Nota – Prorrogação da suspensão de Missas

Nesta data, foi publicado novo Decreto do senhor Bispo de Uberlândia (cópia no fim do post), no qual reafirma as medidas já trazidas no anterior, bem como prorroga, por mais 15 dias, a suspensão de Missas públicas, período que englobará a Semana Santa e a Oitava da Páscoa de Nosso Senhor.

Por esse motivo, as Missas até 18/04 – Sábado in albis – estão suspensas.

Por onde acompanhar as cerimônias da Semana Santa

Tendo em vista as diversas restrições impostas pelas autoridades civis e pelas autoridades eclesiásticas, estendidas ao período magno da vida cristã, todas as celebrações só poderão ser acompanhadas através da internet.

Por esse motivo, e para auxiliar os interessados, fizemos uma lista de horários e links das que transmissões:

Nota – Contribuições

Caríssimos fieis, Salve Maria!

Em virtude dos fatos recentes e da consequente falta de Missas, pedimos que as contribuições que eram dadas in loco (pessoalmente), durante as celebrações, sejam direcionadas para a conta corrente de nossa Irmandade.

Lembrando sempre a fala de nosso reverendíssimo pastor: o Dízimo não necessita de pastoral, visto que está previsto nas Sagradas Escrituras. Seguem os dados para depósito:

Associação Civil Irmandade Nossa Senhora do Carmo
CNPJ: 22.603.477/0001-02
Conta Corrente: 45852-X
Agência: 1501-6
Banco do Brasil

Orientações – Período de suspensão de Missas e sobre a epidemia

Na linha da nota publicada anteriormente (leia aqui), publicamos as orientações passadas pelo Revmo. Pe. José Leles para este período. 

Nota – Suspensão de Missas

O senhor bispo emitiu ontem, 18, um decreto de orientações sobre o combate à disseminação do Corona Vírus (COVID-19), conforme cópia adiante. Dentre as orientações decretadas está a proibição das Missas públicas (o pedido é que os senhores padres rezem a Santa Missa privada), batizados (salvo em emergências), matrimônios, etc.

Por esse motivo, as Santas Missas desde ontem (18/03) até a data do decreto do senhor bispo (03/04) estão suspensas na Capela e na Catedral.

Destacamos ainda que, conforme a doutrina imortal da Igreja e, apesar dos ensinos e ideais modernos, a presença dos fiéis não é necessária para a celebração da Missa. Desta forma, o Santo Sacrifício continuará a ser celebrado pelo Revmo. Pe. José Leles, de forma privada, como manda a norma recém editada.

Orientações – Período de suspensão de Missas e sobre a epidemia (clique aqui e leia)

Supliquemos a Nossa Senhora, Rainha do Céu e da Terra, para que olhe por nós.

Nossa Senhora das Dores, rogai por nós que recorremos a vós!