Liturgia Diária- 14/04/2021

S. JUSTINO, Mártir

Féria de 3ª Classe- Missa Própria, com comemoração dos Ss. Tibúrcio, Valeriano e Máximo, Mártires

Estudando os vários sistemas filosóficos, chegou a conhecer a verdadeira filosofia cristã. Desde então foi ardoroso defensor da fé em Jesus Cristo, escrevendo duas preciosas “apologias”, defesas do Cristianismo.


Páginas 1032 a 1037 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 118, 85 e 46 | ib., 1)

Narravérunt mihi iníqui fabulatiónes, sed non ut lex tua: ego autem loquébar de testimóniis tuis in conspéctu regum, et non confundébar. Ps. Beáti immaculáti in via, qui ámbulant in lege Dómini. Glória Patri Os maus me contaram coisas vãs, contrárias à vossa lei. Eu, porém, falava de vossos ensinamentos em presença dos reis e não me confundia. Sl. Bem-aventurados os que caminham sem mancha, os que observam a lei do Senhor. Glória ao Pai…

Coleta

Deus, qui per stultítiam Crucis eminéntem Iesu Christi sciéntiam beátum Iustínum Mártyrem mirabíliter docuísti: eius nobis intercessióne concéde; ut, errórum circumventióne depúlsa, fídei firmitátem consequámur Per eúndem D.N. Ó Deus, que pela loucura da Cruz, ensinastes de uma maneíra admirável ao Mártir S. Justino, a ciência eminente de Jesus Cristo, concedei que por sua intercessão, sejam afastados de nós os erros que nos cercam, e obtenhamos a firmeza na fé. Pelo mesmo J.C.

2ª Coleta (dos Ss. Mártires)

Præsta, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, qui sanctórum Mártyrum tuórum Tibúrtii, Valeriáni et Máximi sollémnia cólimus; eórum étiam virtútes imitémur. Per D.N. Concedei, Vos rogamos, ó Deus onipotente, que celebrando a festa de vossos Mártires Ss. Tibúrcio, Valeriano e Máximo, imitemos também as suas virtudes. Vós que, sendo Deus, viveis e reinais.

Epístola (I Cor 1, 18-25 e 30)

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Corínthios.Fratres: Verbum crucis pereúntibus quidem stultítia est: iis autem, qui salvi fiunt, id est nobis, Dei virtus est. Scriptum est enim: Perdam sapiéntiam sapiéntium et prudéntiam prudéntium reprobábo. Ubi sápiens? ubi scriba? ubi conquisítor huius sǽculi? Nonne stultam fecit Deus sapiéntiam huius mundi? Nam quia in Dei sapiéntia non cognóvit mundus per sapiéntiam Deum: placuit Deo per stultítiam prædicatiónis salvos fácere credéntes. Quóniam et Iudæi signa petunt, et Græci sapiéntiam quærunt: nos autem prædicámus Christum crucifíxum: Iudæis quidem scándalum, géntibus autem stultítiam, ipsis autem vocátis Iudæis, atque Græcis. Christum Dei virtútem et Dei sapiéntiam: quia, quod stultum est Dei, sapiéntius est homínibus: et, quod infírmum est Dei, fórtius est homínibus. Ex ipso autem vos estis in Christo Iesu, qui factus est nobis sapiéntia a Deo et iustítia ei sanctificátio et redémptio.  Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Coríntios.Irmãos: A pregação da Cruz é uma loucura para aqueles que perecem, porém para os que são salvos, isto é, para nós, ela é poder de Deus. Pois está escrito: “Eu destruirei a sabedoria dos sábios e reprovarei a prudência dos prudentes”. Onde está o sábio? Onde o escriba? O investigador deste século? Não chamou Deus de loucura à sabedoria deste mundo? Porque, uma vez que o mundo com sua sabedoria não conheceu a Deus, em sua Sabedoria divina agradou a Deus salvar aos que creem pela loucura da pregação. Em verdade os judeus pedem milagres e os Gregos [pagãos] procuram a ciência; porém nós pregamos o Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos, mas para os que são chamados, sejam judeus ou Gregos, o Cristo é Poder de Deus, é Sabedoria de Deus. Porque o que parece estultice em Deus é mais sábio que os homens e o que parece fraqueza em Deus é mais forte que os homens. Somente por Ele [Deus], estais no Cristo Jesus, que se tornou para nós, sabedoria de Deus, justiça, santificação e redenção.

Aleluia (I Cor 3, 19 e 20 | Fil. 3, 8) 

Allelúia, allelúia. ℣. Sapiéntia huius mundi stultítia est apud Deum, scriptum est enim: Dóminus novit cogitatiónes sapiéntium, quóniam vanæ sunt. Alleluia. ℣. Verúmtamen exístimo ómnia detriméntum esse propter eminéntem sciéntiam Iesu Christi, Dómini mei. Allelúia.

Aleluia, aleluia. ℣. A sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus, porque está escrito: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, e sabe que eles ,são vãos. Aleluia. ℣. Em verdade, eu julgo que tudo é perda em comparação com a eminente ciência de Jesus Cristo, Senhor meu. Aleluia. Aleluia.

Evangelho (Lc 12, 2-8)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Dixit Iesus discípulis suis: Nihil est opértum, quod non revelétur, neque abscónditum, quod non sciátur. Quóniam quæ in ténebris dixístis, in lúmine dicántur: et quod in aurem locúti estis in cubículis, prædicábitur in tectis. Dico autem vobis amícis meis: Ne terreámini ab his, qui occidunt corpus et post hæc non habent ámplius, quid fáciant. Osténdam autem vobis, quem timeátis: timéte eum, qui, postquam occídent, habet potestátem míttere in gehénnam; ita dico vobis, hunc timéte. Nonne quinque pásseres véneunt dipóndio, et unus ex illis non est in oblivióne coram Deo? Sed et capílli capitis vestri omnes numeráti sunt. Nolíte ergo timére: multis passéribus pluris estis vos. Dico autem vobis: Omnis, quicúmque conféssus fúerit me coram homínibus, et Fílius hóminis confitébitur illum coram Angelis Dei. 

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Nada há tão oculto que se não venha a descobrir, e nada escondido que se não venha a saber. Pois as coisas que dissestes nas trevas, serão ditas às claras; e o que falastes ao ouvido, no recôndito de vossos cubículos, será apregoado de cima dos tetos. Digo-vos, porém, a vós que sois meus amigos: Não tenhais medo dos que matam o corpo e depois nada mais podem fazer. Eu vos mostrarei a quem haveis de temer: temei Aquele que depois de matar, tem poder de lançar no inferno. Sim, eu vos digo, temei a Este. Porventura não se vendem cinco passarinhos por dois vinténs? E todavia nem um só deles está em esquecimento diante de Deus? Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois vós valeis mais que muitos pássaros. Ora, eu vos digo: Todo aquêle que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos Anjos de Deus.

Ofertório (I Cor 2, 2)

Non enim iudicávi me scire áliquid inter vos, nisi Iesum Christum, et hunc crucifíxum. Alleluia. Não pretendi saber entre vós outra coisa senão Jesus Cristo, e Este, Crucificado. Aleluia.

Secreta

Múnera nostra, Dómine Deus, benígnus súscipe: quorum mirábile mystérium sanctus Martyr Iustínus advérsum impiórum calúmnias strénue deféndit. Per D.N. Senhor Deus, aceitai benignamente estas nossas dádivas, cujo admirável Mistério o Mártir S. Justino tão ardentemente defendeu contra as calúnias dos ímpios. Por N.S.

2ª Secreta (dos Ss. Mártires)

Hæc hóstia, quǽsumus, Dómine, quam sanctórum Mártyrum tuórum natalítia recenséntes offérimus: et víncula nostræ pravitátis absólvat, et tuæ nobis misericórdiæ dona concíliet. Per D.N. Nós Vos pedimos, Senhor, que esta hóstia que Vos oferecemos em memória do triunfo de vossos santos Mártires, nos desate das cadeias de nossa perversidade e nos obtenha os dons de vossa misericórdia. Por N. S.

Prefácio (da Páscoa)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et iustum est, æquum et salutare, te quidem Domine omni tempore, sed in hac potissimum die gloriosis prædicare, cum Pascha nostrum immolatus est Christus. Ipse enim verus est Angus qui abstulit peccáta mundi. Qui mortem nostram moriendo destruxit, et vitam resurgendo reparavit. Et ideo cum Angelis et Archangelis, cum Thronis et Dominationibus, cumque omnia milita coelestis exercitus, hymnum gloriæ tuæ canimus, sine fine dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que Vos louvemos, Senhor, em todo o tempo e com especia!idade, mais gloriosamente neste dia em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Porque. Ele é o verdadeiro Cordeiro que tirou os pecados do mundo. Por sua morte destruiu a nossa, e ressurgindo restaurou a nossa vida. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo sem fim: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (II Tim 4, 8) 

Repósita est mihi coróna iustítiæ, quam reddet mihi Dóminus in illa die iustus iudex. Alleluia. Está reservada para mim a coroa da justiça. O Senhor, justo Juiz, ma entregará no dia de sua vinda. Aleluia.

Pós-comunhão

Cœlésti alimónia refécti, súpplices te, Dómine, deprecámur: ut, beáti Iustíni Mártyris tui mónitis, de accéptis donis semper in gratiárum actióne maneámus. Per D.N. Nutridos com o Alimento celeste, instantemente Vos rogamos, Senhor, que, obedecendo aos ensinamentos de vosso. Mártir S. Justino, vivamos em contínua ação de graças pelos Dons recebidos. Por N. S.

2ª Pós-comunhão (dos Ss. Mártires)

Sacro múnere satiáti, súpplices te, Dómine, deprecámur: ut, quod débitæ servitútis celebrámus offício, salvatiónis tuæ sentiámus augméntum. Per D.N. Saciados com o vosso Dom sagrado, humildemente suplicamos, Senhor, fazei que, oferecendo solenemente o sacrifício de nossa devida submissão, sintamos crescer em nós o efeito de vossa salvação. Per D.N.


Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1947/1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: