Liturgia Diária- Visitação de Nossa Senhora

Festa de 2ª Classe- Missa própria, com comemoração dos SS. Processo e Martiniano, Mártires

A Igreja recorda hoje a visita que Nossa Senhora fez à sua prima Santa Isabel e os acontecimentos que se deram nessa ocasião (Evangelho). No Introito saudamos Maria como Mãe do Rei dos céus e da terra. A Leitura, tirada do livro da Sabedoria, nos descreve em imagem poética o terno amor que uniu a Mãe ao Filho. Gradual e Ofertório cantam a maternidade virginal da excelsa Mãe de Deus. A Comunhão nos faz participar da grandeza de Nossa Senhora, unindo-se a nós o Verbo Divino.


Páginas 1149 a 1153 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa às 19 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (- | Sl 44, 2)

Salve, sancta Parens, eníxa puérpera Regem: qui cælum terrámque regit in sǽcula sæculórum. Ps. Eructávit cor meum verbum bonum: dico ego ópera mea Regi. ℣. Glória Patri… Salve, ó santa Mãe, em cujo seio foi gerado o Rei que governa o céu e a terra, em todos os séculos. Sl. Exulta meu coração em alegre canto: ao Rei dedico as minhas obras. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Fámulis tuis, quǽsumus, Dómine, coeléstis grátiæ munus impertíre: ut, quibus beátæ Vírginis partus éxstitit salútis exórdium; Visitatiónis eius votiva sollémnitas, pacis tríbuat increméntum. Per D.N. Nós Vos suplicamos, Senhor, concedei aos vossos servos o dom da graça celestial, e como o parto da Bem-aventurada Virgem Maria foi o princípio de nossa salvação, assim também a piedosa solenidade de sua Visitação nos alcance um aumento de paz. Por N. S.

2ª Coleta (dos SS. Mártires)

Deus, qui nos sanctórum Mártyrum tuórum Procéssi et Martiniáni gloriósis confessiónibus circúmdas et prótegis: da nobis et eórum imitatióne profícere, et intercessióne gaudére. Per D.N. Ó Deus, que nos criais e protegeis com a gloriosa confissão de fé de vossos santos Mártires Processo e Martiniano, fazei com que os imitemos e nos alegremos com a sua intercessão. Por N. S.

Epístola (Cn 2, 8-14)

Léctio libri Sapiéntiae.

Ecce, iste venit sáliens in móntibus, transíliens colles; símilis est diléctus meus cápreæ hinnulóque cervórum. En, ipse stat post paríetem nostrum, respíciens per fenéstras, prospíciens per cancéllos. En, diléctus meus lóquitur mihi: Surge, própera, amíca mea, colúmba mea, formósa mea, et veni. Iam enim hiems tránsiit, imber ábiit et recéssit. Flores apparuérunt in terra nostra, tempus putatiónis advénit: vox túrturis audíta est in terra nostra: ficus prótulit grossos suos: víneæ floréntes dedérunt odórem suum. Surge, amíca mea, speciósa mea, et veni: colúmba mea in foramínibus petra, in cavérna macériæ, osténde mihi fáciem tuam, sonet vox tua in áuribus meis: vox enim tua dulcis et fácies tua decóra.

Leitura do livro da Sabedoria.

Eis que ele vem, galgando os montes, transpondo os outeiros. Meu amado é semelhante a uma gazela e a um veadinho. Eis que Ele está por detrás de nossa parede, olhando pelas janelas, espreitando através das grades. Eis que me fala o meu amado e me diz: Levanta-te, apressa-te, ó minha amiga, minha pomba, minha formosa, e vem. Porque já passou o inverno e cessaram de todo as chuvas. Apareceram já as flores em nossos campos, e chegou o tempo da poda; ouviu-se a voz da rola em nossa terra; a figueira começa a produzir seus primeiros botões, e as vinhas em flor exalam seus aromas. Levanta-te, minha amiga, minha formosa, e vem. Ó minha pomba, tu que te recolhes nas fendas da rocha e na cavidade do muro mostra-me o teu rosto; ressoe a tua voz aos meus ouvidos, porque a tua voz é doce e o teu rosto é belo.

Gradual 

Benedícta et venerábilis es, Virgo María: quæ sine tactu pudóris invénta es Mater Salvatóris. ℣. Virgo, Dei Génetrix, quem totus non capit orbis, in tua se clausit víscera factus homo.

Allelúia, allelúia. ℣. Felix es, sacra Virgo María, et omni laude digníssima: quia ex te ortus est sol iustítiæ, Christus, Deus noster. Allelúia.

Bendita e venerável sois vós, Virgem Maria, que sem ofensa da pureza viestes a ser Mãe do Salvador. ℣. Virgem Mãe de Deus, em vosso seio se encerrou, feito homem, Aquele que o orbe inteiro não pode conter.

Aleluia, aleluia. ℣. Sois feliz e digna de todo o louvor, ó santa Virgem Maria, pois de vós nasceu o Sol da Justiça, o Cristo, nosso Deus. Aleluia.

Evangelho (Lc 1, 39-47)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.

In illo témpore: Exsúrgens María ábiit in montána cum festinatióne in civitátem Iuda: et intrávit in domum Zacharíæ et salutávit Elísabeth. Et factum est, ut audivit salutatiónem Maríæ Elísabeth, exsultávit infans in útero eius: et repléta est Spíritu Sancto Elísabeth, et exclamávit voce magna et dixit: Benedícta tu inter mulíeres, et benedíctus fructus ventris tui. Et unde hoc mihi, ut véniat Mater Dómini mei ad me? Ecce enim, ut facta est vox salutatiónis tuæ in áuribus meis, exsultávit in gáudio infans in útero meo. Et beáta, quæ credidísti, quóniam perficiéntur ea, quæ dicta sunt tibi a Dómino. Et ait María: Magníficat ánima mea Dóminum: et exsultávit spíritus meus in Deo, salutári meo. — CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo, levantou-se Maria e foi com pressa às montanhas, a uma cidade de Judá. E entrou em casa de Zacarias, e saudou a Isabel. E aconteceu que apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, exultou o menino que tinha no seio, e Isabel ficou cheia do Espirito Santo. Ela exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre. E de onde me vem esta graça de vir a mim a Mãe de meu Senhor? Porque assim que chegou aos meus ouvidos a voz de tua saudação, o menino exultou de alegria em meu ventre. Bem-aventurada és tu que creste, porque se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas. Então disse Maria: A minha alma glorifica o Senhor, e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador. — CREIO…

Ofertório 

Beáta es, Virgo María, quæ ómnium portásti Creatórem: genuísti, qui te fecit, et in ætérnum pérmanes Virgo. Bem-aventurada sois, ó Virgem Maria, que em vosso seio trouxestes o Criador de todas as coisas; gerastes Aquele que vos criou, e permanecestes Virgem para sempre.

Secreta

Unigéniti tui, Dómine, nobis succúrrat humánitas: ut, qui, natus de Vírgine, Matris integritátem non mínuit, sed sacrávit; in Visitatiónis eius sollémniis, nostris nos piáculis éxuens, oblatiónem nostram tibi fáciat accéptam Iesus Christus, Dóminus noster: Qui tecum vivit et regnat. Senhor, venha socorrer-nos a bondade do vosso Filho Unigênito, o qual, nascendo da Virgem, não alterou a integridade da Mãe, mas antes a consagrou, a fim de que, purificando-nos de nossas faltas na solenidade de sua Visitação, Vos torne agradável a nossa oblação, Jesus Cristo, Nosso Senhor, que, sendo Deus, convosco vive e reina. 

2ª Secreta (dos SS. Mártires)

Súscipe, Dómine, preces et múnera: quæ ut tuo sint digna conspéctu. Sanctórum tuórum précibus adiuvémur. Per D.N. Aceitai, Senhor, as nossas súplicas e as nossas dádivas e para que sejam dignas de vossa presença, fazei sejamos auxiliados pelas preces de vossos Santos. Por N. S.

Prefácio (da Ssma. Virgem)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et justum est, æqum et salutáre, nos tibi semper, et ubique grátias ágere: Dómine sancte, Pater omnípotens, ætérne Deus. Et te in festivitate beátæ Mariæ semper Vírginis collaudáre, benedícere, et prædicáre. Quæ et Unigénitum tuum Sancti Spíritus obumbratióne concépit, et virginitátis glória permanénte, lumen ætérnum mundo effúdit, Jesum Christum Dóminum nostrum. Per quem majestátem tuam laudant Angeli, adórant Dominatiónes, tremunt Potestátes coeli coelorúmque Virtútes, ac beáta Séraphim, sócia exsultatióne concélebrant. Cum quibus et nostras voces ut admitti júbeas deprecámur, súpplici confessióne dicéntes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus. E que, na Festividade da Bem-aventurada sempre Virgem Maria, Vos louvemos, bendigamos e exaltemos. Por obra do Espírito Santo ela concebeu o vosso Unigênito, e permanecendo com a glória da virgindade, deu ao mundo a eterna Luz, Jesus Cristo, Nosso Senhor. Por Ele os Anjos louvam a vossa Majestade, as Dominações a adoram, tremem as Potestades. Os Céus, as Virtudes dos Céus e os bem-aventurados Serafins a celebram com recíproca alegria. As suas vozes, nós Vos rogamos, mandeis que. se unam as nossas, quando, em humilde confissão, Vos dizemos: Santo, Santo, Santo…

Comunhão 

Beáta víscera Maríæ Vírginis, quæ portavérunt ætérni Patris Fílium. Bem-aventuradas as entranhas dá Virgem Maria que trouxeram o Filho do Pai Eterno.

Pós-comunhão

Súmpsimus, Dómine, celebritátis ánnuæ votíva sacraménta: præsta, quǽsumus; ut et temporális vitæ nobis remédia prǽbeant et ætérnæ. Per D.N. Recebemos, Senhor, a Hóstia sacramental que Vos é oferecida nesta solenidade anual, permitindo que ela nos sirva de remédio na vida presente e nos conduza à vida eterna. Por N.S.

2ª Pós-comunhão (dos SS. Mártires)

Córporis sacri et pretiósi Sánguinis repléti libámine, quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut, quod pia devotióne gérimus, certa redemptióne capiámus. Per eundem D.N. Saciados no Banquete de vosso sagrado Corpo e vosso precioso Sangue, nós Vos pedimos, Senhor, Deus nosso, que nos assegure a salvação, o que celebramos com piedosa devoção. Pelo mesmo J. C.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: