Liturgia Diária- V Domingo depois da Páscoa

Domingo de 2ª Classe- Missa Própria

“Eu saí do Pai, e vim ao mundo ; deixo outra vez o mundo, e vou ao Pai”.

Nestas linhas está sintetizado o pensamento principal da santa Missa de hoje. Os textos, ao mesmo tempo que nos lembram as alegrias pascais, nos prenunciam o próximo desaparecimento do Salvador. Enquanto a Epístola nos fala do Cristianismo prático, o Evangelho, aludindo à próxima Ascensão de Jesus Cristo, nos ensina como podemos e devemos confiar-Lhe os nossos cuidados e as nossas preocupações, antes de Jesus nos deixar e ir para junto de seu Pai. Estejamos certos de que seremos atendidos, porque, se amamos o Filho, também o Pai nos ama.


Páginas 514 a 517 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963)


Missa Rezada às 09:30 horas na Capela Nossa Senhora de Lourdes e Missa Cantada às 15:30 horas na Catedral Diocesana.


PRÓPRIO DO DIA

Introito (Is 48, 20 | Sl 65, 1-2) (Áudio)

Vocem iucunditátis annuntiáte, et audiátur, allelúia: annuntiáte usque ad extrémum terræ: liberávit Dóminus pópulum suum, allelúia, allelúia. Ps. Iubiláte Deo, omnis terra, psalmum dícite nómini eius: date glóriam laudi eius. ℣. Glória Patri… Com voz de júbilo, anunciai e fazei ouvir: aleluia. Proclamai até os extremos da terra: o Senhor libertou o seu povo, aleluia, aleluia. Ps. Louvai a Deus, ó terra inteira; cantai salmos em honra de seu Nome; daí-Lhe glória em seu louvor. ℣. Glória ao Pai…

Coleta

Deus, a quo bona cuncta procédunt, largíre supplícibus tuis: ut cogitémus, te inspiránte, quæ recta sunt; et, te gubernánte, éadem faciámus. Per D.N. Ó Deus, de quem procedem todos os bens, concedei a vossos servos suplicantes que por vossa inspiração conheçamos o que é reto, e por Vós guiados o pratiquemos. Por N. S.

Epístola (Tg 1, 22-27)

Léctio Epístolæ beáti Jacóbi Apóstoli.

Caríssimi: Estóte factóres verbi, et non auditóres tantum: falléntes vosmetípsos. Quia si quis audítor est verbi et non factor: hic comparábitur viro consideránti vultum nativitátis suæ in spéculo: considerávit enim se et ábiit, et statim oblítus est, qualis fúerit. Qui autem perspéxerit in legem perfectam libertátis et permánserit in ea, non audítor obliviósus factus, sed factor óperis: hic beátus in facto suo erit. Si quis autem putat se religiósum esse, non refrénans linguam suam, sed sedúcens cor suum, huius vana est relígio. Relígio munda et immaculáta apud Deum et Patrem hæc est: Visitáre pupíllos et viduas in tribulatióne eórum, et immaculátum se custodíre ab hoc sǽculo.

Leitura da Epístola de São Tiago Apóstolo.

Caríssimos: Sede cumpridores da palavra [de Deus] e não somente ouvintes; do contrário, vós enganais a vós mesmos. Porque se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, será semelhante a um homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; considerando a si mesmo, foi-se, e logo se esqueceu como era. Mas quem atentamente fixar a sua vista na lei perfeita da liberdade [o Evangelho] e nela perseverar, não sendo ouvinte esquecediço, senão cumpridor da obra, será bem-aventurado pelo que praticar. Se alguém se julga religioso, mas não refreia a sua língua, e ilude o seu próprio coração, sua religião é vã. A religião pura e sem mácula diante de Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas em suas tribulações e conservar-se puro da corrução deste mundo.

Aleluia (- | Jo 16, 28) (Vídeo-1)

Allelúia, allelúia. ℣. Surréxit Christus, et illúxit nobis, quos rédemit sánguine suo. Allelúia. ℣. Exívi a Patre, et veni in mundum: íterum relínquo mundum, et vado ad Patrem. Allelúia.

Aleluia, aleluia. ℣. O Cristo ressuscitou, fez brilhar sua luz sobre nós e nos remiu com o seu Sangue. Aleluia. ℣. Saí do Pai e vim ao mundo; deixo outra vez o mundo e vou ao Pai. Aleluia.

Evangelho (Jo 16, 23-30)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joannem.

In illo témpore: Dixit Iesus discípulis suis: Amen, amen, dico vobis: si quid petiéritis Patrem in nómine meo, dabit vobis. Usque modo non petístis quidquam in nómine meo: Pétite, et accipiétis, ut gáudium vestrum sit plenum. Hæc in provérbiis locútus sum vobis. Venit hora, cum iam non in provérbiis loquar vobis, sed palam de Patre annuntiábo vobis. In illo die in nómine meo petétis: et non dico vobis, quia ego rogábo Patrem de vobis: ipse enim Pater amat vos, quia vos me amástis, et credidístis quia ego a Deo exívi. Exívi a Patre et veni in mundum: íterum relínquo mundum et vado ad Patrem. Dicunt ei discípuli eius: Ecce, nunc palam loquéris et provérbium nullum dicis. Nunc scimus, quia scis ómnia et non opus est tibi, ut quis te intérroget: in hoc crédimus, quia a Deo exísti. — CREDO…

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Em verdade, em verdade, vos digo: Se pedirdes a meu Pai alguma coisa em meu Nome, Ele vo-la dará. Até agora nada pedistes em meu Nome. Pedi e recebereis para que a vossa alegria seja completa. Estas coisas vos disse em parábolas. Vem a hora em que já não vos falarei em parábolas, mas abertamente vós falarei do Pai. Naquele dia pedíreis em meu Nome: e não vos digo que hei de rogar por vós ao Pai, pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e crestes que eu saí de Deus. Saí do Pai e vim ao mundo, deixo outra vez o mundo e vou ao Pai. Disseram-Lhe os discípulos: Eis que agora nos falais claramente e não usais nenhuma parábola. Agora conhecemos que sabeis tudo, e que não tendes necessidade que alguém Vos interrogue. Por isso cremos que saístes de Deus. — CREIO…

Ofertório (Sl 65, 8-9 e 20) (Áudio)

Benedícite, gentes, Dóminum, Deum nostrum, et obaudíte vocem laudis eius: qui pósuit ánimam meam ad vitam, et non dedit commovéri pedes meos: benedíctus Dóminus, qui non amóvit deprecatiónem meam et misericórdiam suam a me, allelúia. Bendizei, nações, ao Senhor nosso Deus; e ouvi a voz de seu louvor. Ele deu a vida à minha alma, e não permitiu que os meus pés resvalassem. Bendito seja o Senhor. Ele não rejeitou a minha oração, nem retirou de mim a sua misericórdia, aleluia.

Secreta

Súscipe, Dómine, fidélium preces cum oblatiónibus hostiárum: ut, per hæc piæ devotiónis offícia, ad cœléstem glóriam transeámus. Per D.N. Recebei, Senhor, as preces de vossos fiéis com as oblações dos presentes sacrifícios para que, por estes fervorosos testemunhos de nossa devoção, mereçamos passar à glória celeste. Por N.S.

Prefácio (da Páscoa)

℣. Dóminus vobíscum.
℞. Et cum spíritu tuo.
℣. Sursum corda.
℞. Habémus ad Dóminum.
℣. Grátias agámus Dómino Deo nostro.
℞. Dignum et iustum est.
.
Vere dignum et iustum est, æquum et salutare, te quidem Domine omni tempore, sed in hac potissimum die gloriosis prædicare, cum Pascha nostrum immolatus est Christus. Ipse enim verus est Angus qui abstulit peccáta mundi. Qui mortem nostram moriendo destruxit, et vitam resurgendo reparavit. Et ideo cum Angelis et Archangelis, cum Thronis et Dominationibus, cumque omnia milita coelestis exercitus, hymnum gloriæ tuæ canimus, sine fine dicentes: Sanctus, Sanctus, Sanctus…
℣. O Senhor seja convosco.
℞. E com o vosso espírito,
℣. Para o alto os corações.
℞. Já os temos para o Senhor,
℣. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
℞. É digno e justo.
.
Verdadeiramente é digno e justo, razoável e salutar, que Vos louvemos, Senhor, em todo o tempo e com especia!idade, mais gloriosamente neste dia em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Porque. Ele é o verdadeiro Cordeiro que tirou os pecados do mundo. Por sua morte destruiu a nossa, e ressurgindo restaurou a nossa vida. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo sem fim: Santo, Santo, Santo…

Comunhão (Sl 95, 2) (Áudio)

Cantáte Dómino, allelúia: cantáte Dómino et benedícite nomen eius: bene nuntiáte de die in diem salutáre eius, allelúia, allelúia. Cantai ao Senhor, aleluia; cantai ao Senhor e bendizei o seu Nome. Anunciai todos os dias a sua salvação, aleluia, aleluia.

Pós-comunhão

Tríbue nobis, Dómine, cæléstis mensæ virtúte satiátis: et desideráre, quæ recta sunt, et desideráta percípere. Per D.N. Vós nos fortalecestes, Senhor, no Banquete celestial; concedei, pois, que desejemos o que é justo e alcancemos o que aspiramos. Por N. S.

Traduções e comentários extraídos do Missal Quotidiano de D. Beda (1962).

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: