Liturgia Diária- 15/01/2020

SÃO PAULO EREMITA, Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa Própria, com comemoração de S. Amaro, Abade

Fugiu com a idade de 16 anos para o deserto onde viveu até a idade de 113 anos como eremita. Outro eremita, S. Antão, após a morte de S. Paulo, viu sua alma levada ao céu acompanhada pelos, Anjos, Apóstolos e Santos.


Páginas 929 a 932 e 867 a 870 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 91, 13-14 | ib. 2)

Justus ut palma florébit: sicut cedrus Líbani. multiplicábitur: plantátus in domo Dómini: in átriis domus Dei nostri. Ps. Bonum est confitéri Domino: et psállere nómini tuo, Altíssime. ℣.Gloria Patri. O Justo florescerá como a palmeira, na plenitude da força, como o cedro do Líbano plantado na casa dó Senhor e nos átrios da casa de nosso Deus. Sl. É bom louvar ao Senhor, cantar salmos em honra de vosso Nome, ó Altíssimo. ℣. Glória ao Pai.

Coleta

Deus, qui nos beáti Paulus Confessóris tui ánnua solemnitáte laetíficas: concéde propítius; ut, cujus natalítia cólimus, étiam actiónes ímitémur. Per D. N. Ó Deus, que nos alegrais com a solenidade anual de S. Paulo, vosso Confessor, concedei-nos propício que imitemos as ações do Santo cujo natalício celebramos. Por N. S.

2ª Coleta (de S. Amaro)

Intercéssio nos, quaésumus, Domine, beáti Mauri Âbbátis comméndet: ut, quod nostris mérítís non valémus, ejus patrocínio assequámur. Per D.N. Rogamos, Senhor, que nos favoreça a intercessão do santo Abade Amaro, a fim de alcançarmos por seu patrocínio o que por nossos méritos não podemos obter. Por N. S.

Epístola (Fil 3, 7-12)

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Philippénses,

Fratres: Quæ mihi fuérunt lucra, hæc arbitrátus sum propter Christum defriménta. Verúmtamen exístimo ómnia detriméntum esse propter eminéntem sciéntiam Jesu Christi, Dómini mei: propter quem ómnia detriméntum feci et árbitror ut stércora, ut Christum lucrifáciam et invéniar in illo, non habens meam justítiam, quæ ex lege est, sed illam, quæ ex fide est Christi Jesu: quæ ex Deo est justítia in fide, ad cognoscéndum illum, et virtútem resurrectiónis ejus, et societátem passiónum illíus: configurátus morti ejus: si quo modo occúrram ad resurrectiónem, quæ est ex mórtuis: non quod jam accéperim aut jam perféctus sim: sequor autem, si quo modo comprehéndam, in quo et comprehénsus sum a Christo Jesu.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Filipenses. 

Irmãos: Aquilo que outrora me pareceu vantajoso, agora olho como prejudicial por causa do Cristo. Considero mesmo todas as coisas como perdas em virtude da excelência do conhecimento de Jesus Cristo, Senhor meu. Por Ele renunciei a todas as coisas, olhando-as como lixo, a fim de ganhar o Cristo e de ser achado n’ Ele, não por minha justiça, que vem da lei, mas pela que nasce da fé no Cristo Jesus, a justiça que vem de Deus por meio da fé. A Ele procuro conhecer e ao poder de sua Ressurreição: e procuro participar de seus sofrimentos, tornando-me conforme à sua morte para alcançar de algum modo a ressurreição dentre os mortos. Não que já tenha recebido o prêmio, ou seja perfeito: porém eu O sigo e trato de alcançar a recompensa, pois eu mesmo fui conquistado pelo Cristo Jesus. 

Gradual (Sl 91, 13 e 14 | Os 14, 6)

Justus ut palma florébit: sicut cedrus Líbani multiplicábitur in domo Dómini. ℣. Annuntiándum mane misericórdiam tuam, et veritátem tuam per noctem.

Allelúia, allelúia. ℣. Justus germinábit sicut lílium: et florébit in ætérnum ante Dóminum. Allelúia.

O Justo florescerá como a palmeira na plenitude da força, como o cedro do Líbano na casa do Senhor. ℣. Para anunciar a vossa misericórdia desde a manhã, e até a noite, a vossa fidelidade.

Aleluia, aleluia. ℣. O Justo germina como o lírio e floresce para sempre na presença do Senhor. Aleluia.

Evangelho (Mt 11, 25-30)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthaeum.

In illo témpore: Respóndens Jesus, dixit: Confíteor tibi, Pater, Dómine coeli et terræ, quia abscondísti hæc a sapiéntibus ei prudéntibus, et revelásti ea párvulis. Ita, Pater: quóniam sic fuit plácitum ante te. Omnia mihi trádita sunt a Patre meo. Et nemo novit Fílium nisi Pater: neque Patrem quis novit nisi Fílius, et cui volúerit Fílius reveláre. Veníte ad me, omnes, qui laborátis et oneráti estis, et ego refíciam vos. Tóllite jugum meum super vos, et díscite a me, quia mitis sum et húmilis corde: et inveniétis réquiem animábus vestris. Jugum enim meum suáve est et onus meum leve.

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, respondeu Jesus : Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e prudentes e as revelaste aos pequenos. Sim, Pai, assim foi de teu agrado. Todas as coisas me foram concedidas por meu Pai. E ninguém conhece o Filho senão o Pai e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e a quem o Filho o quiser revelar. Vinde a mim, todos vós que estais fatigados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós; aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, e encontrareis repouso para vossas almas. Pois meu jugo é suave e meu fardo leve.

Ofertório (Sl 20, 2-3)

In virtúte tua, Dómine, lætábitur justus, et super salutáre tuum exsultábit veheménter: desidérium  ánimæ ejus tribuísti ei. O Justo se alegra em vosso poder, Senhor e por vosso auxílio muito ele se alegra. Vós satisfizestes os desejos de sua alma.

Secreta

Laudis tibi, Dómine, hóstias immolámus in tuórum commemoratióne Sanctórum: quibus nos et præséntibus éxui malis confídimus et futúris. Per D.N. Senhor, em memória de vossos Santos, nós Vos oferecemos estas hóstias de louvor, pelas quais esperamos livrar-nos dos males presentes e futuros. Por N. S.

2ª Secreta (de S. Amaro)

Sacris altáribus, Domine, hóstias superpósitas sanctus Maurus Abbas, quaésumus, in saltitem nobis proveníre depóscat. Per D.N. Nós Vos imploramos, Senhor, que o santo Abade Amaro nos obtenha que as hóstias oferecidas em vosso sagrado altar nos aproveitem para nossa salvação. Por N. S.

Prefácio (Comum)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos Tibi simper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus: per Christum Dominum nostrum. Per quem majestatem Tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates, Coeli, Coelorumque Virtutes, ac beata Seraphim socia exultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces, ut admitti, jubeas, supplici confessione dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Paí onipotente, eterno Deus, por Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. Às suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando em humilde confissão Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sl 63, 11)

Lætábitur justus in Dómino, et sperábit in eo: et laudabúntur omnes recti corde. O Justo se alegra no Senhor, e Nele espera; rejubilem-se todos os retos de coração.

Pós-comunhão

Refécti cibo potúque caelésti, Deus noster, te súpplices exorámus: ut, in cujus hæc commemoratióne percépimus, ejus muniámur et précibus.  Per D.N. Fortalecidos com este alimento e com esta bebida celestiais, humildemente Vos rogamos, ó Deus nosso, que nos defendam as preces dos Santos em cuja memória os recebemos. Por N. S.

2ª Pós-comunhão (de S. Amaro)

Prótegat nos, Dómine, cum tui perceptióne sacraménti beátus Maurus Abbas, pro nobis intercedéndo: ut et conversatiónis ejus experiámur insígnia, et intercessiónis percipiámus suffrágia. Per D.N. Proteja-nos, Senhor, pela recepção de vosso Sacramento, o santo Abade Amaro, intercedendo por nós, a fim de que, imitando os exemplos de sua vida, sintamos os efeitos de sua intercessão.Por N. S.

Traduções e comentário principal extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1947/1962). 

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: