Liturgia Diária- 04/08/2018

SÃO DOMINGOS, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria.

No fim do século XII a igreja da França estava assolada pela heresia dos albigenses, doutrina que não tinha nada que cristão e que constituía, além disso, um verdadeiro flagelo social. Era preciso combatê-la eficazmente. Onde outros tinham fracassado, triunfou um cônego espanhol, Domingos de Gusmão. Distinguia-se pela sua sabedoria e pelo amor à pobreza. A ordem dos Frades Pregadores, que fundou em 1215, receberá daí essas duas notas características. Vai buscar muito a Cister e aos Premonstratenses, mas substituiu o trabalho manual pelo do espírito – a pregação e o ensino. São Domingos morreu em Bolonha, em 5 de agosto de 1221. O seu amigo, o papa Gregório IX, canonizou-o passados três anos. 

REZEMOS O SANTO ROSÁRIO!

PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 36, 30-31.1)

O coração do justo meditará na sabedoria e a sua língua proclamará o que é reto. Traz a lei do Senhor esculpida na sua alma. Sl. Não vás nas pisadas do ímpio nem tenhas zelos dos que operam a iniquidade. Glória ao Pai. 

Coleta

Ó Deus, que Vos dignastes iluminar a Igreja com os merecimentos e a palavra do bem-aventurado Domingos, vosso confessor, fazei, com sua intercessão, que nunca lhe faltem os auxílios temporais e caminhe sempre em novos progressos nas obras do espírito. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Epístola (II Timóteo 4,1-8)     


Os doutores da Igreja espalham a santa doutrina e combatem o erro; sustentam o duro combate da verdade, que é preciso defender e propagar por toda a parte. A Igreja celebra neles os que lhe ajudaram a guardar a pureza da fé.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo a Timóteo.
Caríssimo: Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério.6.Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.

Gradual (Sl 91, 13-14.3)

O justo florescerá como a palmeira e multiplicar-se-á como o cedro do Líbano na casa do Senhor. Para anunciar ao romper do dia a vossa misericórdia e a vossa verdade durante a noite.

Aleluia (Os 14,6*)

Aleluia, aleluia. O justo germinará como o lírio e florescerá para sempre na presença do Senhor. Aleluia.

Evangelho (Lc 12, 35-40)    


A parábola dos servos vigilantes diz bem qual foi a atitude dos santos: fidelidade absoluta e confiança perseverante, à espera da vinda do Mestre.


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus. 
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. Sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos! Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa. Estai, pois, preparados, porque, à hora em que não pensais, virá o Filho do Homem.

Ofertório (Sl 88,25)

A minha verdade e a minha misericórdia estarão com ele e em meu nome será exaltado o seu poder.

Secreta

Santificai, Senhor, os dons que Vos consagramos, e pelos merecimentos do bem-aventurado Domingos, vosso confessor, fazei que nos sirvam de remédio salutar. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Lc 12,42)

Fiel e prudente é o servo que o Senhor colocou à frente da sua família para a seu tempo lhe dar a ração de trigo.

Pós-comunhão

Fazei, ó Deus onipotente, que por intercessão do bem-aventurado Domingos, vosso confessor, sejamos aliviados do peso deprimente das nossas culpas. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: