Jerosólymam, accepérunt ramos palmárum, et processérunt óbviam ei, et clamábant: Hosánna, benedíctus, qui venit in nómine Dómini, Rex Israël. Et invénit Jesus aséllum, et sedit super eum, sicut scriptum est: Noli timére, fília Sion: ecce, Rex tuus venit sedens super pullum ásinæ. Hæc non cognovérunt discípuli ejus primum: sed quando glorificátus est Jesus, tunc recordáti sunt, quia hæc erant scripta de eo: et hæc fecérunt ei. Testimónium ergo perhibébat turba, quæ erat cum eo, quando Lázarum vocávit de monuménto, et suscitávit eum a mórtuis. Proptérea et óbviam venit ei turba: quia audiérunt eum fecísse hoc signum. Pharisǽi ergo dixérunt ad semetípsos: Vidétis, quia nihil profícimus? Ecce, mundus totus post eum ábiit. Erant autem quidam gentíles ex his, qui ascénderant, ut adorárent in die festo. Hi ergo accessérunt ad Philíppum, qui erat a Bethsáida Galilǽæ: et rogábant eum, dicéntes: Dómine, vólumus Jesum vidére. Venit Philíppus, et dicit Andréæ: Andréas rursum et Philíppus dixérunt Jesu. Jesus autem respóndit eis, dicens: Venit hora, ut clarificétur Fílius hóminis. Amen, amen, dico vobis, nisi granum fruménti cadens in terram mórtuum fúerit, ipsum solum manet: si autem mórtuum fúerit, multum fructum affert. Qui amat ánimam suam, perdet eam: et qui odit ánimam suam in hoc mundo, in vitam ætérnam custódit eam. Si quis mihi minístrat, me sequátur: et ubi sum ego, illic et miníster meus erit. Si quis mihi ministráverit, honorificábit eum Pater meus. Nunc anima mea turbáta est. Et quid dicam? Pater, salvífica me ex hac hora. Sed proptérea veni in horam hanc. Pater, clarífica nomen tuum. Venit ergo vox de cœlo: Et clarificávi, et íterum clarificábo. Turba ergo, quæ stabat et audíerat, dicebat tonítruum esse factum. Alii dicébant: Angelus ei locútus est. Respóndit Jesus et dixit: Non propter me hæc vox venit, sed propter vos. Nunc judícium est mundi, nunc princeps hujus mundi ejiciétur foras. Et ego si exaltátus fúero a terra, ómnia traham ad meípsum. (Hoc autem dicebat, signíficans, qua morte esset moritúrus.) Respóndit ei turba: Nos audívimus ex lege, quia Christus manet in ætérnum, et quómodo tu dicis: Oportet exaltári Fílium hominis? Quis est iste Fílius hominis? Dixit ergo eis Jesus: Adhuc módicum lumen in vobis est. Ambuláte, dum lucem habétis, ut non vos ténebræ comprehéndant: et qui ámbulat in ténebris, nescit, quo vadat. Dum lucem habétis, crédite in lucem: ut fílii lucis sitis. Hæc locútus est Jesus: et ábiit, et abscóndit se ab eis.

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, os príncipes dos sacerdotes decidiram matar também a Lázaro, porque, por sua causa, afastavam-se deles os judeus e acreditavam em Jesus. No dia seguinte, uma grande multidão, que viera para a festa, tendo sabido que Jesus vinha a Jerusalém, tomou ramos de palmeiras, e foi ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito O que vem em Nome do Senhor, o Rei de Israel. E Jesus encontrando um jumentinho, nele montou, como está escrito: Não temas, filha de Sião, eis o teu Rei que vem montado em um jumentinho. A princípio, os seus discípulos não compreenderam estas coisas, mas depois que Jesus foi glorificado, recordaram-se que elas haviam sido escritas a seu respeito e eles haviam concorrido para a sua execução. Dava-lhes pois testemunho a multidão que estava junto d’Ele quando chamara a Lázaro do sepulcro e o ressuscitara dentre os mortos. Por isso a multidão saiu ao encontro de Jesus: porque eles tinham sabido que Ele fizera tal milagre. Os fariseus disseram pois entre si: Vedes que não conseguimos nada? Eis que todo mundo vai atrás d’ Ele. Ora, havia ali alguns gentios, entre os que haviam subido para adorar no dia da festa. Eles se aproximaram de Filipe que era de Betsaida, na Galileia, fazendo-lhe este pedido: Senhor, nós queremos ver a Jesus. Veio Filipe e o disse a André; André e Filipe o transmitiram a Jesus. E Jesus lhes respondeu, dizendo: A hora é chegada em que será glorificado o Filho do homem. Em verdade, em verdade, vos digo: se o grão de trigo não cair em terra e não morrer, será infecundo, porém se morrer, dará muito fruto. Aquele que ama a sua vida, perdê-la-á, mas aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna. Se alguém me quer servir, siga-me, porque onde eu estiver, o meu servo também se achará. Quem me servir, será honrado por meu Pai. Minha alma está agora perturbada. E que direi? Pai, livra-me dessa hora. Foi, porém, para isso que cheguei a essa hora. Pai, glorifica o teu Nome. Então se fez ouvir uma voz do céu: Eu o glorifiquei e O glorificarei ainda. A multidão que estava presente e que a ouvira, dizia que fora o trovão. Outros replicavam: Foi um Anjo que Lhe falou. Respondeu Jesus e disse: Não foi para Mim que esta voz veio, mas para vós. Agora é o julgamento do mundo; agora é que o príncipe deste mundo vai ser lançado fora dele. E Eu, quando for elevado da terra,, tudo atrairei a mim. (Isto dizia Ele para indicar de que morte devia morrer.) Respondeu-Lhe o povo: Nós sabemos pela lei que o Cristo permanecerá eternamente. Como então dizeis: É preciso que o Filho do homem seja elevado? Quem é esse Filho do homem? Disse-lhes Jesus: Ainda por um pouco de tempo estará a Luz [Cristo] entre vós. Caminhai, enquanto tendes luz, para que as trevas não vos surpreendam; quem anda em trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes luz, crede na luz, a fim de que sejais filhos da luz, crede na luz, a fim de que sejais filhos da luz. Jesus disse estas coisas e depois, afastando-se, escondeu-se deles.

Ofertório (Sl 118: 12, 121 e 42)

Benedíctus es, Dómine, doce me justificatiónes tuas: et non tradas calumniántibus me supérbis: et respondébo exprobrántibus mihi verbum Bendito sois, Senhor, ensinai-me as vossas leis; não me entregueis aos soberbos que me caluniam; assim poderei .responder aos que me insultam.

Secreta

Acunctis nos, quǽsumus, Dómine, reátibus et perículis propitiátus absólve: quos tanti mystérii tríbuis esse consórtes. Per D.N. Nós Vos suplicamos, Senhor, livrai-nos benignamente de todas as culpas e de todos os perigos, pois nos concedestes participar de tão grande Mistério. Por N.S.

2ª Secreta (de S. Hermenegildo)

Munéribus nostris, quǽsumus, Dómine, precibúsque suscéptis: et cœléstibus nos munda mystériis, et cleménter exáudi. Per D.N. Nós Vos suplicamos, Senhor, que aceitando as nossas dádivas e preces, Vos digneis purificar-nos com os celestiais Mistérios e ouvir-nos benignamente. Por N. S.

Prefácio (da Santa Cruz)

Vere dignum et justum est, æquum et salutáre, nos tibi semper et ubíque grátias ágere: Dómine sancte, Pater omnípotens, ætérne Deus: Qui salútem humáni géneris in ligno Crucis constituísti: ut, unde mors oriebátur, inde vita resúrgeret: et, qui in ligno vincébat, in ligno quoque vincerétur: per Christum, Dóminum nostrum. Per quem majestátem tuam laudant Angeli, adórant Dominatiónes, tremunt Potestátes. Cœli cœlorúmque Virtútes ac beáta Séraphim sócia exsultatióne concélebrant. Cum quibus et nostras voces ut admítti júbeas, deprecámur, súpplici confessióne dicéntes:

Sanctus, Sanctus, Sanctus…

Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus, que estabelecestes no madeiro da Cruz a salvação do gênero humano, para que renascesse a vida de onde se originara a morte, e o que no lenho vencera, no lenho fosse vencido por Jesus Cristo, Nosso Senhor. Por Ele louvam os Anjos a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as Virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. As suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando, em humilde confissão, Vos dizemos:

Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sl 26, 12) 

Ne tradíderis me. Dómine, in animas persequéntium me: quóniam insurrexérunt in me testes iníqui, et mentíta est iníquitas sibi. Não me entregueis, Senhor, ao furor dos que me perseguem; pois se levantam contra mim testemunhas falsas e a iniquidade mentiu contra si própria.

Pós-comunhão

Divíni múneris largitáte satiáti, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut hujus semper participatióne vivámus. Per D.N. Saciados com a liberalidade deste Dom divino, Vos rogamos, Senhor, nosso Deus, permiti vivamos sempre da participação deste Mistério. Por N. S.

2ª Pós-comunhão (de S. Hermenegildo)

Da, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, sicut tuórum commemoratióne Sanctórum temporáli gratulámur officio; ita perpétuo lætémur aspéctu. Per D.N. Concedei-nos, ó Deus e Senhor nosso, que assim como nos alegramos com a comemoração de vossos Santos durante esta vida, assim também gozemos de sua presença na eternidade. Por N. S.

Oração 

Super populum: Orémus. Humiliáte cápita vestra Deo.

Tueátur, quǽsumus, Dómine, déxtera tua pópulum deprecántem: et purificátum dignánter erúdiat; ut, consolatióne præsénti, ad futúra bona profíciat. Per D.N.

Sobre o povo: Oremos. Humilhai as vossas cabeças diante de Deus.

Nós Vos imploramos, Senhor, que a vossa Destra proteja o povo suplicante e purificando-o, bondosamente o instrua, para que, pela consolação presente, possa alcançar os bens eternos. Por N. S.


Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1947).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: