Liturgia Diária- 23/05/2018

QUARTA-FEIRA DAS TÊMPORAS DE PENTECOSTES

Oitava de 1ª Classe- Missa Própria

6a00d8341bffb053ef00e54f2a49c28834-500wi

Aparte as leituras, que são mais numerosas, as missas das Quatro-Têmporas do Verão em nada se distinguem dos demais dias da oitava. Não possuem as características habituais das Quatro-Têmporas. 

Na missa de hoje, o evangelho fala duma presença particular do Espírito de Deus e duma especial proteção divina dispensada ao povo cristão. Esta afirmação encontramo-la logo no introito e é o tema dos demais textos litúrgicos deste dia. As curas e manifestações do Espírito, a seguir ao Pentecostes, interpreta-as São Pedro como realização da profecia de Joel, que anunciara essa mesma efusão universal do Espírito divino nos tempos messiânicos. Deus está com o seu povo, a quem ensina, esclarece, alimenta, conduz e salva desde já, guiando-o pelos caminhos de seu destino eterno.


Páginas 555 a 559 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


LEITURAS

Leitura (At 2, 14-21)


O cumprimento da profecia de Joel revela a chegada dos tempos messiânicos, caracterizados pela efusão plena do Espírito Santo.


Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naquele tempo: Pedro, pondo-se de pé em companhia dos Onze, com voz forte lhes disse: Homens da Judéia e vós todos que habitais em Jerusalém: seja-vos isto conhecido e prestai atenção às minhas palavras. Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, visto não ser ainda a hora terceira do dia. Mas cumpre-se o que foi dito pelo profeta Joel: Acontecerá nos últimos dias – é Deus quem fala -, que derramarei do meu Espírito sobre todo ser vivo: profetizarão os vossos filhos e as vossas filhas. Os vossos jovens terão visões, e os vossos anciãos sonharão. Sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei naqueles dias do meu Espírito e profetizarão. Farei aparecer prodígios em cima, no céu, e milagres embaixo, na terra: sangue fogo e vapor de fumaça. O sol se converterá em trevas e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. E então todo o que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,1-5)

Epístola (At 5, 12-16)


Este breve passo dos Atos recorda, além do poder miraculoso e prestígio dos Apóstolos, o rápido progresso da primeira comunidade cristã.


Leitura dos Atos dos Apóstolos. 

Naqueles dias, realizavam-se, entre o povo, pelas mãos dos apóstolos, muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão. Dos outros ninguém ousava juntar-se a eles, mas o povo lhes tributava grandes louvores. Cada vez mais aumentava a multidão dos homens e mulheres que acreditavam no Senhor. De maneira que traziam os doentes para as ruas e punham-nos em leitos e macas, a fim de que, quando Pedro passasse, ao menos a sua sombra cobrisse alguns deles. Também das cidades vizinhas de Jerusalém afluía muita gente, trazendo os enfermos e os atormentados por espíritos imundos, e todos eles eram curados.

Evangelho (Jo 6, 44-52)


A nossa doação a Jesus Cristo é simultaneamente obra do Pai, que nos atrai, do Espírito, que nos torna permeáveis aos ensinamentos divinos, e do próprio Cristo, que nos alimenta de sua carne e comunica a sua vida.


Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o atrair; e eu hei de ressuscitá-lo no último dia. Está escrito nos profetas: Todos serão ensinados por Deus (Is 54,13). Assim, todo aquele que ouviu o Pai e foi por ele instruído vem a mim. Não que alguém tenha visto o Pai, pois só aquele que vem de Deus, esse é que viu o Pai. Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Vossos pais, no deserto, comeram o maná e morreram. Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo. A essas palavras, os judeus começaram a discutir, dizendo: Como pode este homem dar-nos de comer a sua carne?

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: