Liturgia Diária- XVIII Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria

18-domingo
“Eu te absolvo dos teus pecados” – Pela boca do sacerdote, detentor do poder das chaves, é o próprio Cristo, palavra viva do Pai, que nos perdoa.

Todas as partes cantadas desta missa, colhidas da antiga liturgia da dedicação, se reportam a uma consagração de igreja. Falam da alegria do povo cristão, por poder vir à casa do Senhor oferecer-Lhe o louvor e sacrifício de que só Ele é digno. Na epístola, São Paulo dá graças por quanto vocação cristã representa de benefícios sobre a terra, esperando que Jesus Cristo chegue, para nos introduzir na cidade do Céu. A cura do paralítico e o perdão, que lhe fora concedido, lembram, no evangelho, as condições da fraqueza humana e de misericórdia divina, em que vamos caminhando para Deus, pela mão da Igreja.


Páginas 687 a 690 do Missal Quotidiano.


Missa Rezada às 9:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Diocesana.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Eclo 36, 18*; Sl 121,1)

Dai a paz, Senhor, aos que esperam em Vós, para que se torne verdadeiro o que dizem os vossos Profetas. Ouvi as preces do vosso servo e vosso povo Israel. Sl. Alegrei-me naquilo que me foi dito: Iremos à casa do Senhor. Glória ao Pai.

Coleta


Tudo em nós é graça, a começar pela própria possibilidade de agradar a Deus. 


Governai, Senhor, com a vossa graça os nossos corações, porque sem Vós não Vos podemos agradar. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Epístola (ICor 1, 4-8)


Por maior que seja, na terra, a vocação cristã, o seu objetivo essencial é preparar-nos para viver na presença de Deus, no além.


Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Corintios.

Irmãos: Não cesso de agradecer a Deus por vós, pela graça divina que vos foi dada em Jesus Cristo. Nele fostes ricamente contemplados com todos os dons, com os da palavra e os da ciência, tão solidamente foi confirmado em vós o testemunho de Cristo. Assim, enquanto aguardais a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, não vos falta dom algum. Ele há de vos confirmar até o fim, para que sejais irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Gradual (Sl 121, 1. 7)

Alegrei-me naquilo que me foi dito: Iremos à casa do Senhor. V. Que a paz reine nos teus baluartes e a abundância nos teus palácios.

Aleluia (Sl 101, 16)

Aleluia, aleluia. V. O povos temerão, Senhor, o vosso nome e os reis da terra a vossa glória. Aleluia.

Evangelho (Mt 9, 1-8)


Só Deus pode perdoar os pecados; Jesus perdoou-os e deu aos sacerdotes o poder de perdoar, também, em seu nome.


Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo: Subindo Jesus para uma pequena barca, tornou a passar o lago, e voltou para a sua cidade. E, eis que lhe apresentaram um paralítico, que jazia no leito. E, vendo Jesus a fé que eles tinham, disse ao paralítico: Filho, tem confiança, te são perdoados os pecados. E logo alguns dos escribas disseram no seu interior: Este blasfema. E, Jesus visto os seus pensamentos, disse: Porque pensais mal em vossos corações? Que é mais fácil dizer: te-são perdoados os pecados, ou dizer: Levanta-te e caminha? Pois, para que saibais que o filho do homem tem poder sobre a terra de perdoar os pecados: Levanta-te, disse então ao paralítico, toma o teu leito, e vai para tua casa. E ele levantou e foi para sua casa. E, vendo isto, as multidões temeram e glorificaram a Deus, que deu tal poder aos homens.

Ofertório (Ex 24, 4-5*)

Erigiu Moisés um altar ao Senhor, oferecendo sobre holocaustos e imolando vítimas. E ofereceu ao Senhor o sacrifício da tarde, rescendente de suavidade, na presença dos filhos de Israel. 

Secreta

Ó Deus, que nos tornais participantes da vossa soberana e única divindade pela recepção deste ausgusto mistério, fazei com que, conhecendo a vossa verdade, nos tornemos dignos dela, conformando com ela os nossos atos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comunhão (Sl 95, 8-9)

Preparai as oferendas e entrai nos átrios do Senho, adorai-O no seu Templo santo.

Pós-comunhão

Fortalecidos, Senhor, com estes dons, rendemos-Vos graças, e suplicamo-Vos que nos torneis dignos, por vossa misericórdia, de neles participar. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: