Liturgia Diária- 15/10/2018

SANTA TERESA, Virgem

Festa de 3ª Classe- Missa “Dilexisti” com Coleta própria

Natural de Ávila, entrou na ordem das Carmelitas, que reformou por seu exemplo e seus escritos. Aos muitos trabalhos exteriores soube unir uma vida inteiramente mística. Sofrer ou morrer, era o seu desejo. Mereceu bem o título de Doutora dá vida espiritual (Oração).


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Sl 44, 8. 2)

Dilexísti justítiam, et odísti iniquitátem: proptérea unxit te Deus, Deus tuus, óleo lætítiæ præ consórtibus tuis. Ps.  Eructávit cor meum verbum bonum: dico ego ópera mea Regi. V. Gloria Patri Amastes a justiça e odiastes a iniquidade. Por isto, Deus, o vosso Deus, vos ungiu com óleo de alegria, mais que às vossas companheiras. Sl. Exulta o meu coração em alegre canto: ao Rei dedico as minhas obras. V. Glória ao Pai

Coleta

Exáudi nos, Deus salutáris noster: ut, sicut de, beátæ Terésiæ Vírginís festivitáte gaudémus; ita coeléstis ejus doctrínæ pabulo nutriámur, te pia: devotiónis erudiámur afféctu. Per D.N. Ouvi-nos, ó Deus, nosso Salvador, a fim de que, alegrando-nos na festa de Santa Teresa, vossa Virgem, sejamos também sustentados com o pão de sua celestial doutrina e instruídos nos sentimentos de sua
filial devoção. Por N. S. 

Epístola (II Cor 10, 17-18; 11,1-2)

Pertencer a Cristo dá uma glória incomparável, mas uma glória que nos deixa humildes, porque vem só d’Ele. Falando dos laços do matrimônio, S. Paulo desejava que todos os cristãos pertencessem inteiramente a Cristo, na pureza e na fidelidade daquele amor que as virgens realizam admiravelmente. 

Léctio Epístolæ beáti Pauli Apóstoli ad Corínthios.

Fratres: Qui gloriátur, in Dómino gloriétur. Non enim qui seipsum comméndat, ille probátus est; sed quem Deus comméndat. Utinam sustinerétis módicum quid insipiéntiæ meæ, sed et supportáte me: æmulor enim vos Deo æmulatióne. Despóndi enim vos uni viro vírginem castam exhibére Christo.

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Coríntios. 

Irmãos: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor. Porque não é o que se recomenda a si mesmo que é aprovado, mas, sim, aquele que Deus recomenda.
Ah! se quisésseis suportar um pouco de loucura de minha parte; mas suportai-me ainda. Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus. Com efeito, eu vos desposei com um Esposo único, para vos consagrar ao Cristo como virgem pura.

Gradual (Sl 44,5* | Sl 44,15, 16*)

Spécie tua, et pulchritúdine tua inténde, próspere procéde, et regna.V. Propter veritátem, et mansuetúdinem, et justítiam: et dedúcet te mirabíliter déxtera tua. 

Allelúia, allelúia. V. Adducéntur regi vírgines post eam: próxime ejus afferéntur tibi in lætítia. Allelúia.

Com a vossa formosura e a vossa beleza, caminhai, avançai vitoriosamente e reinai. V. Por causa da fidelidade, da mansidão e da justiça, vossa Destra vos conduzirá admiravelmente.

Aleluia, aleluia. V. Virgens que a seguem são levadas ao Rei; as suas companheiras Vos são apresentadas no meio da alegria. Aleluia.

Evangelho (Mt 25, 1-13)

A parábola das virgens convida todos os cristãos a uma expectativa vigilante. Porém, mais do que os outros, a virgem consagrada a Cristo vela na oração, e faz desta expectativa o essencial da sua vida. Não se trata de uma vigília passiva; o azeite de que as virgens se devem munir à vinda do Esposo simboliza o fervor duma vida toda cheia de caridade. 

Sequentia sancti Evangelii secundum Matthaeum.

In illo témpore: Dixit Jesus discípulis suis parabolam hanc:”Símile erit regnum coelórum decem virgínibus quæ accipiéntes lámpades suas exiérunt óbviam sponso et sponsæ. Quinque autem ex eis erant fátuæ, et quinque prudéntes: sed quinque fátuæ, accéptis lampádibus, non sumpsérunt óleum secum: prudéntes vero accepérunt óleum in vasis suis cum lampádibus. Moram autem nocte clamor factujs est: Ecce sponsus venit, exite óbviam ei. Tunc surrexérunt omnes vírgines illæ, et ornavérunt lampádes suas. Fátuæ autem sapiéntibus dixérunt: Date nobis de óleo vestro: quia lampádes nostræ exstinguúntur. Respondérunt prudéntes, dicentes: Ne forte non suffíciat nobis, et vobis, ite pótius ad vendéntes, et émite vobis. Dum autem irent émere, venit sponsus: et quæ paráte erant, intravérunt cum eo ad núptias, et clausa est jánua. Novíssime vero véniunt et réliquæ vírgines, dicéntes: Dómine, Dómine, áperi nobis. At ille respóndens ait: Amen, dico vobis, néscio vos. Vigiláte ítaque, quia nescítis diem, neque horam.”

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos esta parábola: O Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo e da esposa. Cinco porém, dentre elas, eram loucas e cinco prudentes. Ora, as cinco loucas, tomando as suas lâmpadas, não trouxeram azeite consigo. As prudentes, no entanto, tomaram com as suas lâmpadas azeite em suas vasilhas. Tardando o esposo a chegar, todas elas tiveram sono e adormeceram. Quando era meia noite, ouviu-se um grito: Eis que chega o esposo; saí-lhe ao encontro. Então se levantaram todas essas virgens e prepararam as lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos de vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Responderam as prudentes: Talvez não seja ele suficiente para nós e para vós; ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. Mas enquanto elas foram comprá-lo, veio o esposo, e as que estavam
preparadas entraram com ele para as bodas; e a porta foi fechada. Mais tarde vieram também as outras virgens e chamaram “Senhor, Senhor, abri-nos”. Ele lhes respondeu, dizendo: Em verdade vos digo: Eu não vos conheço. Vigiai pois, porque não sabeis o dia nem a hora.

Ofertório (Sl 44, 10*)

Fíliæ regum in honóre tuo: ádstitit regina a dextris tuia in vestítu deauráto, circúmdata varietáte. Filhas de reis são as vossas damas de honra; a rainha está à vossa destra, com manto de ouro e coberta de variados atavios.

Secreta

Accépta tibi sit, Dómine, sacráte plebis oblátio pro tuórum honóre sanctórum: quorum se méritis, de tribulatióne percepísse cognóscit auxílium. Per D. N. Seja agradável aos vossos olhos, Senhor, esta oferenda que o vosso povo fiel Vos apresenta em honra de vossos Santos; por seus méritos reconhece ter alcançado socorro na tribulação. Por N. S.

Comunhão (Mt 25, 4. 6*)

Quinque prudéntes vírgines accepérunt óleum in vasis suis cum lampádibus: média autem nocte calmor factus set: Ecce sponsus evnit: exite óbviam Christo Dómino. As cinco virgens prudentes tomaram azeite em suas vasilhas com as suas lâmpadas. À meia noite, ouviu-se um grito: Eis que chega o Esposo; saí ao encontro de Cristo, o Senhor.

Pós-comunhão

Satiásti, Dómine, famíliam tuam munéribus sacris: ejus, quæsumus, semper interventióne nos réfove, cujus solémnia celebrámus. Per D. N. Saciastes, Senhor, a vossa família, com os vossos Dons sagrados; rogamo-Vos, pois, que nos favoreçais sempre pela intercessão da Santa cuja festa celebramos. Por N. S.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: