Liturgia Diária- 13/02/2018

SÃO JOÃO DE BRITO, Mártir

Próprio do Brasil- Festa de 3ª Classe- Missa “Laetábitur” com orações próprias

Nascido em Lisboa, em Portugal, no dia 4 de março de 1647, martirizado no Maduré a 4 de fevereiro de 1693, foi elevado às honras dos altares por Pio XII a 22 de junho de 1947. Pagem ainda, João de Brito queria assemelhar-se unicamente a São Francisco Xavier, sob cujo patrocínio os pais o colocaram, ainda criança. Digno imitador do grande Apóstolo, suportou fadigas, privações e duras perseguições, morrendo finalmente mártir da castidade conjugal, que varonilmente defendeu. A recusa do batismo de um príncipe da Moravia, que vivia em vergonhoso concubinato, valeu-lhe o ódio das cúmplices, que levantaram contra o missionário, os bramas e o mesmo rei. O martírio veio pôr fim aos cruéis tormentos de que foi vítima. Foi decapitado. 

LEITURAS

 

Epístola (II Tim 2, 8-10; 3,10-12)


O mistério dos sofrimentos de Cristo estende-se a todos os seus; leva ao mistério da sua Ressurreição. 


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo a Timóteo. 

Caríssimo: Lembra-te de Jesus Cristo, saído da estirpe de Davi e ressuscitado dos mortos, segundo o meu Evangelho, pelo qual estou sofrendo até as cadeias como um malfeitor. Mas a palavra de Deus, esta não se deixa acorrentar. Pelo que tudo suporto por amor dos escolhidos, para que também eles consigam a salvação em Jesus Cristo, com a glória eterna. Quanto a ti, te aplicaste a seguir-me de perto na minha doutrina, no meu modo de vida, nos meus planos, na minha fé, na minha paciência, na minha caridade, na minha constância, nas minhas perseguições, nas provações que me sobrevieram em Antioquia, em Icônio, em Listra. Que perseguições tive que sofrer! E de todas me livrou o Senhor. Pois todos os que quiserem viver piedosamente, em Jesus Cristo, terão de sofrer a perseguição.

 

Evangelho (Mt 10, 26-32)


Confiante na providência paternal de Deus, o cristão não tem nada a recear, nem mesmo a morte. Sabe que a sua fidelidade a Cristo, diante dos homens, há de valer-lhe o testemunho do próprio Cristo diante do Pai dos Céus. 


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo: Disse Jesus aos seus discípulos: “Nada há de escondido que não venha à luz, nada de secreto que não se venha a saber. O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados. Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena. Não se vendem dois passarinhos por um asse [moeda insignificante]? No entanto, nenhum cai por terra sem a vontade de vosso Pai. Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois! Bem mais que os pássaros valeis vós. Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus”.

um comentário

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: