Liturgia Diária- 02/08/2019

S. AFONSO MARIA DE LIGÓRIO, Bispo, Confessor e Doutor

Festa de 3ª Classe- Missa própria, com comemoração de S. Estêvão I, Papa e Mártir (Missa “Si diligis me”)

Santo Afonso nasceu perto de Nápoles. Obteve o grau de Doutor em Direito. Ordenado Sacerdote, após grandes lutas com o pai, fundou a Congregação do SSmo, Redentor, cujos membros se dedicam à cura das almas. Apesar dos grandes trabalhos deste apostolado, da fundação e direção de seus Conventos, ainda lhe sobrou tempo para editar importantes obras, principalmente de Teologia moral, obras que lhe mereceram o título honroso de “Doutor da Igreja”. Feito Bispo de Santa Ágata de Goti, em obediência ao Papa, aí empreendeu importantes reformas. Morreu este grande devoto do SSmo. Sacramento e de Nossa Senhora, em Pagani, no meio de seus Religiosos.


Páginas 1204 a 1207 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Lc 4, 18| Sl 77, 1)

ISpíritus Dómini super me: propter quod unxit me: evangelizáre paupéribus misit me, sanáre contrítos corde. Ps. Atténdite, pópule meus, legem meam: inclináte aurem vestram in verba oris mei. ℣. Glória Patri… O Espírito do Senhor está sobre mim; por isso Ele me ungiu e me enviou a evangelizar os pobres e curar os corações contritos. Sl. Atende, povo meu, à minha lei; presta ouvidos às palavras de minha boca. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Deus, qui per beátum Alfónsum Maríam Confessórem tuum atque Pontíficem, animárum zelo succénsum, Ecclésiam tuam nova prole fecundásti: quǽsumus; ut, eius salutáribus mónitis edócti et exémplis roboráti, ad te perveníre felíciter valeámus. Per D.N. Ó Deus, que pelo ministério de S. Afonso Maria, vosso Confessor e Pontífice, inflamado de zelo pela salvação das almas, enriquecestes vossa Igreja com uma nova Família religiosa, Vos suplicamos que, instruídos com suas salutares lições e fortalecidos com seus exemplos, possamos chegar a Vós com felicidade. Por N. S.

2ª Coleta (de S. Estêvão)

Gregem tuum, Pastor ætérne, placátus inténde: et, per beátum Stéphanum Mártyrem tuum atque Summum Pontíficem, perpétua protectióne custódi; quem totíus Ecclésiæ præstitísti esse pastórem. Per D.N. Olhai propício, Pastor Eterno, para o vosso rebanho e guardai-o sob a vossa constante proteção, pela intercessão do bem-aventurado Estêvão vosso Mártir e Pontífice Supremo, a quem estabelecestes como Pastor de toda a Igreja. Por N. S.

Epístola (II Tim 2, 1-7)

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Timótheum.

Caríssime: Confortáre in grátia, quæ est in Christo Iesu: et quæ audísti a me per multos testes, hæc comménda fidálibus homínibus, qui idónei erunt et alios docére. Labóra sicut bonus miles Christi Iesu. Nemo mílitans Deo ímplicat se negótiis sǽculáribus: ut ei pláceat, cui se probávit. Nam et qui certat in agóne, non coronátur, nisi legítime certáverit. Laborántem agrícolam opórtet primum de frúctibus percípere. Intéllege quæ dico: dabit enim tibi Dóminus in ómnibus intelléctum.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo a Timóteo.

Caríssimo: Fortalece-te na graça que está no Cristo Jesus. O que aprendeste de mim por muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis, que sejam capazes de, por sua vez, instruir a outros. Trabalha como bom soldado do Cristo Jesus. Quem milita no serviço de Deus, não se embaraça com os negócios do mundo, para que agrade Àquele que o recrutou. Assim o que combate não é coroado, se não combater conforme as regras. O agricultor que trabalha deve receber o fruto em primeiro lugar. Compreende o que eu digo, pois o Senhor te dará inteligência em todas as coisas.
.

Gradual (Sl 118, 52-53; Sl 39, 11 |Eclo 49, 3-4)

Memor fui iudiciórum tuórum a sǽculo, Dómine, et consolátus sum: deféctio ténuit me pro peccatóribus derelinquéntibus legem tuam. ℣. Justítiam tuam non abscóndi in corde meo: veritátem tuam et salutáre tuum dixi.

Allelúia, allelúia. ℣. Ipse est diréctus divínitus in pæniténtiam gentis, et tulit abominatiónes impietátis: et gubernávit ad Dóminum cor ipsíus: et in diébus peccatórum corroborávit pietátem. Allelúia.

Lembro-me, Senhor, de vossos eternos juízos e sinto-me consolado. Desfaleço por causa dos pecadores que abandonam a vossa lei. ℣. Não quero esconder a vossa justiça em meu coração; a vossa fidelidade e a vossa salvação eu hei de proclamar. 

Aleluia, aleluia. ℣. Ele foi destinado por Deus a converter o povo e fez desaparecer as abominações da impiedade. Dirigiu seu coração para o Senhor e nos dias dos pecadores consolidou a sua piedade. Aleluia. 

Evangelho (Lc 10, 1-9)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Designávit Dóminus et alios septuagínta duos: et misit illos binos ante fáciem suam in omnem civitátem et locum, quo erat ipse ventúrus. Et dicebat illis: Messis quidem multa, operárii autem pauci. Rogáte ergo Dóminum messis, ut mittat operários in messem suam. Ite: ecce, ego mitto vos sicut agnos inter lupos. Nolíte portáre sacculum neque peram neque calceaménta; et néminem per viam salutavéritis. In quamcúmque domum intravéritis, primum dícite: Pax huic dómui: et si ibi fúerit fílius pacis, requiéscet super illum pax vestra: sin autem, ad vos revertétur. In eádem autem domo manéte, edéntes et bibéntes quæ apud illos sunt: dignus est enim operárius mercéde sua. Nolíte transíre de domo in domum. Et in quamcúmque civitátem intravéritis, et suscéperint vos, manducáte quæ apponúntur vobis: et curáte infírmos, qui in illa sunt, et dícite illis: Appropinquávit in vos regnum Dei.

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, designou o Senhor outros setenta e dois discípulos e mandou-os, dois a dois, em suai frente, por todas as cidades e lugares onde Ele próprio devia ir. Ele lhes dizia: A messe é grande, mas os operários são poucos. Rogai, pois, ao dono da seara que mande operários para sua messe. Ide, eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa, nem alforge, nem calçado e pelo caminho a ninguém saudeis. Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: A paz seja nesta casa. E se aí houver um filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz; se não, voltará ela para vós. Na mesma casa ficai, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois o operário merece seu salário. Não andeis de casa em casa. E se entrardes em alguma cidade e vos receberem, comei o que vos derem. Curai os enfermos que aí houver e dizei-lhes: Aproximou-se de vós o Reino de Deus.

Ofertório (Prov 3, 9 e 27)

Hónora Dóminum de tua substántia, et de primítiis ómnium frugum tuárum da ei. Noli prohibére benefácere eum, qui potest: si vales, et ipse bénefac. Honra o Senhor, com os teus bens e dá-Lhe as primícias de todos os teus frutos. Não impeças, a quem o possa, de fazer o bem; e se te é possível, pratica tu mesmo a bondade.

Secreta

Coelésti, Dómine Iesu Christe, sacrifícii igne corda nostra in odórem suavitátis exúre: qui beáto Alfónso Maríæ tribuísti et hæc mystéria celebráre, et per éadem hóstiam tibi sanctam seípsum exhibére: Qui vivis et regnas. Ó Senhor, Jesus Cristo, consumi com o fogo celestial deste Sacrifício os nossos corações, em odor de suavidade, Vós, que concedestes a S. Afonso Maria celebrar estes Mistérios, e por eles mesmos oferecer-se a Vós como hóstia santa. Vós que, sendo Deus, viveis. 

2ª Secreta (de S. Estêvão)

Oblátis munéribus, quǽsumus, Dómine, Ecclésiam tuam benígnus illúmina: ut, et gregis tui profíciat ubique succéssus, et grati fiant nómini tuo, te gubernánte, pastóres. Per D.N. Por estas dádivas, Senhor, iluminai benignamente a vossa Igreja, para que, bem sucedida, progrida vosso rebanho em toda a parte e os pastores por Vós governados se tornem gratos ao vosso Nome. Por N.S.

Prefácio (Comum)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, aequum et salutare, nos Tibi simper, et ubique gratias agere: Domine sancte, Pater omnipotens, aeterne Deus: per Christum Dominum nostrum. Per quem majestatem Tuam laudant Angeli, adorant Dominationes, tremunt Potestates, Coeli, Coelorumque Virtutes, ac beata Seraphim socia exultatione concelebrant. Cum quibus et nostras voces, ut admitti, jubeas, supplici confessione dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Paí onipotente, eterno Deus, por Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as virtudes dos Céus, e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. Às suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que se unam as nossas, quando em humilde confissão Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Eclo 1 e 9)

Sacérdos magnus, qui in vita sua suffúlsit domum, et in diébus suis corroborávit templum, quasi ignis effúlgens et thus ardens in igne. O grande Pontífice consolidou durante a sua vida, a casa [do Senhor] e em seus dias fortificou o templo, brilhou como a chama e ardeu como o incenso no fogo.

Pós-comunhão

Deus, qui beátum Alfónsum Maríam Confessórem tuum atque Pontíficem fidelem divíni mystérii dispensatórem et præcónem effecísti: eius méritis precibúsque concéde; ut fidéles tui et frequénter percípiant, et percipiéndo sine fine colláudent. Per D.N. Ó Deus, que tornastes S. Afonso Maria, vosso Confessor e Pontífice, dispensador fiel e pregador dos divinos Mistérios, concedei-nos, por seus méritos e preces, que os vossos fiéis os recebam com frequência e recebendo-nos, sem cessar Vos glorifiquem. Por N.S.

2ª Pós-comunhão (de S. Estêvão)

Refectióne sancta enutrítam gubérna, quǽsumus, Dómine, tuam placátus Ecclésiam: ut, poténti moderatióne dirécta, et increménta libertátis accípiat et in religiónis integritáte persístat. Per D.N. Senhor, governai benignamente a vossa igreja, agora alimentada com a Refeição Sagrada, para que, sustentada por vosso braço poderoso, venha a crescer em liberdade e perseverar na integridade da religião. Por N.S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: