Liturgia Diária- XX Domingo depois de Pentecostes

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria

digitalizar0001

    A Missa de hoje nos faz ver que os nossos infortúnios são causados por nossa infidelidade à conformidade com a vontade divina (Intróito, Epístola). Portanto, da mesma forma que o povo de Israel, quando no exílio, lamentavam seus pecados e rezava para que a misericórdia de Deus se manifestasse em seu favor (Intróito, Ofertório), desse modo é que o povo cristão deve pedir ao Senhor, através das orações de seu cônjuge, a Igreja, para perdoar os seus pecados, para que possam servi-Lo com um coração tranquilo (Coleta), obedecendo sempre os seus mandamentos (Pós-Comunhão).

    Todos, cheios do Espírito Santo, aquele que deve fixar a nossa atenção durante a estação depois de Pentecostes, estão reunidos no templo e tomam parte nas cerimônias de culto (Epístola). Eles elevam ao Senhor os olhos cheios de esperança e cantam cânticos para a Sua glória (Gradual; Aleluia), para somente n’Ele por a sua confiança (Comunhão).


Páginas 695 a 698 do Missal Quotidiano.


Missa Rezada às 9:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes (Rua Mário Paganini, 220, Roosevelt) e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Diocesana.


LEITURAS

Epístola (Ef 5, 15-21)

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Efésios.

Irmãos: Vigiai, pois, com cuidado sobre a vossa conduta: que ela não seja conduta de insensatos, mas de sábios que aproveitam ciosamente o tempo, pois os dias são maus. Não sejais imprudentes, mas procurai compreender qual seja a vontade de Deus. Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito. Recitai entre vós salmos, hinos e cânticos espirituais. Cantai e celebrai de todo o coração os louvores do Senhor. Rendei graças, sem cessar e por todas as coisas, a Deus Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo! Sujeitai-vos uns aos outros no temor de Cristo.

Evangelho (Jo 4, 46-53)

Sequência do Santo Evangelho segundo João. 

Naquele tempo: Havia em Cafarnaum um oficial do rei, cujo filho estava doente. Ao ouvir que Jesus vinha da Judeia para a Galileia  foi a ele e rogou-lhe que descesse e curasse seu filho, que estava prestes a morrer. Disse-lhe Jesus: Se não virdes milagres e prodígios, não credes… Pediu-lhe o oficial: Senhor desce antes que meu filho morra! Vai, disse-lhe Jesus, o teu filho está passando bem! O homem acreditou na palavra de Jesus e partiu. Enquanto ia descendo, os criados vieram-lhe ao encontro e lhe disseram: Teu filho está passando bem. Indagou então deles a hora em que se sentira melhor. Responderam-lhe: Ontem à sétima hora a febre o deixou. Reconheceu o pai ser a mesma hora em que Jesus dissera: Teu filho está passando bem. E creu tanto ele como toda a sua casa.

 

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: